terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Roseana é Humilhada em Chapadinha

 
Durante a visita em Chapadinha no dia de hoje a ex-governadora Roseana teve a exata noção da dureza que vai enfrentar se decidir ser mesmo candidata ao quinto período como mandatária do Palácio dos Leões.


Não que tenha enfrentado vaias ou outras manifestações de repulsa à sua presença. O constrangimento – se ela tem memória ou lampejos de consciência – há de ter sido desconcertantemente silencioso e envergonhado na medida do abandono de suas décadas de poder em comparação com as conquistas destes 3 anos de Flávio Dino na Chapadinha que acaba por reproduzir o que acontece no resto do Maranhão.


Logo na saída do local de pouso de seu helicóptero, a filha de José Sarney percorreu o tapete preto do Mais Asfalto do Bairro da Corrente; ao chegar na Praça da Bandeira deve ter olhado o prédio do Viva (esquina com o Templo da Assembleia de Deus) onde chapadinhenses tiram documentos e têm acesso à cidadania e lembrado das velhas carretas que em seu tempo vinham por aqui uma vez por ano e passavam não mais que dois dias tirando o sono e massacrando o povo em filas que varavam madrugadas.
 
Ao visitar seus prepostos políticos, Roseana passou pelo Restaurante Popular que de 2015 pra trás, só a Capital do Estado era contemplada. Lá pelas bandas da Boa Vista, quando pensava que Chapadinha ainda estava no desamparo de socorro e resgate, a Branca tomou um susto quando viu um Batalhão do Corpo de Bombeiros a postos para qualquer eventualidade.


Pela Unidade de Pronto Atendimento do Areal não se passou, mas deveria ter ido ao menos para ser informada de que, ao contrário do fez a oligarquia quando devolveu o HAPA ao município sob pena de fechamento, Flávio Dino assumiu a gestão e colocou a UPA pra funcionar com investimento de mais de 1 milhão por mês.


Já quanto ao Hospital Regional ela não quis nem sobrevoar, fugiu para não se confrontar com os desvios de seu cunhado Murad que atrasaram a obra. Ainda temos Escola Digna, IEMA, Centro de Hemodiálise, Vídeo Monitoramento de Segurança e outras obras em curso, humilhando o caminho da pretensa candidata nos quatros cantos da cidade e por toda parte do Estado.
 

do Alexandre Pinheiro

Aluga-se dois ótimos pontos comerciais no centro de Barra do Corda

Dois pontos comerciais estão disponíveis para alugar na Rua Tiradentes, no centro de Barra do Corda.  Ambos pontos ficam  próximo a Ótica Viva e com ótima visualização.


O primeiro ponto tem área construída de 6mt de largura por 17ms de cumprimento. O segundo dispõe de 6mt de largura por 21 de cumprimento.


Os dois pontos possuem fácil acesso e excelente localização. 

Informações: (99) 98224-4266

Saiu o edital do concurso público da Saúde do Estado; são 1000 vagas

Foto reprodução
A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares do Maranhão divulgou nesta segunda-feira, 11 de dezembro, a abertura de três editais de concurso público (Concurso EMSERH MA) para preencher nada menos que 1.000 vagas em diversos cargos de ensino médio e superior.
A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) é responsável pela gestão de 70% das unidades de saúde da rede estadual de saúde. O concurso tem a responsabilidade do Instituto AOCP.
O concurso EMSERH contará com oportunidades para os cargos de Analista Administrativo (44 vagas), Jornalista (05 vagas), Advogado (02 vagas), Assistente Administrativo (30 vagas), Médico Psiquiatra (04 vagas), Médico Pediatra (10 vagas), Médico da área de Ortopedia (07 vagas), Médico – Área de Ginecologia e Obstetra (09 vagas), Médico Endocrinologista (13 vagas), Médico – Clínica Médica (09 vagas), Médico Cardiologista (08 vagas), Biomédico (15 vagas), Bioquímico (10 vagas), Enfermeiro (30 vagas), Enfermeiro – UTI Neonatal (10 vagas), Enfermeiro – UTI Adulto (10 vagas), Enfermeiro – Obstetra (10 vagas), Farmacêutico (60 vagas), Fisioterapeuta (28 vagas), Fisioterapeuta UTI Pediátrica-Neonatal (10 vagas), Fonoaudiólogo (15 vagas), Nutricionista (20 vagas), Odontólogo (15 vagas), Psicólogo (15 vagas), Terapeuta Ocupacional (15 vagas), Técnico de enfermagem (560 vagas) e Técnico em Saúde Bucal (26 vagas).
O projeto aprovado, por unanimidade, apresenta salários entre R$ 1.000,00 e R$ 7.425,31. “O governo Flávio Dino vai fortalecer a rede de saúde estadual com a criação de mil vagas, inclusive para enfermeiros generalistas e médicos”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.
Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 15 de dezembro e 09 de janeiro de 2018, no endereço eletrônico oficial da organizadora (www.institutoaocp.org.br). A taxa de inscrição custará R$80,00 para nível médio e técnico e R$120,00 para nível superior.
O concurso terá provas objetivas e títulos, a depender do cargo. As avaliações objetivas serão aplicadas no dia 18 de fevereiro de 2018, nas cidades de Balsas, Barra do Corda, Caxias, Codó, Imperatriz, Itapecuru, Pinheiro, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, São Luís, Timon e Zé Doca.
As provas contarão com questões de Língua Portuguesa (10 questões), Raciocínio Lógico e Matemático (05 questões), Legislação Aplicada à EMSERH (05 vagas), Legislação Aplicada ao SUS (05 vagas) e Conhecimentos Específicos (25). A prova objetiva será composta de 50 (cinquenta) questões distribuídas pelos conhecimentos, sendo cada questão composta por 5 alternativas, com uma única resposta correta.
A duração das Provas será de quatro horas, incluído o tempo para preenchimento das Folhas de Respostas, sendo de responsabilidade do candidato a observância dos horários estabelecidos.
Confira abaixo os editais.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Noite poética marca o lançamento dos livros "Rio Conjugal" e "O Estreito de Éden" do poeta e historiador Kissyan Castro

A noite do sábado (9) foi de muita poesia na Academia Barra-Cordense de Letras, com o lançamento dos livros "Rio Conjugal" e  "O Estreito de Éden", do poeta e historiador Kissyan Castro.

O evento foi aberto pelo primeiro vice-presidente da Academia Barra-Cordense de Letras, Dorgival Castro, representante do presidente Eurico Arruda.

Antes de declarar aberto o evento, Dorgival Castro pediu pediu um minuto de silêncio em memória do ex-prefeito Nenzin, destacando o apoio que ele sempre deu à Academia.

Participaram membros do Colégio dos Literatos, que declamaram trechos do poema Rio Conjugal, acadêmicos e representantes da comunidade e dos poderes Executivo e Legislativo municipal. A mestre de cerimônia foi Elisângela Sousa.

O professor e acadêmico Luiz Carlos Rodrigues da Silva fez a apresentação do poeta, lendo uma breve biografia dele. Saudaram o autor dos livros o Superintendente de Articulação Política do Governo do Estado em Barra do Corda, Leocádio Cunha, o promotor Edilson Santana, o presidente da Câmara Municipal, Gil Lopes, o vereador Paulim Bandeira e a secretária de Cultura do município Luzia Barroso.

O poeta agradeceu a todos que possibilitaram a realização a realização do evento e aos presentes. Kissyan Castro disse que lançar um livro "é um filho que nasce". A Banda Moisés da Providência Araújo tocou os hinos Nacional, Estadual, Municipal e a Canção Cordina.

Por: Jorge Abreu

FATALIDADE: Mototaxista morre ao bater em caminhão na BR-226

Um mototaxista da cidade de Presidente Dutra, ainda não identificado, colidiu na traseira de um caminhão, manhã desta segunda-feira (11), na BR 226, nas proximidades do povoado Cigana. De acordo com informações de uma pessoa que trafegava pela rodovia, o local estava com o trânsito suspenso em uma das mãos por causa de um reparo no acostamento, estando muitos veículos parados esperando a liberação do trânsito, quando o mototaxista apareceu repentinamente e colidiu com o caminhão.
Não há informações concretas sobre o que aconteceu para que houvesse o choque, mas as suspeitas é que o mototaxista estivesse dormindo no momento do acidente. A pancada esfacelou parte de sua cabeça, ocasionando o óbito ainda no local.

Por: Deusimar Lobão

Campeonato Municipal de Futebol de Barra do Corda: Times prestam homenagens ao ex-prefeito Nenzin

A trágica morte do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin, comoveu toda a população e mobilizou clubes e jogadores que antes do início das partidas válidas pelo Campeonato Cordino, prestaram homenagens ao ex-gestor.

No sábado (9), árbitros juntamente com jogadores de Monte Azul e Calvário se reuniram no centro do gramado do Leandrão, para orações e um minuto de silêncio antes da bola rolar. 
No domingo (10), o mesmo ato se repetiu na partida entre Juventus e Parma. Ao final das orações, uma salva de palmas dentro e fora de campo em memória de Manoel Mariano de Sousa, Nenzin.

Morre aos 98 anos a atriz Eva Todor


Eva Todor
Eva Todor
Morreu na manhã deste domingo (10) a atriz Eva Todor, aos 98 anos. A causa da morte foi pneumonia. A atriz será cremada, e o velório será realizado na segunda-feira (11), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, segundo familiares.

Com mais de 80 anos de carreira no teatro e na TV, Eva recebeu diagnóstico de Mal de Parkinson há alguns anos e vivia reclusa em sua casa, na Zona Sul do Rio. Seu último trabalho na TV foi na novela “Salve Jorge”, de 2012.

Eva estava em internação domiciliar (home care) desde o dia 9 de setembro deste ano. Antes, a atriz havia sido internada na Casa de Saúde São José, na Zona Sul do Rio. Ela era viúva e não tinha filhos.

Carreira

Antes de ganhar as TVs do país, Eva Fódor Nolding brilhou no teatro nos anos 1930, quando começou a fazer sucesso no teatro. Nessa época adotou Todor, uma versão aportuguesada de seu sobrenome.

A atriz estreou no cinema na década de 60, em “Os Dois Ladrões”, de Carlos Manga, quando atuou ao lado de Oscarito. No ano seguinte, foi contratada pela TV Tupi.

Ao longo da carreira, Eva Todor chegou a fazer papéis dramáticos, mas brilhou mesmo nas comédias, gênero no qual se consagrou. Ela estreou na TV Globo em 1977, na novela Locomotivas, de Cassiano Gabus Mendes.

A partir daí, o nome de Eva Todor passou a ser uma constante na teledramaturgia. Ela fez Coração Alado (1980), Sétimo Sentido (1982), O Outro (1987), Top Model (1989), Brava Gente, Malhação (1995), Hilda Furacão (1998), O Cravo e a Rosa (2000), Sob Nova Direção, A Diarista (2004), América (2005), Casos e Acasos (2008), Caminho das Índias (2009) e Salve Jorge (2012).

Em depoimento ao site Memória Globo, a atriz fez um balanço extremamente positivo da própria carreira:

Posso ser vaidosa? Pretensiosa? Avalio minha carreira brilhante: longa, sem tropeços, sem desastre, contínua, respeitada, com prestígio aqui e além-mar“, disse.

Estive três vezes com a minha companhia, por conta própria, na Europa. Uma vez eu fiz uma temporada em Lisboa de 11 meses. Levei minha companhia para a África. Tudo o que eu tenho, conquistei com teatro e ajudada pela televisão. Viajei há pouco tempo para a Argentina, e fui numa casa de tango. Quando entrei, recebi uma salva de palmas – só tinha brasileiro”, continuou.

Minha vida foi tranquila, limpa, muito transparente em todos os sentidos. Peço licença para ser pretensiosa, mas podem verificar, podem pesquisar, e vão saber que estou falando a verdade”, destacou Eva.

Da Hungria para o Brasil

Eva era húngara e nasceu em 9 de novembro de 1919. Sua mãe era designer de moda e seu pai era comerciante de tecidos finos. Todos eram muito ligados em arte e, por isso, matricularam a menina, ainda com 4 anos, na Ópera Real da Hungria, onde ela aprendeu a dançar balé clássico.

A família imigrou para o Brasil, fugindo das dificuldades pelas quais passava a Europa pós-guerra. Aqui, Eva continuou as aulas de balé e aos 9 anos já havia se apresentado em espetáculo de dança solo, acompanhada de um pianista, no Teatro Municipal de São Paulo.

Fonte: G1

domingo, 10 de dezembro de 2017

Artigo de Flávio Dino - Escola Digna para mudar nossa história


Paulo Freire é reconhecido no mundo todo por uma ideia transformadora: a de que a Educação é capaz de fazer as pessoas entenderem melhor o mundo à sua volta, e assim mudá-lo. Os ensinamentos deste mestre me inspiraram na decisão de ter lançado o Escola Digna, maior programa de investimento em educação da história de nosso estado. Porque tenho convicção de que é a educação o melhor instrumento de superar perversas desigualdades e obter desenvolvimento verdadeiro.

Também me inspiro na história do saudoso Leonel Brizola, que quando governou o Rio Grande do Sul, priorizou a educação, criando uma verdadeira rede de educação pública. Esse investimento criou as condições para que seu estado se transformasse em referência na qualidade do ensino ao longo das décadas seguintes. Aqui ao lado, desde que rompeu o ciclo oligárquico nos anos 90, o Ceará passou a investir em educação, construindo um caminho de melhorias em seus índices de qualidade de vida.

No Maranhão, só recentemente pudemos vencer os 50 anos de domínio oligárquico que se abateram sobre nosso estado, nos ceifando as oportunidades de desenvolvimento. Ao longo dessas cinco décadas, tentaram ludibriar a população com recorrentes promessas mirabolantes de investimentos em “grandes projetos” que nunca saíram do papel.

Não tenho dúvidas de que o processo mais seguro, para alcançar uma etapa de desenvolvimento para nosso estado, é a educação. Por isso, estamos reformando ou reconstruindo mais de 600 escolas, que representam mais da metade da rede estadual de ensino. Também assumimos a responsabilidade de colaborar com os municípios, construindo 300 Escolas Dignas onde antes as crianças aprendiam em prédios precários.

Dignidade também significa colocar lápis e caderno nas mãos das crianças. O Bolsa Escola, do Governo do Estado, já investiu R$ 100 milhões no maior programa estadual de apoio à compra de material escolar do País, que também gera negócios em milhares de pequenas empresas em todos os municípios.

Criamos 18 escolas de tempo integral, sendo 7 IEMAs (Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão), número este que será dobrado no próximo ano. Democratizamos a gestão das escolas, com a eleição direta de gestores e com as escutas pedagógicas. E valorizamos os professores, pagando um dos maiores salários do país para docentes com carga horária de 40 horas semanais.

Nossas ações, ainda em etapa inicial, já começam a dar resultados. É o que pode ser visto pelo IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Revertemos uma tendência de queda no índice e já avançamos em 2016. Em 2018, tenho a convicção de que vamos colher o mais alto índice da nossa história.

Não vamos parar até que a educação do nosso Estado saia dos últimos lugares. Ontem mesmo estava em Santo Antônio dos Lopes, inaugurando mais uma Escola Digna, de um total de cinco inauguradas em uma semana. Lá vi professores chorando, alunos cantando e declamando poemas, funcionários orgulhosos. Garanto a vocês: não há presente maior para mim, pois em cada jovem estudante vejo os jardineiros que estão a semear uma sociedade mais justa e fraterna.

Em Jatobá, secretário Márcio Jerry vistoria obras do Mais Asfalto, que se espalha pelo Maranhão

Em Jatobá, secretário Márcio Jerry vistoria obras do Mais Asfalto, que se espalha pelo Maranhão. (Foto: Divulgação)
Em Jatobá, secretário Márcio Jerry vistoria obras do Mais Asfalto, que se espalha pelo Maranhão. (Foto: Divulgação)
O programa Mais Asfalto mantém o ritmo acelerado de obras e entregas no Maranhão. Já são mais de 150 cidades contempladas com a pavimentação de ruas, avenidas e estradas.

Neste sábado (9), por exemplo, o secretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, vistoriou obras do Mais Asfalto no povoado Pulga, na cidade de Jatobá. Ele esteve acompanhado da prefeita Consuelo e de vereadores do município.

“No Brasil inteiro, todos os dias se fala em crise, os estados estão paralisados, não há obras, não há investimentos, mas o Maranhão vive um momento em que existem obras sendo feitas em todas as regiões”, disse o secretário.

Jerry e outros secretários têm vistoriado as obras do Mais Asfalto para garantir o cumprimento adequado das obras, além da celeridade nas entregas.

Em todo o Maranhão

O Mais Asfalto está chegando a cidades aonde ainda não estava e voltando a municípios por onde já passou.

Também neste sábado, o governador Flávio Dino assinou ordem para o início de obras do Mais Asfalto em Santo Antônio dos Lopes. Na sexta (8), tinha sido a vez de Lago do Junco e Lago dos Rodrigues.

Edital do concurso da Saúde será publicado nesta segunda-feira (11)

O edital para o concurso da saúde criado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, será publicado nesta segunda-feira (11). Estão sendo oferecidas mil vagas no quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), responsável pela gestão de 45 unidades de saúde na capital e no interior do estado.

As inscrições serão realizadas a partir do dia 18 de dezembro, por meio do site do Instituto AOCP, organizadora do concurso, com o pagamento do valor de R$ 80 para nível médio e técnico e R$ 120 para nível superior. Os aprovados no certame terão direito a remunerações que variam de R$ 1.000 (nível médio) a R$ 7.425,31 (nível superior).

Das vagas autorizadas, serão ofertadas 60 oportunidades na área médica em diferentes especialidades, 630 vagas para as funções de enfermeiro e de técnico de enfermagem, além de 310 vagas distribuídas para os cargos de biomédico, bioquímico, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional, técnico em saúde bucal, advogado, analista administrativo, jornalista e assistente administrativo.

O candidato deve escolher a Regional de Saúde para a disputa da vaga no ato da inscrição. A distribuição dos candidatos aprovados no concurso será de acordo com a necessidade/conveniência das unidades de saúde nas regionais as quais os candidatos se inscreveram. As vagas foram distribuídas de acordo com as necessidades das respectivas unidades, apontadas num levantamento feito pela própria rede de saúde.

A presidente da Emserh, Ianik Leal, reforçou o compromisso do Governo do Maranhão com a gestão da saúde, com o constante acompanhamento do trabalho desenvolvido na saúde pública estadual e, sobretudo, compromisso com o usuário, demonstrando que é possível executar um atendimento público satisfatório para o setor. “A realização do concurso é uma demonstração do compromisso do Governo do Estado e da Secretaria de Saúde com a garantia de acesso, por mérito, ao setor público, por meio de concurso, de maneira transparente. Desta forma, busca-se oferecer uma assistência cada vez mais qualificada na rede de saúde do estado”, destacou.

A presidente da Emserh disse, ainda, que a autorização dada para o concurso não interfere na situação dos candidatos aprovados nos seletivos realizados em 2015. “O concurso não interfere no seletivo. As pessoas continuam sendo chamadas, conforme manda a lei, até o final do prazo regulamentar. Todo o procedimento para o lançamento do edital do concurso, provavelmente, só será concluído em janeiro de 2018”, explicou.

Este é o primeiro concurso da saúde depois de 25 anos, sendo que o último foi realizado ainda em 1992. Os candidatos serão submetidos à aplicação de provas objetivas e prova de títulos para os classificados dentro do número de vagas previsto no edital. A carga horária e os vencimentos dos profissionais aprovados obedecerão à Consolidação das Leis do Trabalho.

CONFIRA O QUADRO DE VAGAS

Médicos especialistas
Médico cardiologista: 8 vagas
Médico – clínica médica: 9 vagas
Médico – endocrinologia: 13 vagas
Médico – ginecologia e obstetrícia: 9 vagas
Médico – ortopedia: 7 vagas
Médico – pediatria: 10 vagas
Médico – psiquiatra: 4 vagas

Enfermagem 
Enfermeiro: 30 vagas
Enfermeiro obstetra: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Adulto: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Pediátrica: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Neonatal: 10 vagas
Técnico de enfermagem: 560 vagas

Área médica
Biomédico: 15 vagas
Bioquímico: 10 vagas
Farmacêutico: 60 vagas
Fisioterapeuta: 28 vagas
Fisioterapeuta UTI Pediátrica – Neonatal: 10 vagas
Fonoaudiólogo: 15 vagas
Nutricionista: 20 vagas
Odontólogo: 15 vagas
Psicólogo: 15 vagas
Terapeuta ocupacional: 15 vagas
Técnico em saúde bucal: 26 vagas

Área administrativa da Emserh
Advogado: 2 vagas
Analista administrativo: 44 vagas
Jornalista: 5 vagas
Assistente administrativo: 30 vagas

sábado, 9 de dezembro de 2017

Barra-cordense Kissyan Castro lança o livro “Estreito de ÉDER”, neste sábado (9)

O escritor Barra-cordense, Kissyan Castro, lança neste sábado (9),  o livro, “o Estreito de Éden”, logo mais às 19h30, na Academia Barra-Cordense de letras, na Rua Luis Domingues, no Centro de Barra do Corda. O próprio escritor convida a todos a participarem de mais uma de suas obras.

Polícia prende Júnior do Nenzin, principal suspeito da morte do pai Nenzin, ex-prefeito de Barra do Corda

A polícia prendeu na manhã desta sexta-feira (8), Manoel Mariano de Sousa Filho, o Júnior do Nenzin. Ele é suspeito da morte do próprio pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin.

Após um intenso trabalho realizado das polícias Civil e Militar durante a madrugada, Mariano Júnior, mais conhecido por Júnior do Nenzin, foi preso pelo Delegado Renilto Ferreira com apoio de policiais  Militares. As investigações apontam Junior como o principal suspeito pela morte do ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa.
O suspeito foi preso em uma residência no bairro Altamira, sendo levado para a delegacia, depois ao Quartel do 5° BPM de onde foi transferido no helicóptero do CTA para a capital onde foi apresentado na coletiva da Secretaria Segurança com a presença do Secretario Jefferson Portela.
 
O delegado regional de Barra do Corda, Renilto Ferreira, confirmou a prisão temporária de duas pessoas envolvidas no crime que tirou a vida do Sr. Nenzin.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

ATENÇÃO PARA ESTE AVISO - O PARAÍBA INFORMA QUE NESTE FINAL DE SEMANA IRÁ FUNCIONAR EM HORÁRIO ESPECIAL


O Armazém Paraíba de Barra do Corda informa que irá funcionar em horário especial neste fim de semana.

NO SÁBADO 9/12 DE 8:00 às 18h 
* NO DOMINGO 10/12 DE 9:00 às 14h
 
Aproveite essa oportunidade para antecipar seu Natal.
 
Paraíba mais natal em sua casa!

População de Barra do Corda se despede do ex-prefeito Nenzin

O corpo do ex-prefeito de Barra do Corda-MA, na Região Central do Estado, Manoel Mariano de Sousa, popularmente conhecido como Nenzin, foi sepultado na noite desta quinta-feira (7) no cemitério São Francisco. Ele morreu na manhã da quarta-feira (6), após ser baleado na nuca quando se encontrava no Loteamento Moradas do Rio Corda na companhia de seu filho, Manoel Mariano de Sousa Filho, o Júnior do Nenzin. Mesmo sendo encaminhado às pressas para o Socorrão de Presidente Dutra, o ex-prefeito acabou não resistindo.

Familiares, amigos,  autoridades e admiradores se despediram de Nenzin, milhares de pessoas acompanharam o velório. A Igreja Matriz ficou lotada para a missa de corpo presente e depois uma multidão seguiram em cortejo para o sepultamento. Durante o velório os primeiros deputados a chegarem foram o presidente em exercício da AL, Othelino Neto, Edilázio Júnior e Ricardo Rios, depois seguidos por outros deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, Roseana, Edinho Lobão e o Ministro de Meio Ambiente Sarney Filho.
Nenzin foi prefeito de Barra do Corda por três mandatos e deixou a sua marca como um grande gestor. Ele é pai do deputado estadual Rigo Teles e do ex-candidato a prefeito Júnior.
O atual prefeito do município, Eric Costa decretou luto oficial por três dias.