terça-feira, 6 de junho de 2017

Empreendedores do segmento de panificação são capacitados em Grajaú



O curso técnico de panificação que teve início nesta segunda-feira (05), é uma fruto da parceria firmada entre o SEBRAE, SENAI, ACIG e Prefeitura de Grajaú.

Vinte e cinco profissionais que trabalham em padarias e confeitarias da região de Grajaú iniciam na tarde desta segunda-feira (05), o curso Panificação, que acontece na estrutura da unidade móvel do Senai (Carreta do Senai). Serão 250 horas distribuídas em 26 dias.

A ação é uma iniciativa do Sebrae, por meio da regional de Grajaú, em parceria com a Prefeitura Municipal de Grajaú, por intermédio da Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Agronegócio (SEDETIC), Associação de Indústria e Comércio de Grajaú (ACIG) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Maranhão (SENAI).

A Unidade Móvel do Senai está localizada no estacionamento do escritório do Sebrae, no Bairro Canoeiro, próximo a praça de alimentação e conta com uma das melhores estruturas físicas e de equipamentos em panificação. As aulas serão ministradas por um especialista da área, contratado pelo Senai.

O objetivo principal do curso é qualificar esses profissionais para oferecerem produtos de panificação em massas salgadas, semidoces e doces, de qualidade superior aos que são encontrados no mercado de Grajaú e região, tornando as padarias locais mais competitivas.

Além proporcionar inovação e tecnologia aos microempresários do segmento, o Sebrae disponibilizará durante os dias de capacitação, o acompanhamento a esses empreendedores por meio de consultorias.


Durante a abertura do curso, a gerente regional do Sebrae em Grajaú, Cecília Salata, destacou a importância de trazer uma capacitação técnica como a de panificação para os empresários em Grajaú.

“Para que uma padaria venda e tenha sucesso é necessário que alguém compre seus produtos, ou seja, é preciso que existam os clientes. Um ponto favorável ao empresário de panificação e confeitaria é o fato de que este é um mercado em crescimento, de grande apelo junto ao público. As padarias e confeitarias são negócios que participam ativamente da comunidade, das nossas vidas. Os clientes estão em busca de comodidade e de facilidades, mas acima de tudo, querem qualidade no produto, por isso achamos de extrema importância capacitar esses empreendimentos para que possam atender a demanda o mercado com qualidade”, enfatizou Salata.

Assessora Ângela Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário