quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Valéria Macedo solicita Delegacia Especial de Proteção ao Idoso em Codó

Valéria Macedo solicita Delegacia Especial de Proteção ao Idoso em Codó
Dep. Valéria Macedo | foto: Agência Assembleia
Uma indicação apresentada pela deputada Valéria Macedo (PDT) solicita ao Governo do Estado a implantação de uma Delegacia Especial de Proteção ao Idoso no município de Codó. O objetivo é melhorar atendimento às denúncias de agressões à população da terceira idade.

Segundo a Indicação n° 970/2015, a ampliação do número de casos de violência contra pessoas idosas em Codó, nos últimos anos, levou várias entidades e instituições de proteção e defesa do idoso a defenderem a implantação de uma delegacia especializada de proteção ao idoso em Codó. Nesse contexto, se faz necessária a implementação de políticas públicas que garantam direitos constitucionais adquiridos e proteção social por parte do Estado.

De acordo com Valeria Macedo, a cidade de Codó, tem sido crescente as ocorrências de agressão ao idoso, tanto psicológicas quanto físicas, que vai desde os xingamentos às negligências das famílias, violência dentro de sua própria casa (na maioria das vezes pelos próprios filhos), casos de violência financeira (privação do direito de aposentadoria) e até mesmo de abusos sexuais contra pessoa idosa.

“Quando ocorrem tais agressões, as vítimas ou suas famílias se sentem inseguros quanto a quem denunciar e, às vezes, quando são ameaçados ou mesmo agredidos não denunciam as violências sofridas principalmente porque não tem a certeza de que o conflito será resolvido de forma eficiente e segura”, afirmou a parlamentar.

Ainda de acordo com a deputada, é importante que o Estado se faça presente através de uma delegacia especializada para receber denúncias e até coibir a violência contra essas pessoas.

“O silêncio da vítima gerará cumplicidade e, desta forma, Codó necessita de uma Delegacia Especial de Proteção ao Idoso para que possa defender e garantir direitos, segurança, diminuir a impunidade, dar oportunidades de denúncia às vítimas, ou às suas famílias de o fazerem, e assegurar repressão aos agressores para que, dessa forma, possa defender e garantir um envelhecimento digno às pessoas bem como uma melhor qualidade de vida para os idosos daquele município”, finalizou Valéria Macedo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário