sexta-feira, 31 de julho de 2015

Festival do Chambaril é sucesso em Barra do Corda


Barra do Corda - O 7º Festival do Chambaril organizado pelos Machantes é só alegria nesta sexta-feira (31), marcando o fim das férias em terras Cordinas.

As atrações são: Muito Chambaril, cerveja geladinha, música ao vivo, Rio Corda e uma galera pra lá de animada marcando presença no clube do Tota!

Muitos participantes ganharam camisa Gola Polo desta edição que tá bombando até o final da tarde. Se você ainda não compareceu, passe lá agora na Rua Arão Brito!


Em reunião com Dilma, Flávio Dino defende estabilidade política para superar crise econômica no Brasil



Na reunião de governadores do Brasil com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada, o governador do Maranhão falou representando os gestores estaduais da região Amazônica. Defendendo a pauta pela governabilidade e a proteção das finanças dos Estados frente às dificuldades econômicas nacionais, Dino elencou uma série de medidas tomadas entre Estados e União para estimular a volta do crescimento.
 
A convite da presidente Dilma e do vice Michel Temer, os governadores debateram o contexto nacional na política e na economia. Com papel de destaque junto aos 27 representantes de Estados, Flávio Dino falou ao final da coletiva sobre pontos discutidos durante as quatro horas de reunião com a presidenta e ministros.
 
“Afirmamos a firmeza do apoio à estabilidade política e a defesa das regatas constitucionais das eleições no Brasil. Portanto, a manutenção do mandato da presidenta Dilma. A reunião é positiva para o Brasil porque reúne gestores de diferentes cores partidárias, mas que se propõem a uma agenda para que o país avance na segurança das instituições nacionais e, por conseguinte, na superação do momento econômico conturbado”, afirmou Flávio Dino, durante coletiva de imprensa.
 
O governador do Maranhão disse ainda que foi ampliado o diálogo entre os entes federativos para a retomada do crescimento econômico do país. Temas como o retorno de investimentos federais, promoção de ajuste fiscal com a preservação das operações de crédito para os estados e a utilização dos depósitos judiciais para melhoria das contas públicas foram levantados pelos governadores no diálogo com a presidência.
 
“Achamos isso fundamental para ativação do ciclo econômico e manutenção do nível de emprego, com prioridade às operações de crédito já contratadas, mas também para novas operações de crédito. Defendemos que sim, haja uma reforma do ICMS, porém com fundos garantidores que tenham outras fontes que não sejam apenas o imposto sobre o repatriamento, nós defendemos a tributação sobre repatriamento, porém consideramos a necessidade de que haja outras fontes de compensação”, disse o governador. 
 
Dilma afirmou aos governadores que o Governo Federal prepara uma carteira de projetos com sugestões dos gestores estaduais, que apresentaram as demandas em parceria com a União. No mês de março, o Maranhão apresentou à presidenta as principais demandas: Escola Digna, Mais IDH e estruturação da logística de rodovias e Porto.
 
“Dia especial na democracia com todos os governadores, de apoio ou oposição ao governo. Juntos, buscamos construir pauta positiva pro Brasil, para enfrentar dificuldades e garantir estabilidade política e econômica no Brasil”, disse o ministro da Casa Civil, Aloísio Mercadante, ao final da reunião ao afirmar que a relação será de cada vez mais diálogo e cooperação entre os estados e a União.
 
Dilma garantiu agilidade para avançar nas operações de crédito com a garantia de que os Estados se comprometam em trabalhar pelo superavit primário, com aumento de arrecadação.

Governo prepara Estádio Frei Epifânio para competições nacionais


O Governo do Estado está finalizando os reparos no estádio Frei Epifânio D’Abadia, em Imperatriz, para deixá-lo em condições de receber jogos de competições nacionais. As adaptações obedecem aos critérios exigidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), já que o time da cidade de Imperatriz participa este ano da Série D do Campeonato Brasileiro e no próximo ano da Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

Os serviços foram iniciados em meados de julho e estão sendo feitos reparos na pintura, instalação pluvial, sinalização de segurança, banheiros, instalações elétricas e hidráulicas, além de melhorias na acessibilidade. Também foi instalado um placar eletrônico. Os reparos na parte elétrica e hidráulica já estão concluídos. A previsão é que até setembro toda a obra já esteja pronta.

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, a reforma do estádio demonstra o compromisso do governo com o esporte profissional. “Além desse investimento no esporte maranhense, o governador Flávio Dino determinou que fossem cumpridas todas as solicitações da CBF, para oferecer condições de jogo aos atletas, mas também de conforto e segurança para os amantes do esporte”, disse o secretário.

O jornalista José Luis Costa, que é cadeirante, elogiou as melhorias na acessibilidade. “Antes eu tinha que subir no braço para poder assistir aos jogos. Então, a construção de uma rampa é importante para que a gente possa ter um acesso mais fácil às arquibancadas e aos outros lugares do estádio”, avaliou.

O comentarista esportivo Carloto Júnior explicou a importância de o Governo do Estado estar cumprindo as exigências da CBF. “É importante, principalmente, na questão da logística, tanto para a equipe de casa quanto para a visitante. E também para atender as emissoras de radio e TV que fazem a cobertura dos jogos. No jogo do próximo sábado, por exemplo, contra o River, vai haver transmissão ao vivo da partida para todo o país”, explicou.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

5° BPM recupera mais uma motocicleta furtada

Nesta quinta-feira, (30), mais uma motocicleta foi devolvida ao seu proprietário.  A mesma foi furtada no dia 19 deste mês, possivelmente por um individuo conhecido como Leandro, que já tem várias passagens por furto e roubo.

A Honda Pop vermelha, de placa NWU foi encontrada através de uma denúncia anônima, no povoado Jenipapo do Jonas, município de Jenipapo dos Vieiras e conduzida até o pátio do 5º BPM, onde foi entregue a sua proprietária, mediante apresentação do boletim de ocorrência, documentos do veículo, bem como a habilitação do condutor.

                          

A senhora Solange Sousa Vieira, agradeceu aos policias do 5° BPM pela rapidez e dedicação em recuperar o seu bem, uma vez que localizaram o mesmo em quase dez dias.

"Se conhecerem alguém que possa está em posse de um veiculo furtado/ roubado, denuncie, pois adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, resultará no crime receptação. Agradecemos a população pelas denúncias que têm sido encaminhadas,  pois elas  são de grande ajuda no trabalho da polícia militar”,  destacou o subcomandante do 5° BPM Major Ribeiro.


Redação: Sd. PM Alessandro

5° BPM entrega veículo que havia sido roubado na cidade de Lima Campos - MA

Nesta manhã, 30 de agosto, outra motocicleta foi devolvida ao seu proprietário.  A mesma foi tomada de assalto neste mês, no povoado São Pedro, município de Lima Campos-MA.


A Honda pop branca, de chassi 9C2HB010FR458460, placa PSE-3691, encontrava-se no povoado São Bento, da cidade de Tuntum, sendo localizada e recuperada pela equipe de inteligência do 5° BPM.


O veículo foi conduzido ao batalhão de Barra do Corda e entregue ao seu proprietário, o senhor José Teles de Araújo, que agradeceu o esforço e empenho dos militares, que mesmo fora da área de atuação, conseguiram recuperar a sua moto. 


O Tenente Coronel Eriverton, comandante do 5º BPM, realizou a entrega declarando que  “Esta ação só prova que o serviço de inteligência do 5º BPM está empenhado no compromisso em diminuir os números de veículos irregulares, como preservar a ordem pública e assegurar o bem estar da população!”.

Redação: Sd. PM Alessandro

NOTA DE ESCLARECIMENTO – Hospital de Bernardo do Mearim


audio_logo_novoSobre reportagem ‘Impasse fecha hospital e deixa cidade sem atendimento no Maranhão’, veiculada nesta quinta-feira (30) pelo telejornal Bom Dia Brasil da Rede Globo, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que:

1. A gestão do Hospital de Bernardo do Mearim, de 20 leitos, é de responsabilidade do município.

2. A Secretaria de Estado da Saúde está se dispondo a continuar a ajudar os municípios, segundo critérios técnicos. Os repasses voluntários às prefeituras municipais referentes aos hospitais de 20 leitos dependem do quantitativo populacional de cada município e das estatísticas de atendimentos realmente realizados pela unidade hospitalar. Portanto, critérios partidários e pessoais adotados no passado foram extintos e substituídos por critérios técnicos.

3. A Prefeitura de Bernardo do Mearim ainda não fez adesão ao termo de Incentivo Estadual de Qualificação da Gestão Hospitalar (IEQGH), fundo complementar instituído por meio da Portaria n° 116, de 27 de Abril de 2015, que regulamenta a transferência voluntária de recursos do Estado aos municípios que receberam hospitais de 20 leitos, divulgada no Diário Oficial do Estado do Maranhão, conforme documento anexo.

4. Pela Portaria, o município Bernardo do Mearim, por possuir habitantes na quantidade inferior a 10 mil (5.996 habitantes de acordo com o último censo do IBGE), poderá receber custeio complementar de até R$ 70 mil, caso comprove sua produção. Isto é, alimentar o sistema DATASUS com os dados dos serviços de saúde prestados à população.

5. Independentemente da portaria, neste ano, o referido município não apresentou a produção dos meses de janeiro e fevereiro. Nos meses de março, abril e maio o sistema DATASUS foi alimentado com informações de serviços cujos valores totalizaram R$ 3.023,89; R$ 13.715,88 e R$ 10.403,94, respectivamente.

6. A Secretaria de Estado da Saúde aguarda o gestor do município citado para assinatura do referido termo e, assim, os créditos comprovados serão imediatamente depositados na conta da Prefeitura.

7. O município de Bernardo do Mearim recebe custeio direto pelo Ministério da Saúde (MS), de fundo federal para municipal, desde janeiro de 2015. Desse modo, os recursos estaduais representam incentivo voluntário para aprimorar os serviços de atenção hospitalar.

8. O Hospital Regional de Presidente Dutra, bem como todas as unidades de saúde de responsabilidade do Estado, recebem e atendem todos os pacientes, independentemente do município de origem.

São Luís, 30 de julho de 2015. Secretaria de Estado da Saúde

Detran amplia vagas para exames práticos de direção


 seletivo-para-examinadores-de-trânsito
Nos próximos dois meses, o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran) vai aumentar em 60% a oferta de vagas para exames de direção em São Luís, Caxias e Imperatriz.  São mais de sete mil vagas distribuídas entre as categorias A, B, C, D e E. O calendário de provas para agosto e setembro já está disponível no sistema para agendamento pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs).

Além das vagas oferecidas para a capital, Imperatriz e Caxias, durante o mês de agosto, outras 9.348 vagas serão distribuídas entre as 15 Ciretrans e municípios atendidos por bancas móveis de exames práticos, entre eles, Tutóia, Paço do Lumiar, São Bento, Lago da Pedra e São José de Ribamar.  

O aumento na oferta de vagas foi possível após a contratação dos novos examinadores de trânsito aprovados no Processo Seletivo Simplificado, realizado em abril deste ano pelo Detran. Há 13 anos, a prova prática de direção veicular no Maranhão é realizada por empresas terceirizadas, conduta ilegal segundo o artigo 148 do Código de Trânsito Brasileiro, que proíbe, expressamente, a realização de exames de direção veicular por entidades credenciadas ou empresas terceirizadas.  

“Com a contratação dos examinadores via seletivo, o Detran decreta o fim de outra terceirização ilegal implantada pelas gestões anteriores”, aponta o diretor geral do órgão, Antonio Nunes. “Nossa previsão é de que a partir de outubro, a aplicação da prova prática de direção seja feita apenas por examinadores contratados pelo Departamento”.
 
De acordo com o diretor geral do Detran, o aumento na oferta de vagas para exames de direção beneficia, principalmente, os candidatos que estão com o processo para obtenção da CNH prestes a vencer. “Ao perder o processo para tirar a CNH, o custo para os candidatos aumenta. Não queremos isso. Agora, o Detran passa a oferecer mais vagas para que os Centros de Formação de Condutores possam marcar com muito mais facilidade as provas para os candidatos” explicou o diretor.

Os processos acumulados para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação sempre foram um grande desafio para o Detran. De acordo com a coordenadora de Habilitação do departamento, Nazaré Nunes, em 2014, houve um alto índice de reprovação de candidatos, superior a 60%. “Só no primeiro semestre, 49 mil processos acumularam. Este ano, o número de processos caiu para menos da metade, apenas 22.551 processos estão acumulados, graças ao trabalho que a atual direção vem realizando para melhorar o serviço do órgão”, destacou Nazaré Nunes.

Convocação examinadores excedentes

Nesta quarta-feira (29), o Detran convocou, por meio do Diário Oficial do Estado, 20 candidatos excedentes do processo seletivo para examinador de trânsito, para preencher as vagas não ocupadas na primeira convocação dos candidatos aprovados. As 20 vagas remanescentes serão distribuídas entre as cidades de Caxias (4), Imperatriz (7) e São Luís (9). Duas são destinadas a pessoas com deficiência, uma na cidade de Imperatriz e a outra na capital.
Os convocados terão 15 dias, a contar da data da publicação da convocação no Diário Oficial do Estado, para comparecer ao Detran e apresentar a documentação exigida para a contratação.

A lista completa dos candidatos convocados está disponível para consulta no site www.detran.ma.gov.br

CONCURSO MUNICIPAL - NOVOS SERVIDORES COMEÇAM A SUBSTITUIR CONTRATADOS TEMPORÁRIOS

 

A partir da próxima segunda-feira, dia 03 de agosto, os novos funcionários empossados por força do último concurso público começam a assumir seus postos de trabalho.

Por terem vinculo temporário, os funcionários contratados terão seus contratos rescindidos na forma prevista da Lei Municipal 08/2011 e para estrito cumprimento do que determina o Artigo 37 da Constituição Federal.

Ressalte-se que esta é a última etapa de um concurso que foi realizado, pela atual administração, obedecendo todos os critérios de lisura, transparência e compromisso com a meritocracia, não tendo sido medido esforços para que se pudesse realizar um certame sério que ao mesmo tempo atendesse as necessidades do município e concretizasse o sonho de muitas pessoas em conseguir sua independência financeira aliada a uma estabilidade profissional, evitando-se com isso que muitos saíssem do seio familiar em busca de oportunidades em outras localidades.

Por fim, a Prefeitura Municipal de Barra do Corda parabeniza os novos servidores pela conquista, ao tempo em que agradece de público aos contratados pelo compromisso e dedicação para com a administração pública pelo período em que a ela estiveram vinculados.



Fonte: Assecom

Duas pessoas morrem em acidente na BR-226 no Povoado Cigana

 

Um trágico acidente ocorrido na tarde desta quarta-feira (29), envolvendo uma Carreta e um Fiat Uno na BR-226 próximo ao Posto Cigana no município de Tuntum, resultou na morte de duas pessoas.

 

O Samu foi acionado e ao chegar no local, as vítimas identificadas como Francinaldo e Cleiton que são de Barra do Corda já estavam sem vida. 

Tarado estupra a própria mãe

A polícia prendeu em Barreirinhas, interior do Maranhão, um homem identificado como Elialdo Gomes Nunes, conhecido também no município como “NEGO DA BUZA”. Ele foi preso por abusar física, psicológica e sexualmente da sua mãe de criação, uma senhora de 86 anos, moradora no bairro Canequinho, de nome Maria Macedo Costa. A prisão foi realizada pelos policiais civis da delegacia do município. O acusado foi autuado em flagrante por prática de crime previsto no Art. 129, §9º do CPB e Art. 203 caput do com fundamento no Art. 07 da Lei 11.340/06.

O acusado foi encaminhado a Delegacia Regional de Rosário, onde espera posterior transferência para o sistema penitenciário. Elialdo Gomes Nunes já foi preso anteriormente por prática de homicídio na cidade de Barreirinhas entre os anos de 2011 e 2012.

Por André Gomes

Reunião entre a SEMED e gestores da rede municipal de ensino de Barra do Corda

11752588_1613421678945302_7129208515240041170_n 
 
Aconteceu nessa terça-feira (28), no Centro de Convivência da Terceira Idade uma reunião técnica entre a Secretaria de Educação e os gestores da rede municipal de ensino.
 
Na oportunidade, foram discutidos diversos assuntos referentes ao segundo semestre letivo 2015 dentre os quais destacam-se a Jornada Pedagógica, PNAIC e adequação dos recém-concursados junto aos seus locais de trabalho.
 
Estiveram presentes o Prefeito Eric Costa acompanhado da Primeira Dama Bruna Costa, Janete Abreu (Secretária de Educação), Jaile Lopes (Presidente do Sinproesemma), os vereadores Rivelino do Alin, Paulim Bandeira, Alcenor Nunes, Prof. Roberto e Eteldo, bem como os técnicos da Secretaria de Educação.
Assecom

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Aliado de Dilma, Flávio Dino vai propor ‘entendimento nacional’ em reunião com governadores



Brasília - DF, 25/02/2015. Presidenta Dilma Rousseff recebe Flávio Dino, Governador do Estado do Maranhão. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.
Brasília – DF, 25/02/2015. Presidenta Dilma Rousseff recebe Flávio Dino, Governador do Estado do Maranhão. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.
O Globo – O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou, nesta terça-feira, que defenderá uma pauta de “entendimento nacional” para sair da crise, em reunião da presidente Dilma Rousseff com governadores, inclusive da oposição, na próxima quinta-feira.
“Irei à reunião dos governadores defender pauta de entendimento nacional para sair da crise, com retomada da estabilidade política. A estabilidade é fundamental para a conclusão do ajuste fiscal e retomada do crescimento econômico, com redução da taxa de juros”, escreveu Dino no Twitter.
O Palácio do Planalto quer o apoio dos governadores para barrar a “pauta bomba” no Congresso – projetos que significam aumento de despesas. O cenário que já foi ruim no primeiro semestre tende a piorar com o rompimento do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o governo.
“Uma agenda de entendimento nacional deve priorizar a estabilidade política imediata, sem debates como ´pautas bombas´ e impeachment”, acrescentou Dino no Twitter.
Paralelamente, começarão a ser divulgados nas redes sociais vídeos gravados sábado. Em cinco filmes de 30 segundos a um minuto, Dilma fala sobre as crises políticas e econômicas, intolerância, as Olimpíadas de 2016, o plano de exportações e o desemprego.
Se o Planalto está interessado em firmar um “pacto pela governabilidade”, os governadores levarão para a reunião assuntos de interesse dos estados, como a reforma do ICMS, fundo garantidor de Parcerias Público Privadas (PPPs), linhas de crédito e parcerias na área de segurança pública.
Ontem, o senador Aécio Neves (PSDB) afirmou que o PT e Dilma tentam “dividir sua crise” com os governadores, ao ”constrangê-los” a participar de uma “reunião desnecessária”.

Sebrae realiza primeiro Dia do Campo em Presidente Dutra

Atividades foram dedicadas às ações da metodologia Balde Cheio, voltado para a cadeia produtiva do leite



Centenas de pessoas estiveram presentes às atividades do Dia de Campo do Programa Balde Cheio realizado no sábado (25) no município de Presidente Dutra, numa realização do Sebrae em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura. No público, formado por produtores rurais dos municípios de Barra do Corda, Codó, Fortuna e Presidente Dutra, diversos interessados em conhecer a metodologia acompanharam os trabalhos na Fazenda Santa Tereza, propriedade rural atendida pelo projeto do Sebrae há cinco meses.

Segundo o secretário municipal de Agricultura, Robson Carvalho, a ação buscou ajudar a difundir a tecnologia do programa em Presidente Dutra. “Buscamos mostrar as experiências que temos na adequação e na implementação de sistemas produtivos, além de intensificar as atividades e levar tecnologia e melhoria de qualidade de vida para outros produtores", ressaltou Carvalho.

O proprietário da fazenda, Odimar Santana, e seu filho Carlos Santana, mostraram as experiências da propriedade com o Balde Cheio durante toda a manhã. "Já havíamos desistido da produção de leite", confidenciou Santana. "Mas com a chegada do Sebrae e do Balde Cheio, conseguimos enxergar uma nova oportunidade de negócio. Hoje estamos em um Dia de Campo, conhecendo as práticas, as técnicas e as teorias do programa e afirmo que queremos aumentar nossa produção e, futuramente, trazer um laticínio aqui para o nosso município e nossa região", declarou o pequeno produtor. 

Com pouco tempo de acompanhamento a Fazenda Santa Teresa já mostra mudanças. Além de um pasto saudável, projetos de irrigação para períodos de seca e alguns animais frutos de inseminação. Hoje a fazenda tem uma média de 300 cabeças de gados, com 60 vacas leiteiras produzindo 150 litros de leite por dia, apesar do período seco.

O visitante Clésio Guerra, da Fazenda Santa Marta – de Codó – também foi convidado a dar seu depoimento sobre o Projeto realizado em sua Fazenda. Com mais tempo de acompanhamento, o produtor ainda sente a necessidade de aprender mais a cada novo encontro. "É muito importante a realização de atividades como o Dia de Campo para multiplicar o efeito do projeto em outras regiões. Sempre tem alguma coisa para aprender em uma atividade como esta, além de ser uma satisfação, para o dono da propriedade, mostrar o que tem sido desenvolvido e uma satisfação, para os participantes, em estar aprendendo muito mais”, avaliou Guerra.

Para o consultor do Sebrae responsável pela atividade, Raoul Bidjeke, o Dia de Campo cumpriu seu papel em difundir os benefícios do Balde Cheio. “Estamos mostrando o trabalho que foi feito na fazenda do seu Odimar, mostrando a parte de manejo e de campo. O trabalho está iniciando, mas com certeza teremos o resultado esperado”, avaliou Bidjeke, que informou ainda que cerca de 100 propriedades rurais mandaram representantes às atividades. “Com certeza a unidade do Sebrae que atende a esta região poderá implementar a tecnologia Balde Cheio aos que se interessaram pelo trabalho", afirmou.

PGE e Câmara de Mediação e Arbitragem da ACM discutem parcerias para resolução de conflitos empresariais


A Procuradoria Geral do Estado do Maranhão (PGE) e a Associação Comercial do Maranhão discutiram na tarde de terça-feira (28), ações de parcerias com a Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial. A ideia é diminuir a judicialização desnecessária e agilizar a resolução de conflitos empresariais, principalmente envolvendo pequenos e médios empresários.

O procurador chefe da Dívida Ativa da PGE, João Batista de Oliveira Filho explica que a conciliação através da Câmara de Arbitragem e Mediação empresarial, embora ainda não usual significa uma evolução na forma de reparação dos débitos fiscais e um meio efetivo de aumentar a arrecadação.

Além disso, pode representar economia de gastos para o contribuinte e agilidade na resolução de conflitos: “Uma vez que evita todo um processo judicial, que muitas vezes inclui a penhora dos bens, bloqueio de contas, gastos com advogados, ou seja, uma judicialização desnecessária.”, avaliou o procurador.

O consultor da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial, Guilherme Giussani, destacou o potencial da parceria com a PGE que também deve incluir a Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ) e o Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão: “Essa parceria com a Procuradoria Geral do Estado tem tudo para dar certo, inclusive com ações de interiorização”, destaca.

A proposta é que além de São Luís, as ações da Câmara sejam estendidas também para outros municípios maranhenses como Imperatriz, através das associações comerciais locais: “É preocupação do governo Flávio Dino e, portanto, da PGE, levar os benefícios da legislação ao contribuinte para limpar seu nome no interior também”, acrescentou João Batista.

Participaram da reunião na PGE, o procurador Geral do Estado, Rodrigo Maia; o Procurador Geral Adjunto para Assuntos Judiciais, Vanderley Ramos dos Santos; o Procurador Geral Adjunto para Assuntos Estratégicos, Bruno Tomé Fonseca; o consultor jurídico da Associação Comercial do Maranhão e coordenador do projeto de instalação da Câmara no Maranhão, Ivaldo Praddo e o consultor da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial, Guilherme Giussani.

Câmara de Mediação e Arbitragem Empresarial no Maranhão

Com a reforma da Lei de Arbitragem e o advento da nova Lei de Mediação a CBMAE-MA vem para ajudar, em parceria com entidades públicas e privadas a desafogar o judiciário através da mediação e arbitragem, que são meios alternativos na resolução de conflitos.

No Maranhão, a Câmara de Mediação e Arbitragem Empresarial do Maranhão, filiada a Confederação de Associações Comerciais do Brasil – CACB e a Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial – CBMAE será lançada no dia 29 de julho na sede da Associação Comercial do Maranhão.

Sebrae realiza mais de 800 capacitações e consultorias em cidades da região Centro-sul maranhense

Durante este primeiro semestre do ano a Unidade Regional conseguiu atingir 100% do seu território




A Unidade do Sebrae em Grajaú intensificou suas ações durante este primeiro semestre do ano e conseguiu percorrer todo o território sob sua responsabilidade com ações de capacitação para mais de 800 empreendedores. Foram desenvolvidas, ao longo destes primeiros meses, cursos, palestras e consultorias que ajudaram empreendedores e funcionários de empresas das cidades e do campo a alavancarem sua renda, abrir ou melhorar seu próprio negócio com mais confiança e modificarem sua forma de pensar o comércio local.

A regional atende e acompanha os pequenos negócios dos municípios de Lajeado Novo, Formosa da Serra Negra, Arame, Itaipava do Grajaú, Amarante, Jenipapo dos Vieiras e Fernando Falcão assim como a cidade de Grajaú – todas receberam cursos e atividades desenvolvidas pela instituição, com ações desenvolvidas por meio dos dois projetos executados na Unidade: Comércio Varejista e Atendimento Territorial.

“Hoje podemos dizer que cobrimos todo o território referente à nossa unidade. Levamos conhecimento, formação e capacitação além de cidadania para os empreendedores dessa região que ainda é muito carente de ações que visam a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, destacou o gerente regional do Sebrae em Grajaú Wamberg Amaral.

A funcionária de uma empresa de Grajaú, Carolina Gualberto, conta que os cursos do Sebrae mudaram totalmente a sua vida profissional. Ela já fez mais de três somente neste semestre e aponta as transformações que conseguiu pôr em prática no estabelecimento em que trabalha, a partir de sua participação nas capacitações e eventos promovidos pela instituição no município. 

“Após participar dos treinamentos, tive uma nova visão de mercado, concorrência e maneiras de como aperfeiçoar meus serviços. Isso contribui para a competitividade saudável e, claro, que quem ganha com isso são os nossos clientes que poderão ter um excelente atendimento e prestação de serviços de qualidade no nosso estabelecimento”, disse a funcionária Carolina Gualberto.

Ações
 



Foram oferecidos, no semestre, os cursos de Oratória, Marketing Pessoal, Gestão Financeira Na Medida, Gestão Empreendedora, Aprender a Empreender, Visão Estratégica, Atendimento ao Cliente, dentre outros. Os empresários também puderam contar com consultorias nas áreas de programas governamentais e consultoria para empresários do comércio.

Além disso, o Sebrae participou e apoiou eventos que fomentam o desenvolvimento de suas localidades, como o Festival da Mandioca – onde os produtores do povoado Angico obtiveram capacitação em mandiocultura – e também na Exposição Agropecuária de Grajaú (Expoagra), que acontece durante toda esta semana de 20 a 26 de julho, onde está destacada a unidade móvel do Sebrae, em que os produtores de Ovinos e Caprinos poderão contar com análise de leite e água. 

A unidade também realizou a primeira edição do Encontro de Oportunidades de Grajaú, evento buscou possibilitar o conhecimento de oportunidades e possibilidades de empreender, estreitar laços com o mercado e alavancar o crescimento do negócio dos empreendedores de Grajaú e das nove cidades que compõe a regional.

Amaral ressalta que, neste segundo semestre, as atividades continuarão no mesmo ritmo para alcançar um numero ainda maior de pessoas atendidas pelas capacitações do Sebrae. “Nosso planejamento inclui oferecer ainda mais conhecimento aos empresários da região, sobretudo dos municípios que possuem IDHs baixos e que estão no território da Unidade. O Sebrae está buscando contribuir com a melhoria desses índices e da qualidade de vida das comunidades envolvidas”, concluiu o gerente Wamberg Amaral.

Candidato da oposição deve ser mesmo Manoel Mariano

O grupo que comandou a prefeitura de Barra do Corda por três mandatos não deve ter problemas para escolher seu candidato visando a disputa do próximo ano.

Todos os aliados são unânimes em defesa de que o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, seja esse nome. Por outro lado, o futuro do ex-gestor ainda é incerto, mas isso não será nenhuma dor de cabeça para seu grupo político!

O blog Barradocordanews conversou com Manoel Mariano de Sousa Júnior, o Júnior do Nenzin, para se inteirar um pouco sobre a situação do grupo liderado por seu pai. 

Júnior disse que os apoiadores estão preparados para disputarem as eleições de 2016 com Nenzin. Ao mesmo tempo ele foi bastante claro. "O nosso nome é o Nenzin, mas se ele não puder ser candidato eu estou preparado e serei este candidato".

Perguntado se o nome da vereadora Nilda não seria a opção imediata para substituir Nenzin e se essa nova opção não poderia causar um mal-estar dentro do grupo; ele falou que não existe problema, não haverá problema e que a vereadora está tranquila quanto a situação.

Se não der para Mariano vai com Mariano mesmo.

Vamos aguardar...

Pagamento dos Servidores do Estado será antecipado para sexta-feira (31)


O pagamento dos servidores do Estado será antecipado para a próxima sexta-feira (31), por determinação do governador Flávio Dino. De acordo com o calendário, o pagamento seria efetuado no dia 04 de agosto, segundo dia útil do mês, mas, devido à viabilidade financeira do Estado, será novamente adiantado. 

Com a efetivação do pagamento dentro do mês trabalhado, o Governo cumpre com seu compromisso com o funcionalismo público de antecipação sempre que financeiramente viável para o Estado. “A tabela divulgada como referência logo no primeiro mês da gestão apresenta o dia máximo para o pagamento, mas sempre trabalhamos com a determinação expressa do governador Flávio Dino de adiantar o pagamento quando viável financeiramente para o Estado”, destacou o secretário da Gestão e Previdência, Felipe Camarão. 

A efetivação do pagamento dentro do mês trabalhado beneficia mais de 110 mil servidores do Estado, entre ativos e inativos.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Vôlei Cordino: Trezidela conquista o Tri do Torneio de Férias


O time masculino de vôlei da Trezidela conquistou pela terceira vez o título dos Jogos de Férias que é disputado todos os anos e a segunda mais importante competição da modalidade em Barra do Corda que também tem o campeonato municipal.

A Trezidela levantou o troféu nos anos de 2013 e 2014. O título dos jogos 2015 veio com uma vitória por 3 a 2 sobre o Destak no último sábado (25).  Depois tudo foi só alegria para essa galera já acostumada com conquistas!

Boa parte da equipe campeã faz parte da Seleção Cordina que é a mais temida de toda região central e que mantém uma invencibilidade  que já dura mais de três anos.

Flávio Dino no El País: “Dilma tem de se apoiar nos que estão fora do furacão para superar a crise”


Dino defende protagonismo dos governadores para superar a crise política nacional
Dino defende protagonismo dos governadores para superar a crise política nacional
El País – O governador do Maranhão, Flávio Dino (São Luis, 1968), se declara um comunista promovendo o capitalismo no Estado com os piores indicadores sociais de todo o país. Depois de cerca de 50 anos de domínio da família Sarney, Dino afirma que se encontrou com um sistema baseado no paternalismo, onde não existe a livre concorrência, nem o livre mercado, onde são comuns os contratos fantasmas e superfaturados. “Que estou cuidando do capitalismo para depois pensar no socialismo acabou virando piada, mas eu preciso estimular os investimentos, deixar claro aos investidores que há respeito às regras do jogo, modernizar a economia e não ter grupo protegidos pelo Estado”.
Militante do Partido Comunista, juiz federal e professor de Direito Constitucional, o governador maranhense representa a mudança radical que trouxeram as urnas em 2014 no Estado de Maranhão, e, como outras vozes no país, reclama mais protagonismo dos governadores no cenário de crise atual. “Dilma precisa se apoiar em agentes políticos que estejam fora do olho do furacão”, afirma.
Pergunta. Qual é o seu maior desafio desde que você assumiu o poder no Maranhão?
Resposta. O mais desafiador é viabilizar uma transição política que consiga melhorar a vida da população, principalmente nesta conjuntura que nós vivemos. Tenho muito claro que depois de 50 anos de domínio dos Sarney não é suficiente apenas substituir quem detém o poder. O obstáculo está em você precisar construir uma nova institucionalidade, consolidar alianças e enfrentar traços culturais de uma tradição, me refiro muito especialmente ao patrimonialismo: o aparato estatal sempre esteve a serviço de interesses privados, pessoais e familiares.
Agora é preciso implementar uma cultura da legalidade, mudar a maneira como se contratam as pessoas, as compras do Governo… Porque tudo era submetido a uma lógica oligárquica, coronelista. Eu digo que tenho uma agenda de quatro séculos. A do século XVIII dos direitos civis; do século XIX dos direitos políticos; do século XX dos direitos sociais; e do século XXI do novo desenvolvimento. Tudo concentrado em um governo só.
P. O que de mais escandaloso você encontrou da gestão anterior?
R. São tantas coisas. A prática generalizada de contratos fantasmas e superfaturados que nós estamos desmontando: coisas que poderiam ser feitas por 10 milhões de reais, sendo feitas por 30 milhões de reais. Isso é muito chocante para mim. A outra é o nível de abandono das pessoas mais pobres. É claro que eu sabia disso, mas continua sendo chocante. Para te dar um exemplo, nós ainda temos 1.000 escolas de barro, de palha, escolas que não têm chão, onde as crianças não têm dinheiro para comprar calçado para ir ao colégio. É claro que esses meninos não vão aprender, que quando fizerem 15 anos vão sair da escola.
P. Como você enfrenta esses desafios com fortes restrições no orçamento?
R. Eu comecei o governo com um cenário de muitos avanços práticos porque conseguimos cortar 120 milhões de reais em gastos supérfluos e reunir recursos. Mas cada vez tenho menos dinheiro, a crise nacional chegou com muita força nas finanças estaduais. As obras federais foram paralisadas e isso gerou desemprego, e a redução dos repasses obrigatórios do Governo federal caiu 20% agora no mês de julho. Se essa queda se repetisse durante todo o ano, resultaria na perda de um bilhão de reais em um orçamento de 14 bilhões. Isso vai diminuir o ritmo de conquistas. Mas vamos avançar, eu tenho uma operação de crédito com o BNDES, e falo isso para afirmar como esse banco é importante para o Brasil, então ainda tenho um saldo para gastar nos próximos meses. E fiz muitos cortes de gastos, sobretudo em contratos terceirizados, como o da empresa que administrava as penitenciárias, que era um contrato de 16 milhões e cortamos a quatro milhões de reais.
 P. Como avalia a energia que domina a Câmara nesses dias?
R. Um fato externo da política levou à dissolução completa da agenda nacional. Esse fato é a Operação Lava Jato. A política passou a ser pautada pela agenda da polícia, do poder Judiciário, do Ministério Público. Neste momento, de um lado, o Governo tem dificuldade de abordar a crise econômica e de outro, o Congresso produz debates que são secundários. É como se a agenda verdadeira do país estivesse sendo secundarizada. E as consequências ai estão: a crise brasileira tem uma dimensão econômica, mas o mais desafiador é a dimensão política. Se nós pegamos as sete últimas eleições presidenciais, seis foram disputadas pelo PT e o PSDB, e essas forças hoje não conseguem reconduzir o debate político.
P. Qual e sua opinião sobre o presidente da Câmara?
R. Hoje Eduardo Cunha tem uma dificuldade objetiva, determinada pela Operação Lava Jato. Progressivamente ele vai ter dificuldades de exercer o cargo que exerce. Na conjuntura atual ele precisa de conflitos para tirar o foco dele, ele não é um agente pacificador neste momento.
De um lado, o Governo tem dificuldade de abordar a crise econômica e de outro, o Congresso produz debates que são secundários
P. Como você acha que se alcança a paz?
R. A solução pode estar entre o PT e o PSDB. Ambos são filhos da esquerda e do pensamento progressista paulista, que só se cindiu em 1994, na primeira eleição que Lula e FHC disputaram em cantos opostos. Eu não consigo imaginar que vamos sair de onde estamos com saídas convencionais. Não é possível revigorar o lulismo, por exemplo, a realidade não comporta essa solução. A conjuntura exige três movimentos. Primeiro, deve-se criar algum tipo de diálogo entre as principais forças políticas do país, sobretudo no nível institucional: regras do jogo, tirar o impeachment da mesa, respeitar a autonomia da polícia e do Judiciário, liberdade para desfecho da Lava Jato… Segundo, a esquerda deve se reorganizar. Eu defendo algo parecido à Frente Ampla do Uruguai ou à Concertação chilena [união de 17 partidos]. Ou seja, os partidos mantêm suas identidades históricas, mas se aglutinam em uma nova institucionalidade, para você ter um novo polo na esquerda. Em terceiro lugar, Dilma deve se apoiar nas lideranças políticas que não estão no olho do furacão, que são os governadores dos Estados. Ela tem que tentar construir uma agenda para o país que seja fora da agenda da crise política.
P. É possível?
R. Este último movimento pressupõe uma mudança na política econômica vigente. Sobre tudo no que se refere ao financismo, à visão dogmática do ajuste fiscal como uma imposição indeclinável dos mercados financeiros. Se você analisar friamente, os indicadores não são trágicos assim: 6% de desemprego, 9% de inflação, 58% de relação da dívida com o PIB, nós temos algum espaço de manobra, não estamos em um beco sem saída. Agora, é preciso querer sair do beco, e o financismo o impede, porque ele só coloca um ciclo vicioso com viés de baixa: recessão, juros altos e cortes de gastos se retroalimentam. você continuar nessa agenda vai aprofundar a recessão de modo incontrolável. E acho que esse é o debate mais importante neste momento. Em síntese, é preciso novos atores com uma nova agenda.
P. Você é governador de um Estado entre duas regiões, a Amazônia e o Nordeste. Os governadores do nordeste explicitaram na Carta de Teresina apoio à presidenta Dilma. Por que não tem surgido a mesma iniciativa do Norte no último encontro de governadores?
Hoje Eduardo Cunhatem uma dificuldade objetiva, determinada pela Operação Lava Jato. Ele vai ter dificuldades de exercer o cargo que exerce
R. As cartas são uma expressão do pensamento médio. No caso da Amazônia o pensamento médio é uma defesa das regras do jogo democrático e não houve consenso para uma referencia explícita de apoio a presidenta. Foi discutida, eu defendi, mas não passou. Havia divergências políticas.
P. Defenderia o impeachment de Rousseff?
R. Sou radicalmente contra o impeachment, primeiro por convicção jurídica. O impeachment do presidencialismo não é igual à moção de confiança do parlamentarismo. Não existe impeachment por impopularidade. Não há nenhuma decisão do TCU [Tribunal de Contas da União]. Mas vamos imaginar que o argumento é valido, mesmo eu pensando que as tais pedaladas fiscais são ficção porque não houve operação de crédito disfarçada, o caso é do mandato anterior. Você não pode revogar um mandato com base em um fato de mandato anterior. Isso é juridicamente indiscutível. E segundo por considerar que uma eventual saída da presidenta Dilma iria aprofundar a crise institucional que nós ainda não resolvemos.
P. Voltando ao Maranhão, como pretende resolver os problemas de violência e corrupção nas penitenciárias do Estado, famosas por casos como as decapitações e canibalismo em Pedrinhas?
R. Hoje Pedrinhas não é tão diferente de outras penitenciárias do Brasil. Nós reduzimos a mortalidade nos presídios em 63% e as fugas em 61%. Não é zero, eu sei. Este ano tivemos quatro mortes no sistema prisional, no ano passado eram 20. Mas você vai me dizer que quatro mortes é um absurdo, e eu vou concordar. É absurdo. Esse ano tivemos já 15 fugas, a maioria derivadas de acordos dos presos com agentes das prisões. Por isso substituímos praticamente todos os 968 funcionários terceirizados do sistema.
P. O que significaria para um sistema prisional como o do Maranhão se a redução da maioridade penal fosse aprovada?
R. Eu já enfrento essa dificuldade, porque nossa população penitenciária cresceu neste ano 10% em seis meses, hoje temos 6.800 presos. Então se aprovassem essa medida, não seria sustentável. Fora a parte prática, sou totalmente contra porque é uma falsa solução, uma vez que a participação dos menores em crimes é absolutamente minoritária. O que devemos é aprimorar os mecanismos de punição antes que promover o aumento da superpopulação carcerária com base em um argumento que vai levar à redução primeiro até os 12 anos, e depois até os 10 anos. Porque as quadrilhas vão recrutar crianças cada vez mais novas. Estamos gastando energia cívica neste assunto, perdendo o tempo. Por que as instituições no Brasil estão todas enfraquecidas? Porque a sociedade não está se reconhecendo na institucionalidade que deixou de debater o que realmente importa, como a agenda da qualidade serviços públicos. Enquanto continua o debate político, o povo continua pendurado no ônibus, no subemprego, na moradia precária…
Gilberto Lima