quinta-feira, 30 de junho de 2011

Sequestro: Familiares do gerente do BB de Barra do Corda são libertados


Foto: Ivan Silva

O drama vivido pelos familiares do gerente da agência do Banco do Brasil em Barra do Corda, Hélio Cruz, chegou ao fim ainda na manhã desta quinta-feira, após serem vítimas de sequestro em Imperatriz.

Em Barra do Corda já por volta das 8h30, homens das polícias Civil e Militar foram acionados, e chegaram até a residência do gerente do BB na cidade, onde o mesmo relatou que havia recebido um telefonema de seu filho que dizia para que recebesse dois amigos seus que chegariam na cidade vindo de viagem, pois não conheciam ninguém e precisavam tomar um banho.

Detalhe Curioso - Logo após o telefonema a campainha tocou e dois homens estranhos tentaram conversar com Hélio Cruz, tendo inclusive mostrado fotos de seus familiares. O gerente logo entrou em casa e ligou para a polícia relatando o fato. A polícia logo chegou e o acompanharam até a agência bancária, onde todo área onde fica localizado o BB foi isolada, policias civis militares aguardaram o gerente se acalmar um pouco para que pudesse descrever as características dos dois homens que chegaram em sua residência.

Segundo informações colhidas pelo Barradocordanews, junto a policias que foram acionados aqui na Barra, o gerente relatou que os dois disseram que seu filho, nora e neto estavam sequestrados em Imperatriz, e pediram para ele colaborar, mas ao perceberem que a polícia já estava no caso, os bandidos desistiram da ação.

O delegado regional de Imperatriz, Assis Ramos, diz que a polícia trabalha com a hipótese de que o crime tenha sido praticado com a participação de pessoas ligadas a família do gerente.

Os reféns foram liberados ainda esta manhã, na estrada do Arroz, que fica na zona Rural de Imperatriz. O filho do gerente, identificado como Everton já entrou em contato com o pai.

Em Barra do Corda as diligências continuam no sentido de chegarem aos dois homens que vieram a cidade procurar Hélio Cruz.

Morre o ex-vereador Vigoréu

Faleceu no início desta terça, na capital federal, o ex-vereador de Barra do Corda, Alcides Ramos, o Vigoréu, de 70 anos.

O ex-vereador havia sido submetido a uma cirurgia de próstata e ainda teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral), vindo a óbito. O corpo de Vigoréu chegou na quarta, em Barra do Corda sendo velado na Câmara Municipal por poucas horas, e depois foi levado para a comunidade do Ipiranga, onde foi sepultado. Vigoréu foi vereador por um mandato (1997 a 2000).

Exclusivo: Filho do gerente do BB de Barra do Corda é sequestrado em Imperatriz


Fotos: Ivan Silva


Neste momento há uma grande movimentação de policiais Civis e Militares em frente a agência do Banco do Brasil de Barra do Corda por conta do sequestro do filho do gerente local, Hélio Cruz.

Segundo informações colhidas pelo Barradocordanews junta a polícia militar, o gerente teria informado que percebeu dois homens em frente sua residência e que estes lhe dissera que seu filho teria sido sequestrado em Imperatriz tendo inclusive mostrado fotografias de seus filhos e sogra. Bastante abalado, o gerente do BB conseguiu entrar em casa e acionar a polícia relatando a situação. Os policias chegaram imediatamente e o levaram até a agencia bancária onde aguardam que Hélio Cruz, possa se acalmar e tentar das as características dos homens que estiveram em sua casa esta manhã.

Outra informação que colhemos foi de que o filho do gerente teria ligado avisando para que seu pai recebesse uma determinada pessoa que seria seu amigo de Imperatriz.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Flávio Dino é empossado presidente da Embratur


“Flávio Dino chega para somar à grande missão do Ministério do Turismo de desenvolver o turismo brasileiro”. A saudação foi feita pelo ministro do Turismo, Pedro Novais, nesta quarta-feira (29), em Brasília, ao discursar na cerimônia de posse do novo presidente da Embratur, o advogado, professor de direito e ex-deputado, Flávio Dino.

Novais iniciou o pronunciamento com elogios ao ex-presidente da Embratur Mário Moysés a quem chamou de “profissional de elevada competência e dedicação”. Depois de falar dos avanços alcançados pelo setor do turismo, o ministro reafirmou seu compromisso com o desenvolvimento sustentável do turismo e com a erradicação da pobreza no país.

O ex-deputado Flávio Dino assumiu o cargo, lembrando que a Embratur tem “metas ousadas e factíveis” para os próximos anos. Citou como exemplos a expectativa de dobrar o número de visitantes estrangeiros até 2020 e triplicar a entrada de divisas por meio do turismo. Avaliou que a Copa do Mundo e as Olimpíadas deixarão importantes legados materiais e imateriais para o país. Melhorias na infraestrutura, na mobilidade, na segurança pública e, no que se refere à área de atuação da Embratur, na consolidação de um nova imagem do país no mercado internacional.

Prestigiaram a cerimônia, os ministros do Esporte, Orlando Silva, da Defesa, Nelson Jobim, da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, e do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Presentes também, o líder do PMDB na Câmara, Henrique Alves, o presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, além de deputados e senadores de diversos partidos.

A Embratur é uma autarquia vinculada ao Ministério do Turismo responsável pela promoção do Brasil no mercado internacional.

ASCOM

Goleiro de um grande da capital pode acertar com o Cordino


Ainda faltando uma partida para encerrar sua participação no campeonato estadual 2011, a diretoria do Cordino Esporte Clube já está de olho em alguns reforços para a disputa da Copa União. Segundo dirigentes, o clube vem conversando com o goleiro Jairo que desde o ano passado defende o Moto Club, para que ele possa atuar no time de Barra do Corda na próxima competição da FMF. Na noite de ontem, conversei com o diretor financeiro Cirley Pereira e o mesmo disse que os erros cometidos neste estadual jamais irão se repetir. "Daqui pra frente será uma nova história, sabemos que erramos mas agora será diferente", completa o dirigente. Com as saidas de Rodrigo, Diogenes, Paulo César, Gigi e Alisson, a diretoria pretende contratar de cinco e seis jogadores experientes para montar um time forte para disputar o título da Copa União.

O Cordino joga sábado 02, contra o Imperatriz no Frei Epifânio, pela última rodada do Campeonato Maranhense.

Dirigente comunista refuta boatos de possível acordo de Flávio com o grupo Sarney



Logo depois de o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB) ter assumido a presidência da Embratur, surgiram os boatos de que o comunista teria feito um acordo com o grupo Sarney para comandar o órgão.

Pelo fato da Embratur ser uma autarquia diretamente ligada ao Ministério do Turismo, hoje comandada pelo peemedebista Pedro Novais por meio de uma indicação do senador José Sarney, o tentáculo deu margem para que surgissem ilações sobre uma suposta autorização do presidente do Senado junto à presidente Dilma para a nomeação de Dino.

Hoje, a coluna ‘Estado Maior’, do jornal O Estado do Maranhão, tentou reforçar os rumores de um suposto ‘acordão’ ao insinuar, de forma maliciosa, a existência de um suposto aval (concordância) do grupo Sarney para a ida de Flávio para a direção da Embratur.

A governadora Roseana Sarney avaliou como “boa para o Maranhão” a nomeação do ex-deputado federal Flávio Dino para a presidência da Embratur. – É mais um maranhense para trabalhar pelo Maranhão – declarou a governadora, durante solenidade de instalação dos Cetecmas, ontem. Roseana disse esperar trabalhar junto com Dino nas questões relativas ao Estado”, afirma a nota.

Em sua página no facebook, o presidente do PCdoB de São Luís, jornalista Márcio Jerry, tratou de refutar as insinuações delirantes do jornal de propriedade de família Sarney. “Cada bobagem… Flávio Dino é quem está melhor posicionado para derrotar Sarney e não para se aliar a ele”, asseverou Márcio.

O dirigente comunista informou ainda na rede social que vários políticos da oposição maranhense marcarão presença da posse de Flávio na Embratur, que acontece às 10h desta quarta-feira em Brasília. Entre eles, segundo Jerry, estarão os deputados Marcelo Tavares (PSB), Bira do Pindaré (PT), Rubens Júnior (PCdoB), Eliziane Gama (PPS) e Cleide Coutinho (PSB).

John Cutrim

Advogado defende continuidade da aliança PDT-PSDB em Imperatriz




Marco Aurélio (foto), é professor da Universidade Federal do Maranhão em Imperatriz, atualmente licenciado, professor de Ciência Política e direito público e advogado constitucionalista. Advoga para o PDT desde 2002 quando Jackson Lago foi candidato e teve como vice-governador o cunhado de Marco Aurélio, Deoclides Macedo (PDT), atual prefeito de Porto Franco. O advogado é casado com a deputada estadual Valéria Macedo (PDT)..

Holden: Recentemente o senhor escreveu post em seu blog sobre a política de Imperatriz denominado de O“fogo amigo contra Madeira em Imperatriz”, no qual o senhor faz análise política dos pré-candidatos de Imperatriz.

O senhor foi advogado do PT de Imperatriz, chegando mesmo a ser Procurador Geral do Município no governo Jomar Fernandes (PT) em 2001, é homem de confiança do prefeito de Porto Franco Deoclides Macedo, também tem ligações com o Deputado Federal Domingos Dutra (PT), foi filiado ao PCdoB de Imperatriz e tem ligações com o ex-juiz e deputado federal Flávio Dino. Com o PSDB o senhor tem ligações com o ex-deputado federal Roberto Rocha e os atuais deputados federais Carlos Brandão e Hélio Santos com quem Valéria fez dobradinha em alguns municípios.

Por último, diz-se que o senhor é o responsável pela sua mulher ter se aproximado do governo Roseana Sarney, especialmente do Secretário de Estado da Saúde Ricardo Murad (PMDB) e do Chefe da Casa Civil ex-prefeito de São José de Ribamar Luis Fernando. Agora nas festas juninas o senhor foi visto com o prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira (PSDB) em Imperatriz no encerramento do Salimp e no arraial da beira-rio. Em termos políticos, o senhor se sente alinhado a quem em Imperatriz?

Marco Aurélio Gonzaga: Minha posição política é a mesma e não me considero uma espécie de “animal político” como sua pergunta parece ensejar. No espectro político ideológico minha posição política é a mesma desde que iniciei minha atividade política ainda nos bancos acadêmicos: sou de centro-esquerda. Afino-me muito com as idéias do filósofo John Rawls e do economista Amartya Sen. Essas idéias políticas buscam-se colocar entre a proposta socialista-comunista de negação absoluta do mercado e a liberal que se caracteriza por negar com veemência os direitos dos trabalhadores.

No Brasil não há mais espaço político e social para revolução socialista ou comunista, no sentido de instalação de nova ordem político-jurídica. A maximização ainda possível atualmente é promover a reforma do Estado e o aperfeiçoamento institucional, de modo a permitir que a sociedade tenha pleno controle do poder constituído. Não faz mais sentido político ver o mercado como uma instituição diabólica. O Estado, a sociedade e o mercado são elementos de uma mesma e conexa realidade política.

A sociedade precisa avançar nos mecanismos de controle dos detentores do poder político e econômico. O liberalismo social e o ambientalismo e outras políticas progressistas precisam ser aprofundadas.

Holden: Como o senhor explica essas suas múltiplas relações político-partidárias?

Marco Aurélio Gonzaga: O Caetano Veloso costuma dizer que “o Brasil não é para amadores”. Eu digo que o Maranhão é um estado complexo e as forças políticas são multifacetárias. Até a governadora Roseana Sarney (PMDB) que é beneficiária de um grupo detentor das“reais forças do poder”, para usar uma expressão de Ferdinand Lassalle, entendeu importante incluir o PT maranhense para sua conjuntura política.

Aliás, quem não se lembra da candidatura de Ricardo Murad a governador pelo PSB nas eleições de 2002, que inviabilizou o segundo turno com astuciosa estratégia jurídica e viabilizou a eleição de Roseana contra Jackson no primeiro turno?

Em outros termos, até quem tem a dominação política tradicional, institucional e econômica no Maranhão, como é o caso de Sarney, entende necessário reproduzir a aliança nacional PT-PMDB aqui no Maranhão. Diga-se logo que isso não é exclusivo da família Sarney. O próprio ex-governador Jackson Lago (PDT) fez alianças com forças as mais diversas e muitas conservadoras para poder chegar ao Palácio dos Leões.

O ex-presidente Lula, a partir da Carta aos Brasileiros, mudou o seu partido de revolucionário para reformista e socialdemocrata e fez um grande governo, apesar de ainda hoje existir muitos companheiros do PT que ainda compreendem o partido como revolucionário.

Não temos apenas um presidencialismo de coalização no Brasil. Esse fenômeno político se reproduz nos níveis de estados e municípios. Quem não entender isso não vai mudar nada no Brasil porque nem chegará ao poder.

No Brasil e no Maranhão as forças políticas se antagonizam entre a direita toda poderosa e conservadora e a esquerda com a cantilena da mudança, mas no final das contas o fiel da balança mesmo passa pelo centro do espectro político ideológico tanto do ponto de vista dos partidos políticos como da sociedade e dos agentes políticos.

Holden: Em sua opinião em Imperatriz qual o caminho ideológico a seguir?

Marco Aurélio Gonzaga: Risos. Penso que já tivemos à direita com Ildon Marques (PMDB), à esquerda com Jomar Fernandes (PT) e agora estamos caminhando para espectro centro-esquerda, mas especificamente para a social-democracia com o prefeito Madeira (PSDB).

Holden: Isso a seu ver é bom ou ruim?

Marco Aurélio Gonzaga: Não sei se é bom ou ruim. Sei que é a realidade política, social e econômica da sociedade imperatrizense. Na obra “O Príncipe” de Nicolau Maquiavel ele diz que “os homens são ingratos, volúveis, dissimulados, simuladores, invejosos, ambiciosos, maldosos”, dentre outras coisas nada alvissareiras. Por outro lado, Jean-Jacques Rousseau acredita que o homem é um bom selvagem e diz que “a falta de bondade não significa que haja maldade na natureza humana”. Com quem você acha que está à razão?

Holden: A Deputada Valéria Macedo tem tido forte atuação nas questões de interesse de Imperatriz, como por exemplo, a indicação formal do curso de medicina e a construção do Socorrão Regional, além de protagonizar na Assembléia a questão do Maranhão do Sul. Já o senhor há muito tempo participa da política de Imperatriz, mas Valéria tem domicílio eleitoral em Porto Franco. Duas pergunta numa só: É verdade que Valéria vai transferir seu domicílio eleitoral para Imperatriz? Nas eleições do ano que vem vocês terão participação aqui?

Marco Aurélio Gonzaga: A questão do domicílio está sendo avaliada com muito cuidado. O fato é que Valéria e eu desde o casamento moramos em Imperatriz e na mesma casa há mais 12 anos. Do ponto de vista jurídico ela estaria respaldada para mudar de domicílio. Quanto a sua segunda pergunta afirmo-lhe que vamos participar sim do processo político eleitoral.

Holden: O PDT terá candidatura própria ou vai se aliar com quem?

Marco Aurélio Gonzaga: Não sei e nem tenho o poder de dizer o que vai fazer o PDT nas eleições do ano que vem. Sou apenas advogado do partido, mas em Imperatriz penso que a melhor alternativa para o PDT é apoiar a reeleição do prefeito Madeira e manter a aliança com o PSDB.

Holden: Quer dizer que o senhor não se alinha ao vice-prefeito Jean Carlo e ao deputado Carlos Amorim na questão de Imperatriz?

Marco Aurélio Gonzaga: Tenho as melhores relações pessoais com Jean e com o deputado Carlinhos Amorim. No PDT há muita gente que defende isso eles não estão sozinhos... Pessoalmente, vejo essa questão sob dois enfoques: O primeiro é o enfoque partidário. Para o partido não resta dúvida que seria muito bom poder ter um candidato competitivo em Imperatriz nas eleições de 2012 e o nome do Deputado Carlos Amorim é um grande nome, não resta dúvidas. Respeitadas às opiniões de colegas em sentido contrário, porém, a realidade política é outra. Não vislumbro as condições político-partidária suficientes para candidatura própria do PDT em 2012 em Imperatriz e, neste sentido, uma aliança fundamentada em metas e num planejamento do qual o partido participe e tenha voz, a mim me parece à melhor alternativa. Só colocaria esta condição, pois o PDT não pode ser apenas um coadjuvante sem forma e sem conteúdo do PSDB como parece ser hoje no governo Madeira.

Finalmente a “união poética” timbrada por Roberto Rocha entre “o tucano e a rosa” precisa ser uma união de conteúdos programáticos, com metas claras, participação mais condizente com o tamanho que o PDT tem hoje com dois deputados na região e em Imperatriz.

Holden - Então o senhor defende a continuidade, acha que o prefeito Madeira merece mais quatro anos para conseguir fazer a grande mudança que se propôs em Imperatriz?

Marco Aurélio Gonzaga - Claro, esse é outro aspecto que merece realce é o que diz respeito à ânsia por mudança em Imperatriz. A administração pública no Brasil sofre da doença crônica da falta de continuidade das políticas públicas. Provavelmente se no âmbito nacional não tivéssemos tido uma estabilidade política nos governos FHC e Lula e desejável agora no governo Dilma não teríamos avançado como país tanto. Os países desenvolvidos caracterizam-se por várias coisas juntas, dentre as quais estabilidade política e econômica.

A estabilidade política, quando a administração do prefeito é razoável, é um caminho seguro para a população diante da incerteza do que poderá vir pela frente. A administração do prefeito Madeira tem problemas, mas não pode se dizer que é ruim. Imperatriz é uma cidade grande, com desafios diversos que não podem ser vencidos em apenas quatro anos e não acho que o experimentalismo político seja o melhor caminho para resolução de nossos problemas.

Holden Arruda

terça-feira, 28 de junho de 2011

Cordino: Três foram embora


A situação dentro do Cordino não é das melhores mas aos poucos sua diretoria vem tentando organizar a casa. O maior erro dos dirigentes foi permitir aos jogadores muitas coisas que acabaram comprometendo o rendimento da equipe neste estadual. Mas só agora decidiram por não aceitarem. O diretor de futebol Magno Barros, justifica as saidas de três importantes jogadores, " Paulo César, Gigi e Alisson, estão saindo por problemas extra-campo, dentro das quatro linhas não tenho o que dizer deles", disse o dirigente.

O atacante Paulo Cesar, ídolo da torcida Cordina e os volantes Gigi e Alisson pediram para sair do time e foram embora. Gigi ao final do jogo contra o Moto era um dos mais insatisfeitos com a diretoria. O técnico Paulo Sérgio Soares foi duramente criticado por um dirigente após o jogo de sábado, mas o presidente Antonio Filho, garantiu a permanência do treinador para a próxima competição. O diretor financeiro do clube Cirley Pereira disse que a diretoria estava se reunindo com o objetivo de corrigir os erros para que estes não se repitam na Copa União.

Sem acordo, greve dos delegados chega aos 25 dias


Por Jully Camilo



Sem acordo com o governo do Estado, a greve dos delegados do Maranhão completa nesta segunda-feira (27), 25 dias de duração. A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Maranhão (Adepol) acatou a determinação do Tribunal de Justiça, proferida pelo desembargador José Luiz Oliveira de Almeida, para que 50% do efetivo trabalhem normalmente durante a paralisação, mas afirmou que o movimento continua.


De acordo com o presidente da Adepol, Marconi Lima, já houve várias reuniões com representantes do governo, chefe da Casa Civil e Secretaria de Segurança Pública, sobre as reivindicações da categoria, porém sem nenhuma contraproposta. Os delegados querem o reajuste das horas extras em 10%, na mesma forma que foi concedida nas carreiras de Polícia Civil e agente penitenciário, sendo 5% imediato e 5% posteriormente; incorporação das horas extras ao subsídio; o cumprimento da decisão judicial feita em 2007, durante o governo de Jackson Lago, que garante isonomia para os delegados como a do procurador do estado e melhores condições de trabalho.


“Esperávamos um avanço durante as várias reuniões que tivemos, mas a intransigência do governo não permite que as negociações avancem. O secretário Aluísio Mendes já disse que não pode oferecer reajuste neste ano para os delegados, devido ao orçamento. Desta forma a greve continua, mas de forma pacífica e ordeira”, afirmou.


Segundo o delegado Marconi Lima, o Estado descumpre a isonomia dos delegados, sem nenhuma decisão judicial, apesar de já ter perdido a questão cinco vezes no Supremo Tribunal Federal.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Valéria Macedo solicita construção de campo de futebol em Porto Franco



Vice-líder do Partido Democrático Trabalhista (PDT) na Assembleia Legislativa, a deputada Valéria Macedo (PDT) solicitou que o governo do Estado viabilize a construção de um campo de futebol no bairro Vila Lobão, em Porto Franco. A medida, segundo a parlamentar, beneficiará um grande número de jovens no município, que necessitam de um local próprio para a prática do esporte.

Localizada no sudoeste maranhense, a 700 quilômetros da capital São Luís, Porto Franco hoje conta com o Estádio Manoel Panelada, para cinco mil pessoas, mas o número de praticantes do esporte na cidade excede à sua capacidade, principalmente na Vila Lobão.

“É um dos maiores bairros de Porto Franco. Entretanto, embora possua um grande número de jovens desportistas, não possui, ainda, nenhuma área de lazer adequada para a prática de futebol de campo, mesmo contando com vários times de futebol formados tanto da comunidade quanto de bairros vizinhos, cujos torneios são realizados sem nenhuma estrutura necessária para a prática regular de futebol de campo, não obstante o esforço da prefeitura em ceder e viabilizar sempre um espaço para realização do evento”, justificou a parlamentar.

Outro argumento utilizado pela deputada, além da prática esportiva, é o benefício social que a construção do espaço levará aos moradores do bairro. “A construção de um campo de futebol será de considerável importância para aquele bairro, o que virá a contribuir para uma relevante melhora das condições sociais e de vida e saúde dos seus habitantes”, finalizou Valéria Macedo.

Agência Assembleia

Segundona Cordina: Confira os Resultados de Rodada antecipada

A liga Esportiva de Barra do Corda antecipou seis partidas da 5ª rodada e uma da 6ª do Campeonato Cordino de Futebol da Segunda Divisão. O destaque ficou por conta da goleada do Fumaça sobre o Esporte Clube pelo placar de 8 a 2. Ao todo 36 equipes disputam a competição.

Resultados da 5ª Rodada (antecipada)

Fumaça 8 x 2 Esporte Clube

Celtic 3 x 3 Alemanha

Parma 2 x 3 Mansão

Boa Sorte 2 x 0 Rio Madeira

Ajax 2 x 7 Vila Canadá

São Benedito 0 x 2 Barcelona


SDC 1 x 2 Guarani (antecipado da 6ª rodada)

Eis o Sarneyquistão, o Estado que abriga 32 dos 50 municípios mais miseráveis do país

Leonardo Coutinho
Veja




“A terminação “istão”, em algumas das línguas faladas na Ásia Central, significa “lugar de morada” ou “território”. Assim, o Quirguistão é o lugar de morada dos quirguizes. O Cazaquistão, o território dos cazaques, e o Tadjiquistão, dos tadjiques. Também por esse motivo, o estado do Maranhão – tão miserável quanto as antigas repúblicas da extinta União Soviética e igualmente terminado em “ão” – poderia muito bem ser rebatizado de Sarneyquistão.

Há 46 anos, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ao lado de sua família e apaniguados, comanda o estado que, segundo o Censo 2010, abriga 32 dos cinqüenta municípios mais miseráveis do país.

Quando Sarney chegou pela primeira vez ao poder, no longínquo ano de 1965, o Maranhão ocupava as últimas posições do ranking nacional de desenvolvimento. A partir de então, seu grupo venceu dez eleições para governador, chefiou o Executivo local por 41 anos e… conseguiu o feito de nada mudar.

O “Sarneyquístão” continua ostentando os indicadores sociais mais vexatórios do país, comparáveis aos das nações mais desvalidas do planeta. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) concluído há duas semanas mostra que a pobreza extrema atinge 14% da população. Em 82 das cidades do estado, a renda média é inferior ao que o Bolsa Família paga em benefícios.





Indicadores sociais do Estado do Maranhão.


Indicadores sociais do Estado do Maranhão.


Outro estudo afirma que 78% dos maranhenses dependem de algum programa oficial de transferência de renda. E não foi a natureza que condenou os maranhenses à miséria.

O estado foi um dos mais prósperos do Brasil até o século XIX. Tem uma localização estratégica, mais próximo dos países ricos do Hemisfério Norte, e terras férteis (que só recentemente, com o cultivo da soja, passaram a ser devidamente exploradas). Seus habitantes vivem no atraso por outras razões.

O historiador Wagner Cabral da Costa, da Universidade Federal do Maranhão, identifica três delas. Nos anos 60, o governo estadual distribuiu grandes extensões de terra a empresas privadas, com a justificativa de assim desenvolver a economia local. A conseqüência foi a formação de latifúndios improdutivos que, utilizados para atividades altamente subsidiadas, como a exploração de madeira e pecuária, resultaram em quase nenhum retorno financeiro para a economia maranhense.

O autor da medida? Ele mesmo, José Sarney. Pautados pelo menos duvidosos critérios que não necessariamente os do interesse público, seus sucessores deram continuidade ao erro, esvaziando os cofres do estado para levar para lá indústrias que demandavam pouca mão de obra. Resultado: metade da população economicamente ativa hoje depende da pequena agricultura.

Segundo o historiador, a terceira razão do atraso é a corrupção. “No Maranhão, ela é endêmica”, diz Cabral da Costa. “A rigor, a República nunca chegou por aqui.”

Em quase cinco décadas, Sarney só perdeu o domínio sobre o seu Sarneyquistão uma vez. Em 2006, Jackson Lago (PDT) derrotou sua filha e herdeira política, Roseana, que concorria ao terceiro mandato de governadora. Mas foi apenas um hiato na história. Em 2009, Lago teve o mandato cassado por compra de votos. Morreu há três meses, não sem antes ver seu adversário ressurgir das cinzas com uma aliança inusitada. Com apoio do ex-presidente Lula, Sarney engajou o PT no projeto de perpetuação de seu clã, conseguiu mais um mandato para Roseana e indicou os titulares dos principais órgãos federais do estado. Lá, a aliança dos dois antigos inimigos foi batizada de “sarnopetismo”. O Maranhão não merecia mais essa praga.

Foto: Celso Júnior/AE

domingo, 26 de junho de 2011

Escolhida marca publicitária da campanha contra o crack




Um toque de criatividade marcou o concurso que definiu a identidade visual da Frente Parlamentar de Combate ao Crack, disputado por alunos do curso de Propaganda e Publicidade do Uniceuma. Ao todo foram apresentadas sete propostas e a campanha “Crack, não curto” sagrou-se vencedora. Não foi uma escolha fácil em razão da qualidade dos demais trabalhos participantes.

No processo de seleção do trabalho vencedor, as propostas foram apresentadas através de um vídeo, no qual os estudantes narraram suas ideias para uma banca examinadora. A apresentação dos trabalhos contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), e pelos deputados Alexandre Almeida (PT do B) e Valéria Macedo (PDT).

Os estudantes Iulene e Augusto iniciaram o vídeo apresentando a campanha “Experimente o que Vale a Pena”. A dupla optou por imagens dinâmicas e divertidas, afastando-se de cenários que remetem o receptor ao submundo do crack. A proposta foi passar ideias de sensações intensas e diversificadas, capazes de quebrar a rotina de forma mais atrativa, como, por exemplo, saltar de para-quedas, escalar uma montanha ou roubar um beijo da pessoa querida.

“Buscamos explorar sensações (euforia, por exemplo) que algumas pessoas buscam, em tese, com as drogas, mostrando que elas podem alcançar esses estágios de prazer, sem precisar recorrer a extremos”, explicou a universitária Iulene.

A segunda campanha, idealizada pelos estudantes Dalila e Felipe, trouxe o slogan “Crack, com essa pedra no caminho, sua vida será muito menor”. Eles utilizaram a imagem de pedras sobrepostas, numa referência à pedra do crack e aos obstáculos que ela representa aos seus usuários.

“Passamos a ilusão de que o crack é uma pedra no caminho, que acarreta transtornos e, uma vez utilizada, pode representar uma viagem sem volta”, declarou o universitário Felipe.

“Crack, quem usa quebra a cara”. Este foi o slogan da terceira campanha, de iniciativa dos estudantes Mirella e Aluízio. A imagem impactante de um usuário de droga, com o rosto petrificado e cheio de rachaduras, fumando um cachimbo de crack, marcou o visual da apresentação

A universitária Mirelle explicou que a pessoa que pousou para a fotografia é um ex-usuário de drogas, que decidiu aceitar o convite para expor sua imagem por entender o alcance da campanha e o seu efeito pedagógico tanto para aqueles que já se encontram no submundo das drogas, como para os que estão em via de adentrá-lo.

A ideia era simbolizar o poder de destruição do crack, capaz de aniquilar a vida de uma pessoa. “Escolhemos a imagem de um rosto se quebrando numa alusão ao número de famílias que são devastadas por essa droga”, disse Mirelle.

TRABALHOS

O quarto vídeo trouxe a proposta da universitária Aurilene, com o tema “Crack, usou já era!’. A universitária utilizou imagens de diversas armadilhas, como ratoeira, alçapão e anzol, com pedaços de drogas fazendo as vezes de iscas para ilustrar a lesividade do seu uso. “Quis fugir das imagens que mostram os efeitos que essa droga causam no corpo, optando por uma linguagem mais acessível para o público jovem’, detalhou.

De iniciativa das universitárias Luíza e Maíra, a quinta apresentação exibiu o slogan “O crack não soluciona, só complica”. As alunas também fugiram de imagens pesadas e escurecidas, próprias do submundo do crack, e procuraram uma abordagem positiva, explorando cenas mais leves, como a alegria de um bicho de estimação e um sorriso espontâneo. “Coisas simples, mas que estão ao acesso de todos”, explicou Maíra.

Tons vivos e coloridos marcaram a campanha das universitárias Luiza e Maíra, que ainda acrescentaram a seguinte frase à campanha: “Problemas, todo mundo tem. Solução a gente encontra. A vida é bela sem crack”.

A sexta campanha foi apresentada pelos universitários Marcelo e Rodrigo, com o tema “Quando você escolhe o crack, ele não vem sozinho”. A imagem visual foi explorada em preto e branco, ilustrando uma pessoa melancólica, em frente a um imenso muro de pedras, onde estavam pichadas palavras de conteúdo sombrio, como morte, impotência e paranoia. “Depois da sensação de euforia causada pela droga, vem os inevitáveis problemas”, declarou Marcelo.

A proposta de Marcelo e Rodrigo trouxe uma opção de uso diferenciado dos cartazes de campanha, uma parte podendo ser destacada e dividida em diversos cartões, contendo números de telefones úteis, um estímulo para que cada um faça a sua parte no combate às drogas.

VENCEDORES

A equipe vencedora, composta pelos universitários Alana, Douglas e Pâmela, foi a última a se apresentar. Eles optaram por uma linguagem atualizada e universal, própria da rede social Facebook, ao escolherem como slogan de campanha “Crack, não curto”.

“A campanha procurou despertar, de forma impactante, a consciência sobre os malefícios causados pelo uso do crack”, explicou Douglas. A imagem utilizada retrata um ambiente abandonado, sombrio, sujo e úmido, com pessoas usando drogas.

“Isso faz com que o receptor se questione sobre a ameaça do crack, seja ele usuário ou não: é essa a vida que eu quero levar?”, disse Alana.

Sobre a alusão a um recurso das redes sociais, Alana lembrou que o Facebook é uma das ferramentas virtuais mais acessadas no mundo. “A intenção foi mostrar uma linguagem que seja entendida por todas as faixas etárias e classes sociais”, completou.

O grupo vencedor ganhou um ipad e placas de mérito. O maior prêmio, porém, será o de ver sua criação estampada na mídia e nos diferentes meios de comunicação, fazendo com que a mensagem de relevante valor social percorra todo o território maranhense, como um alerta de que a vida é um bem de valor inestimável e que é preciso preservá-la a todo custo dos efeitos maléficos das drogas.

Agência Assembleia

Piauiense: 4 de Julho vence o River e se aproxima da zona de classificação


O 4 de Julho quebrou a invencibilidade do River ao venver por 2 a 1, jogando em Piripiri, no estádio Ytacoatiara, em partida válida pelo returno do campeonato piauiense. O gol da vitória do time de Piripiri saiu aos 47 minutos do 2º tempo. O 4 de Julho chegou aos 6 pontos e está a um da zona de classificação para as semifinais. O zagueiro Paulo Maranhão vem ganhando a confiança do treinador e já entrou nesta partida como titular.

Goiano Série B: Casagrande garante virada da Jataiense




Na cidade de Aparecida de Goiânia, a Jataiense venceu a Canedense por 3 a 2, de virada. Túlio Maravilha e Fabinho marcaram para o time de Senador Canedo. Sinésio e Casagrande (2) fizeram os gols da vitória da raposa. A Canedense vencia por 2 a 0, mas a Jataiense conseguiu uma reação espetacular e garantiu sua primeira vitória na divisão de acesso. O destaque da partida foi o atacante Casagrande que marcou os dois últimos gols da partida, garantindo a vitória da equipe de Jataí. A Jataiense está em oitavo lugar com 4 pontos conquistados.

Maranhense: Cordino vence o Moto pela primeira vez




Pela penúltima rodada do Capeonato Maranhense, neste sábado 25, o Cordino derrotou o Moto Club pelo placar de 3 a 2, em jogo realizado no estádio Leandrão em Barra do Corda. Esta foi a primeira vitória do time de Barra do Corda contra o Rubro Negro da capital. As equipes já haviam se enfrentado cinco vezes com o registro de 4 vitórias do Moto e 1 empate, agora veio a primeira vitória da Onça. Os gols da partida foram marcados por Roberto Santos, Marcelo Varada e Cleiton para a equipe do Cordino, enquanto Gilson e Marcos Oliveira descontaram para o Moto Club de São Luis.

Academia Barra-cordense de Letras Empossa Cinco Membros em Noite Cultural

A Academia Barra-Cordense de Letras realizou na noite de sexta 24 uma noite cultural. Com a presença da banda maestro Moisés da Providência, que executou a Canção Cordina, a cerimônia começou às 20h30 e terminou duas horas depois sob aplausos.
Assim que o presidente declarou aberta a cerimônia festiva, com as posses dos cinco novos membros (Álvaro Braga, Assis Soares, Juraíza Bílio, Luiz Carlos e Cezar Braga), os oradores Dorgival Castro e Mário Helder fizeram a saudação aos novos acadêmicos.
A partir de então, o mestre de cerimônia Domingos Augusto, que também é membro da ABL, convidou todos os cinco membros para seus discursos, que ressaltaram as obras dos devidos patronos e ocupantes anteriores das devidas cadeiras, o professor Nonato Silva fez, além da saudação, fez um veemente protesto contra uma cartilha do MEC, que ensina gramática e matemática de modo errado.
Com o auditório da Academia lotado, durante toda festa foram distribuídos refrigerantes e salgadinhos. Por volta das 22h30, o presidente Eurico Arruda encerrou a sessão, a qual classificou como uma “festa da cultura barra-cordense”.

TB


quinta-feira, 23 de junho de 2011

Maranhense: Cordino dispensa goleiro e volante


Faltando apenas duas partidas para o término do campeonato maranhense de futebol, a diretoria do Cordino decidiu dispensar o goleiro Rodrigo que vinha atuando como titular e que fez dois bons jogos contra São José e Santa Quitéria, mas não foi bem contra MAC e Sampaio, e o volante Diogenes que ultimamente não figurava no time titular.

Empréstimo - Tendo contrato até novembro com o time de Barra do Corda, o zagueiro Márcio foi emprestado para a Jataiense-GO, equipe que disputa a divisão de acesso do futebol goiano. O defensor voltará para defender a Onça na Copa União. No clube goiano o zagueiro Márcio terá a companhia do atacante Casagrande revelado pelo Cordino.

Valéria cumprimenta o Governo do Estado pela confirmação do Curso de Medicina em Imperatriz



Em discurso utilizando o tempo da liderança do PDT na assembleia, a deputada Valéria Macedo (PDT), cumprimentou a governadora Roseana Sarney pela confirmação do curso de Medicina em Imperatriz, lembrando que o tema foi parte de seu primeiro pronunciamento naquela Casa.

“Assim que assumimos fizemos a indicação, a solicitação desse curso de Medicina para Imperatriz que vai beneficiar toda a região centro-sul do Maranhão, agora temos a informação da implantação, no prazo de seis meses, do serviço de residência médica no Hospital Materno Infantil de Imperatriz, o que vai viabilizar a instalação do curso de Medicina, então isso nos gratifica. Parabéns ao Governo do Estado, parabéns por essa atitude da governadora”, disse Valéria, lembrando que antes, em outras legislaturas, o deputado Antonio Pereira (DEM) foi um dos que também fez requerimentos solicitando o curso, ainda os deputados sul-maranhenses Dr. Pádua (PP), Carlinhos Amorim (PDT), Léo Cunha (PSC), parceiros atuais nesta luta em favor do Curso de Medicina em Imperatriz.

“Todos nós ficamos muito felizes e satisfeitos em saber que o sonho antigo daquela região se tornará realidade e que vai contribuir muito para resolver parte dos problemas de saúde pública da nossa região”, comemorou Valéria.

Valéria disse que a falta de médicos tornou esses profissionais “raros e muito caros” que dificilmente municípios pequenos, a não ser os municípios maiores, têm condições de contratar e que com a oferta desse curso, possibilitar que as pequenas cidades do interior tenham ali o profissional médico junto com toda equipe de saúde realizando um atendimento adequado e de qualidade para a população.

“Então quero aqui cumprimentar o Governo do Estado por essa atuação e dizer que nós todos da região tocantina e acredito que todos os deputados do Maranhão aplaudem essa atitude do Governo do Estado”, afirmou Valéria.

Valéria foi aparteada durante seu discurso pelos deputados Carlinhos Amorim (PDT) e Magno Bacelar ( PV) que também externaram seu contentamento com os avanços para a implantação do Curso de Medicina em Imperatriz.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Tuntuense conquista o Paraense de Fisiculturismo representando Barra do Corda




O atleta Marivaldo Brazil o Branco, conquistou o título de campeão da II Copa Castanhal de fisiculturimo, o equivalente ao Paraense da modalidade, disputado no último dia 18, na cidade de Castanhal-PA. A competição contou com a participação de atletas paraenses e maranhenses (convidados), e Branco faturou o título na categoria até 80 kg com uma excelente performance. Branco já tem importantes conquistas neste esporte, onde foi bicampeão maranhense em 2007 e 2008, e vice em 2009. No ano 2010 o atleta não participou de nenhuma competição e este ano já conseguiu patrocínio para disputar os campeonatos paraense, maranhense e brasileiro. O campeão Branco já iniciou muito bem sua jornada na temporada conquistando o título no Pará, e seu próximo desafio será o campeonato maranhense dia 16 de julho. Branco é proprietário da Academia Templo Gyn, na rua Coelho Neto, no Centro de Barra do Corda.

O campeão de fisiculturismo é natural de Tuntum, indo ainda criança para Imperatriz e já radicado em Barra do Corda a 10 anos.

Valeu Branco, Barra do Corda, Tuntum e Imperatriz torcem por você!

terça-feira, 21 de junho de 2011

Goiano Série B: Jataiense dispensa seis após goleada, Casagrande permanece


Casagrande segue na luta. Foto: Ivan silva

A diretoria da Jataiense dispensou seis jogadores após a derrota de 4 a 1 para o Anápolis, jogando em casa. A lista de dispensa atingiu seis jogadores do grupo, sendo confirmadas as saidas de: Rizo (que treinou no trio da zaga), Luiz Henrique ( que treinou na lateral esquerda e na defesa), Rogério Baiano ( meia e camisa 10) e os atacantes Edicarlos (elogiado nos treinos pela velocidade e habilidade) e Jessé (o camisa 9). A Jataiense soma apenas um ponto em três jogos disputas até aqui, com duas derrotas dentro de seus domínios. Até a reapresentação na tarde de ontem, outros dois jogadores poderiam também ser dispensados do elenco. O presidente Genilson Pereira anunciou que novos jogadores serão contratados para o sequência da Divisão de Acesso do Goiano.
Na noite desta segunda, presidente da Jataiense comunicou mais uma dispensa, dessa vez a de Tairone (que treinou como zagueiro e volante). O episódio das dispensas no time foi tratado como um "limpa" na equipe. O atacante Casagrande deverá ter oportunidade de atuar na equipe.

Flávio Dino fala sobre gestão na Embratur e futuro político




Do Portal Vermelho

O novo presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB), assume o cargo às 10 horas do próximo dia 29. Jurista de formação e com carreira política em ascensão, ele destaca que esses dois aspectos vão ajudá-lo na condução do setor do turismo.

Sobre o futuro político, ele lançou mão da máxima “Cada dia com sua agonia” para dizer que não pode dizer se a sua ida para a Embratur o impedirá ou não de ser candidato nas próximas eleições para o cargo de Prefeito de São Luís.

Portal Vermelho: A sua área é jurídica, qual a expectativa ao assumir um cargo nesse setor?

Flávio Dino: A política de turismo é uma política pública e como tal deve ser gerida politicamente. Essa experiência jurídica e política que eu tenho pessoalmente ajudam a compreensão dessa política pública e sua gestão. Na verdade, a política pública de turismo, que possui suas especificidades, não é isolada das demais políticas de Estado. Ao contrário, para ser bem sucedida, seja na sua dimensão interna ou internacional, depende da interface com outras políticas que são desempenhadas pelo Estado. Exatamente ai que entra essa experiência jurídica e política que eu possuo de articular política pública de turismo com outras políticas de Estado e com isso fortalecer a política pública de turismo e possibilitar a realização desses macros objetivos que nós temos, sobretudo no terreno econômico.

Vermelho: Quais são esses objetivos?

FD: A política pública de turismo é reconhecida mundialmente, algo consolidado na sua grande aptidão de gerar emprego, renda e divisa para o país, recursos para financiamento do Estado brasileiro. Esses macros objetivos sustentam a necessidade de ela ser priorizada permanentemente e, no caso brasileiro, com uma singularidade de grande importância. A política de turismo se torna mais estratégica na medida em que o Brasil sediará em 2014 e 2016 os dois maiores eventos do planeta, que devem ser trabalhados antes, durante e depois, como capazes de fortalecera imagem do país no cenário internacionais e elevar o patamar de participação do Brasil no mercado de turismo internacional que ainda é muito pequeno. A estimativa é de que um bilhão de pessoas circulam no mundo e no Brasil a presença de turistas estrangeiros está na ordem de cinco milhões e cem mil turistas. Portanto, temos um grande espaço de crescimento.

Vermelho: E com relação ao mercado interno. Com o dólar em baixa, muitos brasileiros viajam para o exterior. O que pode ser feito para estimular mercado interno e aproveitar esses turistas dentro do Brasil?

FD: Também ai os eventos esportivos ajudam. Porque nós teremos 14 cidades que serão sede de jogos da Copa do mundo e nós devemos fortalecê-las como destinos turísticos para estrangeiros e para os brasileiros. Na medida em que articularmos e promovermos ações de promoção desses destinos, que não são só os estados sedes, mas também os estados vizinhos, que podem e devem ser abrangidos por esse esforço de divulgação e promoção, se fortalece a imagem desse destinos, alguns já consolidados, outros por consolidar, também se beneficiará e se incentivará o turismo interno.

Vermelho: …

FD: … Além do fato dos investimentos de infraestrutura, de saneamento e de mobilidade que estão articulados com os eventos esportivos melhorarão as condições de vida para a população e para os estrangeiros.

Vermelho: Eu ia perguntar exatamente isso, de que maneira essas melhorias na infraestrutura das cidades e nos serviços, como o de segurança no Rio de Janeiro, por exemplo, ajudarão no turismo interno?

FD: Nenhuma proposta ou projeto que seja implementado nessas áreas tem efeito isolado em relação a outros aspectos. Por isso é importante compreender a centralidade dos grandes eventos para a política de turismo. Não por eles em si apenas. Eles são importantes por eles mesmos. A estimativa é que 900 mil pessoas de outros países nos visitarão para participar desses dois eventos. Isso já de grande importância, mas é fundamental aproveitar essa janela de possibilidade única. Nenhum país deve oportunidade de num espaço de tempo tão curto sediar dois eventos que geram impactos que são reconhecidos por todos.

Vermelho: Esses dois eventos podem ajudar também a ampliar a oferta de produtos turísticos no Brasil, ou seja, atraindo outros e mais eventos?

FD: O turismo de eventos e negócios é essencial. Em São Paulo, por exemplo, o turismo de eventos e negócios é de grande importância. Há um esforço da Embratur de atrair eventos internacionais e a medida que a ‘expertise’ brasileira for comprovada com a realização de dois eventos de altíssima complexidade, com certeza estimulará que outros eventos internacionais possam ser realizados no Brasil, ajudando que a imagem do nosso país tenha agregação de outros elementos, porque hoje os carros-chefes de atração de turista estrangeiros para o Brasil são a nossa natureza e o nosso povo. Precisamos agregar a isso outros elementos, entre os quais está o fato de ter atrativos naturais, cultura viva de grande diversidade, povo caloroso, alegre, hospitaleiro, mas temos o ativo da modernidade, que tem boa estrutura. Novamente aqui os grandes eventos esportivos vão ajudar a agregar esses elementos e com isso nós podemos ocupar um lugar melhor no mercado internacional do turismo na medida em que nossa imagem se pluralize com outros elementos.

Vermelho: Qual o nível de preocupação da Embratur no combate ao turismo sexual?

FD: Novamente é preciso contar com ações de outros órgãos do Estado, como o Ministério da Justiça, com ação repressiva, sobretudo, e também do Ministério dos Direitos Humanos. No caso específico da Embratur, há preocupação que existe e permanece quando da divulgação do nosso país não se fortaleça esses elementos. Inconscientemente no passado havia indevida associação entre a imagem do nosso país a fatores que estimulariam o turismo sexual. Isso tem que ser veementemente combatido.

Vermelho: Qual a sua expectativa com relação ao seu futuro político. As eleições municipais estão se aproximando. Você será candidato?

FD: A expectativa é que cada dia com sua agonia (risos). Esse é um ótimo problema. De fato, o Partido está muito bem posicionado na luta política no Maranhão. Se fortalece a cada dia em São Luís e em outras cidades do estado. O Partido vem de duas campanhas vitoriosas politicamente que o colocaram no patamar muito bom de protagonismo político. A indicação para Embratur não enfraquece isso, ao contrário, fortalece esse processo de construção de uma alternativa política no estado. Como isso se traduz concretamente nas eleições para prefeito de São Luís é algo a ser tratado em 2012. Nem é correto afirmar hoje que eu serei candidato a Prefeito de São Luís, como também não é correto dizer que em função da indicação para Embratur eu não serei candidato a prefeito, porque se a decisão política partidária e dos aliados for que eu seja candidato a prefeito, eu serei candidato a prefeito.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Segundona Cordina: Confira os Resultados da 3ª Rodada

A terceira rodada do Campeonato Cordino da 2ª Divisão, movimentou onze partidas no domingo. Energia Verde e Centro dos Ramos empataram em 1 a 1. A equipe do Energia verde teve dois jogadores expulsos no decorrer da segunda etapa, quando a partida já estava 1 a 1, e o time do Centro dos Ramos ainda desperdiçou um cobrança de pênalti aos 35 minutos do tempo final.

Confira os Resultados:

Amazonas 1 x 4 Fumaça

Barcelona 5 x 1 Juventude

Matriz 7 x 1 Bahia

Parma 0 x 0 Buriti

Energia Verde 1 X 1 Centro dos Ramos

São Benedito 1 x 2 Celtic

Juá 1 x 1 Rio Corda

Atlético da Vila 3 x 2 Skina

Esporte Clube 0 x 5 Atlético Cordino

Casa Andrade 2 x 1 Guarani

Pardal Altamirense 2 x 6 Monte Azul

Fim de semana foi violento




O final de semana foi bastante violento na cidade de Barra do Corda, quando foram registrados homicídios nas zonas urbana e rural. Na noite de sábado, um homem que segundo informações estaria aniversariando, tentou acalmar um briga envolvendo duas outras pessoas e acabou atingido por um tiro e vindo a óbito, o crime ocorreu na rua Demostenes Braga. Também no sábado, um outro homem foi baleado na Vila Sampaio, numa tentativa de assalto.

Na manhã de domingo, na comunidade do Clemente uma pessoa identificada como Zé do Abreu, veio a perder a vida após ser atingido por dois disparos de arma de fogo, efetuados por uma pessoas ainda não identificada.

domingo, 19 de junho de 2011

Municípios do MA criados em 1994 registram piores indicadores sociais


Por Oswaldo Viviani


Tabelas de taxas de analfabetismo (acima dos 10 anos) e de mortalidade infantil (até um ano) recentemente divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com dados apurados no Censo de 2010, mostram que a emancipação de municípios não é garantia de melhoria dos indicadores sociais. Sete dos dez municípios maranhenses com as maiores taxas de analfabetismo e seis dos dez “campeões” de mortalidade infantil foram criados em 1994, pela Assembleia Legislativa do Estado, na “canetada” que transformou em cidades 81 povoados – a maioria sem a mínima estrutura. Nove das dez cidades maranhenses ranqueadas com os piores índices de desenvolvimento humano (dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud) também foram emancipadas em 1994.


O município de Belágua – desmembrado em 1994 de Urbano Santos – lidera o ranking tanto de analfabetismo como de mortalidade infantil. Um total de 1.709 pessoas das 4.664 com 10 anos ou mais não sabe ler nem escrever na cidade (36,6%). A mortalidade infantil no município também é a maior do Maranhão. Dos 30 óbitos registrados na cidade entre agosto de 2009 e julho de 2010, dez foram de crianças com menos de um ano (33,33%). Ocupando o 7º posto entre os municípios mais pobres do estado (IDH de 0,495), Belágua abriga cerca de 5.200 excluídos sociais (80,85% da população de 6.527 pessoas; dados do Mapa da Exclusão Social no Brasil).


Outros municípios para os quais a emancipação, em 1994, não trouxe desenvolvimento são Marajá do Sena (desmembrado de Paulo Ramos) e Fernando Falcão (ex-povoado Resplandes, pertencente até 1994 a Barra do Corda).


Marajá do Sena, com 8.045 habitantes, desponta no 2º lugar do ranking do analfabetismo no Maranhão, segundo o IBGE. Dos 5.978 moradores do município com 10 anos ou mais, 2.187 são analfabetos (36,5%). A mortalidade infantil também registra um índice alto na cidade: oito crianças com menos de um ano morreram em Marajá do Sena entre agosto de 2009 e julho de 2010 (30,7% do total de 26 óbitos; 3º pior percentual do estado). O município tem quase 6.200 excluídos sociais (76,99% da população de 8.045 pessoas).


Fernando Falcão também aparece com índices sociais sofríveis tanto em analfabetismo como em mortalidade infantil. Ocupa o 6º posto entre as cidades do Maranhão com os maiores percentuais de analfabetos: 34,4% dos 6.900 moradores da cidade com 10 anos ou mais (2.379 pessoas) não sabem ler nem escrever. A mortalidade infantil em Fernando Falcão foi de 19,35% (9º pior percentual) entre agosto de 2009 e julho de 2010. No período, seis crianças com menos de um ano morreram no município, do total de 31 óbitos. A exclusão social atinge da 82,12% população de 9.180 pessoas de Fernando Falcão – mais de 7.500 excluídos.


Esses números falam por si, mas apesar deles a Assembleia Legislativa do Maranhão estuda emancipar mais 126 municípios – que, somados aos 217 já existentes no estado, totalizariam 343.


A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) já se posicionou contra a nova “farra” da criação de municípios, por meio de uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin).


Veja a seguir os dez municípios com maiores percentuais de analfabetos, os dez que registraram maior mortalidade infantil entre 2009 e 2010 e os dez com pior Índice de Desenvolvimento (IDH) do Maranhão. As cidades criadas em 1994 aparecem grafadas em negrito.


TAXA DE ANALFABETISMO (10 anos ou mais)


Belágua (36,6%)


Marajá do Sena (36,5%)


São João do Soter (36,0%)


Aldeias Altas (35,1%)


Timbiras (34,5%)


Fernando Falcão (34,4%)


S. Raimundo do Doca Bezerra (34,1%)


Peritoró (33,7%)


Água Doce do Maranhão (33,5%)


Paulo Ramos (33,4%)


TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL (de agosto de 2009 a julho de 2010; com menos de 1 ano)


Belágua (33,33%)


Altamira do MA (32,14%)


Marajá do Sena (30,77%)


Nina Rodrigues (30,43%)


Nova Iorque (27,27%)


Nova Colinas (23,08%)


Junco do MA (21,74%)


Santa Helena (20,62%)


Fernando Falcão (19,35%)


Cachoeira Grande (19,05%)


Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Comemoração dos 175 anos da Polícia Militar

Na sexta 17, o 5º BPM comemorou os 175 anos da Policia Militar do Maranhão. Na oportunidade vários policiais foram agraciados com medalhas de Honra ao Mérito, ocasião em que o Comandante do 5° Batalhão de Policia Militar de Barra do Corda, Major Antonio Markus da Silva Lima,parabenizou seus comandados pelo empenho e comprometimento nos serviços prestados a Comunidade.




sábado, 18 de junho de 2011

BR-226: Homem morre atropelado na Ponte Nova


Um trágico acidente ocorrido na BR-226, na Ponte Nova, fez uma vítima fatal na tarde deste sábado, quando uma carreta Scania atropelou um homem que conduzia uma motocicleta.

O homem teve morte instantânea e a motocicleta ficou totalmente destruída. O trânsito foi interditado nos dois sentidos da pista. Segundo populares, o condutor da moto teria tido um descuido que acabou sendo fatal.

Em jogo de sete gols, Sampaio vence o Cordino e fica próximo do Bi



Em partida bastante movimentada o Sampaio Corrêa venceu o Cordino por 4 a 3, no estádio Leandrão, e ficou bem próximo de conquistar o bicampeonato maranhense de futebol.

O Sampaio abriu o marcador com Marcus Vinícius aos 15 minutos de jogo, em belo chute de fora da área. O Cordino empatou com Gigi aos 24 do 1º tempo, depois de passar por um adversário e tocar na saída de Rodrigo Ramos. O tricolor voltou a dominador o placar da partida aos 26 minutos da etapa inicial com outro gol de Marcus Vinícius, este em cobrança de falta. Ainda no 1º tempo, Júnior Chicão fez o terceiro do Sampaio aos 42 minutos. Mas Gigi novamente marcou para o Cordino chutando de fora da área aos 45 minutos do tempo inicial. O treinador do Cordino fez duas substituições que fez melhorar o rendimento do time. Entraram Juninho na lateral e Paulo Cesar no ataque. O meia Ulisses empatou para a Onça aos 12 minutos do 2º tempo, em cobrança de falta. Quando tudo parecia que o jogo terminaria empatado, eis que numa falha de marcação do time de Barra do Corda, o atacante Júnior Chicão avança pela direita e cruza para Gabriel definir a vitória do Sampaio por 4 a 3, e ficar esperando um tropeço do MAC contra o Bacabal na segunda, para poder comemorar o título estadual.

Chacina do Cateté: Participante de triplo homicídio morre em confronto com a Polícia



Um dos participantes da Chacina do Povoado Cateté de Baixo, acabou morrendo no final da tarde desta sexta-feira, em confronto com a polícia. Segundo informações, os homens do Serviço Velado da Polícia Militar já estavam procurando na comunidade da Serra Grande, o indivíduo de nome Raimundo, conhecido pelo apelido de Pila, e ao localizarem e anunciarem voz de prisão o mesmo estava armado e reagiu tentando contra a vida dos PMs, onde não restando outra alternativa terminou sendo atingido por um tiro e levando a pior em confronto com os policias.

Na terça 14, a polícia havia capturado o filho de Pila, conhecido por Sapinho que inclusive confessou ter participado do triplo homicídio no Cateté, e que seu pai foi o mentor intelectual deste bárbado crime. A chacina aconteceu na noite de 30 de maio, na comunidade Cateté de Baixo, onde três pessoas foram covardemente assassinadas por estes, com golpes de foice. Uma senhora, mesmo com graves ferimentos conseguiu sobreviver e foi encontrada no dia seguinte, com uma criança de seis meses.

Cordino: Com salários em dia, a Onça vai com tudo pra cima do Sampaio


Os jogadores do Cordino receberam nesta sexta 17, seus vencimentos que estavam em atraso. Solucionado o problema financeiro, a missão do time de Barra do Corda é evitar o título do Sampaio Corrêa por antecipação. O Tricolor da Ilha precisa vencer o Cordino e torcer por um tropeço do MAC contra o Bacabal na segunda 20, para poder conquistar o bicampeonato maranhense de futebol, faltando duas rodadas para o término da competição.

O Sampaio liderá o estadual com 30 pontos, o Cordino soma 15 pontos e precisa de uma vitória para poder se aproximar dos primeiros colocados.

Ficha Técnica:

CORDINO: Rodrigo; Juninho, Maninho, Guilherme e Leudinho; Gigi, Roberto Napomuceno (Diógenes), Cleyton e Ulisses; Roberto Santos e Paulo César Técnico: Paulo Sérgio Soares

SAMPAIO: Rodrigo Ramos; Bruno Limão, Mimica, Robinho e Deca; Robson Simplício, Marcos Vinícius, Kléo e Cleiton; Júnior Chicão e Roni. Técnico: Josué Teixeira

Árbitro: Gladstonni Viana de Oliveira. Assistentes: Aelson Mariano Campelo Gomes e José Célio Amaral Rodrigues. Reserva: José Carlos Alves Pereira.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Piauiense: Zagueiro Barra-cordense estreia no 4 de Julho com vitória sobre o Flamengo


O 4 de Julho estreou com o pé direito no segundo turno do Campeonato Piauiense de Futebol, ao vencer, nesta quinta 16, o Flamengo por 2 a 1, jogando no Estádio Ytacoatiara, em Piripiri.

O treinador Jorge Pinheiro, fez sua estreia no comando do 4 de Julho, o zagueiro Barra-cordense Paulo Maranhão também estreou.

Para o time de Piripiri marcaram Lira e Pretinho. O gol de honra do Flamengo de Teresina, foi marcado por Buda.

Times

4 de Julho – Zé Filho; Wilsinho, Renam, Paolo Rossi e Dacha (Paulo Maranhão); Binha, Juninho, Cleitinho e Lira (Pardal); França (Pedra Preta) e Pretinho. Técnico: Jorge Pinheiro.

Flamengo – Carlos Henrique; Wenderson, Laércio, Alisson e Natan; Wagner, Washington, Marcelo Sá (Da Roça) e Jarbas; Índio (Buda) e Marcelinho (Vaguinho). Técnico: Augusto de Moraes Melo.