.

.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Torneio de Inverno: Rodada marcada por empates


Campo dos Negrões, bairro Araticum
Um fato curioso chamou a atenção na 4ª rodada, no Tradicional Torneio de Inverno. Apesar da goleada do Calvário sobre o MPB por 5 a 1, o fator marcante da rodada ficou por conta de seis partidas das oito realizadas, terminarem empatadas.

Resultados da 4ª Rodada

29 e 30/01/2011

CBC 3 X 3 Esporte Cerâmica
Ajax 2 x 2 VEC
Guarani 3 x 3 Monte Azul
Centro dos Ramos 2 x 2 Sampdória
Calvário 5 x 1 MPB
Lazio 2 x 2 Real Madrid

Bad-Boys 1 x 3 Buriti

América 0 x 0 Quercegen

Alunos do Programa Darcy Ribeiro estão sem aulas na Barra

Matemáticos e Físicos continuam sem aulas
A Coordenadora do Programa Darcy Ribeiro do Pólo de Barra do Corda, Francisca Galvão, esteve em São Luís nos dias 26 e 27 do corrente mês, para resolver o problema das aulas.

A viagem foi proveitosa, pois a coordenação do Darcy Ribeiro de São Luís lhe passou a relação dos professores lotados para cada turma e autorizou o início do segundo módulo para hoje, 31 de janeiro.

Ao chegar, a coordenadora avisou nas emissoras de rádio, que todos os alunos deveriam fazer-se presentes em seus respectivos horários no pólo da UEMA, para início das aulas do segundo módulo.

Contudo, o problema persiste, pois as aulas não iniciaram para todos os cursos. As turmas de Matemática e Física continuarão sem aula. O motivo é bem simples, os professores lotados para essas turmas, não lecionarão enquanto não resolverem sua situação financeira com a Instituição.

A Universidade que deveria ser um local de desenvolvimento intelectual está tentando sufocar os acadêmicos pelo cansaço.

Não nos resignaremos, lutaremos até alcançar nossos objetivos e como diz Novartes " não se trata de uma revolta. Uma revolta teria pouco efeito nesse enorme circo".
Matemáticos Bdc

Cordino jogará amistoso contra o Atalanta de Tuntum





Em sua preparação para a disputa do campeonato Maranhense de futebol, o Cordino Esporte Clube, jogará amistosamente contra o Atalanta de Tuntum, no próximo sábado 05, no estádio Leandrão, em Barra do Corda. A equipe comandada por Edelson Oliveira, iniciou trabalhos semana passada, já contando com os reforços de Paulo César (ex-Vasco-RJ), Dean (ex-Moto Club) e Dandão (ex-Paysandu-PA). Nesta segunda, o treinador anunciará os nomes dos atletas que se destacaram na peneira, e que integrarão o grupo que disputará o campeonato maranhense.

O representante de Barra do Corda fará a abertura do estadual, enfrentando o Bacabal, dia 27 de fevereiro, diante de sua torcida.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Barra incomunicável

Problemas no sinal de internet e celular deixou a população de Barra do Corda, incomunicável boa parte deste sábado. Desde as 11h00 os sinais das operadoras OI e TIM estavam sem serviço e já no início da tarde, era impossível acessar a net. Os serviços voltaramm a ser restabelecidos às 18h00.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Artilheiro do Cordino acerta com o Botafogo-PB

Ivan Silva

Casagrande
O atacante Casagrande, um dos destaques do Cordino na Série B Maranhense de 2010, defenderá nesta temporada o Botafogo-PB. Segundo informações, o jogador acertou com o clube paraibano depois de receber uma proposta salarial de R$ 5 mil.

Em 2010, defendendo o Cordino, Casagrande foi fundamental na campanha do acesso à primeira divisão estadual. No time de Barra do Corda, o atacante foi vice-artilheiro da Série B Maranhense com quatro gols marcados, ficando atrás de Gilson, do Moto, que marcou cinco vezes na segundona.

O grandalhão Casagrande, chegou a acompanhar a apresentação do Cordino na última segunda-feira, e falou para o Barradocordanews que estava aguardando uma posição da diretoria do Botafogo-PB. Definida sua ida para o clube paraibano, Casagrande terá a oportunidade de mostrar todo o seu talento.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

COLUNA DO LUIZ CARLOS: QUEM É ESSE SER HUMANO?

“A busca pela essência deve iniciar-se pela análise da existência”(Jean Paul Sartre)

A reflexão filosófica descobre e projeta o ser humano como problema. Tal perspectiva problemática dilacera e inquieta o pensamento filosófico da pós-modernidade. De certa forma, ele (in) compreende o ser humano a partir de princípios opostos que se mantêm numa tensão insuperável.

Para ilustrar essa tensão, colocamos algumas indagações fascinantes, mas também incômodas da condição humana.

O ser humano congrega e dispersa. O ser humano é lúcido e nebuloso. O ser humano expande-se festivamente e recolhe-se amargamente. O ser humano é racional e irracional. O ser humano gargalha e enclausura-se. O ser humano é diálogo que constrói e monólogo estéril. O ser humano é amor pulsante e gotejador de ódio feroz. O ser humano mescla com naturalidade Eros e Tânatos. O ser humano fala de paz e faz a guerra. O ser humano é potencial ontogenético e niiligenético. O ser humano é gênese existencial.

O ser humano é um enigma. Enigma da pessoa que busca felicidade, e cujas aspirações, constantemente, são ameaçadas por um destino incompreensível.

Enigma do ser humano, que, apesar das imposições desse destino, quer controlar os fatos, construir a sua vida e alcançar a felicidade e a plenitude da vida.

É na inexorável tensão entre essa aspiração e os fatos reais que se desenvolve a vida. E é a partir dessa tensão que a reflexão filosófica esboça um caminho e/ou caminhos para possíveis respostas.

Parece óbvio ou lógico assertivar que todo ser humano encontra o seu sentido à medida que realiza aquilo que é a própria essência do seu ser. Porém, ao longo da história percebe-se que a essência daquilo que é o ser humano não se acha de maneira tão fácil, simplesmente pronta e engessada.

Esse sentido (essência), porém, não se apresenta como resultado gratuito. Ele, bem pelo contrário, é conseqüência de uma decisão consciente. Nela, a pessoa se confronta com a absurdidade imposta à sua existência, por parte de condições exteriores. Essas condições não são simplesmente aceitas. O homem não se dobra, chorando o seu destino imutável. Em vez disso, decide revoltar-se contra esse destino, mesmo sabendo que não poderá mudá-lo. A sua revolta consiste numa atitude de teimosia.

A situação se agrava ainda mais pelo fato de o homem ter consciência de tudo isso. Ele está condenado a ser um ente consciente; e na sua consciência consciente, agora, se confronta com o seguinte dilema: ou acabar com a sua existência, ou dar a ela um sentido (essência), apesar dela não ter um sentido em si. Nessa decisão, assim como no caminho de dar sentido á sua existência, cada pessoa deve ficar totalmente livre; ela até é “condenada” a ser livre.

ENIGMA

Formando

A meu lado

Um enigma

Desconhecido que é mais

Enigma conhecido.

Pelas vielas da existência

Passa

Sem perceber

O rosto que reflete um rosto.

Livrar-se da dúvida

Que atormenta e dilacera

E

Re-inventa o perfil lapidado

Pelo tempo.

Vereador Aldo Andrade Continua em Tratamento


Vereador Aldo Andrade

Uma informação divulgada por um dos veículos de comunicação do estado nesta quinta-feira 27, falando que a polícia investiga ligação de assaltante com a morte de vereador em Barra do Corda, acabou deixando muitas pessoas preocupadas e provocou bastante curiosidade por informações sobre o vereador Aldo Andrade (PP). O vereador Andrade, falou com o Barradocordanews já esta manhã, e o mesmo disse que os médicos ainda estão cautelosos quanto a lesão sofrida na bexiga que resiste a não cicatrizar, e que os profissionais que o acompanham não descartam a possibilidade de uma cirurgia, relata o parlamentar. Aldo Andrade foi vítima de uma tentativa de homicídio na manhã, de 29 de dezembro de 2010, quando chegava em uma construção de sua propriedade, quando acabou sendo agredido por dois homens. No mesmo dia o vereador foi encaminhado para Teresina, no Piauí. Um dos suspeitos, Natanael Almeida de Araújo, já se encontra preso. O delegado Marconi Caldas, está no comando das investigações.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Cordino já conta com Paulo César

Wildson acompanha os reforços do Cordino
O experiente atacante Paulo César, com passagens por vários clubes dentre eles o Vasco-RJ, Olaria-RJ, Ponte Preta-SP, Cordoba-Espanha, Sampaio Corrêa-MA e Imperatriz-MA, já se apresentou ao Cordino Esporte Clube. O jogador chegou ainda na noite de ontem, e na manhã desta quarta, juntamente com os outros reforços, participou de trabalhos físicos sob o comando do preparador Wildson Araújo, no estádio Leandrão, apesar da garoa que cai na cidade.

PROGRAMAÇÃO DO CARNAVAL DA BARRA 2011

A Secretaria Municipal de Cultura e Lazer divulgou, a relação das bandas para o Carnaval de 2011, em Barra do Corda. Segundo Tâmara Ribeiro Pinto, as bandas são as seguintes:

Na Sexta-feira, dia 4 na abertura a Banda Moisés da Providência se Apresenta resgatando antigos carnavais, Caçulas do forró elétrico, e forrozão me leva elétrico com Paulinho Silva, Ainda as Presenças de Alguns cantores da Terra como Muleke Play..

Dia 05 de Março Sábado – Desejo de Menina elétrico e Gargamel, APRESENTAÇÃO: RAINHA 2011 E REI MOMO 2011.

Dia 06 de Março Domingo – Banda Reprise e Viviane Brasil,

ABERTURA DESFILE DOS BLOCOS COM RAINHA E REI MOMO.
APRESENTAÇÃO: BLOCOS CARNAVALESCOS – TRADICIONAIS E TRIOS

Dia 07 de Março Segunda-feira, Sacode Elétrico e Samba Ceuma.

APRESENTAÇÃO: BLOCOS CARNAVALESCOS – TRADICIONAIS E TRIOS

E na Terça-feira dia 08 de Março encerramento com chave de Ouro Capim Cubano e Pepê Junior. APRESENTAÇÃO: BLOCOS CAMPEÕES – TRADICIONAIS E TRIOS.

Secretaria Municipal de Cultura

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Zagueiro Barracordense tem boa atuação pelo Tiradentes-CE

Paulão é o quarto em pé da esquerda para a direita



O Tiradentes goleou o Ferroviário pelo placar de 4 a 1, no sábado passado, no estádio Castelão, em Fortaleza, em jogo válido pela 4ª rodada do Primeiro Turno do Campeonato Cearense de 2011.

Os gols do Tiradentes foram marcados Cleiton, Neílton, Cacá e Garrinchinha, o gol de honra do Ferroviário foi marcado por Teles, placar final 4 a 1 para o Tigre.

Com o resultado, o Tiradentes é terceiro colocado com nove pontos, Fortaleza e Ceará tem dez pintos cada.
O Tiradentes joga na quinta-feira, 27, quando enfrenta o Guarany de Sobral, às 20h15min, no estádio Moraizão, em Maranguape.
O zagueiro central do Tiradentes é o Barracordense Chicão, que também é conhecido como Paulão ou Paulo Maranhão no mundo do Futebol. Ele fez parte da campanha do acesso do Tigre no ano passado. Na partida contra o Ferroviário, o zagueiro teve uma boa atuação e foi relacionado na súmula do jogo com o nome Paulo Magalhães.



Ficha Técnica

Ferroviário 1 x 4 Tiradentes

Data: Sábado, 22 de janeiro de 2011
Local: Estádio Castelão em Fortaleza/CE
Horário: 16 h00min

Árbitro: Avelar Rodrigo
Assistente Nº 01: Marcione Ribeiro
Assistente Nº 02: Carolina Romanholi
4º Árbitro: Anderson Lima
Representante FCF: Flávio Peixoto

Ferroviário: Célio, Andrezinho, Thiago Cazé, Ângelo e Teles. Glaydstone, Arlindo Maracanã, Rogério e Leandro (Brasinha): Juranilson (João Pedro) e Rômulo (Sâmi)
Técnico: Mirandinha

Tiradentes: Alan, Adriano, Paulo Magalhães, Ribamar e Neilton: Pedro Bambu, Dedé, Garrinchinha (Tony) e Ribinha (Kaká): Clayton e Danúbio (Adílio)
Técnico: Neto Maradona

Cartões Amarelos: Teles (Fer) Ribinha (Tir)
Cartão Vermelho: Glaydstone (Fer)
Gols: Teles 5/2T(Fer) Clayton 13/1T; Neílton 44/1T; Kaká 23/2T; Garrinchinha 36/2T (Tir)

Buriti goleia fácil o MPB

O Buriti conseguiu uma importante vitória de 5 a 0, sobre o outrora "bicho papão" MPB, pela 3ª rodada do Torneio de Inverno de Futebol. Esta rodada também registrou outras duas goleadas: Monte Azul 4 a 2, sobre o Juventus, e Juá 4 a 1, no Lazio.

Resultados da 3ª rodada
22 e 23/01/2011

Guarani 2 x 1 CBC
Monte Azul 4 x 2 Juventus
Buriti 5 x 0 MPB
Canadá 2 x 2 Bad-Boys
Sampdória 1 x 0 Quercegen
Juá 4 x 1 Lazio
VEC 3 X 2 Real Madrid
Parma 3 x 3 América

Polícia Civil prende acusado de tentar matar vereador em Barra do Corda

Vereador Aldo Andrade

A Polícia Civil em Barra do Corda confirmou, nesta terça-feira (25), a prisão de acusado de tentar matar o vereador Aldo Andrade. Natanael de Almeida de Araújo, o “Galego”, de 25 anos, foi preso por receptação de uma moto roubada, na quinta-feira (20), mas as investigações da polícia constataram ser ele o autor das agressões contra o vereador.

O crime ocorreu no dia 29 de dezembro do ano passado. O vereador se encontrava em um posto de gasolina, quando dois homens em uma moto o abordaram e começaram a agredi-lo. Segundo o delegado Marconi Caldas, que coordenou as investigações, operários que trabalhavam em uma obra próxima ainda tentaram impedir, mas foram ameaçados pelos agressores com um revólver.


Eles dispararam dois tiros no parlamentar, sendo que um o atingiu na região da bexiga. O vereador foi levado ao hospital e resistiu ao ferimento. Após o crime, a dupla fugiu do local. Natanael Araújo permanecerá detido na Regional de Barra do Corda. A polícia continua em busca do outro suspeito.


Assessoria de Comunicação da SSPMA

Apresentado o elenco do Cordino





Na tarde desta segunda 24, o elenco do Cordino Esporte Clube se apresentou no estádio Leandrão, com a maioria dos jogadores do acesso do ano passado, mas também com algumas novidades. Chegam para reforçar a equipe o meia Henrique (ex-Atalanta de Tuntum), Dean (ex-Moto Club), o atacante Rivelino (ex-JV Lideral e Sabiá), e estão sendo agurdados ainda esta manhã, o atacante Paulo César (ex-Vasco-RJ, Juventude-RS e Imperatriz-MA) e Dandão (ex-Paysandu-PA), Paulo Ricardo que também é atacante, chega próxima semana, vindo de Manaus-AM. O técnico Edelson Oliveira, ao se apresentar para os dirigentes e atletas, anunciou que pretende trabalhar com 24 jogadores para o Campeonato Maranhense. Nesta terça, o Técnico Edelson começa a observar outros doze jovens jogadores, dos quais cinco podem integrar o grupo principal.

Jornal Folha Central é lançado por alunos do Curso de Jornalismo do IBECEC

Turma do Curso de Jornalismo do IBECEC

As cidades de Barra do Corda, Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieiras, Tuntum e Presidente Dutra já podem contar com o mais novo veículo de comunicação. Acaba de ser lançado pelos alunos do Curso de Jornalismo Técnico do IBECEC-Instituto Brasileiro de Estatística, Cultura, Educação e Comunicação, o Jornal Folha Central- O Melhor do centro Maranhense. O lançamento ocorreu no sábado passado na Academia Barracordense de Letras, comandado pelo Jornalista e professor Elbio Carvalho. A 1ª edição do jornal foi bastante elogiada por Dorgival Castro (membro da ABL), Álvaro Braga (historiador), Luiz Carlos (professoro e historiador), Selma Carvalho (professora), Dona Alda Brandes (presidente da casa da cultura Galeno Brandes), Enio Pacheco (ambientalista), e demais personalidades de se fizeram presente. O Jornal Folha Central pode ser encontrado na Tresidela com Rogaciano (na antiga Feirinha), na Max video no Centro, e com o vendedor Baiano, também nas cidades de Fernando Falcão e Tuntum.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Divulgada lista de aprovados na primeira chamada no SISU

Está disponível para consulta a lista de aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nesta primeira chamada, foram selecionados 82.949 candidatos.

A lista de aprovados pode ser acessada no sítio do Sisu. Os candidatos inscritos também podem acessar o sistema e consultar seu boletim individual do aluno.

Os candidatos aprovados têm os dias 27, 28 e 31 de janeiro para efetuarem a matrícula na instituição de ensino para a qual foram selecionados. A documentação necessária pode ser consultada pelo boletim individual, disponível no sistema, e na própria instituição.

Após esse prazo, caso ainda existam vagas disponíveis, serão feitas duas outras chamadas para convocação dos candidatos aprovados. Os estudantes que foram selecionados, nesta primeira chamada, em sua primeira opção de inscrição não serão convocados nas chamadas posteriores — nem mesmo aqueles que não fizeram a matrícula.

Ao fim das três chamadas, caso ainda haja vagas, as instituições convocarão os candidatos a partir da lista de espera gerada pelo sistema. O calendário pode ser consultado na página do Sisu na internet.

Os candidatos que não foram selecionados nesta primeira chamada têm ainda diversas oportunidades de ingresso no ensino superior ainda neste semestre. Devem ficar muito atentos ao calendário do Sisu, porque ainda podem ser convocados nas duas chamadas posteriores, nos dias 4 e 13 de fevereiro. Ao final das chamadas, os estudantes ainda não selecionados também poderão manifestar interesse em participar da lista de espera que poderá ser utilizada pelas instituições para convocação dos candidatos.

Além disso, o Programa Universidade para Todos (Prouni) recebe inscrições até terça-feira, 25, para 123 mil bolsas de estudo em instituições particulares de todo o país. Os que obtiverem bolsa de 50% no ProUni podem financiar os demais 50% pelo Fies, sem necessidade de fiador. Outra oportunidade ainda, para os que não foram chamados na primeira chamada do Sisu, é próprio Fies, cujo novo sistema entra no ar em 31 de janeiro.

Entre os dias 16 e 20 de janeiro, o Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação registrou 2.020.157 de inscrições, feitas por 1.080.194 candidatos. O número de inscritos representa aproximadamente um terço do total de candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010.

Nesta edição do Sisu, são oferecidas 83.125 vagas em 83 instituições públicas de educação superior.

Assessoria de Comunicação Social

domingo, 23 de janeiro de 2011

Polícia Militar prende quarteto que assaltava cargas

Policiais Militares do 5º Batalhão prenderam na noite da sexta 21, quatro suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em rouba de cargas. A operação realizada pela Polícia teve início por volta das 22:00, e adentrou a madrugada do sábado 22. Os assaltantes foram presos na barreira da Polícia Militar montada próximo a Quecergen (Fazenda Chapada), em Barra do Corda após informações de que um caminhão baú tinha sido tomado de assalto na cidade de Bacabal. A informação que chegou à polícia era de que o caminhão transportava cigarros e armas de grosso calibre.

O quarteto estava em dois veículos, um caminhão baú, Mercedes Benz, modelo 1618 de cor branca, placas KBD-3379 da cidade de Anápolis-GO, e um Astra de cor preta, placas HXH-0848 da cidade de Araguaina-TO, que segundo a Polícia seria usado para os assaltos a cargas. Com eles foram encontradas aproximadamente 70 caixas de cigarros que foram roubadas de um caminhão da empresa Souza Cruz, em um posto de combustível na cidade de Bacabal. Em poder dos mesmos foi encontrado um verdadeiro arsenal contendo 02 Carabinas calibre 12 com 44 munições, 02 Pistolas 9MM com 77 munições, 02 revolveres calibre 38 com 12 munições, 01 Pistola 380 com 06 carregadores e 02 coletes à prova de balas. Ao tomar conhecimento, o delegado regional de Polícia Civil, Edmar Cavalcante, que se encontrava em Grajaú, solicitou o encaminhamento dos acusados para aquela cidade.

OS ACUSADOS

Os quatro acusados são: Jeova Barbosa de Lira, Raimundo Ferreira Barros, conhecido como "Neto de Davinópolis" morador do povoado Remanso, Sebastião Fernandes de Oliveira e Daniel Coelho Pinto, empresário em Grajaú e também morador do povoado Remanso.

Coluna do Álvaro Braga: O POETA MARANHÃO SOBRINHO

Maranhão Sobrinho



Por Álvaro Braga

Um dos maiores poetas brasileiros de sua época e grande representante do Simbolismo, é barra-cordense. Trata-se do poeta Maranhão Sobrinho, nascido José Américo Augusto Olímpio Cavalcante dos Albuquerques Maranhão Sobrinho, nascido em Barra do Corda a 30 de dezembro de 1879 e falecido em Manaus no dia 25 de dezembro de 1915. Cedo ainda foi enviado para São Luis por seus familiares para que se libertasse da vida desregrada em que vivia. Não adiantou muito. A sua veia poética, o levou para Belem do Pará e depois para o estado do Amazonas onde viveu seus últimos dias, tendo falecido aos 36 anos. Sua Obra poética se resume a Papéis Velhos... Roídos pela Traça do Símbolo (1908);Estatuetas (1909); Vitórias-Régias (1911).
Sobre ele escreveu Antônio Miranda: "Mas se ele era essa espécie de romântico trágico na vida pessoal, sua poesia está em outro patamar. Simbolista ortodoxo, foi um visionário capaz de construir imagens perturbadoras em versos admiravelmente bem urdidos, sensualmente mórbidos, onde por trás de cada palavra flutua, não muito distante, a imensa sombra de um amargo pessimismo com o mundo e com as pessoas".
O nosso poeta já foi nome de um respeitado clube que ruiu em 1967, o Maranhão Sobrinho, e atualmente empresta seu nome à Academia Barra-Cordense de Letras que leva o subtítulo: A casa de Maranhão Sobrinho, e tambem à praça Maranhão Sobrinho, pois lá nasceu em uma casa situada na esquina da rua Gonçalves Dias com a Luis Domingues.
De seu livro Estatuetas colhemos esta preciosidade para deleite de todos que apreciam a obra de nosso grande poeta.

Tela do Norte

No estirão, percutindo os chifres, a boiada

monótona desliza; ondulando, a poeira,

em fulvas espirais, cobre toda a chapada

em cujos poentes o sol põe uns tons de fogueira.

Baba de sede e muge a leva; triturada

sob as patas dos bois a relva toda cheira!

Boiando, corta o ar a mórbida toada

do guia que, de pé, palmilha à cabeceira...

Nos flancos da boiada, aos recurvos galões

as éguas, vão tocando a reses fugitivas

o vaqueiros, com o sol nas pontas dos ferrões...

E, do gado o tropel, com as asas derreadas

quase riscando o chão, que o sol calcina, esquivas,

arrancam coleando as emas assustadas...

Enquete Encerrada





Encerrada a enquete: Em qual destes vereadores você não votaria novamente?
Confira o resultado de acordo com a decisão de 237 leitores que opinaram.



Aldo Andrade

20 (8%)

Bena Almeida

7 (2%)

Cananéia

18 (7%)

Carlito Santos

15 (6%)

Dedé

26 (10%)

Erik Costa

43 (18%)

Fátima Arruda

21 (8%)

Graça do Dilamar

19 (8%)

Marquinho

22 (9%)

Nilda Barbalho

46 (19%)


sábado, 22 de janeiro de 2011

Coluna do Luiz Carlos: A Política e a Sociedade

Uma breve abordagem acerca da Política. Em consonância com BOBBIO apud MARTEUCCI e PASQUINO (1997: p.954), Política é um termo “derivado do adjetivo originado de polis (politikós), que significa tudo o se refere à cidade e, conseqüentemente, o que é urbano, civil, público, e até mesmo sociável.

O autor em questão (1997: p.54) também ensina que o conceito de Política, aqui entendida como forma ou modalidade de atividade ou de práxis humana, vincula-se estreitamente à noção de poder. Este, por sua vez, aparece em definições tradicionais sendo visto como a adequação para se obter qualquer tipo de vantagem ou, até mesmo, no conjunto de meios que possibilitam o alcance dos efeitos que se procuram obter.

“Outra noção de Política a entende como:” sistema de regras respeitantes à direção dos negócios públicos”, “arte de bem governar os povos” , “atividade exercida na disputa dos cargos de governo ou no proselitismo partidário”, “princípio doutrinário que caracteriza a estrutura constitucional do Estado”, “posição ideológica a respeito dos fins do Estado” ou, ainda, o “conjunto de objetivos que dão forma a determinado programa de ação e condicionam a sua execução”, para além de “habilidade no trato das relações humanas, com vista à obtenção dos resultados desejados”.

A Enciclopédia Britannica, em seu volume 11, apresenta o seguinte conceito para Política:“Ramo das Ciências Sociais que estuda as diversas formas de organização do poder político, bem como sua dinâmica, suas instituições e seus objetivos”.

Por sua vez, o Dicionário de Filosofia de Abbagnano (2003: p.773) mostra as seguintes acepções:(...) 1ª: a doutrina do direito e da moral;2ª:a teoria do Estado; 3ª: a arte ou a ciência do governo; o estudo dos comportamentos intersubjetivos.

A Política representa uma forma de conduta humana: trata-se de uma atividade que se exterioriza através de relações de poder, que envolvem o mando e a subordinação. Também consiste na ação de governar, com o objetivo primordial de alcançar a organização e a direção da comunidade em que é aplicada. A atividade política, assim, vincula-se de forma intensa com o poder, o qual se converte em um meio para a consecução da prática de cunho político.

Outra visão de Política informa que ela consiste no produto de uma atividade vinculada à organização e distribuição de competências do Estado. Outro significado é resultante de uma visão da Política como atividade que tem surgido nos órgãos, na organização e na distribuição das competências. Tratam-se de atividades incrustadas no Estado moderno, ensejando a conformação de uma Política de caráter estático.

Sob um ponto de vista que se caracteriza pela amplitude e pelo caráter genérico, os termos Política e Político se aplicam a uma classe de poder organizado, originada em qualquer formação social em que se estabeleçam vínculos de subordinação e de obediência entre aqueles que exercem o mando e os que devem obediência aos primeiros. Em nível mais específico, o poder político se trata do tipo de poder cuja imposição ocorre de forma a ensejar a coação, obrigando os membros da comunidade a acatar determinadas decisões – consiste, assim, na atividade que o homem executa com o objetivo de influenciar o processo de organização da vida estatal por meio do exercício do poder.

Numa acepção vulgar, a qual se caracteriza pelo acentuado caráter pejorativo, a Política é entendida como uma atividade que o indivíduo executa com vistas a conquistar o poder, ainda que para isso esteja lançando mão de métodos moralmente repugnantes. Esta visão é a mais difundida na sociedade e contribui para a permanência de uma estrutura assinalada pela vigência de uma Política descomprometida com as questões de caráter público e social.

Sob uma visão científica, a Política consiste no conjunto de conhecimentos sistematizados concernentes à forma de organização e de governo das comunidades humanas , seja de períodos passados, seja no contexto atual, assim como se refere às suas instituições e às inúmeras doutrinas políticas que se encontram nas diversas estruturas sociais.

Ainda conforme Abbagnano (p.774), os fenômenos políticos, tanto em coexistência quanto em sucessão, estão sujeitos a leis que se mostram invariáveis, cujo uso pode permitir a ocorrência de influências sobre estes mesmos fenômenos.

Deve-se ressaltar o papel da Política na articulação dos interesses humanos com as estruturas que fazem parte da organização social, delimitando as ações que devem ter os atores no quadro dos eventos sociais. É pela Política que se organizam os interesses predominantes na sociedade, mas também é através de seus quadros que uma ordem contrária à vigente pode ser instalada ou, na maioria das vezes, cogitada, visto a permanência de uma sociedade ainda dominada pelo patriarcalismo e pelo amor à tradição. Um eficaz conhecimento acerca da Política consistiria num instrumento muito adequado para se cogitar a possibilidade de superar as injustiças predominantes na sociedade, uma vez que permitiria possíveis articulações a fim de permitir a mudança que se faz necessária para alterar o contexto injusto que ainda prepondera na atualidade.

A Política tem sido um instrumento cujo poderio se fez muito evidente em prol do interesse de classes sociais favorecidas economicamente. Com isso, ela tende a atender aos interesses desses setores mais abastados na sociedade e contribui para a perpetuação de uma estrutura social assinalada pela exclusão e pela injustiça. A Política se evidencia pela participação dos indivíduos nas decisões relevantes para a sociedade em que vivem, estando para além da mera disputa por cargos eleitoreiros, impressão que, infelizmente, permeia o imaginário popular no que ser refere a esse tema A Política, infelizmente, está relacionada com a ocorrência de decisões que, a despeito de influenciarem a vida de um número bastante significativo de pessoas, são tomadas por uma minoria, sem a busca de consulta à vontade popular.

Vive-se no Brasil em um sistema democrático, isto é um fato óbvio. Entretanto, a falta de participação popular nos processos políticos do país é uma constante e é significativo o número de indivíduos que mostra desconhecimento ou desinteresse para com o assunto, afirmando categoricamente detestar a Política ou, como resultado da falta de crédito nas camadas dirigentes, afirma de forma categórica que não gostam de política, que é assunto para mentes privilegiadas, que não entendem e nem querem entender seus meandros, pois se trata de algo sujo e com o qual não se deve ter nenhum contato para que se mantenha a integridade e a decência.

Sabe-se que a Política se trata de uma forma de entender e de organizar a estrutura social na qual se está inserido, é também a chance de lutar por uma sociedade menos excludente e injusta, a despeito da vontade das elites em perpetuar um entendimento da Política como um afazer do qual é capaz apenas o indivíduo dotado de boa posição econômica e que, por certo, partilha de interesses caros às camadas dominantes no cenário social. Nesta noção, apenas uma pequena parcela de indivíduos estaria capacitada a entender e a determinar as características políticas da sociedade vigente, situação que contribui para que este contexto permaneça inalterado e impregnado de injustiça.

Para entender a conformação de uma determinada sociedade, precisa-se compreender as bases políticas que a coordenaram. A estrutura política é determinada pela infra-estrutura econômica. Aqueles que detêm o poder econômico e o exercem tendem a atuar na função de articuladores da estrutura política nas sociedades e, normalmente, para conseguir a manutenção da situação que os favorece, prejudicam a articulação, a maneira pela qual se organizam as forças políticas que não estejam em sintonia com os seus interesses. Nesse sentido, ganha relevo a fama pejorativa que movimentos de cunho popular adquirem nas sociedades que se organizam sob a égide do capitalismo: eles são atacados, normalmente, desde a sua gênese, sendo esta uma estratégia das classes abastadas para evitar que tais movimentos adquiram relevo e se tornem efetivas ameaças para a injusta ordem vigente.

Em decorrência desse domínio, um grande número de pessoas é afastado da oportunidade de pensar e de fazer a Política em virtude de uma pretensa incapacidade para essa função, deixando as decisões a serem tomadas por uma elite que, assim, adquire o respaldo para perpetuar uma estrutura social sob o signo da injustiça. Nesse contexto, adquire notável relevância transformações que possibilitem o acesso efetivo da maioria populacional aos reais ditames da Política. Só assim ela poderá, de fato, estar a serviço dos interesses e necessidades populares. Mas a indiferença é impressionante, e existe, de forma velada, uma declaração universal dos omissos, com o discurso cínico de que “não adianta mesmo, as coisas não vão mudar.”

Em oposição a esse contexto, ganha realce as políticas de orientação voltada para o marxismo, as quais visam beneficiar amplos setores na sociedade e não apenas uma minoria. Tradicionalmente, tais posicionamentos tendem a ser combatidos nas sociedades articuladas sob os moldes do capitalismo, mas, nos últimos tempos, políticos de tendências mais populares, mais comprometidos com as causas sociais passaram a assumir funções de destaque na sociedade nacional, a exemplo da presidência conquistada por Luis Inácio Lula da Silva, anteriormente um líder de cunho popular, chefe do Partido dos Trabalhadores – o PT. Embora hodiernamente ele tenha assumido um caráter um tanto incompatível com sua vertente de luta trabalhista, sua vitória representou uma notável conquista das classes trabalhadoras numa nação dominada pelo patriarcalismo e pelo apego a uma estrutura política tradicional, ainda que injusta.

Professor Luiz Carlos Rodrigues da Silva

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Meinha continuará no Santa Quitéria

Meinha
O técnico Edmilson Gomes, Meinha, renovou contrato por mais uma temporada com o Santa Quitéria. O treinador, vice-campeão maranhense de 2010, tinha convites de outras equipes, mas decidiu por continuar no time do Baixo Parnaíba, depois de uma reunião com o presidente de honra Manin Leal. O treinador pediu reforços, deixando claro que pretende contar com mais um zagueiro, um lateral-esquerdo, um meio-campista e um atacante.

O Santa Quitéria deverá começar sua preparação no início de fevereiro. A estréia da Raposa no Campeonato Estadual, será contra São José de Ribamar, dia 13 de março.

Prefeito de Tuntum aumenta patrimônio e promove demissão em massa

C. Cunha, prefeito de Tuntum
O prefeito de Tuntum, Francisco das Chagas M. da Cunha, que a cada dia aumenta mais o patrimônio pessoal, desde o início do ano vem promovendo dezenas de demissão a cada dia.


Mais de 300 pessoas foram jogadas no olho da rua. Existem casos em que uma famílias inteira foi demitida. O emprego era o único sustento deles.

Enquanto tira o ganha pão das famílias, Chico Cunha vai adquirindo fazendas e mais recentemente uma chácara. A sua filha, Rafaelle Cunha, que é secretária de Saúde do município, comprou há pouco tempo uma gráfica.


Tuntum atravessa uma das piores fases de sua existência por causa do caos administrativo alí implantado. Mas a população acredita que agora as coisas podem mudar.

É que boa parte dos políticos que levou os votos dos eleitores de Tuntum em 2010, ocupa cargos destacados nos governos estadual e federal.


Edison Lobão, por exemplo, agora ministro de Minas e Energia, proporcionalmente obteve a maioria dos votos em Tuntum. Foi apoiado por todas as alas políticas.

Além disso, receberam votos por lá os deputados Pedro Novais (ministro do Turismo), Pedro Fernandes (secretário de Cidades) e Max Barros (Infraestrutura).


Tuntum deve contar ainda com o apoio do secretário de Agricultura, Cláudio Azevedo, que é casado com Ana Isabel, ex-prefeita por dois mandatos e ex-secretária daquele município.

Se o sonho for transformado em realidade, Tuntum agora vai. Do contrário, ainda vai…pro brejo.


Blog do Cardoso

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Definida a reapresentação do Cordino



Na próxima segunda 24, o Cordino Esporte Clube inicia sua preparação visando a disputa do Campeonato Maranhense da 1ª divisão 2011. A apresentação do grupo será as 16h00, no estádio Leandro Cláudio da Silva (Leandrão).
De acordo com informações do diretor de futebol, Magno Luzardo, boa parte do grupo do Cordino é formado por jogadores que disputaram a 2ª divisão no ano passado. A equipe será comandada pelo técnico Edelson Oliveira. A diretoria está tentando a contratação de alguns reforços.

O Cordino estréia no Campeonato Maranhense, dia 27 de fevereiro, contra o Bacabal no estádio Leandrão.



terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Diretor do Cordino critica declaração do presidente da FMF

Para muitos dirigentes de clubes maranhenses o presidente da FMF mostra a cada dia que de fato não tem nenhum compromisso em erguer o futebol do estado, ao afirmar que prefere ver o Flamengo pela televisão do que ir ao estádio acompanhar os jogos de futebol no Maranhão. O diretor de futebol do Cordino Esporte Clube, Magno Luzardo, também lamenta a triste declaração do presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Alberto Ferreira. " Ele foi infeliz ao dar essa declaração principalmente por ser a pessoa que está no comando do futebol maranhense, que tipo de incentivo ele tá dando para os torcedores? Ele mostra que não está preocupado com o futebol do nosso estado". Disse Magno.

Corregedor manda aprofundar investigações contra juiz Thales Ribeiro

Juiz Thales Ribeiro de Andrade

O corregedor-geral da Justiça mandou instaurar nesta terça-feira, 18, Processo Preliminar de Investigação (PPI) contra o juiz Thales Ribeiro de Andrade, da Comarca de Dom Pedro. O desembargador Antonio Guerreiro Júnior justifica a decisão – de ofício, ou por iniciativa própria – pela necessidade de esclarecer fatos imputados ao juiz. Caso comprovadas as denúncias, defende a aplicação das penalidades cabíveis.

O PPI significa que o juiz passa à condição de investigado e a Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) vai aprofundar as investigações. Não há prazo a ser observado nessa etapa. O procedimento, contudo, pode resultar em Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) a ser apreciado pelo Pleno do Tribunal de Justiça, caso a CGJ o recomende.

É a segunda vez que o corregedor intervem na questão. Em outubro do ano passado, determinou a abertura de procedimento administrativo e fixou prazo de 15 dias para que Thales Ribeiro apresentasse defesa.

A peça não trouxe elementos novos que esclarecessem o rol de denúncias contra o magistrado. As inconsistências, contudo, levaram a Corregedoria a desconsiderar pedido para arquivamento do processo.

“Não me sinto firme a decidir pelo arquivamento do processo (...) porque dúvidas existem quanto à regularidade da postura funcional sindicado, a envolver o resguardo aos interesses da judicatura maranhense”, anotou Guerreiro Júnior.

Na decisão, o corregedor recorre à LOMAN (Lei Orgânica da Magistratura Nacional) para fundamentar a abertura do processo, ao citar entre os deveres do magistrado a “manter conduta irrepreensível na vida pública e particular”.

Thales Ribeiro de Andrade é apontado por série de irregularidades no exercício da magistratura. O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Dom Pedro, Joselândia, Santo Antonio dos Lopes desfechou campanha sistemática contra o juiz na imprensa, no ano passado, em razão de atos que teriam ferido direitos da entidade e da sua presidente.

Uma multa aplicada ao sindicato culminou, inclusive, na apreensão de suposto bem da presidente Vera Lúcia Alves Pereira. Foi informado mais tarde que esse bem – uma moto – não pertencia a ela, mas a um parente. Ribeiro também é citado como suposto mandante da prisão, sem fundamentação legal, de manifestantes a sua conduta.

Em setembro de 2010 o Tribunal de Justiça aplicou pena de censura ao juiz. Entendeu que ficaram comprovadas a ausência dele da Comarca de Dom Pedro, e a falta de autorização, para lecionasse em faculdade de São Luís. Esse fato teria ocorrido entre o segundo semestre de 2007 e o primeiro semestre de 2008.

Ainda em outubro, a Corregedoria Geral da Justiça intimou sindicato, presidente e entidades signatárias das denúncias a apresentarem acusação formal e provas. Nenhum deles apareceu.

Assessoria de Comunicação da Corregedoria
asscomcgj@tjma.jus.br

Torneio de Inverno: Sampdória goleia na estréia


Sampdória
A equipe da Sampdória conseguiu uma boa vitória em sua estréia pelo tradicional Torneio de Inverno de Futebol. A Sampdória com um time bastante jovem aplicou 6 a 1, no América, maior goleada da 2ª rodada. Além da Sampdória, outras três equipes também estrearam na competição: VEC, MPB e CBC.


Resultados da 2ª rodada


15 e 16/01/2011

Esporte Cerâmica 0 x 0 Juventus
MPB 1 x 2 Bad-Boys
VEC 3 x 3 Lazio
Sampdória 6 x 1 América
Juá 3 x 1 Ajax
CBC 1 x 3 Monte Azul
Calvário 4 x 0 Canadá
Centro dos Ramos 2 x 3 Parma

ENQUETE - Deixe o seu voto!




Caros leitores, vote na enquete que irá expirar no próximo sábado (22). Enquete: Em qual destes vereadores você não votaria novamente?

Lembramos que faltam apenas quatro dias para o encerramento da enquete. Participe e não deixe de votar!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A vaga é do partido ou da coligação?



O imbróglio está no ar: a vaga de um candidato eleito pertence ao partido. Portanto, se ele renunciar ao mandato ou for cassado, por abandono da legenda a que pertence, sua vaga deverá ser preenchida pelo primeiro suplente de seu partido. Se este primeiro suplente for apenas o quinto suplente de uma coligação integrada por, digamos, cinco siglas, continuará ele a ter direito à vaga. Esse entendimento do STF, tomado em dezembro em resposta a um mandado de segurança impetrado pelo PMDB, está causando alvoroço na frente política em decorrência da alteração nas planilhas partidárias, neste momento em que mais de 40 parlamentares foram convocados para compor o secretariado dos Estados. Apesar de abrigar, à primeira vista, sólida fundamentação, eis que candidato não tem vida política fora de uma sigla e nenhuma candidatura se torna viável sem desfraldar a bandeira partidária, a decisão do Supremo ganha questionamentos bastante consistentes em sentido contrário. Ou seja, os fundamentos em favor da tese de que a vaga deve ser ocupada pelo primeiro suplente da coligação, e não do partido, são vigorosos e merecem consideração.

É oportuno lembrar, primeiro, que partidos políticos representam parcelas do pensamento social. Em tese, os eleitos devem levar para os foros que abrigam o mandato popular as teses e as demandas expressas pelos contingentes que os elegeram. E o que significam coligações? Elas são facultadas pelo artigo 6.º da Lei 9.504/97, que permite aos partidos, dentro de uma mesma circunscrição, selar uma união para a eleição majoritária, proporcional ou para ambas. Trata-se de pessoa jurídica pro tempore. Ora, ao se juntarem numa coligação, as siglas assumem na prática as prerrogativas e obrigações de um partido político para efeitos eleitorais, somando tempos a que têm direito no rádio e na TV, para efeito de maior exposição midiática, processo que culmina com a soma dos votos alcançados pelo conjunto. Urge esclarecer que para a eleição majoritária as coligações têm como foco o acréscimo de tempo na propaganda eleitoral gratuita, e para a eleição proporcional o interesse maior está no cômputo geral dos votos.

É evidente a forte relação de causa e efeito que se extrai da coligação eleitoral. Pelo nosso sistema, as vagas são determinadas a partir do chamado quociente eleitoral, que resulta do número de votos válidos pelo número de vagas a preencher em cada Estado. Essa conta – soma dos votos nominais e de legenda – é feita para cada sigla e para as coligações. No caso destas, os candidatos mais votados, independentemente do partido a que estejam filiados, encabeçarão a lista para preenchimento das vagas. Fechando-se o circuito parlamentar de cada Estado, atendendo sempre à ordem decrescente de votação e em consonância com o quociente eleitoral, forma-se, a seguir, a lista dos suplentes, que são convocados a ocupar o cargo em casos de impedimento, renúncia ou morte do titular.

Neste ponto, chega-se à questão factual que se pinça da decisão (de certa forma surpreendente) do STF. A ordem de suplência não se vincula mais à votação nominal obtida pelos candidatos de uma coligação, e sim ao partido político a que ele pertence. Vale esclarecer que a Corte concedeu liminar acolhendo a tese de que, com a renúncia de um parlamentar do PMDB, o deputado Natan Donadon (RO), a vaga deveria ser preenchida por suplente do mesmo partido. Em seu mandado de segurança, o partido alegou que o primeiro suplente, Agnaldo Muniz, se desfiliara do PP, que à época compunha a coligação. Emergiu a interrogação: a decisão do STF valeria para todos os casos? Independentemente do fato de ter deixado ou não um partido que fez parte de uma coligação, o primeiro suplente deve ceder a vaga a outro, do partido que abriu a vaga? Ricardo Vita Porto, experimentado advogado eleitoral com visão discordante do STF, argumenta que a Corte deveria ter permitido a posse do primeiro suplente da coligação. Afinal, esse foi o veredicto das urnas. Se este tiver cometido infidelidade, o ator partidário que se sentir preterido deve procurar seu direito na Justiça Eleitoral. Essa é a liturgia sugerida pela norma.

Se o entendimento é que a decisão do Supremo define os horizontes para todos os casos de suplência, fortes argumentos acabam indo para o baú. Vejamos. A coligação, embora adquira caráter temporário, desfazendo-se logo após o processo eleitoral, assume status de partido político. As consequências geradas por ela devem perdurar no tempo, eis que os parceiros foram legitimados pelo processo eleitoral. Portanto, os eleitos por uma coligação também assumem, à semelhança dos eleitos por um partido, escopos e ideários expressos pelas siglas que a integram. Dir-se-ia, até, que representariam parcelas mais plurais do pensamento social. Portanto, sob o prisma doutrinário, alicerce da democracia partidária, não há razão para questionar a identidade dos perfis eleitos por uma coligação. Como candidatos, apresentaram-se ao eleitor, expuseram ideias, comprometeram-se com demandas. Cada um ficou chancelado com a marca (identidade das parcelas eleitorais) e o tamanho (quantidade) dos votos. Cassar essa condição, desmanchar o jogo depois de jogado, é simplesmente maltratar as regras de nossa incipiente democracia. Ou seria esse mais um exemplo de judicialização da política?

Se a confusão, que mais parece um angu de caroço, começa na mesa da coligação proporcional, por que, então, não extingui-la de nossos códigos? O fato é que privilegiar um suplente com votação bem inferior à de outros é desprezar a vontade do eleitor. Cabe ao Poder Judiciário apreciar os vazios constitucionais e preenchê-los com lições de Direito e, sobretudo, de bom senso. Como a questão foi tratada nos termos de uma liminar, a tomada de decisão não é, portanto, definitiva, pode-se prever um desfecho coroado pela tradição de respeito à vontade popular e ao espírito do tempo.


Por Gaudêncio Torquato (O Estado de S.Paulo)

domingo, 16 de janeiro de 2011

Prefeitura de Nova Iorque abre concurso público

A Prefeitura de Nova Iorque (MA) abre concurso para 39 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários vão de R$ 540 a R$ 3 mil.

Os cargos são de advogado, assistente social, médico do PSF, nutricionista, psicólogo, professor de matemática, ciências, inglês, geografia, história, educação física e professor de 1° a 4° série, professor de português, técnico em enfermagem (PSF), técnico de enfermagem, auxiliar de saúde bucal, auxiliar de laboratório, fiscal de vigilância sanitária, vigia e guarda-vidas.

As inscrições poderão ser feitas de 17 de janeiro a 4 de fevereiro na Praça da Matriz, s/nº, Centro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, ou no site www.institutoludus.com.br. A taxa varia de R$ 45 a R$ 200.

A prova objetiva será aplicada em 20 de março.

Coluna do Álvaro Braga: O PACTO

Por Álvaro Braga

Corria o ano de 1930 em Barra do Corda. Em certa noite, estavam reunidos três amigos inseparáveis, que não possuíam vícios: Hamilton Nava (pai de Milton Nava), Olímpio Ribeiro Fialho (pai de Ruben Fialho) e Eurico Euclides Arruda (pai de Zé Arruda).

Costumavam reunir-se à noite em casa de amigos na antiga e gramada rua Formosa, hoje rua Frederico Figueira, para conversarem, contarem histórias, à luz da lua, quase sempre tomarem um café com bolo, feitos por dona Chicuta, Antônia Negreiros ou pela dona Morena, como era de praxe naqueles tempos românticos em que a cidade não tinha calçamento, rádio nem luz elétrica.

Já tarde da noite, Olímpio Fialho comentou: Amigos, vamos fazer um pacto? Hamilton Nava e Eurico Euclides se entreolharam, sem entender a pergunta, e indagaram ao mesmo tempo o teor de tal pacto. Olímpio então falou: - Olha, meus amigos, nós somos pessoas esclarecidas e temos um bom discernimento sobre o mundo e a vida. Eu sugiro que, quem for primeiro para o outro mundo, que venha avisar aos outros. Vamos jurar? Não é preciso dizer que mais uma vez os outros dois se olharam espantados, mas mesmo assim resolveram jurar solenemente, com uma mão sobre a outra.

Um dia, em 1931, correu a notícia da morte de Hamilton Nava. Os dois amigos restantes esperaram apreensivos por muitos dias alguma comunicação ou aparição. Tudo em vão, pois a alma de Hamilton Nava não deu o ar de sua graça. Não veio.

Anos depois falece Eurico Euclides Arruda. Esse veio. Apareceu a Olímpio Fialho e falou o seguinte:

“– Olímpio, a morte é como uma onça. Não é tão feia como se pinta. Aqui rapaz, é muito melhor do que aí. Por que? Aqui não se fica pensando no que vai comer amanhã, não há preocupações. Tanta coisa que tem significado aí, aqui não tem a menor importância. Aqui não é necessário conhecer nada, o que vale é o espírito e a pureza de cada um. Conhece-te a ti mesmo meu amigo! E não transmite prá ninguém o que não és!”

Se esvaiu em uma névoa e partiu do mesmo modo em que surgiu.

Olímpio Fialho, ainda trêmulo pela visão metapsíquica, foi contar à sua mulher: - Anízia, sabes o que acabou de acontecer? O Eurico apareceu!

Como moral da história podemos tirar a seguinte conclusão: A cada um segundo as suas obras!