domingo, 29 de agosto de 2010

JV Lideral solicita reconsideração à FMF

O JV Lideral enviou outro ofício à Federação Maranhense de Futebol (FMF) solicitando que a diretoria da entidade reconsidere a posição anterior do clube e o aceite de volta às competições estaduais a partir do próximo ano.
O Trator pediu, por meio de outro ofício, o retorno ao Campeonato Maranhense no próximo ano, pela Série B, uma vez que desistiu de disputar a Série A deste ano e, em caso de retorno confirmado, seria considerado um time rebaixado.
O presidente do atual campeão maranhense, Walter Lira, pediu desligamento da FMF por meio de ofício, que deu entrada na federação na quarta-feira (25), mas tentou argumentar e já enviou novo ofício para a entidade depois que começou a perder jogadores (passe livre automático, de acordo com a Confederação Brasileira de Futebol - CBF) e até direitos nas competições de base, como o caso do Maranhense Sub-18, a qual decidiu o título contra o Marília na tarde de ontem, mas que pode perder a vaga para a fase final, mesmo com resultado positivo dentro de campo. A alegação do clube é que o primeiro ofício foi redigido de forma equivocada.
A palavra certa a ser usada, segundo Walter Lira, não era “desligamento”, mas sim licença ou até mesmo afastamento do Estadual 2010. O desenrolar de mais esta novela deve ter capítulos novos já neste fim de semana, com os pronunciamentos dos dirigentes da FMF, o presidente, Alberto Ferreira, e o diretor técnico, José Alberto de Moraes Rego, o “Geografia”.
Na verdade, o que aconteceu é que o JV Lideral não consultou o seu Departamento Jurídico, comandado pelo advogado Dimas Salustiano, antes de confeccionar o documento que foi enviado à Federação Maranhense de Futebol (FMF).

O PROGRESSO

SAI DA FRENTE

No primeiro comício desta campanha, realizado em Chapadinha, na noite da sexta-feira 27, o candidato a deputado estadual Vagner Pessoa, fez um discurso que tá dando o que falar. Fez duras críticas "contra gregos e troianos", acreditem! Seus adversários foram os alvos principais, mas sobrou também para o cunhado Isaías Menezes e todos os vereadores – um destes é Marcelo Menezes, sobrinho do candidato.