sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Valéria Macedo cria Projeto de Lei para conscientizar doação de órgãos no Maranhão

Valéria Macedo cria Projeto de Lei para conscientizar doação de órgãos no Maranhão
Dep. Valéria Macedo | foto: Agência Assembleia
De acordo com o Projeto de Lei n° 187/2015, de autoria da deputada estadual Valéria Macedo (PDT), fica instituído no Calendário Oficial do Estado do Maranhão o mês de setembro como “Setembro Verde” de conscientização da importância da captação e distribuição de órgãos e tecidos humanos.

Durante o mês de setembro, os prédios públicos serão iluminados com a cor verde, com o objetivo de chamar a atenção da população maranhense para a importância da conscientização e sensibilização da sociedade sobre a doação.

Conforme o Projeto de Lei, serão realizadas amplas campanhas publicitárias em diversos tipos de mídias, para a divulgação do mês de “Setembro Verde” acerca da importância do assunto.

Segundo o Projeto de Lei, hoje, existe uma lista de espera de córneas com mais de 700 pacientes ativos e de rim com cerca de 140 pacientes ativos. Existe, ainda, um grande número de pacientes que conseguem tratamento fora do domicílio para outros transplantes, como de fígado, coração e medula óssea. Em relação a este último, o Maranhão já cadastrou 7.602 doadores no Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (REDOME) desde de 2007.

“Apesar de tantos esforços, o número de transplantes realizados no Maranhão ainda é muito pequeno, se comparado com outras unidades da federação, e isto se dá principalmente à grande desinformação e mitos correlacionados ao processo de doação gerando um medo que acaba por dificultar o processo e, enquanto isso, a fila de espera só tende a aumentar”, disse Valéria Macedo.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

O requerimento n°422/2015, também de autoria da deputada Valéria Macedo, determina que Assembleia Legislativa do Maranhão fique verde em setembro. O objetivo do requerimento é chamar a atenção de servidores e da população em geral para a importância da conscientização sobre a captação e doação de órgãos e tecidos humanos, visando salvar ou melhorar a qualidade de vida de muitos pacientes crônicos do Maranhão, a exemplo do “Outubro Rosa” ou “Novembro Azul”.

Segundo a deputada Valéria Macedo é necessária uma mudança cultural. “Para haver um aumento no número das doações é fundamental que se massifique as ações de conscientização, mostrando à sociedade que por meio da doação podemos salvar vidas e este é o sentido da campanha”, afirmou a parlamentar

Nenhum comentário:

Postar um comentário