quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Flávio Dino deve reassumir comando da Embratur na próxima semana

Do blog do Marden Ramalho


Fontes do blog confirmaram que Flávio Dino deve reassumir suas atividades como Presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), no próximo dia 7 de março. Flávio está em Brasília desde o falecimento do filho Marcelo Dino – ocorrido no último dia 21 de fevereiro – acompanhando de perto os desdobramentos, inclusive investigativos, da morte do filho.

Mesmo abalado física e emocionalmente pela perda de Marcelo, Flávio vai tentando aos poucos retomar a vida. Diariamente tem recebido milhares de mensagens de pesar e apoio. Isso tem ajudado Flávio a ir se fortalecendo aos poucos, criando as condições para que possa reerguer-se e seguir adiante. O golpe foi duro e Flávio Dino sentiu.

Todos os que se manifestam são categóricos em afirmar que não é qualquer um que conseguiria sair de uma sinuca de bico dessas. Muitos até perderiam o juízo ou mesmo estariam a divagar, como que fora da realidade. Diversos especialistas em situações pós-traumáticas reconhecem isso e todos os que gostam de Flávio e vivem com ele essa tragédia tentam reanimá-lo. Inclusive com acompanhamento médico.

Flávio tem se fortalecido junto aos familiares e amigos que se revezam diariamente no apoio a ele e os outros membros da família. A sólida formação intelectual permite a Flávio entrar no momento em profundo estado de transcendência, ao mesmo tempo em que busca o verdadeiro sentido para tudo o que está acontecendo.

“É uma provação muito grande.”, dizem aqueles que apostam todas as fichas na capacidade de recuperação/superação que possui Flávio Dino.

Paralelo a isso, Flávio tem mantido contato constantemente com a Direção do PCdoB aqui no Maranhão e hoje deve receber, em Brasília, a visita do amigo e Secretário Nacional de Organização do PCdoB, Walter Sorrentino para trocar figurinhas sobre o futuro.

Adiante, Flávio.

São Luís e o Maranhão inteiro choram juntos e rasgam o peito com sua dor fremente, mas com a convicção da missão reservada a todos nós, sobretudo a você, Flávio Dino de Castro e Costa.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Contratação: Lateral está de volta ao Cordino


A diretoria do Cordino acaba de contratar o lateral-direito Juninho, com o objetivo de resolver o problema do setor. O ala já teve uma passagem pelo time de Barra do Corda, oportunidade em que disputou o Campeonato Maranhense do ano passado. No segundo semestre de 2011, Juninho defendeu o Sabiá de Caxias, na disputa da Segunda Divisão, quando a equipe dos Cocais garantiu o acesso. Juninho chegou e já se integrou ao restante do elenco.

A Droga : Verdades e Mitos

www.brasil.gov.br

O crack gera dependência logo na primeira experiência. Verdade ou mito?
Mito. Apesar de ser absorvido quase totalmente pelo organismo, apenas o uso recorrente do crack causa dependência. Diferentemente de outras drogas, entretanto, o crack causa sensações intensas e desagradáveis quando seus efeitos passam, o que leva o usuário a repetir o uso. Esta repetição, junto com o efeito potente da droga, leva o usuário a ficar dependente de forma mais rápida.
O crack só atinge a população de baixa renda. Verdade ou mito?
Mito. O crack foi considerado inicialmente uma droga “de rua”. Por ser barata e inibir a fome, muitos moradores de rua e pessoas em situação de miséria recorrem à droga como medida paliativa. O contexto social do usuário também é um fator agravante - é mais comum uma pessoa se tornar usuária de crack quando o meio social facilita o acesso. Apesar disso, hoje o crack atinge todas as camadas sociais.
O usuário corre mais risco de contrair DSTs/AIDS. Verdade ou mito?
Verdade. Isso ocorre porque os usuários da droga costumam adotar comportamentos de risco, como praticar sexo sem proteção. Influenciados pela necessidade de consumir o crack, muitos usuários crônicos também recorrem à prostituição para conseguir a droga.
“Meu filho consome crack e eu penso em denunciar o traficante. Nesse caso, meu filho será penalizado também”. Verdade ou mito?
Mito. A pessoa que denunciar o traficante tem sua identidade preservada pelas autoridades policiais, portanto, seu filho usuário não será exposto. Porém, apesar da lei de drogas prever que o uso de drogas não seja punido com restrição de liberdade, o porte de drogas continua sendo crime no Brasil.
O médico é obrigado a notificar a polícia quando atende um usuário em situação de intoxicação aguda. Verdade ou mito?
Mito. A legislação brasileira não obriga profissionais da área médica a notificar a polícia sobre os atendimentos realizados a usuários de drogas em situação de intoxicação aguda. As autoridades policiais são chamadas apenas em casos extremos, em que o comportamento do paciente põe em risco sua própria integridade física ou a saúde de terceiros.
By Marcos Carvalho

Carnaval: Mais fotos do Bloco Os Capelobos









Torneio de Inverno: Definidos os confrontos das quartas de final


As 5 partidas que completaram as oitavas de final definiu os classificados para a próxima fase do tradicional Torneio de Inverno de futebol de Barra do Corda. Guarani e Juá empataram em 2 a 2, com o Juá levando a vaga nos pênaltis. O Canadá fez 2 a 0, no Atlético da Vila. O time do Celtic passou pelo Fumaça por 4 a 2. O Esport Júnior goleou a Portuguesa por 4 a 1, o Calvário também passou fácil pelo Mansão por 5 a 1.

Confrontos das quartas de final

Monte Azul x Calvário
Juventus x Celtic
Porto x Canadá
Esporte Júnior x Juá

Açailândia abre 622 vagas. Confira

As taxas vão de R$ 30 a R$ 65.

G1

AÇAILÂNDIA - A Prefeitura de Açailândia (MA) abriu concurso para 622 vagas - 154 para nível superior, 166 para nível médio e 302 para nível fundamental. Os salários vão de R$ 622 a R$ 7.500 (veja aqui o edital).

As inscrições serão realizadas de 27 de fevereiro a 9 de março nos sites www.fsadu.org.br/concursos e www.sousandrade.org.br/concursos. As taxas vão de R$ 30 a R$ 65.

Os cargos de nível superior são de assistente social, biblioteconomista, biólogo, educador em saúde pública, educador físico, enfermeiro, engenheiro ambiental, engenheiro civil, farmacêutico-bioquímico, fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo, psicopedagogo, terapeuta ocupacional, médico ambulatorial - cardiologista, cirurgião, endocrinologista, geriatra, ginecologista/obstetra, infectologista, médico do trabalho, nefrologista, neurologista, ortopedista, otorrinolaringologista, pediatra, pneumologista, urologista, médico clínico - ESF, médico plantonista - anestesista, cirurgião, ginecologista/obstetra, ortopedista, pediatra, clínico, professor ensino fundamental 6º ao 9º ano - ciências, educação física, geografia, história, inglês, língua portuguesa e matemática, professor de braille, professor de libras, professor de música, professor de transcritor de braille, professor de ensino fundamental 1º ao 5º ano e professor de educação infantil.

Os cargos de nível médio são de agente administrativo, instrutor de informática, intérprete de libras, técnico em enfermagem do trabalho, técnico em laboratório, técnico em radiologia, assistente de serviços de saúde, secretário de unidade escolar e técnico em enfermagem.

Os cargos de nível fundamental incompleto são de agente de limpeza pública, motorista, agente de portaria e auxiliar de serviços gerais.

A prova de conhecimentos será realizada em 1º de abril.

Novo piso nacional dos professores da rede pública é de R$ 1.451

Reajuste é de 22% em relação a 2011, e é o mínimo que pode ser pago aos professores de nível médio

O Ministério da Educação fixou o novo piso nacional dos professores da rede pública em R$ 1.451. O reajuste é de 22% em relação ao ano passado e o valor é o mínimo que pode ser pago aos professores de nível médio com jornada de 40 horas semanais.

O reajuste se baseou no aumento do gasto por aluno da rede pública calculado pelo Fundeb, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica.

Fonte: G1

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Vereador mata namorada do pai com tiro

De acordo com informações da Polícia, o acusado premeditou o crime se dirigindo até a casa da vítima

Welson Lopes de Andrade (PSL) [Foto/Arquivo]

Vereador da cidade de Paulo Ramos, identificado como Welson Lopes de Andrade, de 37 anos, é acusado de um homicídio brutal. A vítima foi identificada como Rosilene Feitosa Rodrigues, de 35 anos. O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira (27).

As informações da polícia dão conta de que a vítima era companheira do pai de Uelson. E o parlamentar não gostava do relacionamento entre o pai e a vítima. Ela tinha três filhos com o pai de Welson.

O crime
Welson chegou a casa de Rosilene em uma Montana, de cor preta. Ele pediu para que um adolescente de 12 anos, que é irmão dele por parte de pai, chamar a mãe. Quando ela apareceu na porta, o vereador sacou um revólver e disparou uma vez.

O tiro acertou a cabeça de Rosilene que morreu no local. Após o crime, Welson fugiu e deixou o carro em uma fazenda de sua propriedade. Depois desapareceu.

A polícia segue a linha de investigação de que o suspeito teria planejado o crime e fugido em uma moto com ajuda de outra pessoa.

Folhamaranhão.com

Pré-candidatos de oposição se reúnem em Barra do Corda




Em reunião realizada no último fim de semana, os sete pré-candidatos a prefeito do grupo de oposição de Barra do Corda defenderam suas idéias visando as eleições de outubro, e ao final do encontro todas as divergências foram dirimidas. Por parte dos pré-candidatos era nítida a demonstração de maturidade política. Apesar de ter surgido por parte de um militante a proposta de já definirem na própria reunião a escolha de só quatro nomes, os próprios pré-candidatos foram favoráveis a uma avaliação através de pesquisa. Os pré-candidatos Antonio Soares (PT), Aristides Milhomem (PSD), Capitão Ribeiro (sem partido), Eric Costa (PSC), Gil Lopes (PR), Leandro Sampaio (PP) e Perdigão Filho (PRTB), em dado momento da reunião ficaram a sós e decidiram criar uma comissão para dirigir os trabalhos do grupo. A pesquisa de opinião pública, com valor qualitativo e quantitativo será realizada em março, sendo um dos itens que determinará o candidato da oposição.

Roseana tenta mais uma vez adiar audiência de cassação no TRE-MA

Por Jorge Vieira (Jornal Pequeno)

A governadora Roseana Sarney (PMDB) ingressou com um recurso no Tribunal Regional Eleitoral, na última sexta-feira (24), solicitando que as testemunhas de defesa no processo em que o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) pede a cassação do seu mandato e do vice Washington Oliveira (PT), por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2010, sejam convocadas pelos Correios e não apresentadas no dia 5 de março, conforme convocação do juiz Sérgio Muniz.

Como o pedido será julgado pelo plenário, a oitiva corre o risco de ser adiada pela quarta vez. Muniz marcou a audiência após o ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Arnaldo Versianni, relator do processo de cassacão, determinar expressamente que ele cumpra a ordem para concluir as oitivas das testemunhas até o dia 10 de março, sendo que até esta data, de uma forma ou de outra, seja devolvida imediatamente a carta de ordem ao TSE.

O despacho do ministro Versianni atendeu aos pedidos dos advogados Rodrigo Lago e Rubens Junior e o juiz Sérgio Muniz designou a audiência para o dia 5 de março, ocasião em que determinou que Roseana Sarney e Washington Oliveira , se quiserem, apresentem suas testemunhas como manda a Lei.

Roseana Sarney, no entanto, visando adiar mais uma vez as oitivas, entrou com um recurso (agravo regimental) no TRE dia 24 de fevereiro, para que o juiz do TRE determine que as testemunhas de defesa sejam intimadas pelos Correios, por meio de aviso de recebimento, em vez de apresentadas.

‘A governadora não quer nem mesmo levar suas testemunhas de defesa para a audiência. Coisa inédita, os acusados não querem que suas testemunhas, na sua quase totalidade auxiliares do governo e aliados políticos de Roseana e Washington, compareçam espontaneamente à audiência, mas que sejam intimadas’, reclamam os advogados de acusação.

O recurso deverá ser julgado novamente pelo TRE no decorrer da semana pelo mesmo plenário que retirou o juiz federal Nelson Loureiro do processo e retornou Sérgio Muniz para a condução da carta de ordem.

Segundo o advogado Rodrigo Lago, ‘a Lei Eleitoral é bem clara quando diz que as partes do processo é quem devem apresentar suas próprias testemunhas na audiência. O que, aliás, ocorreu no caso Jackson Lago. Mas Roseana não quer se submeter à Lei que todos estão obrigados a cumprir’, denuncia.

Na avaliação de Rodrigo Lago, ‘a intenção de Roseana Sarney e Washington Oliveira é apenas criar impasses, tumulto processual, chincanas, pois a intimação das 10 testemunhas de defesa, pelos Correios, algo inédito em se tratando de processo eleitoral, levaria meses até, para concluir todas as intimações’.

Diante do novo recurso apresentado por Roseana, a banca que defende a cassação acredita que o ministro Arnaldo Versianni, do TSE, atenda ao pedido autor do processo, para que venha pessoalmente a São Luís realizar a audiência.

John Cutrim

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Após sofrer forte pancada na cabeça, atacante do Cordino é encaminhado ao Socorrão de Presidente Dutra




Barra do Corda - O atacante Giovane, do Cordino, foi encaminhado ao Socorrão de Presidente Dutra, logo após sofrer uma forte pancada na cabeça em disputada de um lance aos 15 minutos do 2º tempo, na partida contra o Sabiá. O jogador acabou substituído e foi para o banco de reservas, onde minutos depois começou a sentir-se mal. A partida foi paralisada para que a equipe do SAMU prestasse os primeiros atendimentos ao atleta. Giovane foi levado para o Hospital Acrisio Figueira, em Barra do Corda, mesmo assim o jogador foi encaminhado ao Socorrão da cidade de Presidente Dutra, onde chegou inconsciente. O blog entrou em contato com um dirigente que acompanha o jogador e este informou que por volta das 21h30, Giovane já estava consciente e conversando.

Cordino vacila em casa, só empata com o Sabiá e segue em último


Mesmo jogando diante de sua torcida o Cordino só empatou com o Sabia em 2 a 2, no estádio Leandrão. Depois da punição em que perdeu seis pontos, este é o primeiro ponto da Onça. O Cordino abriu o placar com Ulisses aos 20 da primeira etapa. O Sabiá empatou com Thairone aos 33 minutos do primeiro tempo, um minuto depois Ulisses novamente colocou a Onça na frente. Sharlynson empatou para o Sabiá aos 11 minutos da etapa complementar.
A situação do time de Barra do Corda é bastante complicada por ocupar a última posição na tabela de classificação. O Sabiá de Caxias também não vive um bom momento e tem apenas dois pontos.

O Cordino volta a campo no próximo domingo 4, para enfrentar o Bacabal fora de casa, no estádio Correão. O Sabiá encara também no domingo, a equipe do Santa Quitéria no estádio Rodrigão, em Santa Quitéria.

Carnaval: Mais fotos do Bloco Os Empoados










Esfera que caiu no MA teria como alvo acertar o Senador José Sarney

Do site de humor G17

Segundo informações preliminares da NASA, a esfera que caiu no Maranhão foi uma jogada extraterrestre para acertar José Sarney. Mas o Senador escapou mais uma vez de sofrer punição.

A informação foi divulgada secretamente pelos cientistas da NASA para o governo brasileiro. A NASA disse que desde 2010 sinais do outro mundo apontavam que um senador brasileiro iria receber futuramente uma punição dos céus.

Sarney – que sempre escapou das punições da justiça – provou por A mais B, que nem um objeto não identificado vindo do céu é capaz de acertá-lo.

John Cutrim

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Imagens do carnaval de Barra do Corda










Carro roubado em São Luís é encontrado em Barra do Corda

Tenente Nelson


A Polícia Militar de Barra do Corda conseguiu localizar na cidade um Fiat Siena ano 2011, placa de São Luís-MA, que havia sido roubado na capital na semana passada. Segundo informações do Tenente Nelson, o proprietário do veículo estava em companhia de uma pessoa de Barra do Corda, momentos depois esta pessoa não foi mais vista em São Luís. Um amigo da vítima entrou em contato com o Tenente Nelson relatando o ocorrido e disse suspeitar do veículo estar em Barra do Corda, desta forma o oficial acionou uma equipe do Serviço Velado que realizou bascas com objetivo de encontrar o respectivo veículo. Os policiais localizaram o Siena na garagem de uma residência na Vila Nenzim. O proprietário já foi informado que o seu veículo foi recuperado, e o infrator encaminhado para a delegacia de Polícia Civil para serem adotadas as medidas cabíveis.

INFORMAÇÃO: UMA FERRAMENTA DO POLICIAMENTO COMUNITÁRIO


Por conta do dilúvio, Noé utilizou-se um uma pomba para obter informações essências para manter os ocupantes da arca com vida: “Ao entardecer, quando a pomba voltou, trouxe em seu bico uma folha nova de oliveira. Noé então ficou sabendo que as água tinham diminuído sobre a terra” Gênesis 8.11. Este relato demonstra com propriedade a importância da informação nas atividades desenvolvidas pelo ser humano. No policimento comunitário não é diferente. A obtenção de informações dos cidadãos sobre os crimes e os criminosos é um instrumento de fundamental importância para a atividade de polícia. Vamos citar três exemplos dessa ferramenta tão valiosa.

Caso 1 Apreensão de um Fuzil Alemão na Vila Dantas: Após vários assaltos cometidos por dois infratores na zona rural, recebemos a informação da comunidade que na Vila Dantas, encontrava-se um homem de posse e uma arma de grosso calibre, momento em que montamos uma operação e apreendemos 8 kg de maconha, um revolver calibre 38, o homicida, um fuzil.556 Alemão, uma motocicleta roubada e vários objetos produto de roubo;

Caso 2 Apreensão de 47 pedras de crack : Foi através de ampla divulgação na imprensa na TV Jitirana, sobre a expansão do crack em Barra do Corda, que as pessoas passaram a informar as polícias os pontos de comercialização de entorpecentes na cidade, uma semana depois foi apreendido 16 papelotes de maconha e 47 pedras de crack na cidade;

Caso 3 Assaltantes no Carnaval: Após cometerem vários assaltos no carnaval, três infratores foram presos graças a atitude do cidadão que decorou a placa do veículo que era utilizada pelos bandidos repassando a polícia civil. Esta por sua vez, através Rede de Integração Nacional de Informações de Segurança Pública, Justiça e Fiscalização - REDE INFOSEG, localizou o endereço de um dos envolvidos culminando com a prisão dos delinquentes. Com essa atitude, o cidadão contribuiu para tirar de circulação os bandidos que possuíam um vasto histórico de crimes.
Ver-se, portanto, que a informação é uma ferramenta do policiamento comunitário. Este por sua vez, só se concretiza quando existe um vínculo sólido de confiança entre a comunidade e a polícia. O controle do crime ganha outra configuração. O cidadão, os órgãos policiais, as organizações não governamentais, o poder público, a comunidade de negócio e a mídia passam a serem parceiros na transformação proativa da segurança pública, visando à melhoria da qualidade de vida de todos.

Capitão Valtermar Pinto Ribeiro- Comandante da 1ª Companhia, Multiplicador de Policiamento Comunitário, Especialista em Direitos Humanos (DF), Orientador de Formação de Conselhos Comunitários de Segurança.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Flávio Dino fala pela 1ª vez sobre a morte do filho Marcelo, de 13 anos

Por Saulo Araújo (Correio Braziliense)

Uma sucessão de erros tem chance de ter contribuído para a morte de Marcelo Dino. Um relatório escrito por uma das médicas que atendeu o estudante de 13 anos revela que não havia profissionais habilitados na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Santa Lúcia quando o garoto passou mal. A Polícia Civil do DF investiga também a falta de aparelhos fundamentais para contornar as crises asmáticas do menino, além de apurar por que Marcelo foi levado, primeiramente para uma UTI adulta, e, horas depois, transferido para uma unidade pediátrica sem equipamentos adequados para o tratamento.

O filho caçula do presidente do Instituto Brasileiro deTurismo (Embratur) e ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB-MA) morreu há 10 dias, após passar 18 horas internado na unidade de saúde, na 716 Sul. Flávio prestou depoimento ontem na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

Ao fim da oitiva, que durou mais de quatro horas, ele conversou com a reportagem, pela primeira vez desde a perda do filho, sobre o trágico episódio que tirou a vida de Peixinho, como Marcelo era conhecido.

“Eles receberam o meu filho vivo e me entregaram morto”, desabafou (leia entrevista). O Correio também teve acesso ao parecer assinado por uma pediatra intensivista. No documento, ela narra desde o momento em que o adolescente chegou ao hospital, pouco depois das 12h, até a hora da morte, às 6h15 (leia fac símile). Num dos trechos, a médica confirma que estava ausente da UTI na hora em que o estudante começou a apresentar dificuldades para respirar. “Fui chamada pela auxiliar para avaliar o Marcelo devido à queixa de desconforto respiratório”, escreveu.

A profissional ratifica ainda a versão dos parentes, de que o jovem chegou estável e consciente ao centro clínico: “Marcelo se sentia bem até a hora em que foi medicado com broncodilatadores, usados para controlar doenças que comprometem o aparelho respiratório. “Dormiu bem, mantendo os parâmetros respiratórios, sem desconforto”, atestou.

A partir daí, o quadro clínico se agravou. Os batimentos cardíacos, até então na casa dos 102bpm, baixaram drasticamente. O oxigênio se mantinha em 96%, mas despencou para 60%, minutos depois da aplicação do remédio. A gravidade do caso fez com que mais dois médicos entrassem na sala na tentativa de reanimar o menino, mas nem as sessões de massagens cardíacas, nemas 12 doses de adrenalina foram capazes de salvá-lo.

Marcelo morreu na frente do pai e da mãe, a professora da Universidade de Brasília (UnB) Deane Maria Fonseca de Castro e Costa, que também prestou esclarecimentos à polícia ontem.

Negligência

O delegado-chefe da 1ª DP, Anderson Espíndola, apura ainda a denúncia de que um aparelho essencial para levar ar aos pulmões de Marcelo estaria danificado e teria sido trocado às pressas. “Todas as informações prestadas pelos familiares que estavam no hospital vão ser confrontadas com a versão apresentada pelos médicos. Se for preciso, vou pedir a ajuda de médicos do CRM (Conselho Regional de Medicina) para entender se a conduta dos profissionais atendeu ao protocolo”, explicou o investigador.

Os três médicos que participaram do atendimento a Marcelo deveriam prestar depoimento ontem à tarde, mas, a pedido do advogado do Hospital Santa Lúcia, as oitivas foram adiadas para a próxima semana. “Não podemos retirar três médicos de uma vez só do hospital. Se isso ocorrer, pode comprometer o tratamento dos pacientes”, justificou Frederico Donati Barbosa.

O defensor negou todas as denúncias feitas por familiares. Sobre a suposta ausência de um médico na UTI, respondeu: “A sala de descanso dos médicos fica ao lado da UTI. A enfermeira não teve de andar o hospital todo para chamá-la. Assim que foi comunicada, ela (a médica) atendeu prontamente o menino”. Os parentes alegam que o socorro demorou mais de cinco minutos.

Frederico garantiu que nenhum aparelho apresentava defeito na UTI, nem houve erro na manipulação dos medicamentos. “Não houve na nenhum problema de falta de pessoal, falta de aparelho ou equipamento danificado”, disse.

A 1ª DP investiga outra morte no Hospital Santa Lúcia por suposta negligência. O Instituto de Medicina Legal (IML) divulgou o resultado parcial do laudo que apura a causa da morte de Marcelo Dino. Nos exames clínicos, os legistas não conseguiram apontar com exatidão o que levou ao óbito do garoto. Outras amostras de fragmentos serão avaliadas em um exame histopatológico, que consiste em observar microscopicamente tecidos de órgãos do paciente, com o intuito de tirar as dúvidas em relação à morte. Esse novo procedimento deve ser concluído em uma semana

Apuração

A 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) investiga a morte de uma fisioterapeuta de 28 anos, ocorrida há cerca de dois meses, também no Hospital Santa Lúcia. Juliana Araújo de Souza deu entrada no centro médico com vômito e diarreia. A família alega ter ocorrido negligência devido à suposta demora no atendimento realizado no fim da noite de 18 de dezembro do ano passado. Por volta das 7h do dia seguinte, ela morreu. Na certidão, a causa da morte foi atestada como “a esclarecer”.

Quatro perguntas para Flávio Dino, presidente da Embratur e pai de Marcelo

Como o senhor tem acompanhado as investigações sobre a morte do seu filho?

Eu só quero que o (Hospital) Santa Lúcia responda a uma pergunta: é comum um garoto de 13 anos morrer de asma dentro de uma UTI? Se eles conseguirem provar por meio de estatísticas ou através da literatura médica que isso é normal, eu me calo. Mas o que eu tenho ouvido de vários profissionais é que o meu filho estaria vivo hoje se os procedimentos adotados fossem corretos. Se o Marcelo tivesse morrido dentro da escola, eu não iria responsabilizar a instituição de ensino, mas, dentro de um hospital e dentro de uma UTI, é inadmissível aceitar que uma criança morra dessa forma. Quero que o hospital, em respeito à memória do meu filho, diga o que ocorreu naquele dia, pois eles receberam o meu filho vivo e me entregaram morto.

O que leva a família a acreditar que houve erro da equipe médica?

Eu não classifico o que ocorreu como erro médico. Eu quero que a polícia investigue se houve um crime ou não. Até agora, o Santa Lúcia não me deu nenhuma explicação. Eles (gestores do hospital) fizeram uma reunião a portas fechadas e depois divulgaram para a imprensa uma nota omissa, que não diz nada. Eu passei o dia anterior inteiro andando de bicicleta com ele. Ele se comportava bem, com saúde. O que ele teve na escola foi uma crise como tantas outras, uma asma leve que sempre foi contornada sem maiores problemas.

O que o senhor viu antes da morte do Marcelo?

Eles aplicaram uma medicação no meu filho e, em seguida, ele começou a ter dificuldades para respirar. A médica demorou a chegar e o meu filho morreu. Sem contar que eles não fizeram a entubação no Marcelo quando ele começou a passar mal e, para piorar, ainda solicitaram material quando ele estava passando mal.

Do John Cutrim