.

.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Sarney puxa o tapete de Dilma

O Globo

BRASÍLIA – Um “cochilo” do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deixou nesta quarta-feira o governo em maus lençóis. Para surpresa dos líderes da base aliada, Sarney cobrou o relatório do senador Humberto Costa (PT-PE) sobre a proposta de regulamentação da Emenda 29, que vinha tramitando em regime de urgência. Para evitar que a proposta fosse colocada em votação ainda esta semana, os governistas foram obrigados a recuar na quebra de interstício na tramitação da proposta de emenda constitucional (PEC) que prorroga a DRU (Desvinculação de Receitas da União), que haviam acabado de aprovar sob os protestos da oposição. Com isso, o governo corre o risco de só conseguir colocar a DRU para votar em primeiro turno no próximo dia 8, isso se nenhuma emenda for apresentada ao texto.

- Se for apresentada alguma emenda, a PEC terá de voltar para a Comissão de Constituição e Justiça e o primeiro turno terá de ser adiado para a outra semana. Com isso, a convocação extraordinária do Congresso será inevitável para assegurarmos que a DRU seja votada até dia 31 de dezembro – admitiu o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

A oposição comemorou o tropeço do governo e faz planos não só de votar a regulamentação da Emenda 29 a partir da próxima terça-feira, como também de obstruir a votação da DRU, caso o governo não garanta a destinação de mais recursos para a Saúde. Com dificuldades para barrar o resgate do texto original da regulamentação da Emenda 29, que obrigaria a União a investir 10% de sua receita bruta na Saúde, o governo estuda outras alternativas para aumentar a receita da Saúde, que tenham um impacto menor nos cofres públicos.

- Senhor presidente, me desculpe, mas vossa excelência não é tão ingênuo assim. E deixou o governo em maus lençóis – disparou Demóstenes.

- Senador Demóstenes, de minha parte posso dizer que agi de absoluta boa-fé – reagiu Sarney

Nos bastidores, a suspeita é de que Sarney e o PMDB estariam criando dificuldades para a votação da DRU, para valorizar o apoio do partido mais a frente. A suspeita, especialmente entre os petistas, é de que Sarney não teria se atrapalhado ao iniciar a discussão de Emenda 29 durante a sessão do Senado, o que garantiu que a oposição exigisse que o governo recuasse em sua tentativa de encurtar a tramitação da DRU em pelo menos um dia.

- Não entendi porque essa matéria foi colocada em discussão – reclamou Humberto Costa da tribuna.

- O presidente Sarney descumpriu tudo que havíamos acertado na reunião de líderes – confirmou Jucá, mas fora do microfone.

Antes de recuar em seu pedido de quebra de interstício na tramitação da DRU, o governo ainda tentou consertar a medida tomada por Sarney. O líder do governo anunciou que encaminharia à Mesa um requerimento solicitando a extinção do pedido de urgência para a proposta de regulamentação da Emenda 29. O líder do PSOL, Randolfe Rodrigues (AP), brecou a estratégia governista lembrando que o pedido de urgência para a matéria já havia sido votado pelo plenário e só poderia haver um recuo com a concordância de todos os líderes que haviam assinado inicialmente o requerimento de urgência.

Na tentativa de resolver o impasse, Sarney propôs, então, que a oposição concedesse um prazo de mais 24 horas para que Humberto Costa apresentasse seu parecer. Mas interessado em adiar a votação da proposta para a próxima semana, enquanto tenta construir um acordo sobre o tema, o governo acabou aceitando a proposta da oposição e recuou na quebra do interstício da tramitação da PEC da DRU, que havia sido aprovada à revelia do DEM, PSDB e PSOL.

Com isso, as cinco sessões de discussão da PEC da DRU, exigidas pelo regimento interno, só começam a ser contadas a partir de amanhã e terminam no próximo dia 8. Se for apresentada alguma emenda à proposta, a matéria terá de retornar obrigatoriamente à CCJ. A oposição está colhendo assinaturas para apresentar pelo menos três emendas à PEC da DRU. Cada uma delas necessita do apoio de pelo menos 27 senadores. Caso os oposicionistas obtenham sucesso nesta empreitada, a votação em primeiro turno da DRU poderá ser adiada para o dia 13.

Como o regimento interno exige um interstício de cinco sessões entre um turno e outro, e ainda estão previstas três sessões para discussão da matéria, a votação do segundo turno da PEC da DRU poderia ficar para o dia 23 de dezembro. A ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, reuniu-se à tarde com a bancada petista e não escondeu sua preocupação com o calendário apertado para a votação da DRU. Ela teria se queixado bastante do comportamento do PMDB do Senado.

Greve deve continuar: Acabou a reunião e não houve acordo entre grevistas militares e governo

Terminou neste momento (às 18h10) a reunião entre os policiais miliatares grevistas, Governo do Estado do Maranhão, OAB e Exército, na seda da Ordem, no Calhau.

O secretário de Projetos Especiais, João Alberto, representando Roseana Sarney, após elevar a proposta de 10% para 19%, não teve sua indicação aprovada pelo comando da greve. Ficou marcada nova reunião para sexta-feira.

O senador licenciado ainda se mostrou favorável a que fossem dados agora em 2011 19%, em 2012 10%, e em 2013 mais 10%. Os representantes dos grevistas recusaram.

Aí João Alberto se afastou e recuou dos 19% de 2011 para 10%, perfazendo um total de 30% em dois anos. Nova recusa. Terminada a reunião, sem que se chegasse a um denomionador comum, os líderes grevistas estão se encaminhando agora para a sede da Assembleia Legislativa.

Irão levar a proposta (ou melhor, recusa) aos manifestantes e, ao que tudo indica, a greve deve permanecer.

Luis Cardoso

Vice-prefeito de São Pedro dos Crentes-MA é preso por estupro

Vice-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lázaro Miranda, foi preso acusado de estupro.

O vice-prefeito da cidade de São Pedro dos Crentes, Lázaro Miranda, foi preso na manhã desta quarta-feira (30). De acordo com informações da Rádio Mirante AM, Lázaro Miranda estava com uma prisão temporária de trinta dias decretada. O político é acusado de estupro.

O delegado da Regional de Imperatriz, Assis Ramos, foi quem cumpriu o mandado de prisão contra o vice-prefeito de São José dos Crentes nesta quarta-feira.

Rádio Mirante AM

A planilha que está na mesa de negociação

Desde o início dos movimento reivindicatório os militares, através das associações, elaboraram um estudo de caso. Com a ajuda de um economista eles fizeram um levantamento das perdas salariais que podem reclamar na negociação com o Governo do Estado.

Do estudo consta uma planilha. O Blog teve acesso aos dados. Esta é a planilha que está na mesa de negociações.



Louremar Fernandes

Conselho comunitário de segurança no Povoado São Miguel







A reunião aconteceu no sábado passado no povoado São Miguel.

Fotos gentilmente cedidas por Pedro Besse.

Moto vence jogo amistoso na cidade de Pedreiras-MA


Em seu primeiro jogo após a eliminação das disputas da Copa União, o Moto Clube derrotou a Seleção de Pedreiras em jogo amistoso pelo placar de 3x0 em partida realizada na noite desta terça-feira.
Os gols do Rubro Negro Maranhense foram marcados por Zé Filho, Dilton e Vanvan. O jogo amistoso na cidade de Pedreiras contou coma presença dos atacantes Abuda e Kleber Pereira.
A diretoria do Moto deverá anunciar nos próximos dias a realização de mais um jogo amistoso.

Igor Leonardo

Com gritos de “Ôh Roseana os maranhenses vão desempregar você” manifestantes exigem renúncia de Roseana

O primeiro ato do movimento denominado ‘Primavera Maranhense’ ficará para a história do Maranhão. Num vibrante e emocionante protesto, estudantes, jovens, líderes sindicais e membros de movimentos sociais realizaram, na tarde desta terça-feira (29), um grande ato na Assembleia Legislativa pedindo a saída de Roseana Sarney do comando do governo do Estado.

Depois de se concentraram na entrada da Assembleia, por volta das 16h uma multidão de pessoas seguiram em caminhada proferindo gritos de ordem como “Ôh Roseana pode tremer, os maranhenses vão desempregar você”, “Sarney, ladrão, devolve o Maranhão” e subiram a rampa até chegarem na frente das dependências da Casa. Lá, foram recebidos com muita festa por policiais e bombeiros em greve que abriram um corredor para recebê-los.

De caras pintadas, vestindo camisas e empunhando faixas, cartazes e bandeiras onde se lia explicitamente “Fora Roseana”, juventude e militares entoaram palavras de ordem contra o domínio da família Sarney no Maranhão e pediram o impeachment de Roseana Sarney. Na oportunidade foi lido um manifesto ao povo do Maranhão e cantado o hino nacional.

Com discursos inflamados, todos foram unânimes em exigir a renúncia da governadora do cargo, em razão da administração caótica e inoperante da filha do senador José Sarney. “Roseana que comece a fazer seu currículo porque nós vamos demitir ela do governo”, afirmou um manifestante. “Por estar vendo policiais de mais aqui nem sei pra quem eu peço para que faça a prisão de Roseana”, asseverou outro, mais exaltado. Uma militante de esquerda disse que com o surgimento da ‘Primavera Maranhense’ era hora de mandar a família Sarney para a “p… que p….”. Ao final, num clima de muita união todos se confraternizaram.

Veja abaixo algumas fotos do movimento, registradas por Sáride Maíta.





John Cutrim

terça-feira, 29 de novembro de 2011

TRE-PI já cassou 58 prefeitos, 30 gestores ainda aguardam julgamento

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, desembargador Raimundo Eufrásio, anunciou que o tribunal tem ainda 30 processos pendentes com relação às eleições de 2008 que podem ensejar cassação de prefeitos. São oito Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), oito Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME), oito Recurso Contra a Expedição de Diploma (RCED) e seis Representações (RP). O TRE-PI já cassou até o momento 58 prefeitos e a lista deve crescer ainda mais. Os processos restantes estão previsto para serem julgados até dia 19 de dezembro.

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 20 mi nesta quarta

Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 20 mi nesta quarta

SÃO PAULO - O concurso de número 1.341 da Mega-Sena, que será sorteado nesta quarta-feira (30), deve pagar R$ 20 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas, segundo a Caixa Econômica Federal.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.340, no último sábado (26), e o prêmio acumulou em R$ 16.182.620,14. Os números sorteados foram: 13 - 21 -30 -36 - 59 e 60.

Se o valor fosse aplicado na poupança o rendimento mensal seria de R$ 100 mil. A bolada ainda seria suficiente para a aquisição de uma frota de 571 automóveis populares ou 4.000 motocicletas de 250cc.

Quem quiser tentar a sorte no próximo concurso, deve fazer suas apostas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 2.

Mega-Sena na Internet

Clientes da Caixa, titulares de contas correntes pessoa física, maiores de 18 anos, dispõem de mais um canal para registrar sua aposta. Além das casas Lotéricas, quem está cadastrado no Internet Banking Caixa pode fazer sua aposta na Mega-Sena no sítio do banco. Quem ainda não está cadastrado, pode se dirigir à agência onde possui a conta e solicitar o acesso.

Pela internet, o valor da aposta é o mesmo da lotérica, com o limite máximo de R$ 100,00 por dia.

Mega da Virada

A previsão inicial da Caixa Econômica Federal é que o prêmio passe dos R$ 170 milhões, mas o valor depende da quantidade de apostas feitas até o sorteio.

Divulgação

Até o dia 25 de dezembro, as apostas para a Mega da Virada acontecem paralelamente a apostas para os sorteios convencionais da Mega-Sena, que ocorrem todas as quartas-feiras e sábados.

As apostas para a Mega da Virada, no entanto, devem ser feitas em um volante especial – o mesmo usado em 2010, com o topo verde. O preço da aposta para a Mega da Virada é o mesmo do que o de apostas convencionais: R$ 2, para seis dezenas.

A partir de 25 de dezembro, as lotéricas recebem apostas exclusivamente para a Mega da Virada.

Com informações do G1 e da Caixa.

Greve dos militares pode ser encerrada nesta quarta

Na reunião dos líderes do movimento grevista com o secretário de projetos especiais, João Alberto, o presidente da OAB/MA, Mário Macieira, e o coronel do Exército, Medeiros Filho, o governo aceitou algumas das reivindicações dos militares. Ficou decidido que os grevistas não sofrerão sanções, sendo descartada a possibilidade de transferências, o que já é um sinal de que as negociações estão evoluindo.

A proposta de reajuste salarial apresentada pelo representante do governo não foi aceita pelos manifestantes.

O secretário João Alberto se reunirá novamente nesta quarta 30, por volta das 15h, com os militares para apresentar uma nova proposta salarial, o que poderá significar o fim da greve.

Governo e Militares acertam os primeiros pontos do acordo para encerrar a greve

Às 21h - O Governo do Estado e militares deram o primeiro passo para o final da crise que está hoje no sétimo dia.

Na sede da OAB reuniram-se o senador licenciado e secretário de Projetos Especiais, João Alberto, o coronel Medeiros Filho, o presidente da OAB - Mário Macieira, o agente civil Marcelo (Sinpol) e o soldado Leite.

A sede da Ordem dos Advogados foi escolhida por ser um local neutro. A reunião que começou às 17 horas, só foi encerrada às 19h15. Houve avanços, segundo o secretário João Alberto quanto os líderes do movimento dos militares.

Uma comissão será formada com 3 representantes do movimento dos militares/civis, um representante da Ordem dos Advogados do Brasil e o Secretário João Alberto, que será o presidente.

O entrave na negociação está sendo a questão do reajuste salarial. Outros pontos já foram pacificados. Falando como representante do Governo do Estado, João Alberto acertou que não haverá transferências dos militares nem qualquer outro tipo de retaliação. Os militares também não sofrerão qualquer tipo de punição disciplinar.

Os líderes do movimento estão nesse momento passando as informações para os militares que se encontram acampados na Assembléia Legislativa.

Amanhã a comissão vai reunir novamente às 15 horas.

Deputados apoiam os Militares

Além dos líderes dos militares, foram também para a OAB os deputados estaduais Zé Carlos da Caixa, Neto Evangelista e Bira do Pindaré. Eles não participaram da reunião. O acordo previa somente a presença de dois líderes dos militares, além do Coronel do Exército Medeiros Filho, do Secretário João Alberto e do presidente da OAB Mário Macieira.

Já no final da reunião chegaram os deputados Marcelo Tavares e Eliziane Gama. Eles conversaram rapidamente com Bira e Neto Evangelista para se inteirarem da situação e voltaram para a Assembléia.

Com informações de Louremar Fernandes

Fotos da paralisação dos PMs em Barra do Corda











Fotos tiradas na entrada do 5º BPM no dia de ontem e hoje.

Começa hoje, o festejo de Nossa Senhora da Conceição


Terá início nesta terça 29, o tradicional festejo de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Barra do Corda. As festividades se estenderão até o dia 8 de dezembro, dia da santa. Todos as noites logo após a santa missa haverá leilão, venda de comidas tipicas e apresentação de artistas da terra. O festejo acontece na área lateral da igreja Matriz, no centro da cidade.

Assembleia suspende trabalhos enquanto durar greve dos militares


Por meio de Resolução Administrativa, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa determinou a suspensão dos trabalhos legislativos e administrativos temporariamente, até que policiais militares e bombeiros encerrem o movimento paredista em reivindicação a melhores condições de trabalho e salariais.

Desde a noite da última quarta-feira (23), os representantes da categoria acampam em grande parte das instalações do Legislativo Estadual.

O documento foi assinado pelo presidente Arnaldo Melo; o terceiro vice e o quarto vice-presidente, respectivamente Afonso Manoel (PMDB) e Francisca Primo (PT); além do primeiro secretário Hélio Soares (PP); o segundo, Jota Pinto (PR); e o terceiro, Edilázio Júnior (PV) e considera que a ocupação impede o bom andamento dos serviços administrativos e legislativos.

A decisão está fundamentada no Regimento Interno, em seus artigos 12 (incisos I e IX) e 14 (inciso VI, alínea 'e'), que tratam das competências da Mesa Diretora e da Presidência. Ela foi escrita principalmente após a negociação mediada pelos Chefes dos Poderes Legislativo, Judiciário e do Ministério Público para a suspensão do movimento e conseqüente desocupação do Prédio, terem se mostrado infrutíferas.

A resolução também determina ao Gabinete Militar para que proceda vistoria nas dependências e patrimônio da Casa, visando a responsabilização por algum dano que venha a ser causado.

Aquabarra é Vice-campeã do Campeonato Maranhense de Natação

Pela segunda vez a Escola de Natação AABB/Aquabarra de Barra do Corda é consagrada vice-campeã do campeonato Maranhense de Natação, agora na piscina da APCEF, na capital maranhense, com apenas 25 atletas perdeu apenas para o MAC/NINA, que participou da competição com 37 atletas. O Campeonato Maranhense de Natação de Verão – Troféu Gilson Nina, é a competição que encerra as atividades da Federação Maranhense, na temporada de 2011. A competição contou com cerca de 150 atletas sendo a Aquabarra a única do interior do Maranhão a participar, e com um resultado bastante expressivo.

O resultado final da competição foi o seguinte: 1ª colocada MAC/NINA com 1.574 pontos, 2ª colocada Aquabarra, com 1.211 pontos, 3ª colocada Colégio Bom Pastor (Atual Campeão do JEM’s, na modalidade natação), com 1.193 pontos, 4ª colocada A&T Aquatic, com 1.012 pontos, 5ª colocada UNICEUMA, com 480 pontos, 6ª colocada Colégio São Vicente de Paulo, com 422 pontos, e em 7ª ASFEM, com 384 pontos.

Entre os atletas de Barra do Corda que se destacaram temos: Deurivan Junior, com melhor Índice Técnico na categoria Infantil, na prova dos 50m livre, duas medalhas de ouro e 2 de prata, Larissa Borges, patrocinada pela Terras Engenharia Empreendimentos Imobiliários, com 3 medalhas de ouro, Ilsimar Costas Junior com 3 medalhas de ouro, Estefane Sousa com 2 medalhas de ouro e duas de prata, Débora Barbosa com 2 medalhas de ouro, Luis Guilherme, duas medalhas de ouro, Wglanna Costa com uma de ouro e duas de prata, Pedro Lucas Cunhas uma de ouro e uma de prata, Thiana Camila Brandão 1 de ouro e duas de prata, totalizando 20 medalhas de ouro, 14 de prata e 12 de bronze num total de 46 medalhas.

Leonardo Delgado

Agentes da Polícia Civil estão parados desde as 22h de ontem

 (THIAGO VELOSO)
Os policiais civis e os peritos criminais deflagraram greve por tempo indeterminado e somarão forças ao movimento dos policiais militares e bombeiros iniciado no dia 23 deste mês.

Os peritos decidiram paralisar as atividades na próxima quinta-feira enquanto os policiais iniciaram o movimento paredista ainda na noite de ontem, às 22h. Os membros do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) do Maranhão se reuniram ao fim da tarde em frente ao Plantão Central da Refssa para realizarem a assembleia.

O presidente do Sinpol, Amon Jessen, ao iniciar a reunião com a categoria informou que os membros teriam espaço para defender a forma como o movimento seria realizado. O posicionamento do sindicato era pela deflagração a partir da próxima quinta junto com os peritos cumprindo os prazos legais.

Contudo, sucessivos policiais subiram no palanque improvisado na escadaria da Refssa para defender a deflagração imediata.

Amon afirmou que por ser uma decisão tomada em assembleia deve ser acatada pela categoria. A assembleia é soberana e por isso faremos o movimento mesmo com os prazos vencidos. Nós concentraremos na Reffsa e na Assembleia Legislativa (AL), disse.

O acampamento dos policiais e bombeiros militares foi lembrando em vários discursos dos sindicalistas. Frases como perder o bonde da história" ou somar forças para que o movimento não seja desarticulado" foram pronunciadas mais de uma vez.

Também houve espaço para discursos de membros que ressaltaram o histórico de mobilização dos policias civis, fazendo um contraponto ao movimento militar. Os policiais frisaram que a categoria não estaria "pegando carona" no movimento dos militares.

O clima de apoio ao movimento de paralisação já em andamento prevaleceu e surgiu a proposta dos policias marcharem ontem mesmo até à sede da AL, no Sítio do Rangedor, mas a sugestão não foi acatada pela maioria.

De acordo com o presidente do Sinpol, Amon Jessen, o motivo da paralisação é a falta de cumprimento dos acordos firmados com o governo do estado.

O governo promete, promete, acorda e não cumpre ou quando cumpre o faz parcialmente, declarou. As duas principais bandeiras levantadas pelos sindicalistas foram a incorporação do percentual de 11,95% sobre a Unidade Real de Valor (URV) aos salários e adoção de um novo Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR).

O presidente do Sinpol destacou que o PCCR proposto pela categoria representaria um avanço na forma de promoção dos policias valorizando os trabalhadores. Como exemplo, o investigador Mendes que trabalha há 35 anos na função explicou que caso se aposentasse este ano receberia a quantia de R$ 2,8 mil. O governo tem condições de pagar e quando não faz isso nos obriga a fazer o movimento grevista, justificou Mendes.

Agenor Barbosa

Comunicado dos Militares a Sociedade Maranhense

As entidades de classe, que representando os militares, esclarece que em momento algum se fechou o canal de negociação com o governo do Estado. O que ocorre é que o Poder Executivo até o presente momento não nomeou uma comissão com ordem expressa do executivo para negociar.

O Governo do Estado do Maranhão no dia 08, representando pelo vice-governador do estado Washington Luis, a época governador em exercício, o presidente da Assembléia Legislativa do Maranhão deputado Arnaldo Melo, a Procuradora Geral de Justiça Fátima Travassos, o líder do governo deputado estadual Manoel Ribeiro, e os líderes da bancada da Assembléia Legislativa, confiando no acordo feito com estes, foi decidido suspender o movimento com o compromisso de até o dia 23 apresentar uma proposta salarial para a categoria. Para a surpresa de todos, a governadora do estado não aceitou o acordo desrespeitando assim os poderes constituídos, inclusive o Poder Executivo representando naquele momento pelo governador em exercício.

Até a presente data não houve apresentação de nenhuma proposta e o Poder Executivo não se posicionou até o momento e tem sido intransigente em não negociar. O governo insiste que não negocia porque o movimento foi considerado ilegal e pede a suspensão do movimento como única alternativa para iniciar a negociação, esquecendo o mesmo que o movimento já foi suspenso e o acordo foi quebrado. Sendo assim, os policiais e bombeiros estão dispostos a negociar a qualquer tempo durante o movimento.

Os Policiais Militares e Bombeiros do Estado do Maranhão convidam a toda a sociedade civil organizada para apoiar os policiais e bombeiros e também ter conhecimento dos fatos verdadeiros e não se deixem levar pelos fatos levianos expostos pela mídia parcial e irresponsável. Os trabalhos da Assembléia Legislativa estão sendo realizados de forma tranquila, inclusive já houve duas sessões na Casa com a presença dos militares e do Presidente da Assembléia e todos os deputados.

Portanto, informamos que não existe clima de insegurança na Casa, pois a ordem e o regimento da mesma está sendo respeitado de forma disciplinar e exemplar pelos militares e seus familiares e que em momento algum estes que aqui estão interferem na rotina da casa.

Apresentamos a toda a sociedade do Estado do Maranhão a comissão oficial de negociação por parte dos Policiais Militares, Bombeiros e Policiais Civis:

Sgt. Da hora

Sgt. Jean marry

Cb. Deusivan

Cb. Nascimento

Sd. Leite

Representação do Sinpol

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Mais uma categoria vai parar: Peritos decidem entrar em greve na quinta-feira, 1º de dezembro

Os peritos técnicos aprovaram greve por tempo indeterminado, a partir da quinta-feira (1º de dezembro), em assembleia geral na manhã desta segunda-feira (28). Eles deverão ser acompanhados no movimento pelos policiais civis, que fazem assembleia geral às 17h de hoje, para aprovar o indicativo de greve.

A pauta de reivindicações dos peritos é a mesma dos policiais civis, de acordo com o presidente da Associação da Polícia Técnico-Científico do Maranhão (Apotec/MA), Lúcio Cavalcante. "Queremos a incorporação da URV - índice de atualização monetária - e aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Salário, que já foi apresentado ao governo, mas não recebemos nenhuma resposta".

Com a paralisação, o trabalho dos peritos ficará restrito a acidentes com morte, flagrantes e ocorrências contra crianças, adolescentes e idosos.

Imirante

Faleceu em Brasília, Maria Lenir Araújo Meneses

Faleceu na manhã desta segunda, em Brasília, a senhora Maria Lenir Araújo Meneses, 70 anos, esposa do Sr. José Meneses, vítima de complicações cardiorespiratórias. Dona Lenir é filha do saudoso Maestro Moisés da Providência Araújo, e mãe de Herbert, Suzana, Robert e Ana Cláudia.
O sepultamento acontecerá às 17h, desta terça, no cemitério Campo da Esperança, na capital federal.

Registramos aqui nosso profundo sentimento de pesar e nossa solidariedade aos familiares.

Greve: Deputados federais recebem as reivindicações dos militares


O presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara Federal, deputado Mendonça Prado (DEM/SE), recebeu uma pauta de reivindicações dos organizadores do movimento paredista de policiais militares e bombeiros. O documento consta de 18 itens que buscam melhores condições de trabalhos e salariais para a categoria.

Ao lado dos deputados estaduais Bira do Pindaré (PT), Eliziane Gama (PPS) e Zé Carlos (PT) e dos federais Domingos Dutra (PT), Ribamar Alves (PSB) e Weverton Rocha (PDT), Prado recebeu o documento já no final da manhã desta segunda-feira (28). O objetivo dos organizadores do movimento é que o presidente da Comissão de Segurança busque mecanismos para reiniciar as negociações com o governo do Estado.

“A bancada federal maranhense, sem ideologia partidária, está unida no sentido de buscar alternativas para este impasse. Por isso o deputado Mendonça Prado está aqui, para que ele também possa negociar audiências com a presidência da Assembleia, do Tribunal de Justiça, do Governo e do Comando do Exército, todos em busca de um diálogo”, afirmou Domingos Dutra, que reconheceu a boa vontade da Mesa Diretora da Assembleia em não reprimir o movimento. “O presidente Arnaldo Melo deve estar sofrendo pressões de todas as formas, por isso precisamos aqui ressaltar todo o trabalho e boa intenção da presidência com todos que estão aqui”, acrescentou.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa, a deputada Eliziane Gama também ressaltou o posicionamento correto do presidente do Legislativo e a necessidade de serem tomadas as negociações. “O governo precisa entender, ter sensibilidade e apresentar uma proposta para que este movimento pacífico e ordeiro possa se encerrar da melhor forma possível”, disse.

Bira do Pindaré foi outro a destacar a postura do presidente da Assembleia na busca de soluções para o problema: “Quero aqui dar os parabéns à forma como o movimento tem se comportado e principalmente da nossa presidência, que tem sempre buscado o diálogo, a melhor forma de resolver todo este impasse.”

Logo depois, a comissão dos deputados, assim como alguns representantes do movimento, iniciaram uma reunião com Arnaldo Melo, onde teriam novas informações sobre o posicionamento do governo em relação às reivindicações.

Agência Assembleia

Prefeito de Igarapé Grande tenta fugir da cassação

A situação do prefeito de Igarapé Grande, Geames Macêdo Ribeiro, poderá agravar-se com a Justiça do Maranhão nos próximos dias. Caso a Promotoria de Justiça do Ministério Público Estadual no município aceite as denúncias encaminhadas, Geames Macêdo poderá ter o mandato cassado por improbidade administrativa.

O prefeito é acusado de usar laranjas em duas empresas que celebram convênios com a prefeitura no fornecimento de gêneros alimentícios para creches e colégios da rede pública de ensino. De acordo com os três inquéritos em tramitação no Ministério Público Estadual, a esposa do prefeito, além de assessores diretos, estariam envolvidos no suposto esquema de desvio de recursos dos cofres públicos.

As empresas relatadas no inquérito são a V. P. Soares e a Construtora D V. Embora elas estejam registradas no nome de outras pessoas, os contratos firmados com a prefeitura e a contabilidade nos serviços são administrados pelo próprio prefeito, embora ele negue que tenha qualquer vínculo com elas.

No entendimento da promotora Simone Chrystine Santana, encarregada do caso, as denúncias a apresentam indícios fortes do envolvimento do prefeito para promover práticas ilícitas na celebração dos convênios. O inquérito civil público em andamento tem por objetivo a coleta de informações, depoimentos, certidões, perícias e demais diligências.

De acordo com o documento, “deverá ser ajuizada a ação cabível para o fim de responsabilidade criminal” caso sejam confirmadas as suspeitas levantadas. Essa não é a primeira vez que o prefeito passa pelo constrangimento de ter que dar explicações para a justiça. Ele também responde a processo por porte ilegal de arma de fogo (revolver calibre 38), quando foi preso em flagrante em maio do ano passado.

Segundo os autos, os policiais relataram que ao transitarem pela rodovia onde foi abordado verificaram que o denunciado se encontrava na garupa de uma motocicleta, portando ilegalmente uma arma na cintura. O revólver, com seis munições, foi apreendido e submetido a exame de eficiência, cujo resultado indicou que estava perfeito para uso. O prefeito, que acabou sendo detido, conseguiu liberdade provisória.

JP

Barra do Corda: Policiais e esposas estão no 5º BPM







A cada instante vai chegando mais policiais dos municipíos pertencentes ao 5º BPM e é também crescente o número de esposas de militares fortalecendo o movimento. A paralisação foi confirmada em Barra do Corda, Fernando Falcão, Arame, Jenipapo dos Vieiras, Formosa da Serra Negra, Itaipava do Grajaú, Grajaú e Tuntum, municípios que compõem o 5º Batalhão.

No movimento grevista em Barra do Corda, foi registrado um incidente. O Capitão Carlos chegou armado e queria partir em direção aos manifestantes, mas acabou contido por companheiros. O oficial saiu em seu veículo e passou por cima do pé esquerdo do Cabo Coelho, presidente da Arepom.

Confirmado: coronéis decidem expulsar militares

Acabou agora uma reunião no Comando Geral. Os coronéis reunidos resolveram que se os militares não voltarem ao serviço irão dar início ao processo de deserção.

Dos 18 coronéis, 12 estavam presentes. Eles assinaram um documento para pressionar os militares a suspenderem a paralisação. Apenas dois coronéis se recusaram a assinar: Melo e Ivaldo.

O fato confirma o que o jornalista Luis Cardoso publicou ontem e que foi reproduzido aqui, a notícia de que a Governador Roseana havia sido aconselhada a tomar tal atitude.

A expulsão dos militares será iniciada pelos soldados 'barra 2007', são aqueles que ingressaram na PM e Bombeiros no ano de 2007.

Louremar

Barra do Corda: Policiais do 5º BPM aderem a greve



Na manhã desta segunda 28, policiais militares do 5º BPM de Barra do Corda, decidiram pela paralisação dos trabalhos, fortalecendo a grande mobilização que toma conta do Maranhão, por parte dos militares e bombeiros.

Estamos acompanhando direto do Quartel os últimos acontecimentos, onde acabam de chegar policias dos municiíos de Tuntum, Formosa da Serra Negra e Jenipapo dos Vieiras. O blog acaba de receber a informação de que Fernando Falcão, Itaipava do Grajaú, Arame e Grajaú, também pararam.

Mais informações a qualquer momento.

domingo, 27 de novembro de 2011

Greve: Governo apresenta proposta informal e militares rejeitam


Os Coronéis da Polícia Militar do Maranhão, Linhares, Saldanha, Agostinho, Iratan e Flávio, e o Coronel do Corpo de Bombeiro do Maranhão Durans, por volta das 18h compareceram a Assembléia Legislativa onde estão acampados os policiais militares e bombeiros em paralisação e disseram que, depois de uma reunião com a governadora Roseana Sarney, a proposta governamental é para suspensão do movimento paredista, e ainda, que no dia 15 de dezembro, a governadora apresentará o reajuste salarial reivindicado pelos militares maranhenses, acrescido também da anistia para todos os manifestantes.

A comissão do movimento paredista não aceitou a proposta verbal do governo. Não foi aceita porque o estado perdeu toda a credibilidade com os militares. Desde fevereiro/2011, eles vêm sendo enganados com compromissos verbais não cumpridos.

Na oportunidade, o movimento apresentou uma contraproposta: em relação ao reajuste, seja encaminhada uma Medida Provisória à Assembléia Legislativa para votação em caráter de urgência. Quanto a anistia, que seja providenciado o Projeto de Lei para ser votado pelo Congresso Nacional e sancionado pela presidenta Dilma.

A melhor solução do impasse é o entendimento entre os militares. Verifica-se que os manifestantes e o governo vão chegar ao acordo, o que será bom para o Maranhão. É o que se espera.

(Willians Dourado – Advogado do Movimento)

Copão Maranhão do Sul: Tuntum vence, mas Brejão conquista o título

Neste domingo, foi conhecido o campeão da IX edição do Copão Maranhão do Sul de Futebol. Jogando em casa, o selecionado de Tuntum conseguiu vencer a seleção de São Francisco do Brejão pelo placar de 3 a 1, resultado insuficiente para os tuntuenses que haviam perdido a partida de ida por 3 a 0. O título ficou mesmo com Brejão que na soma dos resultados teve um gol a mais. O vice-campeonato ficou em boas mãos pelo bom futebol apresentado pelo time de Tuntum ao longo da competição. O atacante Frank (Tuntum), foi o artilheiro do certame com 8 gols.

II Noite da Soneca da Escola CEC








Neste final de semana, a garotada da escola CEC ( Centro Educacional Cristão), participou da II Noite da Soneca. A jornada teve início na sexta, com os alunos participando de passeios, brincadeiras e muita interatividade. No período da noite, a turma foi até a Nostra Pizza para saborear o que há de melhor na casa de massas.

Todos voltaram e dormiram na escola, já no sábado, a turminha tomou um reforçado café da manhã, e em seguida retornaram para suas residência, onde terão muitas histórias para contar. A galera já está com saudades deste momento marcante.

Luto! Bragantino perde o jovem zagueiro Gustavo Valezzi, vítima de câncer

Um dia depois de perder a chance do acesso à elite do futebol brasileiro, a diretoria do Bragantino recebeu uma notícia mais triste ainda. O zagueiro Gustavo Valezzi (foto), atleta do Braga que estava afastado dos treinamentos desde o início da temporada se recuperando de um câncer, faleceu nesta manhã de domingo no Hospital do Câncer, em São Paulo (SP).

“Perdemos um ótimo menino e um grande jogador. Apostávamos muito no seu talento e a notícia me pegou de surpresa me deixando muito triste. Agora temos que dar conforto espiritual para seus familiares e rezar para que ele descanse em paz”, falou bastante entristecido o presidente do Bragantino, Marco Chedid.

Gustavo Henrique Valezi tinha apenas 22 anos e lutava contra a doença há dois anos. No início deste ano passou por duas cirurgias, uma inclusive na cabeça, e há dois meses não conseguia mais andar. Gustavo fazia tratamento no Hospital do câncer, em São Paulo, já que um de seus empresários era dono do Hospital São Paulo e não desamparou o atleta.

O mesmo fez o Bragantino, com quem Gustavo tinha mais um ano de contrato. Segundo seu amigo Adriano Spadoto, que ajudou a levar o zagueiro para o Bragantino e Internacional, de Porto Alegre (RS), ontem ele disse algumas palavras para sua mãe se referindo ao carinho e atenção dada pelo clube.

“A mãe dele me disse que ontem ele pediu para agradecer o apoio que o presidente Marco Chedid, do Bragantino, deu a ele durante todo este período que a doença o pegou. Outra pessoa que foi lembrada com carinho pelo Gustavo, foi o Juninho, diretor de futebol do Mirassol”, falou Spadoto.

O volante Luciano Sorrizo também era muito intimo de Gustavo e sempre tinha contato. Quando da descoberta da doença e que precisaria se ausentar do Bragantino para tratamento, foi ele quem aconselhou a chamar os companheiros e conversar sobre o assunto.

“Sempre estive próximo dele. Lembro-me muito bem quando nos reunimos na frente da imagem de Nossa Senhora no vestiário do Bragantino e fizemos uma oração para sua melhora. Infelizmente isso não ocorreu e perdemos uma pessoa sensacional”, falou Sorrizo, que complementou.

“Ele tinha um coração enorme. Que Deus conforte ele e a família e que descanse em paz. Estou muito arrasado com a notícia”, finalizou.

Saiba quem foi Gustavo Valezi
Começou a carreira no Mirassol em 2007 e por lá se profissionalizou. Em 2008 disputou o Paulistão pela equipe onde se destacou, sendo negociado por empréstimo com o Bragantino jogando o Brasileiro da Série B de 2008 e o Paulistão de 2009. Em seguida foi emprestado ao Internacional (RS), para depois jogar no Atlético Sorocaba (SP) em 2010. Mas ficou apenas um mês em Sorocaba, já que retornou ao Bragantino no início de 2011, porém, pela doença, não pode participar de nenhuma partida do clube.

FI

Greve: bancada federal vai se reunir com a governadora

A bancada federal do Maranhão vai se reunir segunda-feira (28) com a governadora Roseana Sarney (PMDB) para tratar da paralisação dos policiais militares, visando estabelecer um canal de negociação entre o governo e o movimento paredista. O anúncio foi feito pelo deputado federal Weverton Rocha (PDT) que veio à Assembleia, na manhã deste sábado (26), hipotecar solidariedade aos militares.

“Estamos vendo com muita preocupação o conflito estabelecido entre o governo do Estado e os militares. Queremos uma saída para o impasse. Apelamos à governadora e aos militares no sentido de que sentem à mesa de negociação”, frisou Weverton Rocha, acrescentando que o deputado federal Sétimo Waquim (PMDB) está à frente da articulação da bancada federal junto ao governo do Estado, em substituição ao coordenador da bancada federal, deputado Sarney Filho (PV), que se considera impedido em razão do parentesco com a governadora.

Weverton Rocha revelou ainda que segunda-feira (28) vai apresentar um projeto de lei na Câmara Federal propondo a anistia da multa determinada pelo Tribunal de Justiça para os militares paredistas, quando julgou ilegal a paralisação.

O diretor da região Norte da Associação Nacional de Soldados e Praças (ANASPRA), deputado estadual do Estado de Roraima, Francisco Sampaio (PC do B) também esteve nesta manhã de sábado (26) na Assembleia, prestando solidariedade aos militares. “É preciso que se estabeleça uma linha de entendimento entre o governo e os militares. É responsabilidade da ANASPRA orientar nossos companheiros no sentido de que conquistem seus direitos, mas sempre respeitando o Estado Democrático de Direito vigente em nosso País”, argumentou.

Segundo Sampaio, a situação do salário dos militares do Maranhão é uma das piores do Brasil. “Temos uma bandeira de luta nacional que é a defesa do piso salarial de R$ 4.500 mil”, detalhou.

Agência Assembleia

Mega-Sena acumula, e prêmio deve ir a R$ 20 milhões

G1

SÃO PAULO - Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.340 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado (26) em Wenceslau Braz (PR). A Caixa Econômica Federal (CEF) informou que a estimativa de prêmio para o próximo sorteio, a ser realizado no dia 30, é de R$ 20 milhões.

Confira os números: 13 - 21 - 30 - 36 - 59 - 60

A Quina vai premiar 71 apostas, com R$ 29.502,90. A Quadra registrou 6.148 apostas certas, e cabe a cada uma delas R$ 486,73.

Iniciativa do programa Viva Nota

Barra do Corda - Lançado oficialmente em 1º de setembro, o programa Viva Nota é uma iniciativa do governo do estado com o objetivo de contemplar os clubes maranhenses da Copa União.

Com o programa ganha os clubes com o apoio do governo do estado, como também ganha o próprio estado que arrecada mais e principalmente o consumidor maranhense que ao exigir um direito seu, que é a nota fiscal, concorrerá a prêmios.

O programa não foi instituído por deputado nenhum, e os recursos não tem direcionamento parlamentar para os clubes.

Foram definidos os valores para cada clube através do programa Viva Nota. Os clubes foram divididos em três blocos. No primeiro Sampaio, Moto e Maranhão, receberão 12%, cada, no segundo Imperatriz e Bacabal, com 10% e no terceiro e último bloco estão Cordino, Santa Quitéria e São José, onde cada um receberá 8%.

Valores

Maranhão, Moto e Sampaio – R$ 240 mil; Imperatriz e Bacabal – R$ 200 mil; Cordino, Santa Quitéria e São José – R$ 160 mil.

Cordino

Do programa Viva Nota ao Cordino Esporte Clube, de Barra do Corda, foi determinado o repasse no valor de R$ 160 mil. Com o clube já tendo recebido R$ 80 mil, e tendo que prestar contas deste valor, para poder receber a outra parcela de R$ 80 mil. Lembrando que esta verba é direcionada diretamente para o Cordino Esporte Clube.

Carta de um filho de PM a governadora Roseana Sarney

Senhora Governadora Roseana Sarney

Eu tenho apenas 10 anos de idade e até agora não entendi por que a Senhora que prender meu Pai, ele é Policial Militar e sempre ele me conta dos bandidos que ele já prendeu, às vezes fico esperando ele chegar do seu serviço para contar minhas historias. Mais hoje vi na TV que a senhora pediu a prisão dele e de seus amigos, porque será? O meu pai não é bandido. Não fez nada de errado. Perguntei para minha mãe qual seria os motivos pelo qual a senhora queria prender meu pai. Ele me respondeu que a Governadora não queria aumentar o salário de meu pai. – “Só por isso mãe”? -“Sim meu filho”, ela me respondeu.

Fiquei muito triste com a senhora, até a foto que meu Pai tirou ao lado da Senhora, tirei da Sala, meu pai ainda nem sabe que tirei, pois está com dois dias que ele não vem aqui em casa. Acho que ele vai ficar com raiva de mim, por ter tirado essa foto dele com a Senhora da sala. Pois quando eu perguntava para ele quem era essa mulher, ele me respondia: “é uma grande amiga do Papai”. Isso sempre dizia para meus amigos, que o meu papai era amigo da Governadora Roseana Sarney.

Vou explicar porque tirei a foto do meu pai e da governadora Roseana Sarney da parede. É que ontem a noite um amigo chegou lá em casa debochando de mim dizendo. “Amiga de seu papai mandou prender ele”, debochou. Até briguei com esse meu amigo, fomos aos tapas e minha mãe brigou muito comigo por essa minha atitude.

É por isso que resolvi escrever essa carta para a senhora, para lhe pedi que não prenda meu Papai, ele é seu amigo. Quero mostrar para os meus amiguinhos que realmente é verdade a história que meu pai conta para mim,que é seu amigo.

Escrevo essa carta com ajuda de minha mãe. Ela até disse que era em vão escrever está carta, mais eu disse: “Mamãe se ela for realmente amiga de meu Pai ou se ela tiver um filho de minha idade vai saber que é ruim está longe de um pai tão legal igual o meu”.

Governadora meu pai é o melhor pai do mundo e ele não é bandido para ser preso. Vou está aqui pedindo para o papai do céu para abençoar a Senhora Governadora e ao meu pai e seus amigos.

Papai te amo.