sexta-feira, 17 de abril de 2015

Prefeito de Tutóia-MA é cassado por compra de votos

O prefeito de Tutóia, Raimundo Nonato Abraão Baquil, o Diringa, e o vice-prefeito, João Batista Araújo da Silva, foram cassados nesta quinta-feira (16), pelo juiz Rodrigo Otávio Santos.
 
Os dois gestores foram cassados por captação ilícita de sufrágio e de abuso de poder econômico. Além da cassação, pela decisão judicial, Diringa e João Batista irão ficar oito anos inelegíveis.

A ação foi impetrada pela Coligação União por Tutóia e por Francisco de Assis Canavieira Fonseca, mais conhecido como Chico Canavieira. Além dos dois gestores, o vereador de Tutóia, Gean Lima Silva, também foi cassado pelo magistrado pelos mesmos motivos.

O juiz Rodrigo Santos determinou que a decisão seja cumprida imediatamente e o presidente da Câmara de Vereadores assuma o cargo de prefeito até a realização da eleição indireta.

Por fim, o magistrado determinou ainda que as instituições financeiras sejam comunicadas da decisão para bloquear quaisquer movimentações financeiras por parte dos então ocupantes do cargo de prefeito e vice-prefeito.

A decisão de primeiro grau ainda cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
Por: Gilson Garreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário