sábado, 12 de março de 2016

Policial Militar surta e mata colega de farda no interior do Maranhão

 
PM Erasmo foi morto pelo colega de farda
O policial militar identificado como Erasmo Alves Cordeiro foi morto com vários tiros na cabeça, na madrugada deste sábado (12), na cidade de João Lisboa. Ele ingressou na Polícia Militar no ano de 2014.

Pelas informações, o autor dos disparos foi o também militar Alexandre Xandu, que ingressou na corporação em 2016. 

 “O policial Xandu surtou e matou o guerreiro Erasmo Cordeiro. Ele descarregou a pistola atirando na cabeça do Erasmo”, diz outro policial ao chegar ao local do crime.

 Depois de disparar cerca de 11 tiros contra Erasmo Alves, Xandu teria tentando recarregar a pistola para disparar contra o restante dos integrantes da guarnição, que tiveram que fugir.
 
PM Xandu

Após o surto, o soldado Xandu foi encaminhado a um hospital da região e medicado, e posteriormente recolhido o 3º BPM de Imperatriz (MA). De acordo com o tenente-coronel Carvalho, ele ainda apresenta quadro de grave perturbação mental, sem coordenação das ideias e sem condições de prestar esclarecimentos. Ele alega não saber o que aconteceu e ser ‘atacado por inimigos’ no momento dos disparos. 

“Quando imaginamos que podemos morrer por arma de fogo, nunca imaginamos que será pelas mãos daquele que era pra nos defender, aquele que era pra está ao lado no combate. Um companheiro de curso que lembrarei sempre”, diz um amigo do PM Erasmo.
 
Gilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário