quarta-feira, 16 de novembro de 2016

BANDIDOS INVADEM CASA E EXECUTAM EX-MULHER DE GUARDA MUNICIPAL E IRMÃ DE VEREADOR ELEITO EM ALTO ALEGRE DO MA



A guarnição de serviço foi informada de um tiroteio no residencial Alto Alegre, aonde cerca de cinco a dez elementos encapuzados invadiram a residência de Valter Lima (guarda municipal) e executaram sua companheira que encontrava-se sozinha no momento de nome Marlene Rodrigues da Silva, 38 anos de idade. Marlene há um mês estava separada de Walter. Ela foi executada com 4 tiros de pistola no início da madrugada de terça-feira (15), por volta das 00h30min, no bairro Alto Alegre Vile, em Alto Alegre do Maranhão.


Informações extraoficiais dão conta que Walter supostamente é apontado por varias mortes misteriosas que aconteceram recentemente na cidade e, na madrugada de hoje cerca de 10 elementos invadiram a casa dela a procura do Walter, como ela não soube dizer onde ele estava, o bando mataram ela covardemente, por sorte também não mataram a filha dela de pouco mais de 10 anos de idade, que correu e se escondeu na casa de um primo dela que mora próximo ao local do crime, a polícia investiga as informações.


O que se cogita na cidade é que o crime da jovem aconteceu em represália a morte de um traficante de nome “ISKIS” que foi morto no último sábado (12), com 6 tiros. “ISKIS” era integrante de uma facção criminosa da capital São Luís, que agora vieram vingar a morte de “ISKIS”, matando uma pessoa inocente que não tinha nada a ver com o caso, as polícias não confirmam, mas o plano partiu de São Luís, entretanto criminosos de Alto Alegre podem ter participado do crime macabro.


Em tempo;

“Vale salientar que, o guarda municipal por se envolver em várias prisões e contribuir com a polícia como informante e por isso pode está sendo ameaçado de morte, assim como outros guardas municipais”.

As policia civil e militar estão à procura dos possíveis autores e dos possíveis mandantes do crime que chocou a cidade de Alto Alegre, que nos últimos dias tem vivido momentos de pânico.

Falando Sério

Nenhum comentário:

Postar um comentário