quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Empresário Valter Catingueiro é morto a tiros em Presidente Dutra

O empresário Valter Catingueiro foi assassinado por volta das 10 horas da manhã desta quinta-feira (23) com dois tiros na cabeça. Valter estava na barraca Queijo Bom na BR 135 entre a cidade de Presidente Dutra e o povoado Angical. Ele ainda foi levado para o Socorrão de Presidente Dutra, onde já chegou sem vida.


Catingueiro tinha postos de combustível nos municípios de Santa Filomena, São Domingos e Senador Alexandre Costa.
Informações de Pedro Jorge

Deputado pede na Justiça anulação de licitação abusiva do Governo Roseana

O deputado estadual Marcelo Tavares (PSB) já recorreu ao Poder Judiciário para pedir a suspensão do processo licitatório do contrato de R$ 1,3 bilhão para gestão do sistema penitenciário. O caso foi denunciado na manhã desta quarta-feira (22) no plenário da Assembleia Legislativa. 

O contrato licitado por Roseana Sarney às vésperas de deixar o cargo representa o equivalente a 10% do orçamento total do Estado. Para cada preso, o gasto mensal seria de R$ 8.891,00, valor que representa o dobro da média nacional de gastos no setor, que é de aproximadamente R$ 4 mil.

No documento entregue à Justiça, o coordenador da Equipe de Transição de Flávio Dino, Marcelo Tavares destaca a necessidade da contratação de empresas para prestação de serviços de suporte e apoio à administração penitenciária. “Todavia, é indispensável certificar-se de que a contratação desses serviços seja feita de forma lícita e responsável, afim de que atenda o verdadeiro objeto da contratação com valores equitativos que não lesem o erário”, consta na ação.

A preocupação da Equipe de Transição designada por Flávio Dino para conhecer os contratos vigentes do Estado a partir de 1o de janeiro é garantir que a próxima Administração do Estado seja feita com contratos que cumpram todas as disposições legais da Administração Pública. Isto é, assegurar a legalidade, moralidade e economia nos gastos públicos.

Conforme demonstrado pelo deputado na tribuna e na petição, a licitação aberta pelo governo Roseana Sarney no fim do mandato tem cifras muito acima da média nacional e podem comprometer os cofres públicos estaduais. O deputado afirmou que todo trabalho da transição será feito para impedir abusos do grupo Sarney nos últimos meses de mandato e garantir que o próximo governo tenha condições de implantar as políticas públicas aprovadas amplamente pela população maranhense nas últimas eleições.

Fazenda Chapada ressarce despesas de acidente com veículos

Caminhão da Fazenda Chapada atendendo uma das solicitações da Delegacia
Barra do Corda - A empresa norte-americana Guercegen (Fazenda Chapada),  com sede em Barra do Corda arcou com todas as despesas dos danos materiais do acidente por falha mecânica do caminhão pipa da empresa envolvendo outros cinco veículos, ocorrido na manhã da última segunda-feira, na ponte do Rio Mearim, no centro da cidade.

O gerente da Fazenda Chapada, Dr. Sena falou ao Barradocordanews sobre o ressarcimento aos proprietários dos veículos. "Graças a Deus não houve feridos, o que neste momento é o mais importante e, que os proprietários dos veículos danificados foram ressarcidos de suas respectivas despesas. Foi realmente uma falha mecânica ocorrida em nosso veículo, algo imprevisível, mas nós cumprimos com o nosso dever", disse. 

Em tempo - Vale lembrar que Barra do Corda é uma cidade com aproximadamente 100 mil habitantes, mas que não conta com Corpo de Bombeiros. A Fazenda Chapada atua à serviço da comunidade exatos 25 anos, prestando quando solicitada, os serviços de bombeiro e de abastecimento d`água em alguns órgãos do município (mesmo tendo dois rios, o Rio Corda e o Rio Mearim).

Palestra de Giba para os alunos da Anhanguera/Barra do Corda foi um sucesso


O ex-jogador da seleção brasileira de vôlei Giba ministrou palestra em videoconferência na sexta-feira (17), para alunos, tutores e convidados da Universidade Anhanguera-Uniderp/Polo de Barra do Corda, na escola CEC, no bairro Altamira. Na ocasião, os alunos se sentiram motivados e receberam do ex-atleta dicas e questões como a construção de uma carreira, a realização de um sonho e a importância dos estudos na vida das pessoas.

A Coordenadora dos Cursos da Anhanguera, Laura Guerra, apresentou os Tutores Nélson Pereira Júnior, Eliana Viterbia, Klaubiana Barbosa, Patrick e Deusilene Pereira, profissionais do quadro local que contribuem para o crescimento pessoal e profissional dos alunos. Atualmente a instituição dispõe dos cursos de Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Gestão Pública, Letras, Pedagogia e Serviço Social. Para o próximo ano já estão garantidos Licenciatura em Educação Física, Engenharia da Produção, Engenharia da Computação, Tecnólogo em Gestão Ambiental e Imagem Estética.  

As informações passadas pelo Giba são de fundamentais importância para que você possa ser um profissional de sucesso dentro do competitivo e cada vez mais exigente mercado de trabalho. Faça Anhanguera e cresça com mais habilidade e confiança. 

 

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Tocar obras e diálogo com setor privado serão nossas diretrizes, diz secretário de infraestrutura




Em entrevista, o secretário de Infraestrutura apresentado por Flávio Dino para comandar a pasta a partir de 1º de janeiro de 2015 afirmou que as obras do recurso do empréstimo ao BNDES serão tocadas e concluídas no próximo Governo.

Segundo Clayton Noleto, já existe um esforço em conhecer a pasta e a situação financeira do Estado para garantir que os recursos dessas obras sejam apresentadas de forma transparente para o próximo governo, para que a população não seja prejudicada com a troca de nomes.

Entre as prioridades apontadas pelo próximo secretário estão o diálogo com a classe empresarial mantendo “um clima de respeito e independência” de ambas as partes. Clayton é oriundo da Região Tocantina e afirma que todas as regiões serão contempladas com as ações no Governo Flávio Dino. 

1 - O Maranhão é um estado que tem muitos problemas infraestruturais a serem resolvidos. Qual será a sua prioridade na pasta?

Vamos cumprir o Programa de Governo, cujo conteúdo foi elaborado em amplo debate com todos os setores da sociedade: concluir todas as obras vinculadas aos recursos do BNDES, obras cuja responsabilidade é do Governo Estadual, e combater a corrupção. Vamos apoiar as prefeituras na recuperação permanente das estradas vicinais, especialmente as destinadas ao escoamento da produção. Essas medidas vão abranger todas as regiões do Maranhão – muitas delas, que foram relegadas ao esquecimento ao longo dos anos. Vamos fazer tudo isso com transparência, agilidade e eficiência, num clima de respeito e independência em relação ao setor privado.

2 – E as obras não concluídas pelo atual governo, qual o tratamento que será dado a partir de 1º de janeiro?

Esse tema será tratado com seriedade. Uma das nossas solicitações diz respeito ao demonstrativo de obras em andamento, com informações detalhadas do que foi entregue ou não está concluído. Conhecemos os problemas de mobilidade urbana nas grandes cidades e trataremos as obras da Via Expressa, do Corredor Metropolitano e da Quarto Centenário com a atenção devida. Outro caso que terá nossa total atenção é o da MA-008, a famosa “Paulo Ramos-Arame”, importante para escoamento da produção e facilitar o deslocamento, acesso a serviços de saúde, educação. Essa obra, que foi integralmente paga e nunca foi feita, será o símbolo da inauguração de um novo momento no governo do Maranhão. Vamos fazer essa estrada, importante para o desenvolvimento do estado. 

3 - Como o senhor pretende conduzir o Programa de investimentos em infraestrutura do BNDES no Maranhão, conhecido pela polêmica criação do Fundema?

Primeiramente, é necessário conhecer com detalhes a real situação de todos os convênios e estamos fazendo isso nesse período de transição. Saber quanto existe em caixa, quanto já foi gasto e o que ficará para executar no próximo Governo. Já estamos tomando ciência de todo o programa de investimentos previsto no BNDES e vamos acompanhar a execução, obra a obra, para que o dinheiro público seja finalmente revertido em benefícios para todos os maranhenses; e isso será levado ao conhecimento dos maranhenses. Nossa prioridade será garantir a conclusão de todas as obras oriundas do financiamento do BNDES.

4 - O senhor tem destaque em Planejamento Estratégico e, nessa área, o Maranhão precisa transformar as obras em mais desenvolvimento. Como fazer isso no novo governo? 

Vamos colocar em prática o compromisso do Governador eleito – garantir o combate à corrupção e ao desperdício. E isso nós vamos fazer com diálogo permanente com o setor privado, aumentando a celeridade e qualidade das obras, assegurando transparência e probidade nas despesas do Estado. Os investimentos serão feitos em sintonia com as diretrizes estabelecidas pelo Flávio. Temos um estado rico e capaz de produzir em todas as regiões, por isso, as obras não podem ser feitas aleatoriamente. Elas devem estar sintonizadas com as necessidades de cada região. O nosso esforço será feito nesse sentido.

SINPROESEMMA/BC REALIZA ASSEMBLEIA NESTA QUINTA-FEIRA 23

O sindicato dos professores SINPROESEMMA/BC realizará nesta quinta-feira (23), na escola Governador Luís Rocha no bairro Tresidela uma Assembleia geral com os professores do município e associados da entidade. A reunião tem o intuito de discutir e chegar a um acordo sobre o rateio que não foi pago conforme o acordo previamente estabelecido entre sindicato e governo municipal. 

É o que consta no edital em anexo.


LUTA PELA COMBATE ÀS DESIGUALDADES TERRITORIAIS EM SÃO LUÍS RECEBE VISITA DE COMITIVA DE ALAGOAS

 

Neste final de semana, representantes da Prefeitura Municipal de Alagoas visitaram a capital maranhense para acompanhar a realização de mais um Fórum da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), no Território do Tirirical, promovido pelo UNICEF, Prefeitura de São Luís e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA. No Fórum, o terceiro a ser realizado em São Luís, a comunidade pôde ter contato com os indicadores sociais da área e, em uma discussão participativa, construir propostas de ações prioritárias para melhorar a qualidade de vida das crianças e adolescentes na área, bem como ajudar a reduzir as desigualdades intramunicipais.

Para Eliana Almeida, coordenadora do escritório do UNICEF em São Luís, esse intercâmbio entre as cidades que estão implementando a Plataforma dos Centros Urbanos é muito salutar. “Cada vez que trocamos experiências com outras capitais, vamos aperfeiçoando as metodologias de articulação entre a comunidade e o poder público, garantindo um resultando ainda mais significativo na vida de nossas crianças e adolescentes”, destacou. Juliana Vergetti, secretária-adjunta do Trabalho de Maceió e parte da comitiva de visitantes; também considerou muito positiva sua visita ao Fórum em São Luís. Segundo ela, parte da metodologia aplicadas em São Luís serão incorporadas ao primeiro Fórum da PCU na capital alagoana, no próximo dia 30.“Vendo o Fórum acontecer na prática, pudemos redimensionar algumas das atividades que já estávamos pensando em realizar, assim como incorporar outras, como a metodologia de votação nas prioridades utilizando adesivos coloridos, onde a comunidade se empodera e pode decidir, com total autonomia, o que acha mais importante”, ressaltou.


Outro ponto que chamou bastante atenção da equipe alagoana foi a escolha, no final do Fórum, de uma comissão de representantes da comunidade que funcionará como ele do ligação junto ao Unicef e aos demais órgãos envolvidos. O Fórum do Tirirical contou com aproximadamente 100 representantes da comunidade, que demonstraram vontade e disposição para a mudança de situação de seu território.

O próximo fórum a ser realizado em São Luís acontecerá no dia 22 de novembro, no território da Vila Embratel.

Dados do território

Em São Luís, dez territórios estão sendo priorizados na Plataforma dos Centros Urbanos: Mauro Fecury, Tibiri, Tirirical, Vila Embratel, Cidade Olímpica, Coroadinho, Maracanã, São Raimundo e Bairro de Fátima. Sobre cada um deles foi feita uma análise de seus indicadores oficiais do governo e, a partir deles e com a participação da comunidade, estão sendo elaborados planos de ações para a melhoria destes indicadores.

No território do Tirirical, onde aconteceu o 3º Fórum, alguns dos indicadores são preocupantes, como a  taxa de mortalidade neonatal, que alcança 16,4% , enquanto no Brasil a média é de 10,6%. Outro dado negativo é a taxa de homicídios de crianças e adolescentes de 10 a 19 anos, que alcança um patamar de 86,2 a cada 100 mil meninos e meninas nesta faixa etária, enquanto a média nacional é de 53,4, segundo os dados do Mapa da Violência no Brasil;

PCU

A Plataforma dos Centros Urbanos (PCU) é uma contribuição do UNICEF na busca de um modelo de desenvolvimento inclusivo das grandes cidades, que reduza as desigualdades que afetam a vida de suas crianças e seus adolescentes. Através de ações focadas em territórios com os maiores indicadores negativos, espera-se ajudar a garantir a cada uma delas maior e melhor acesso à educação de qualidade, saúde, proteção e oportunidades de participação.

Atualmente, oito grandes capitais participam da Plataforma, dentre elas São Luís, alcançando cerca de 8,2 milhões de meninos e meninas brasileiros. Em São Luís, já nos próximos meses, fóruns participativos serão realizados em 10 territórios prioritários, identificados a partir da análise de indicadores relativos à qualidade de vida de crianças e adolescentes. São parceiros da iniciativa a Prefeitura de São Luís e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Na cidade de São Luís, a PCU teve início em 2013 quando foi assinada uma parceria entre a Prefeitura de São Luís, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e o UNICEF. Iniciou-se assim um ciclo de trabalho que se completará em 2016, quando serão avaliados e divulgados os avanços do município na redução das desigualdades intraurbanas na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.
 
Assessoria de Comunicação