quarta-feira, 15 de abril de 2015

Flávio Dino defende investimentos sociais em reunião de governadores do Nordeste com bancada federal


 
Junto à Bancada de Parlamentares do Nordeste que atuam no Congresso Nacional e os oito governadores da região, o governador Flávio Dino defendeu prioridades para o desenvolvimento do Nordeste. A manutenção da capacidade de crédito dos Estados e a taxação de grandes fortunas para financiamento exclusivo da Saúde Pública foram os pontos defendidos pelo governador do Maranhão.

Para o enfrentamento das dificuldades econômicas nacionais transitórias e para que o Nordeste seja um dos vetores capazes de fazer o Brasil voltar a crescer, as lideranças políticas dos Estados nordestinos se reuniram em Brasília e afinaram as pautas comuns para fortalecer a região no cenário nacional. Em diálogo permanente com os governadores do Nordeste, Flávio Dino fez a defesa da continuidade de abertura de crédito para Estados.

O disciplinamento do imposto sobre grandes fortunas, em valores superiores a R$ 4 milhões, também foi tema levantado pelo governador. “É inadmissível que a conta da crise econômica recaia sobre os mais pobres apenas. Nós governadores do Nordeste já tomamos posição quanto ao tema, que é imprescindível para a Saúde Pública na nossa região”, disse aos representantes do Nordeste na Câmara e no Senado. Segundo ele, este é um passo importante para a justiça fiscal no Brasil.

Para o governador Flávio Dino, é urgente resolver o problema do subfinanciamento da Saúde no Brasil, que faz com que muitas unidades não tenham condições de funcionar. “Desde o governo passado que hospitais do Maranhão deixam de funcionar. Com a regulação deste imposto que aguarda 27 longos anos, vamos poder arrecadar cerca de R$ 17 bilhões em alíquotas moderadas e destinar para a Saúde”, defendeu.

Esta é a terceira reunião dos chefes de Poder Executivo dos nove estados do Nordeste para integrar as forças políticas em torno de pautas comuns às unidades federativas da região.

Após fazer a defesa das pautas legislativas e políticas junto aos parlamentares, os governadores foram recebidos pelos presidentes da Câmara dos Deputados (Eduardo Cunha) e do Senado Federal (Renan Calheiros), para os quais levaram as demandas prioritárias da região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário