quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Medida Cautelar: Coronel do Exército que ameaçou Rosa Weber deve usar tornozeleira eletrônica


O coronel da reserva Antônio Carlos Alves Correia

Do Conjur

O coronel da reserva Antônio Carlos Alves Correia, investigado por gravar vídeos ameaçando ministros do Tribunal Superior Eleitoral e xingando a ministra Rosa Weber, terá que usar tornozeleira eletrônica e manter distância dos ministros do Supremo Tribunal Federal, do Tribunal Superior Eleitoral, e do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Correia foi alvo de mandado de busca e apreensão nesta sexta-feira (26/10), no Rio de Janeiro. Na decisão que a autorizou, a juíza federal Adriana Alves dos Santos Cruz, da 5ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, impôs medidas cautelares ao coronel, dentre elas, o monitoramento por tornozeleira eletrônica, andar armado e viajar à Brasília.

Além disso, a juíza determinou que o coronel mantenha precisa distância de ao menos de cinco quilômetros de todos os ministros do STF, do TSE, e do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

“Nesse momento, a prisão não é legalmente viável. Avalio, no entanto, que as medidas cautelares diversas requeridas podem ser, por ora, suficientes a resguardar a ordem pública (compreendida tanto pelo risco de reiteração criminosa, quanto pela neutralização de ameaça)”, considerou a juíza.

Histórico do caso

Após a repercussão do vídeo do coronel, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal repudiou as falas. O decano chamou de “imundo, sórdido e repugnante”. Logo depois, o Exército pediu ao Ministério Público Militar que investigue o vídeo. 

No entanto, as reações motivaram o coronel a fazer um novo vídeo, desta vez contra Gilmar Mendes. Além de ameaçar o ministro, o coronel disse que todos os membros do Supremo “aceitam suborno e cobram propinas para liberar Habeas Corpus”.

Governo rebate fake news sobre redução de salário de servidores no MA

 
O Governo do Maranhão, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), esclarece que não há fundamento na informação de que será feita redução no salário de servidores públicos do Estado, conforme divulgado amplamente em blogs de notícias locais.

O que há, de fato, é uma ação movida pelo órgão contra uma decisão que determinou a concessão de vantagens que não são cabíveis do ponto de vista jurídico, para além das limitações econômicas impostas pelo atual cenário nacional brasileiro.

É importante frisar que ações desta natureza já eram discutidas desde antes de 2015 pelas gestões governamentais e amplamente debatidas pela Procuradoria, que desde então vem cumprindo seu papel institucional na defesa dos interesses do Estado.

Por fim, reitera-se a manutenção plena do diálogo por parte do Estado com todas as categorias de trabalhadores, princípio este norteador da atual gestão.

Idoso de 63 anos indiciado por estupro é assassinado com quatro facadas em Codó


A Polícia Militar (PM) informou que um idoso de 63 anos foi assassinado a golpes de faca, no início da madrugada desta terça-feira (30), no Bairro Codó Novo. A vítima foi Identificada como César Costa Moreira e respondia na justiça por uma acusação de estupro de vulnerável ocorrida há 4 anos.
Segundo da PM, o crime aconteceu em um bar que fica localizado na rua Nova Olinda, a cerca de 300 metros da casa da vítima. Testemunhas afirmaram que o idoso foi atingido por pelo menos quatro golpes de faca. A Polícia Civil foi acionada e está investigando o rumoroso caso. (Marcos Silva)

Governo forma 1.105 novos policiais militares para reforçar segurança no estado


Mais 1.105 novos policiais militares passam a integrar as forças de Segurança Pública do Maranhão. Em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (30), no Multicenter Sebrae, com a presença do governador Flávio Dino, os soldados oficializaram o ingresso na Polícia Militar com a formatura no Curso de Nivelamento Técnico Profissional.

A aprovação no curso é o último requisito para os que adentram a corporação via concurso público. O certame foi realizado pela atual gestão em 2017 e os policiais já foram nomeados, reforçando o efetivo da segurança pública em todas as regiões do estado.

Com o novo ingresso, o sistema de Segurança atinge a marca de 15 mil agentes, a maior tropa da história do Maranhão. “Nós acreditamos que a melhoria do Sistema de Segurança necessariamente deriva da ampliação de recursos humanos e de meios materiais. Esse caminho tem produzido resultados e nós vamos perseverar nele, apesar das dificuldades fiscais profundas que o Brasil atravessa”, declarou o governador Flávio Dino.

Em seu discurso, o governador Flávio Dino parabenizou os formandos e reafirmou o compromisso da segurança pública com a proteção dos cidadãos maranhenses. “A paz verdadeira é fruta da justiça. Vocês que hoje adentram a polícia do Maranhão são soldados da paz e, por isso, soldados da justiça. São servidores públicos que garantem que a lei proteja a todos”, afirmou.
O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, explica que, desde 2015, o Sistema de Segurança do Estado já recebeu o reforço de mais de quatro mil agentes. Os formandos devem agora seguir para os seus novos postos, na capital e interior. “Quase todos os municípios irão receber reforço policial, para qualificar a nossa intervenção. Precisamos equilibrar o sistema em todo o estado, e isso será feito garantindo o posicionamento estratégico da tropa, para somar com quem já está em exercício nas forças de segurança e, cotidianamente, reduzindo os índices de violência”, garantiu.

Sonho realizado
Natural do Ceará, o soldado Renan Martins realizou um sonho de infância: se tornar policial militar. Com a aprovação no concurso, Martins comemora a possibilidade de uma nova vida para ele e para a família. “É um momento impar que estou vivendo. Desde 2015 tento ingressar na polícia e consegui essa oportunidade no Maranhão. Vou dar estabilidade financeira à minha família e proporcionar mais conforto a eles. Agradeço ao Estado por me oferecer essa oportunidade”, garantiu.

Também formando, o soldado Rafael Goveia exaltou a gestão do governador Flávio Dino por continuar realizando concursos públicos, mesmo em momento de crise no país. “Nessa situação que a gente vive hoje, de muito desemprego no Brasil, o concurso abre oportunidade para muitos jovens, seja na polícia ou em qualquer outro setor público. Com muito estudo consegui entrar e estou aqui para servir a sociedade”, comemorou.

Investimentos em segurança

Para combater os índices de violência em todo o estado, o governador Flávio Dino investiu na reestruturação do sistema de segurança. Além da ampliação do efetivo, que também foi reequipado com novos armamentos, foram adquiridas mais de 1000 novas viaturas policiais, reforçando o patrulhamento em todo o estado.

Com a mudança, São Luís saiu da lista das 50 cidades mais violentas do mundo, segundo estudo da organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz (referente a 2017). Os novos investimentos também permitiram a redução de 40% na taxa de homicídios na capital.

Governador Flávio Dino entrega motoniveladoras para incentivar produção agrícola


O governador Flávio Dino entregou, na manhã desta terça-feira (30), no Palácio dos Leões, mais oito motoniveladoras para municípios maranhenses. A ação faz parte do programa Caminhos da Produção, que incentiva o desenvolvimento econômico de comunidades rurais.


De posse dos equipamentos, as prefeituras podem melhorar e recuperar estradas vicinais em povoados, retirar comunidades do isolamento, além de garantir o escoamento da produção agrícola. Foram contempladas as cidades de Anajatuba, Bacuri, Brejo, Carolina, Humberto de Campos, Matinha, Primeira Cruz e Santo Amaro.

Ao todo, já foram entregues 127 motoniveladoras, reforçando ações de infraestrutura e produção em todas as regiões do estado. “Queremos garantir mais serviços para as pessoas e, para isso, nós colocamos as parcerias com os municípios na lista dos assuntos essenciais para o Governo. Nós persistimos no caminho do trabalho, da seriedade, que é o caminho pelo qual podemos vencer juntos as dificuldades”, garantiu o governador Flávio Dino.
Para o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, os equipamentos proporcionam elevação social e econômica das comunidades rurais. “As motoniveladoras abrem caminhos,  ajudam na geração de renda dentro dos povoados. Mais uma prova concreta da forma de trabalhar do Governo do Maranhão, em parceria com as prefeituras, para que o estado possa avançar cada vez mais”, disse.

Prefeito do município de Primeira Cruz, George Luiz, pontuou a importância do equipamento para a cidade e elogiou a postura do governador Flávio Dino que, mesmo em uma quadra de dificuldades, segue investindo nos municípios maranhenses. “Uma ação como essa melhora muito coisa para Primeira Cruz. Temos muitas estradas vicinais e o aluguel de uma máquina dessa é muito caro. Sabemos das dificuldades atuais e, por isso, só temos a agradecer pelo compromisso que o governador Flávio Dino tem com os municípios maranhenses, que são carentes de trabalhos como esses”, afirmou.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

UNICENTRO participa da abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia promovida pelo IFMA/Campus Barra do Corda

A UNICENTRO participou da abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada na segunda-feira (29), promovida pelo IFMA - Campus Barra do Corda. Com o tema "Ciência para Redução das Desigualdades", a semana conta com parcerias das instituições de ensino deste município.
A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Barra do Corda tem a coordenação do Diretor de Desenvolvimento Educacional do IFMA, Professor Carlos Eduardo Penha Everton. A palestra de abertura foi proferida pelo Professor PHD Eden Santos Silva. A Professora Rosalina Munira esteve representando a Diretora Geral da UNICENTRO, Dra. Rosária Ribeiro.
Durante a semana, haverá palestras, minicursos e amostras. 

Fique por dentro da programação:

Pedreiras | Mulher foi assassinada com treze tiros na porta de casa


Rosileide Granjeiro Souza  – Vítima/Foto: Reprodução WhatsApp
Rosileide Granjeiro Souza, 33 anos, que residia no bairro Novo Seringal, foi assassinada na porta de sua casa por volta das 06:30h, desta terça-feira (30), quando, segundo informações, estaria se preparando para levar a filha para a escola. Dois elementos que estavam em uma motocicleta, realizaram treze disparos de arma de fogo, Rosileide, que era conhecida como Lêda, morreu no local.
Residência da vítima, Rua Vicente Benigno – Novo Seringal – Pedreiras – MA/Foto: Raulison Silva
O ex-companheiro de Rosileide, que era conhecido como Taumaturgo, foi assassinado no dia 08 de abril de 2014, na entrada de Pedreiras, na Avenida João do Vale, quando, na oportunidade, Rosileide estava na garupa da moto que era conduzida por Taumaturgo.

A Polícia Civil já iniciou as investigações, inclusive,  buscando identificar os assassinos através de filmagens feita por câmeras de monitoramento, no percurso e nas proximidades do local do crime.

Maranhão investe em expansão da infraestrutura aeroportuária

Aeroporto de Carolina após a reforma realizada. (Foto: Divulgação)
Manutenções, reformas e regularizações representam um novo momento no âmbito aeroportuário do Maranhão, desde que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), se comprometeu com a implantação do Programa de Aviação Regional (PIL), que visa a instalação de aeroportos em todo o país.

Os aeroportos de Balsas, Carolina e Bacabal já foram entregues, e a Seinc está projetando a regularização e implantação da nova infraestrutura aeroportuária do estado, dando continuidade às ações nas cidades de Barra do Corda, Santa Inês, Colinas e Caxias. Tratativas estão sendo mantidas com a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), a fim da celebração de termo de compromisso para investimentos, neste primeiro momento, nos aeroportos de Barreirinhas, Barra do Corda e do novo aeroporto de Balsas.

As manutenções dos aeroportos baseiam-se no Plano Geral de Outorgas (PGO), responsável pelas regras referentes à administração dos aeroportos regionais. Desde 2015, a Seinc junto à SAC, coordena esse trabalho. O titular da Seinc, Expedito Rodrigues, sublinha a importância de viabilizar a integração regional e a ampliação do acesso a serviços distantes.

“As intervenções promovem a segurança, melhoria da infraestrutura, operações e qualidade dos serviços, além de auxiliar na descentralização das operações aéreas do Maranhão. De forma mais ampla, o investimento nos aeroportos resulta na valorização dos municípios, geração de emprego e renda, desenvolvimento da região, atração de investimentos e fomento à economia”, frisou.

Para os aeroportos de Caxias e Chapadinha, que estão em estudo de viabilidade técnica, estão previstas manutenções de áreas verdes, construções de cercas e reforma do terminal de passageiros. Em Caxias, o estudo acontece em virtude de ocupações por moradores nas proximidades e por uma rodovia cortar a área do aeroporto, ligando-se a um loteamento e a ao bairro vizinho.

Serviços entregues e em andamento

Os aeroportos entregues receberam serviços de reforma e sinalização da pista; manutenção do terminal de passageiros; das cercas e áreas verdes; e reparos na estrutura de apoio. Além disso, o aeroporto de Carolina foi contemplado com um carro contra incêndio de aeródromo (CCI) no valor de R$ 1,5 milhão, entregue pela SAC. O Governo do Estado também concedeu, no local, um prédio destinado à instalação de uma Companhia do Corpo de Bombeiros.

Em Barra do Corda, Santa Inês e Colinas, os aeroportos estão recebendo as mesmas ações corretivas, entretanto, em Colinas, os serviços são essenciais para a abertura do processo de homologação do aeroporto junto a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que está cancelado devido irregularidades e, portanto, com operações aéreas suspensas.

Após vitória de Bolsonaro, aluno da Ufma diz que “tá liberada caça a viadinhos”



Um aluno do curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Maranhão (Ufma) será alvo de processo administrativo da instituição depois de postar declarações de cunho homofóbico em suas redes sociais.

Ao comemorar a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na eleição para presidente do Brasil, o estudante disse estar liberada a “caça aos viadinhos”.
“Atenção, geral! Tá liberada a caça legal aos viadinhos! Não vale atirar na cabeça,
tá ok? 1 caixa de Budweiser pra cada viadinho no chão”, escreveu ele numa primeira postagem.


Depois, arrematou: “Agora chorem, fraquejadas, vagabundas. O Brasil é conservador. Ustra vive! Chora esquerda!”.

Em nota a Ufma disse que “promoverá a apuração rigorosa dos fatos, considerando a gravidade das declarações”.
Outro lado
Diante da repercussão do caso – e da possibilidade real até mesmo de uma expulsão da universidade – o estudante decidiu apagar as postagens criminosas e pedir desculpas públicas.
Ele fez duas publicações.

A primeira delas:
“Olá, pessoal! Boa tarde! Primeiramente gostaria de me dirigir a toda comunidade LGBTq+/feministas e pedir minhas mais sinceras desculpas por minhas declarações infelizes, fora de contexto e impensadas. Estou profundamente arrependido por tal comportamento de minha parte, assim sendo, não se repetindo tal fato.
Em segundo lugar, a todos os amigos, parentes e professores da Universidade Federal do Maranhão, os quais são profissionais de extrema competência e moral. Mil desculpas a todos(as).
Tal comportamento não se repetirá.
Boa tarde.”
A segunda:
“Uma auto crítica!
Postei coisas completamente irracionais durante meses, mas devido a uma última postei, vi que cheguei num ponto oblíquo da minha vida.
Jamais pensei que veria amigos próximos, parentes e outras pessoas próximas a minha pessoa em um estado de dor.
Eu errei e errei muito feio por conta das bobagens q eu disse, mas nesse momento só quero expressar meu profundo repúdio e arrependimento das coisas tolas que aqui explanei.
Sinto muito, amigos/colegas e parentes!
Cometi um mega equívoco e que com certeza, aprenderei com tal derrapada na minha vida.”

VIA Gilberto Léda

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

SEM SABER VOTAR!! Eleitor erra voto, agride mesária e tem prisão decretada no Pará

Eleitor tentou votar no 17 para governador, mas eleição no Pará não tem candidato desta legenda

Urna mostra o número 17 e a mensagem de "voto nulo", já que não há candidatos dessa legenda concorrendo ao governo do Pará (Foto: Reprodução )

A Justiça Eleitoral do Pará pediu a prisão de um eleitor que filmou o voto na urna eletrônica e agrediu uma mesária. A situação aconteceu no bairro do Tenoné, em Belém. No vídeo, postado nas redes sociais, o homem acusa que a urna está fraudada após ele digitar o número 17 para eleger o candidato ao governo do estado e aparecer a mensagem de 'Voto nulo'. Isso aconteceu porque, no Pará, não há candidato para governador com o número 17. Ele afirma que estava tentando votar para presidente. 

No vídeo, o homem ainda filma outras pessoas que estão na seção eleitoral e diz que "estão falsificando as urnas". Uma mesária tentou alertar o eleitor que é proibido registrar o voto e foi agredida pelo rapaz. A Polícia Militar foi chamada, mas, segundo o Tribunal Regional Eleitoral, o eleitor se identificou como militar da reserva e não foi preso por motivos hierárquicos. 

A juíza Ana Patrícia Mendes, da 97ª Zona Eleitoral, determinou a busca do eleitor e que ele seja autuado em flagrante. Caso a prisão não seja realizada em 24 horas, um inquérito será instaurado com as informações que foram registradas em ata.

Após chorar derrota da filha, Sarney se consola com vitória de aliado no Amapá

José Sarney e seu aliado no Amapá, governador reeleito Waldez Góes
O ex-presidente José Sarney (MDB), oligarca mais longevo da história do Brasil, após ser escorraçado do Maranhão amargando uma humilhante derrota da filha Roseana (MDB) no primeiro turno da eleição para o Governo, conseguiu reeleger o aliado Waldez Góes (PDT), no Amapá, Estado que criou quando no exercício da Presidência da República e por onde exerceu seus últimos mandatos como senador.

Sarney, um político decadente, com o prestígio abalado em Brasília pelo resultado da eleição no Maranhão e que andava amargurado com a rejeição nas urnas da oligarquia  que criou e mandou no Maranhão ao longo de cinco décadas, teve na vitória de Góes o único triunfo desta eleição, pois conseguiu derrotar um adversário histórico e líder popular de esquerda no Amapá, senador João Capiberibe (PSB).

No seu estado natal, além de acachapante derrota de Roseana Sarney para o governador Flávio Dino (PCdoB), o ex-presidente ainda assistiu o filho Zequinha Sarney (PV) amargar a quarta colocação na eleição para o Senado e ficar sem mandato após 40 anos no exercício de deputado federal.

O candidato do PDT foi reeleito governador do Amapá no segundo turno das eleições 2018 com 52,38% dos votos, enquanto João Capiberibe, do PSB, ficou 47,62% dos votos. Waldez, que em setembro de 2010 foi preso pela Polícia Federal durante a Operação Mãos Limpas, é o principal aliado de José Sarney no Amapá.
JorgeVieira

Polícia Civil realiza operação para combater crimes de trânsito em Barra do Corda

A Polícia Civil de Barra do Corda, coordenada pelo Delegado Regional Renilto Ferreira e equipe de capturas, realizou operação nas ruas da cidade na noite de sábado (27), no combate a crimes de trânsito, sendo cumprido as seguintes prisões e apreensões:
Antonio Melkean do Nascimento Bezerra, 24 anos, pelo crime de embriaguez ao volante. O mesmo foi flagrado no local conhecido por "Entre-Rios" pelos policiais, com o carro cheio de bebidas e totalmente alterado e embriagado, sendo-lhe dado voz de prisão e encaminhado a esta delegacia, onde foi devidamente autuado pelo crime previsto no art 306 do CTB.
Felipe Alves Reis, 19 anos. O mesmo foi flagrado próximo a rodoviária, no Bairro Altamira, fazendo manobras arriscadas com sua motocicleta (empinando), tendo sido abordado pelos policiais e em seguida encaminhado a esta delegacia, onde foi devidamente autuado pelo art 308 do CTB.
J.G.S. 15 anos. O mesmo foi surpreendido pelos investigadores pilotando a moto de seu pai e velocidade incompatível, sem capacete e sem habilitação ou permissão para dirigir. Diante dos fatos, o mesmo foi conduzido para esta delegacia, onde fora lavrado o Boletim de Ocorrência Circunstanciado em seu desfavor, pelo ato infracional análogo ao crime de direção sem habilitação ou permissão para dirigir, conforme art 309 do CTB.

Franco Silva Santos, 30 anos, pai do menor J.G.S. acima citado, pelo crime de entregar veículo automotor a pessoa não habilitada para dirigir, conforme o art 310 do CTB, sendo lavrado o respectivo T.C.O. em seu desfavor.
 
A Polícia Civil tem intensificado as rondas noturnas, com o intuito de flagrar condutores embriagados ou fazendo manobras perigosas, principalmente motociclistas empinando motos em via pública. A realização dessas manobras caracterizam crime punido com até 03 anos de detenção, passível de Auto de Prisão em flagrante pela Autoridade Policial e o conduzido só será posto em liberdade mediante o pagamento de fiança crime.

domingo, 28 de outubro de 2018

Flávio Dino agradece maranhenses pela expressiva votação em Haddad no Estado


O governador Flávio Dino comentou o resultado das eleições nas redes sociais, destacando a resistência democrática diante da agenda proposta pelo candidato Jair Bolsonaro, que venceu a eleição presidencial. Flávio também agradeceu aos maranhenses pela votação que deram ao candidato Fernando Haddad.

“Agradeço à população do Maranhão pela extraordinária votação conferida a Haddad. Longe daqueles discursos preconceituosos que se ocupam de atacar o Nordeste, nosso voto se embasa em uma visão sobre desenvolvimento com justiça social. Essa concepção foi a vencedora aqui”, pontuo.

Com 98,20% das urnas apuradas no estado, já se pode considerar que a vitória de Haddad no Maranhão foi massacrante. O petista ficou com 73,06% dos votos contra 26,94% de Jair Bolsonaro.

O governador também enalteceu o candidato derrotado e a vice, Manuela d’Ávila, que é do seu partido. “Não se perde quando se combate por boas causas. Defendemos o Brasil e os brasileiros, sobretudo os mais pobres. Parabéns a Haddad e Manuela pela coragem e dedicação. A resistência democrática, nacional e popular segue firme”.

Edvan Brandão é eleito prefeito de Bacabal


Na eleição suplementar da cidade de Bacabal, o vencedor foi o candidato Edvan Brandão (PSC), que estava no cargo de prefeito desde que Zé Vieira foi cassado. Edvan era presidente da Câmara de vereadores do município e é aliado do senador João Alberto (MDB) e do deputado estadual Roberto Costa (MDB).

Com 96,73% dos votos apurados, a eleição foi matematicamente resolvida. Edvan ficou com 50,84% dos votos contra 45,98% de Cesar Brito (PPS), que era apoiado pelo governador Flávio Dino.

A eleição foi praticamente plebiscitária. Os demais candidatos tiveram votações inexpressivas. Luis Padeiro com 1.98% e Professor Marinho 1,19%. Gisele Veloso teve sua candidatura indeferida.

Edvan terá dois anos e dois meses de mandato.
Do ClodoaldoCorrêa

Haddad agradece os 45 milhões de votos em defesa da democracia

O candidato do PT a presidente, Fernando Haddad, se manifestou após o resultado das eleições presidenciais vencidas por Jair Bolsonaro (PSL); Haddad agradeceu o apoio de todos os brasileiros e brasileiras que defenderam a democracia; "Gostaria de agradecer meus antepassados que me ensinaram o valor da coragem e a defender a justiça a qualquer preço. Todos os demais valores dependem da coragem", afirmou 

247 - O candidato do PT a presidente, Fernando Haddad, se manifestou neste domingo, 28, após o resultado das eleições presidenciais vencidas por Jair Bolsonaro (PSL).

Haddad agradeceu o apoio de todos os brasileiros e brasileiras que defenderam a democracia. "Gostaria de agradecer meus antepassados que me ensinaram o valor da coragem e a defender a justiça a qualquer preço. Todos os demais valores dependem da coragem", afirmou. 

Assista ao depoimento de Fernando Haddad:

Boulos: haverá uma frente democrática contra Bolsonaro

O primeiro líder das forças democráticas a se manifestar depois da vitória de Bolsonaro foi Guilherme Boulos; ele postou um breve discurso de menos de 2 minutos às 19h21, no qual afirmou que "nos próximos dias nós vamos contribuir para impulsionar uma frente ampla pela democracia no Brasil com todos aqueles que neste segundo turno souberam se colocar do lado certo da história"; disse que a Frente Povo Sem Medo irá convocar manifestações de protesto para a próxima terça-feira; para Boulos, "o país saiu dividido e fraturado dessa eleição"
 
247 -O primeiro líder das forças democráticas na eleição de 2018 a se manifestar depois da vitória de Bolsonaro foi Guilherme Boulos, ex-candidato a presidente do PSOL e dirigente do movimento dos sem teto no país. Ele publicou um breve discurso de menos de 2 minutos às 19h21 no qual afirmou que "nos próximos dias nós vamos contribuir para impulsionar uma frente ampla pela democracia no Brasil com todos aqueles que neste segundo turno souberam se colocar do lado certo da história". Ele disse que a Frente Povo Sem Medo irá convocar manifestações de protesto para a próxima terça-feira (30). Para Boulos, "o país saiu dividido e fraturado dessa eleição".

Boulos disse que a vitória de Bolsonaro aconteceu no contexto de "uma eleição marcada pelo medo e pelo ódio" e que o candidato de ultradireita "fugiu dos debates e se escondeu atrás de uma rede de mentiras no whatsApp à base de fraude e de caixa dois".

Ao responder ao discurso de Bolsonaro no último domingo, quando o então candidato ameaçou os opositores com a prisão e o exílio, o líder do PSOL e dos sem teto afirmou que "entre a prisão e o exílio nós escolhemos as ruas".  e já na próxima terça-feira (30) a Frente Povo Sem Medo "vai às ruas de várias cidades do país a afirmar o nosso compromisso com a democracia e com nossos direitos".

"Jair Bolsonaro não é o dono do Brasil e não vai silenciar as nossas vozes; essas nuvens cinzentas de intolerância e de violência vão passar mais cedo do que muitos imaginam. Aapesar de você. Bolsonaro, amanhã vai ser outro dia e, até lá, nós vamos estar com coragem nas ruas deste país lutando por democracia e por nossos direitos. O Brasil é muito maior do que Jair Bolsonaro. Vamos à luta" -completou Boulos.

Assista ao vídeo na TV 247: 


Jair Bolsonaro é eleito novo presidente do Brasil


Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito novo presidente do Brasil neste domingo (28). Depois de sair na frente no primeiro turno, Bolsonaro confirmou seu amplo favoritismo e derrotou em segundo turno Fernando Haddad (PT). 

O candidato do PSL liderou todas as pesquisas desde que o ex-presidente Lula, também do PT, teve a candidatura barrada pela Justiça Eleitoral. Bolsonaro sofreu uma tentativa de morte no meio da campanha, durante uma caminhada por Juiz de Fora, em Minas Gerais. Depois disso, passou três semanas internado no hospital Albert Einstein. Após o atentado, Bolsonaro não participou mais de debates.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

“Eu fiz uma campanha com a supremacia do verbo sobre a verba”, declara Márcio Jerry em entrevista à Rádio e TV Assembleia


Terceiro deputado federal mais bem votado no Maranhão nas eleições deste ano, o jornalista e presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, concedeu entrevista ao complexo de comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão. Em programas veiculados no rádio e na TV, Márcio – que também reassumiu a Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) até que seja empossado no cargo eletivo – fez o balanço da campanha e falou das expectativas para o mandato na Câmara Federal e para a segunda gestão do governador Flávio Dino, que se inicia em janeiro de 2019.

Em conversa com a apresentadora Elda Borges e também com a radialista Régina Santos, o parlamentar eleito definiu o mandato de deputado federal como um grande, porém grato desafio. “Estou encarando esse desafio com o sentido de responsabilidade, de que é uma oportunidade que os maranhenses, com a benção de Deus, me deram para ajudar nosso estado e o nosso país, levando para a Câmara Federal uma vida inteira como militante político. Estou muito entusiasmado, contente e com muita vontade de assumir e fazer um mandato que orgulhe todos os maranhenses, não apenas os 134.223 que votaram em mim, mas espero que todo o povo do Maranhão possa ter em meu mandato uma referência da boa política”, pontuou.

Para Márcio Jerry a expressiva votação se deve à sua biografia irretocável e coerente, apresentada aos maranhenses durante a campanha e ao longo dos anos, bem como o importante apoio dos movimentos sociais, sindicais, da militância do PCdoB e dos prefeitos do partido e aliados, que ajudou a eleger no pleito municipal de 2016, e estes foram, segundo ele, o sustentáculo da vitória.

Uma das marcas da campanha vitoriosa levantada por Márcio Jerry foi o diálogo como forma de quebrar um paradigma negativo existente na cena política maranhense que é o uso do poderio econômico. “Eu fiz uma campanha, como disse desde o primeiro momento, com a supremacia do verbo sobre a verba, uma campanha de pouca estrutura, mas de muita articulação, muito diálogo e colocando sempre em avaliação aquilo que foi a minha vida de militante político”, definiu Márcio Jerry.

Ele avaliou que foi este conjunto de fatores, todos muito positivos e virtuosos, que o levaram a poder exercer o primeiro cargo eletivo, depois de grande contribuição com os movimentos sociais, em cargos no Executivo e como professor universitário. “E isso me orgulha muito porque dá a mim a condição de fazer um mandato que seja a extensão da minha militância durante a vida inteira e seja, também, a extensão da campanha eleitoral. Fiz uma campanha bonita, limpa, correta, ética e isso faz com que se projete ium mandato de trabalho limpo, correto e ético”, adiantou.

Gestão Flávio Dino

Márcio, que foi secretário do Governo Flávio Dino por três anos e três meses – tendo se afastado para a campanha de deputado federal e também para coordenar a campanha de reeleição do governador – defende que, a despeito da crise econômica e fragilidade política que o país vive, o Maranhão deverá seguir na contramão do resto do país, independente, por exemplo, dos resultados da eleição para presidente, que se avizinha, no domingo próximo.

“O grande desafio do governador Flávio Dino é continuar fazendo um bom governo na contracorrente da economia brasileira, pois continuamos sob uma forte crise econômica no país e um quadro instabilidade política. Precisamos ver como o país vai se comportar a partir da eleição de domingo, mas em qualquer cenário haveremos de ter um governo desafiador”, assegurou.

O segundo mandato do governador Flávio Dino deverá ser, segundo prospecções de Márcio Jerry, ainda melhor que o primeiro. Ele frisou que “o governador Flávio Dino já demonstrou que, entre tantas qualidades, é uma pessoa corajosa para enfrentar adversidades e vai continuar o governo sintonizado com o nosso povo, investindo fortemente em educação, saúde, infraestrutura urbana e criando condições para que haja um novo ciclo de desenvolvimento, com inclusão social, em todo Maranhão”.

Liberdades em risco: Folha de S.Paulo pede proteção à PF por ameaças a profissionais após reportagem sobre Bolsonaro


UOL – A Folha de S.Paulo entrou com uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nessa terça-feira (23) pedindo à Polícia Federal a instauração de inquérito para apurar ameaças contra a jornalista Patrícia Campos Mello e o diretor do Datafolha, Mauro Paulino. Os ataques, segundo o jornal, começaram após a publicação, na última quinta-feira (18), da reportagem “Empresários bancam campanha contra o PT pelo WhatsApp”.

Para a Folha, há indícios de uma ação orquestrada com tentativa de constranger a liberdade de imprensa. De acordo com o jornal, Patrícia, que é autora da reportagem, recebeu centenas de mensagens nas redes sociais das quais participa e por e-mail. Outros dois repórteres que colaboraram para a reportagem foram vítimas de mensagens difamatórias.

Apenas entre sexta-feira (19) e essa terça (23), um dos números de WhatsApp mantidos pelo jornal recebeu mais de 220 mil mensagens de cerca de 50 mil contas do aplicativo. O candidato a presidente do PSL, alvo da reportagem, também fez ameaça à Folha. “A Folha de S.Paulo é a maior fake news do Brasil. Vocês não terão mais verba publicitária do governo. Imprensa vendida, meus pêsames”, atacou.

A matéria da Folha diz que empresários ligados a Bolsonaro contrataram empresas para disparar, de maneira ilegal, mensagens com ataques contra o PT. A prática, se comprovada, configura crime.

Para o diretor do escritório da ONG Repórteres Sem Fronteiras na América Latina, Emmanuel Colombié, “os ataques do candidato Jair Bolsonaro e de seus apoiadores contra o jornal Folha de S.Paulo são inaceitáveis e indignos de um partido que pretende governar o país”.  O Comitê para a Proteção dos Jornalistas também se manifestou pedindo às autoridades brasileiras que garantam segurança aos dois profissionais.

WhatsApp hackeado

Segundo a Folha, o WhatsApp de Patrícia foi hackeado. Parte das mensagens mais recentes dela foi apagada e mensagens pró-Bolsonaro foram disparadas para alguns dos contatos da agenda telefônica da jornalista.

Patrícia também recebeu duas ligações telefônicas de número desconhecido nas quais uma voz masculina a ameaçou. Em grupos de apoio ao presidenciável do PSL foram distribuídas mensagens convocando eleitores do capitão reformado para confrontar Patrícia no endereço onde aconteceria um evento que seria moderado por ela, na próxima segunda-feira (29), um dia após a eleição.

Além de Patrícia, outros dois repórteres que colaboraram para a reportagem, Wálter Nunes e Joana Cunha, também foram alvo de um meme falso. O outro profissional que entrou na mira de apoiadores de Bolsonaro foi o diretor-executivo do Datafolha, Mauro Paulino, que foi alvo de ameaças, no seu Messenger e em sua casa.

Ainda foram disseminadas nas redes sociais uma mensagem com conversa fictícia entre Patrícia e o coordenador da campanha de Haddad, José Sergio Gabrielli, pela qual ele teria encomendado a reportagem, e uma foto com uma mulher desconhecida abraçada a Haddad, como se fosse a jornalista.

Curso de Enfermagem da UNICENTRO realiza ação em prol da campnha Outubro Rosa no CEM

Na quarta-feira (24), os alunos do curso de Enfermagem da UNICENTRO realizaram no CEM (Centro de Especialidades Médicas), uma atividade da campanha Outubro Rosa, levando informações sobre o câncer de mama, prevenção, diagnóstico,  tratamento e a importância do autoexame.
O projeto de extensão do curso de Enfermagem da UNICENTRO, coordenado pela professora Rosalina Munira, vem colocando os acadêmico bem próximo da comunidade, nos postos de saúde e escolas. O principal objetivo é alertar quanto os sintomas e detectar de forma precoce a doença.

Justiça decide que Lucas Porto vai a júri popular pela morte de Mariana Costa

Mariana era sobrinha-neta do ex-presidente da República José Sarney. Ela foi estuprada e morta pelo então cunhado, Lucas Porto. A data do júri apenas poderá ser determinada após esgotados todos os recursos da defesa.
O juiz da 4ª Vara do Tribunal do Juri, José Ribamar Goulart Heluy Jr, decidiu pelo júri popular de Lucas Porto no processo do assassinato da publicitária Mariana Costa, na noite do dia 13 de novembro de 2016. A decisão ocorreu em audiência de instrução realizada nesta quinta-feira (25). A data do júri apenas poderá ser determinada após esgotados todos os recursos da defesa.

Mariana Costa era sobrinha-neta do ex-presidente da República José Sarney e foi encontrada morta no apartamento onde morava, no bairro Turu, em São Luís. As investigações da polícia apontaram que ela foi morta por asfixia e também foi estuprada. Na época, o empresário e cunhado de Mariana, Lucas Porto, confessou o crime.
A motivação seria uma atração que ele tinha por Mariana. Após ser preso, Lucas Porto segue na Penitenciária de Pedrinhas como preso provisório e responde pelos crimes de estupro, homicídio e feminicídio.

Após a prisão, nos últimos anos Porto vinha fazendo diversos exames de avaliação psicológica a pedido da defesa, que alega que ele tem problemas mentais. A estratégia busca amenizar a pena sobre o empresário.
No entanto, durante o andamento do processo um laudo de insanidade mental de Lucas Porto apontou que ele foi “completamente responsável pelos atos que praticou (estupro e homicídio)”. O laudo foi enviado à justiça no dia 21 de fevereiro deste ano. (G1)

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Curso de Serviço Social da UNICENTRO promove palestra sobre prevenção ao uso de drogas para alunos da Escola Professor Galeno Brandes

Diante de um tema complexo e preocupante que desafia a sociedade, o uso de drogas lícitas e ilícitas independente de qual o ambiente, traz uma série de consequências e revelam a importância de serem realizadas ações preventivas junto aos jovens e adolescentes. 
Com a perspectiva de contribuir com a comunidade, a UNICENTRO por meio do Projeto de Orientação Social do Curso de Serviço Social, promoveu na noite da terça-feira (23), importante palestra sobre o tema Drogas, para alunos do ensino médio da Escola Professor Galeno Edgar Brandes. Como parte da programação houve também apresentação de um grupo de teatro.

O projeto é coordenado pela professora do curso de Serviço Social da UNICENTRO, Mayres dos Anjos, e conta com grande colaboração dos acadêmicos.

Preso suspeito de ser o atirador que matou crianças por bala perdida em Santa Inês

Danilo Cutrim Lima, de 28 anos, foi encontrado em uma residência em São Luís. Segundo a polícia, ele pretendia fugir para o Paraguai.

Danilo Cutrim é suspeito de ter atirado em duas crianças em tiroteio e foi preso em São Luís
A polícia prendeu na manhã desta quinta-feira (25), em São Luís, Danilo Cutrim Lima, de 28 anos. Ele é acusado pela polícia de ser o autor dos disparos que provocaram a morte de Jhoniel Rodrigues, de 7 anos; e Vitor Gabriel, de 5 anos,. O crime aconteceu na noite de segunda-feira (22) em Santa Inês, a 250 km de São Luís.

Danilo estava foragido e foi preso na região do Bacanga, dentro da casa de uma tia. Segundo a polícia, Danilo chegou a raspar a cabeça e a barba para mudar a aparência e pretendia fugir para o Paraguai.
Leandro é considerado suspeito e foi preso logo após o tiroteio
Segundo a Polícia Civil, no último dia 22 um veículo parou em uma rua e dois homens dispararam em direção a Praça Municipal Cantor Evaldo Cardoso, no bairro Vila Adelaide Cabral, em Santa Inês. No momento, várias crianças estavam brincando em um parque que fica localizado na praça.

O tiroteio ocorreu por volta das 21h e as balas atingiram os meninos Jhoniel Rodrigues e Vitor Gabriel. Um adolescente também ficou ferido na mão.
As vítimas Jhoniel Rodrigues, de 7 anos e Vitor Gabriel, de 5 anos
O delegado de Santa Inês, Ederson Martins, informou que os tiros aconteceram por vingança de Leandro Santos Rodrigues contra um homem identificado como Raimundo Warlison de Sousa Felix, de 19 anos. Os dois estão presos.

Em depoimento, Leandro disse que Raimundo teria roubado a casa da avó dele e que contratou uma pessoa para cometer o crime.
Crianças de 5 e 7 anos foram mortas nesta praça Santa Inês
No entanto, a pessoa contratada errou os disparos e acertou as crianças. A Polícia também prendeu o irmão de Leandro, conhecido como Alan, que teria comprado as munições para a realização do assassinato. (G1MA)