06 outubro, 2022

Equatorial Maranhão faz alerta sobre perigos de ligações clandestinas e intervenções irregulares na rede elétrica

O manuseio da rede por pessoas não autorizadas pode causar graves acidentes


A região Nordeste segue liderando o ranking de acidentes fatais com choques elétricos segundo o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Conscientização para Perigos da Eletricidade (ABRACOPEL). Ainda segundo a pesquisa, grande parte dos acidentes acontecem com pessoas não capacitadas que manuseiam a rede elétrica. Por isso, a Equatorial Maranhão alerta a população para possíveis acidentes envolvendo intervenções irregulares na rede elétrica em áreas externas. De acordo com a distribuidora, é muito importante conscientizar a população de que qualquer interferência na rede de distribuição pode causar acidentes graves e, muitas, vezes fatais.

Dentre as principais causas de acidentes envolvendo intervenção de terceiros na rede elétrica, estão as Ligações Clandestinas, popularmente conhecidas como gambiarras, que consistem em redes irregulares construídas fora dos padrões que roubam energia de uma rede regular próxima. Ou seja, esse tipo de intervenção na rede além de ser crime, descrito no artigo 155 do Código Penal Brasileiro (a pena prevista é de 1 a 8 anos de reclusão e multa), coloca em risco a segurança não somente dos moradores, mas, das comunidades vizinhas, transeuntes e animais próximos da região. Além do risco à vida, a situação irregular compromete a qualidade da energia para o bairro e adjacências, podendo causar falta de energia e danos elétricos.

Segundo o Técnico de Segurança da Equatorial Maranhão, Jonathan Taveira, é necessário reforçar as informações sobre os perigos que esses procedimentos ocasionam. “É muito importante que a população compreenda que intervenções na rede elétrica só devem ser feitas por profissionais habilitados e autorizados para essas operações. A energia elétrica, quando manuseada de forma errada pode trazer riscos individuais e para a toda a comunidade próxima, por isso é expressamente proibido que terceiros, sem qualquer qualificação façam procedimentos na rede elétrica. No nosso estado, somente profissionais da Equatorial Maranhão e das empresas parceiras estão habilitados e autorizados para isso”, afirma o técnico.

Ações de combate - Como exemplo das ações de regularização de áreas de gambiarras, recentemente as equipes da Equatorial realizaram o desligamento da energia irregular localizada em um loteamento particular no município de Bacabal, pois havia um número expressivo de ligações clandestinas em rede irregular (gambiarras) que colocavam em risco a segurança da comunidade e de todos que passam pelo local, além de comprometer a qualidade da energia para o bairro e adjacências. Somente em 2021, foram regularizadas quase 15 mil ligações clandestinas no estado.

Além disso, os furtos e fraudes de energia também são tipos de intervenção irregular que oferecem risco à vida, além de prejudicarem o fornecimento e a qualidade de energia. Nos últimos 3 anos foram realizadas mais de 660 mil ações de inspeções em todo o Maranhão, detectando mais de 120 mil unidades consumidoras com irregularidades no medidor de energia por ação humana (fraudes) e nas ligações elétricas (desvios), situação que também caracteriza deficiência técnica que compromete a segurança das instalações. 

Segundo dados da concessionária, a energia furtada (consumida e não faturada) representa uma perda anual de receita em ICMS para o estado do Maranhão estimada em mais de R$ 60 milhões, recursos que poderiam ser revertidos em benefícios importantes para a população em outras áreas, como saúde, educação, cultura e esportes. Pois com o furto de energia, acontece também a sonegação de impostos como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias), a CIP (Contribuição para custeio da Iluminação Pública), o PIS (Programa de Integração Social) e o COFINS (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social), que vêm inclusos nas contas de energia elétrica e cujos recursos arrecadados são repassados integralmente aos Governos Federal, Estadual e Municipal.

Confira orientações importantes sobre intervenções irregulares:

Jamais faça ligação de energia de forma clandestina e/ou por conta própria;

Somente profissionais capacitados, habilitados e autorizados podem intervir na rede;

Intervenções clandestinas podem sobrecarregar a rede ocasionando faltas de energia e prejuízos a todos;

Se for instalar antena, contrate um profissional especializado e respeite a distância segura da rede elétrica, pelo menos 3 metros; 

Nunca instale cercas elétricas improvisadas. A instalação e parametrização de cercas só deve ser feita por profissionais qualificados, respeitando a lei nº 13.477/2017, as normas técnicas e com uso de equipamentos de segurança adequados.

Como denunciar situações irregulares

A Equatorial orienta que casos de atitudes suspeitas com interferência na rede de energia elétrica e nos medidores, como os famosos gatos de energia, podem ser denunciados no site da Equatorial Maranhão: www.equatorialenergia.com.br, pela Central de Atendimento 116 (ligação gratuita) ou para a polícia no 190, sem necessidade de identificação por parte do denunciante. Além disso, qualquer situação insegura envolvendo a rede elétrica que ofereça riscos à sociedade deve ser informada através dos canais de atendimento da distribuidora. 

Caso alguém seja vítima de choque elétrico, jamais se deve tocar na pessoa que está recebendo a descarga. A melhor forma de ajudar é desligar o disjuntor ou a chave geral e ligar para a emergência no 193 ou 192. Se o acidente for em via pública, além das orientações já mencionadas, é preciso acionar a distribuidora pelo telefone 116 para que seja feito o desligamento da energia e demais medidas de segurança necessárias. 

Imprensa da Equatorial Maranhão

Investigação de fraudes no orçamento secreto chega em Esperantinópolis

O prefeito de Esperantinópolis, Aluisinho (PTB), é alvo de uma investigação que apura desvio de recursos federais oriundos do orçamento secreto do Governo Federal.

A investigação faz parte do monitoramento das transferências de recursos financeiros, realizadas em 2022, oriundas de emendas parlamentares federais para incremento temporário da Atenção Especializada à Saúde e à Atenção Primária, nas ações e serviços de saúde disponibilizados pelo município de Esperantinópolis.

Serão monitorados a efetiva prestação dos serviços assistenciais, conforme informações constantes dos Relatórios de Produção da Atenção Primária à Saúde³, Produção Ambulatorial (SIA/SUS)4 e Produção Hospitalar (SIH/SUS)5.

A investigação tem como base os fatos descritos na reportagem da Revista Piauí, publicada na Edição 190, de julho 2022, intitulada “Farra Ilimitada: Depois dos tratores e das escolas fakes, o orçamento secreto patrocina um festival de fraudes no SUS”.

Via Werbeth Saraiva

05 outubro, 2022

Simone Tebet encontra com Alckmin e formaliza hoje apoio a Lula

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) almoça nesta quarta-feira (5), com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na casa da ex-prefeita Marta Suplicy, em São Paulo, para formalizar o apoio ao petista no segundo turno. O partido anunciou na manhã desta quarta-feira que irá manter a neutralidade e liberou os diretórios a se posicionarem como quiserem. Na tarde de terça-feira, quando a legenda já havia sinalizado a decisão, Simone esteve com o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), também na capital paulista, como mostra foto obtida com exclusividade pelo GLOBO.

Lula deixou a produtora onde grava seus programas de TV por volta do meio-dia e dirigiu-se à casa de Marta para um almoço junto com sua esposa, Rosângela da Silva, a própria Marta, Alckmin, Fernando Haddad (PT), candidato do PT ao governo de São Paulo, e Gleisi Hoffmann, presidente do PT. Lá, Lula e Tebet devem conversar sobre o apoio da emedebista no segundo turno.

O apoio de Tebet a Lula já está pacificado no partido. Desde o início da campanha eleitoral, ela deixou claro que o principal adversário na disputa era o presidente Jair Bolsonaro (PL). Mas a conversa com Lula vai definir se o apoio à sua candidatura será protocolar e crítico ou se virá acompanhado de uma maior participação no processo eleitoral, afirmam pessoas próximas à senadora. Ela irá se pronunciar publicamente ainda hoje, em entrevista coletiva. Não se sabe ainda se Lula estará ao seu lado.

Como Lula e Tebet não têm uma relação pregressa, Alckmin atuou como um intermediário para inaugurar uma conversa entre o primeiro e a terceira colocada na disputa eleitoral. O ex-governador paulista e a senadora compartilham pensamentos políticos semelhantes, e Alckmin é visto de fora como a figura que melhor representa o centro democrático na campanha do petista.

Na conversa com o ex-tucano, a senadora colocou questões que a preocupam. A falta de sinais do que Lula pretende fazer, se eleito, foi uma delas. Assim como a ausência, até aqui, de propostas concretas para evitar que novos escândalos de corrupção atinjam um eventual governo.

Na conversa de hoje com Lula, a senadora não vai tratar da participação em um eventual governo, como sugeriram integrantes da campanha de Lula em outras ocasiões. Nos bastidores, ela tem se queixado desse tipo de insinuação. Ao que tudo indica, Tebet busca uma segurança maior do ex-presidente para “emprestar” seu rosto à campanha. Quer um comprometimento de que o debate será qualificado, e não um cheque em branco, como no primeiro turno.

A entrega do plano de governo indica que a senadora espera do PT a incorporação de algumas de suas propostas. Sabe-se que a pauta educacional foi uma de suas bandeiras de campanha, em especial a iniciativa de pagar uma bolsa de R$ 5 mil a jovens que concluíram o Ensino Médio.

Contato telefônico

Lula e Tebet sequer tinham o número de telefone um do outro até a última segunda-feira, quando a emedebista foi surpreendida com uma ligação de Janja, esposa de Lula. O telefonema da socióloga, revelado pelo GLOBO nesta terça, serviu de ponte para o petista e a candidata do MDB se falarem pela primeira vez após o resultado das eleições, que terminou com a senadora em terceiro lugar.

O primeiro contato foi para “quebrar o gelo”, relatam aliados. Numa ligação breve, Lula parabenizou a senadora pelo desempenho na eleição — o melhor para uma postulante do MDB — e pediu um encontro após a Executiva Nacional anunciar o posicionamento oficial do partido no segundo turno, que será de neutralidade.
A busca da campanha petista pelo apoio da emedebista foi prioridade na largada do segundo turno em que o PT tenta atrair o centro e a centro-direita para a coligação.

O Globo

MARANHÃO: Gerente da Codevasf é afastado por suspeita de corrupção após receber R$ 250 mil de empresas, diz PF


Por g1 MA


A Polícia Federal afastou um gerente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em São Luís, que, segundo a PF, recebeu cerca de R$ 250 mil de empresas que estariam envolvidas em um esquema de desvios de recursos públicos.

Essa ação foi realizada no dia 29 de setembro e faz parte da segunda fase da Operação Odoacro, que visa desarticular o núcleo de uma suposta organização criminosa composta por servidores públicos que estariam fraudando licitações e desviando verbas federais da Codevasf.

Além de ter sido afastado da função pública, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa do gerente, que não teve o nome informado.

Em nota, a Codevasf afirmou que colabora com o trabalho da Justiça e que o processo judicial sobre o caso está sob segredo de Justiça. A empresa disse ainda que possui sólida estrutura de governança implantada e que indícios de conduta ilegal ou antiética por parte de seus funcionários são apurados.

Operação Odoacro

primeira fase da Operação Odoacro foi realizada no mês de julho em São Luís, Dom PedroCodóSanto Antônio dos Lopes e Barreirinhas, com 16 mandados de busca e apreensão. Nos locais onde a PF esteve, foram apreendidos relógios de luxo e R$ 1,3 milhão em dinheiro vivo.

Parte do dinheiro que foi apreendido pela Polícia Federal na Operação Odoacro — Foto: Divulgação/PF


Relógios de luxo encontrados durante a operação 'Odoacro' no Maranhão — Foto: Divulgação/PF


A principal empresa envolvida no suposto esquema é a Construservice, no qual a Codevasf possui contratos para realização de obras de pavimentação com asfalto ou bloquetes, assinados entre 2019 a 202, em 12 municípios. Somados, os contratos chegam a R$ 15 milhões.

O principal sócio da empresa é Eduardo José Barros Costa, o 'Eduardo Imperador', que chegou a ser preso no âmbito da Operação Odoacro, mas pagou fiança de R$ 121 mil e foi solto com o uso de tornozeleira eletrônica.


O empresário Eduardo Costa, conhecido como 'Eduardo Imperador', está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. — Foto: Divulgação

Em todos os contratos, também chama a atenção a falta de indicação do local exato onde seria realizada a obra de asfaltamento. Há somente o nome do município. Veja na tabela abaixo os locais e valores.

Contratos da Codevasf com a Construservice no Maranhão

Data do contrato Período de vigência Municípios Tipo de serviço Área de aplicação da obra Valor contratado (com aditivos)
14/10/2020 06/10/2020 - 01/10/2022 Lago da Pedra Pavimentação em blocos intertravado de concreto (bloquete) 16.383,53 m² R$ 1.335.749,00
01/02/2021 13/04/2021 - 10/10/2022 Jenipapo dos Vieiras, Cantanhede, São João do Paraíso e Humberto de Campos Pavimentação em blocos intertravado de concreto (bloquete) 23.426,33 m² R$ 1.910.000,00
23/12/2021 Não consta Gonçalves Dias Pavimentação Asfáltica 8.062,47 m² R$ 955.000,00
21/12/2021 Não consta Lago do Junco Pavimentação Asfáltica 12.093,71 m² R$ 1.432.500,00
21/12/2021 Não consta Tuntum Pavimentação Asfáltica 8.062,47 m² R$ 955.000,00
21/12/2021 Não consta Pedreiras Pavimentação Asfáltica 36.281,13 m² R$ 4.297.500,00
21/12/2021 Não consta Mirador Pavimentação Asfáltica 12.093,71 m² R$ 1.432.500,00
21/12/2021 Não consta Vitorino Freire Pavimentação Asfáltica 12.093,71 m² R$ 1.432.500,00
21/12/2021 Não consta Matões Pavimentação Asfáltica 12.093,71 m² R$ 1.432.500,00

Fonte: Acesso a informação/Codevasf

Contratos são alvo de investigação

Segundo a Polícia Federal, parte dos contratos da Codevasf com a Construservice são suspeitos de terem sido fraudados durante o processo licitatório.

O esquema não é novo e é uma cópia do que já era realizado em 2015, na cidade de Dom Pedro (MA), onde a Polícia Civil do Maranhão fez uma grande operação e chegou a prender o mesmo 'Eduardo Imperador'.

Construservice é investigada por desvios de recursos públicos da Codevasf no Maranhão — Foto: TV Mirante

Saiba mais:

Segundo as investigações da Polícia Civil, na época foram desviados R$ 100 milhões de 42 prefeituras do Maranhão. A diferença para o esquema de 2015 para o atual é que antes eram de desviados recursos estaduais, e agora são federais.

Como funciona o esquema

De acordo com a Polícia Federal, tudo começa com a criação de várias empresas de ramos semelhantes, que são usadas para disputar licitações para a realização de serviços para a Codevasf, como pavimentação de ruas ou avenidas.

No esquema criminoso, todas as empresas que vão participar da licitação são ligadas a uma única pessoa, só que de forma camuflada ou oculta. Tanto no esquema realizado em Dom Pedro, como agora com a Codevasf, a PF afirma que essas empresas eram abertas em nomes de 'laranjas', que podem ser amigos ou parentes do líder do esquema.

Porém, além de laranjas, também chamou a atenção a abertura de empresas em nome relacionados ao próprio Eduardo, só que em CPFs falsos. Após serem abertas, a maioria das empresas demonstram ser 'de fachada', ou seja, existiam somente no papel, mas não tinham atuação no mercado.
'Eduardo Imperador', apontado como líder em esquema de desvios de dinheiro da Codevasf — Foto: Reprodução/ TV Mirante

No esquema de desvios na Codevasf, uma das poucas empresas que não eram de fachada era a Construservice, no qual o principal sócio é o Eduardo José Costa, só que não de forma oficial. Nos registros oficiais, quem seriam o 'donos' da empresa seriam Adilton da Silva Costa e Rodrigo Gomes Casanova Júnior, só que quem comanda de fato seria Eduardo. Por isso, ele é considerado um 'sócio oculto' da empresa.

A Construservice, segundo a Polícia Federal, era a empresa sempre beneficiada nas licitações. Ou seja, várias empresas participavam da 'competição' pela licitação, só que antes já havia o combinado de que quem ganharia seria a Construservice.

Construservice no governo Bolsonaro

A Construservice é a segunda empresa que mais firmou contratos com a Codevasf no governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). Já a Codevasf é uma estatal responsável por realizar obras e serviços em estados do Nordeste, do Norte e no Distrito Federal.

A empresa é comandada por integrantes do Centrão – grupo de partidos que atualmente dá sustentação ao governo Bolsonaro. A estatal recebeu R$ 2,1 bilhões em emendas parlamentares entre 2018 a 2021.

Reunião de Eduardo Costa, da empresa Construservice, consta na agenda oficial do presidente da Codevasf, Marcelo Moreira — Foto: Reprodução

Em 16 de dezembro de 2020, consta na agenda oficial do presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, um encontro com Eduardo Costa. O evento aconteceu na sala da presidência na sede da empresa, em Brasília.

O outro lado

Na época da prisão, a defesa de Eduardo Costa afirmou que a prisão foi desnecessária, pois o inquérito policial é fruto 'apenas do início da investigação e da visão unilateral da Polícia e do Ministério Público sobre os fatos', e que ele é inocente.

"A defesa de Eduardo José Barros Costa, entende, com base no ordenamento jurídico pátrio, ilegal e desnecessária a prisão temporária de seu constituinte. Informa que tudo o que há nos autos do inquérito policial em curso é fruto apenas do início da investigação e da visão unilateral da Polícia e do Ministério Público sobre os fatos; que ele nunca sequer foi notificado para falar, apresentar documentos e/ou quaisquer outras manifestações defensivas; que, a partir de agora, colabora com a investigação - que corre em segredo de justiça - esperando ter a oportunidade de prestar os devidos esclarecimentos, com os quais demonstrará sua inocência. Inocência, aliás, que deve ser presumida por força de expressa disposição constitucional", disse a nota.

Prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio sofre quatro derrotas de uma vez só


O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), foi um dos maiores derrotados nas eleições de 2022 no Maranhão.

Aliado do senador Weverton Rocha (PDT), ele viu seu candidato a governador ficar apenas em terceiro lugar na disputa até mesmo na cidade em que administra.

Em Pinheiro, o pedetista obteve apenas 10.703 votos, ficando atrás até de Lahesio Bonfim (PSC), que nunca fez política na região. O ex-prefeito de São Pedro dos Crentes chegou a 12.953 – o governador Carlos Brandão (PSB) teve 16.501 votos na cidade.

Além disso, perdeu, ainda, com seu candidato a senador, Roberto Rocha (PTB), e viu suas duas candidatas a deputadas, a irmã, Lucyana Genésio, candidata a federal, e a ex-esposa, Thaiza Hortegal, candidata a estadual, não lograrem êxito com suas campanha proporcionais.

Lucyana obteve 36.991 votos, ficando na primeira suplência pelo PDT; e Thaiza, 26.670 votos, ficando na quarta suplência, também pelo PDT.


O resultado eleitoral produziu um fato curioso em Pinheiro: populares foram às ruas comemorar as derrotas do prefeito, que, agora, tem o desafio de retomar a gestão, considerada abandonada por opositores, a dois anos das eleições municipais. Gilberto Leda

04 outubro, 2022

Ex-jogador pede que apoiadores de Bolsonaro atropelem pobres

Revoltado com o segundo turno das eleições, ele e pediu aos eleitores do mandatário que passem com o carro por cima dos vermes, disse se referindo as pessoas pobres

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-jogador de futebol Fabrício Manini, de 42 anos, que defendeu o Ceará e o Fortaleza, se revoltou com o segundo turno das eleições e pediu aos eleitores do mandatário que passem com o carro por cima dos pobres, que chamou de vermes.

Após o anúncio de que haverá um segundo turno para a disputa presidencial entre o ex-capitão e o ex-presidente Lula (PT), o ex-jogador postou mensagem no Instagram estimulando os apoiadores do presidente, candidato à reeleição, a não ajudar quem passa fome no país e a passar com o carro por cima da cabeça desses vermes.

"Depois do resultado do primeiro turno das eleições, espero que todos os eleitores do Bolsonaro, assim como eu sou, quando encontrar alguém passando fome ou pedindo algum alimento, não ajude. Passe com o carro por cima da cabeça, pro país não ter mais despesas com esses vermes", postou Manini no Instagram.

Com a repercussão negativa, Manini pediu desculpas e tornou a sua conta na rede social privada - só os amigos têm acesso. No curto pedido de descilpas ele disse: "Pessoal me expressei mal, peço desculpas, momento de raiva, cada um tem direito de escolher seu candidato, vida que segue".

O padre Júlio Lancelotti, de SP, denunciou a postagem de Manini: [Vejam] "o que postou um cristão após o primeiro turno". Isso porque, na rede social, continuou o padre, o ex-atleta também escrevia o trecho bíblico "o Senhor é meu pastor e nada me faltará". A denúncia de Lancelotti foi deletada pelo Instagram, mas ele divulgou mais uma vez.

“O Instagram apagou e eu coloquei outra vez. Como é uma mensagem de ódio, fazem denúncia, mas tinham que denunciar quem publica isso. É terrível, né? Ele é um ex-jogador de futebol — disse o padre.

Com mais de 40 mil curtidas nesta manhã, os comentários na publicação de Lancelotti chamam atenção para outras postagens extremistas que têm surgido nas redes sociais por motivações políticas. Em uma delas, o internauta escreveu "eleitor do Lula tem mais é que morrer de fome mesmo".

Quem é o ex-jogador

Revelado pelo Gama, do Distrito Federal, em 2008, o zagueiro teve uma carreira curta, que foi encerrada em 2015, quando defendia o Botafogo-PB, segundo o portal transfermarket. De acordo com o site, Fabricio ainda atuou pelo América-RN, Oeste e Guarany-CE. GilbertoLima

03 outubro, 2022

Veja os 18 deputados federais eleitos no Maranhão

Na eleição deste domingo (2), Carlos Brandão foi reeleito governador, Flavio Dino eleito senador do Maranhão. 

Para a Câmara Federal, alguns buscavam a reeleição e outros chegar lá pela primeira vez. A atual deputada estadual Detinha foi eleita para o congresso como a mais bem votada para federal obtendo 161.206 votos. 

Os 18 deputados federais eleitos

1. Detinha – 161.206 votos
2. Pedro Lucas Fernandes – 159.786 votos
3. Josimar Maranhãozinho 158.360 votos
4. Juscelino Filho – 142.419 votos
5. André Fufuca – 135.078 votos
6. Aluísio Mendes – 126.577 votos
7. Marreca Filho – 116.246 votos
8. Duarte Júnior – 111.019 votos2,99%
9. Amanda Gentil – 108.699 votos
10. Márcio Jerry – 106.143 votos
11. Roseana Sarney – 97.008 votos
12. Fábio Macedo – 95.270 votos
13. Júnior Lourenço – 93.123 votos
14. Rubens Júnior – 91.872 votos
15. Josivaldo JP – 79.699 votos
16. Cléber Verde – 70.275 votos
17. Pastor Gil – 69.530 votos
18. Márcio Honaiser – 54.547 votos

Saiba quais são os deputados estaduais eleitos no Maranhão

A Assembleia Legislativa do Maranhão terá renovação de 60% na próxima legislatura. Ao todo foram eleitas 12 mulheres.

A campeã de votos para deputado estadual foi a ex-prefeita de Urbano Santos, Iracema Vale (PSB) com 104,729 votos.

A maior bancada será a do PSB, partido do governador Carlos Brandão que terá 11 parlamentares.

Veja a lista dos deputados (as) estaduais eleitos:

Iracema Vale (PSB): 104.729 votos
Othelino Neto (PCdoB): 84.815 votos
Carlos Lula (PSB): 80.828 votos
Davi Brandão (PSB): 67.392 votos
Florêncio Neto (PSB): 56.100 votos
Fabiana Vilar (PL): 55.314 votos
Solange Almeida (PL): 55.193 votos
Francisco Nagib (PSB): 53.125 votos
Mical Damasceno (PSD): 52.123 votos
Neto Evangelista (União Brasil): 50.923 votos
Aluizio Santos (PL): 50.770 votos
Osmar Filho (PDT): 50.117 votos
Rafael Leitoa (PSB): 49.798 votos
Dra Vivianne (PDT): 49.202 votos
Andreia Martins Rezende (PSB): 48.186 votos
Rildo Amaral (PP): 48.090 votos
Abigail (PL): 48.025 votos
Daniella (PSB): 47.277 votos
Edna Silva (Patriota): 46.248 votos
Glalbert Cutrim (PDT): 45.134 votos
Guilherme Paz (Patriota): 44.844 votos
Rodrigo Lago (PCdoB): 43.292 votos
Fernando Braide (PSC): 42.506 votos
Ricardo Arruda (MDB): 42.056 votos
Dr. Yglésio (PSB): 42.009 votos
Eric Costa (PSD): 40.629 votos
Ariston Gonçalo (PSB): 40.236 votos
Arnaldo Melo (PP): 39.546 votos
Claudio Cunha (PL): 39.104 votos
Janaina Ramos (Republicanos): 38.927 votos
Antônio Pereira (PSB): 38.329 votos
Hemeterio Weba (PP): 37.709 votos
Claudia Coutinho (PDT): 37.435 votos
Junior França (PP): 35.820 votos
Juscelino Marreca (Patriota): 35.567 votos
Roberto Costa (MDB): 34.156 votos
Ricardo Rios (PCdoB): 29.304 votos
Júlio Mendonça (PCdoB): 29.028 votos
Ana do Gás (PCdoB): 27.425 votos
Leandro Bello (Podemos): 25.064 votos
Júnior Cascaria (Podemos): 24.910 votos
Wellington do Curso (PSC): 24.800 votos

Via Agência Assembleia

BOM DE VOTO!! Flávio Dino é eleito senador do Maranhão

Com 99,14% de urnas apuradas, o ex-governador do Maranhão Flávio Dino (PSB) está eleito senador com 62,33% dos votos (2.103.775 votos).

“Quero agradecer tudo o que vocês fizeram, cada um de vocês é dono dessa vitória. Quem nos levou a essa grande vitória foi o povo simples e humilde do Maranhão, que foram atendidos pelas políticas sociais e de direitos humanos. As bases que construímos são sólidas e sou muito grato”, afirmou Flávio Dino nas redes sociais.

02 outubro, 2022

Carlos Brandão é reeleito governador em 1° turno no Maranhão

 


O governador Carlos Brandão (PSB) está reeleito em primeiro turno para governar o Maranhão pelos próximos quatro anos.

Com 97,92% das urnas apuradas no estado, Brandão já obteve 51,03% (1.724.644 votos). Seguido de Lahesio Bonfim (PSC) com 25,05%. O senador Weverton Rocha é terceiro com 20,74%.

Marido da candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra, morre no dia da eleição


Morreu, neste domingo (2), Fernando Lucena, marido da candidata ao Governo de Pernambuco Raquel Lyra (PSDB), dia que marca o primeiro turno das eleições 2022. 

De acordo com as primeiras informações recebidas, o marido da tucana passou mal na manhã de hoje e morreu pouco após ser socorrido, vítima de uma parada cardíaca. 

Casados desde 2004, Raquel tem dois filhos com Fernando.

A candidata ainda não emitiu nota sobre o assunto, mas concorrentes da ex-prefeita de Caruaru, como Danilo Cabral, emitem nota dando as condolências a tucana.
 
Confira nota de Danilo Cabral: 
“Quero expressar meu sentimento de profundo pesar a Raquel e família, que enfrentam a dor da perda do seu marido, Fernando Lucena. Em nome da minha família, desejo força para atravessar este momento  de profunda tristeza. Nada é superior ao conforto da fé. Desejo que Deus os ilumine.” 

Danilo Cabral e família 

Diário de PE

01 outubro, 2022

Crime eleitoral: PRF apreende novamente dinheiro, cestas básicas e material de campanha no Maranhão


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou mais uma operação e efetuou duas prisões em flagrante de crime eleitoral. Dois veículos transportando dinheiro sem comprovação de origem, cestas básicas, farto material de campanha e informações de eleitores. As duas ocorrências foram registradas na BR-135,  em Bacabeira/MA.

Em procedimento de fiscalização da Operação Eleições 2022, uma equipe PRF realizou a abordagem a um veículo Fiat Strada, cor branca, conduzido por um homem de 44 anos e tendo como passageiro um homem de 47 anos. Em vistoria superficial ao veículo, foram encontrados vários materiais de campanha, totalizando aproximadamente 18 mil itens entre papelaria e bandeiras de candidatos a deputado estadual e federal, além de 33 cestas básicas na carroceria.

30 setembro, 2022

Sargento da PM é morto a tiros durante confronto em Centro Novo do Maranhão


Na tarde dessa quinta (29), um sargento da Polícia Militar, identificado como Kilmen de Jesus Dutra Costa, foi morto a tiros durante um confronto no município de Centro Novo do Maranhão, a 268 km de São Luís.

Kilmen de Jesus, que era lotado no 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Pindaré-Mirim, estava em missão quando houve um confronto com um grupo de homens. O sargento foi baleado durante a troca de tiros e levado a um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Outros dois homens do grupo que entrou em confronto com a PM também morreram baleados. Ainda não há informações sobre a operação que era realizada pela polícia na região, que fica fora da área do 7º BPM.

G1MA

29 setembro, 2022

Lula reafirma apoio a Brandão, Felipe Camarão e Flávio Dino

Faltando quatro dias para as eleições, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à presidência da República reafirmou nas redes sociais o seu apoio aos seus candidatos no Maranhão.

Lula disse que os seus candidatos no estado são Carlos Brandão (governador), Felipe Camarão (vice) e Flávio Dino (senador).

Embora o senador Weverton Rocha (PDT) esteja tentando mostrar  na propaganda eleitoral que é amigo do ex-presidente Lula, o time do candidato petista é outro no Maranhão.

Fotos: Divulgação/Redes sociais

28 setembro, 2022

MP Eleitoral discute estratégias contra derrame de santinhos e outros crimes eleitorais no Maranhão

O Ministério Público Eleitoral (MPE) promoveu, na tarde de segunda-feira (26), reunião com membros do Ministério Público, órgãos federais, estaduais e municipais de segurança e de transportes, com o objetivo discutir estratégias integradas de fiscalização para melhorar a segurança durante as eleições e inibir a prática de possíveis crimes eleitorais, como o derramamento de santinhos, também conhecido como “voo da madrugada”.

O encontro foi realizado na sede do Ministério Público Federal (MPF), localizada em São Luís, e contou com representantes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA), Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão (CGPM/MA), Comando do Corpo de Bombeiros (CBMMA), Polícia Federal (PF), Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), inclusive a Blitz Urbana, além de procuradores-regionais eleitorais auxiliares e promotores eleitorais da capital.

Recentemente, o MP Eleitoral expediu a Orientação Normativa PRE/MA nº03/2022 aos promotores eleitorais sobre o cumprimento da legislação eleitoral no que se refere à propaganda irregular nas Eleições Gerais de 2022. Segundo a orientação, o derramamento de santinhos gera impactos sociais e políticos, uma vez que pode influenciar o eleitor a votar no número que tem à vista.

Além disso, há também o impacto econômico, considerando o gasto – muitas vezes do fundo partidário – para impressão desses materiais, de modo que os que possuem maior capacidade econômica poderiam imprimir maior quantidade de santinhos. Assim, influenciariam maior proporção de eleitores, tendo em vista que seus nomes e números alcançariam maior visibilidade.

Espalhar em vias públicas material de campanha, como panfletos, santinhos e adesivos, é considerado propaganda irregular. O infrator e o candidato beneficiado estão sujeitos à multa, sem prejuízo da apuração de crime eleitoral, mesmo que a infração ocorra na véspera da eleição.

De acordo com o procurador regional Eleitoral, Hilton Araújo de Melo, “criar estratégias de atuação articulada para prevenir e reprimir eventuais ilícitos criminais no fim de semana das eleições, especialmente, em relação à prática de derrame de santinhos nos locais de votação, garante eleições mais igualitárias, beneficiando assim, a população maranhense”, disse.