segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Governo inaugura o Hospital Regional de Caxias no próximo dia 28


Alas do Hospital Regional de Caxias recebendo os últimos preparativos antes da inauguração. Fotos: Francisco Campos/SES
Alas do Hospital Regional de Caxias recebendo os últimos preparativos antes da inauguração. Fotos: Francisco Campos/SES
Para atender os casos mais complexos de tratamento de Saúde da região dos cocais, a cidade de Caxias contará com o Hospital Regional de Caxias Dr. Everaldo Ferreira Aragão, que será inaugurado na próxima semana. A partir do dia 28 de novembro, os pacientes encaminhados de forma regulada pelos hospitais municipais de 26 cidades terão atendimento médico-hospitalar em cirurgia geral, clínica médica, neurologia, ortopedia, cirurgias oftalmológicas, biópsias e pediatria, entre outras.

O hospital estará à disposição dos casos mais graves e atenderá pacientes de média e alta complexidade da região, de forma regulada, beneficiando mais de 783 mil pessoas. Com o investimento de mais de R$ 21 milhões, do Tesouro Estadual e Governo Federal, o Hospital Dr. Everaldo Ferreira Aragão fará com que os pacientes da região dos cocais possam ser atendidos próximos de suas cidades, com maior comodidade e conforto, sem precisar fazer grandes deslocamentos até São Luís ou até Teresina, pela proximidade geográfica da capital piauiense.

O secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, destaca a importância do governo disponibilizar serviços de saúde de alta complexidade para a região, evitando que a população tenha que se deslocar para Teresina. “Este é um grande passo que o governo Flávio Dino está dando para fazer o que chamamos de cinturão assistencial. Isso quer dizer assistir a população com serviços médicos que elas, na maioria das vezes, tinham que ir até Teresina para conseguir. Posso dizer que isso traz dignidade a todos nós, do ponto de vista que, aos poucos, a saúde do Maranhão sairá dos últimos lugares dos indicadores”, destaca Marcos Pacheco.

A situação da saúde da média e alta complexidade de Caxias é muito difícil, afirma o prefeito Léo Coutinho, por só ter apenas um hospital para atender uma grande demanda da região. “Esse hospital que nosso governador Flávio Dino vai inaugurar é um sonho, não só para a população de Caxias, mas para toda a região. Todos os municípios vão ser beneficiados com os serviços de alta complexidade desse hospital. E em nome da população, eu gostaria muito de agradecer ao governador, pois quando ele assumiu em janeiro, a obra estava parada por problemas fundiários. Para se ter uma ideia, começaram a construir o hospital quando nem o terreno pertencia ao Estado, e o Flávio Dino, ao lado do secretário Marcos Pacheco, de forma dinâmica, em apenas 11 meses de governo conseguiu regularizar as irregularidades”, revela o prefeito de Caxias.

hospital_regional_caxias (2)
Hospital Regional será inaugurado com 122 leitos de internação 
 
Por meio de processo seletivo, o Instituto Corpore para o Desenvolvimento da Qualidade de Vida, que é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que possui contrato de gestão com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), contratará 402 funcionários dos níveis médio, fundamental, técnico e superior para atuar no hospital.

O corpo clínico contará com 50 enfermeiros e 70 médicos, aproximadamente. A população terá, ainda, serviço de apoio de diagnóstico e terapia, com laboratório, radiologia, ultrasonografia, tomografia, endoscopia, eletrocardiograma, densitometria, ecocardiograma, diagnósticos oftalmológicos, mamografia, teste ergométrico, Holter, entre outros.

O Hospital Regional será inaugurado com 122 leitos de internação, sendo 26 leitos de clínica médica, 26 leitos de clínica pediátrica, 26 leitos de clínica ortopédica, 26 leitos de clínica cirúrgica, 12 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 6 leitos de UCI (Unidade de Cuidados Intermediários).

Municípios beneficiados
 
Região de Caxias – Afonso Cunha, Aldeias Altas, Buriti, Caxias, Coelho Neto, Duque Bacelar e São João do Sóter;

Região de São João dos Patos – Barão de Grajaú, Benedito Leite, Buriti Bravo, Carolina, Jatobá, Lagoa do Mato, Mirador, Nova Iorque, Paraibano, Passagem Franca, Pastos Bons, São Domingos do Azeitão, São João dos Patos, Sucupira do Norte e Sucupira do Riachão;

Região de Timon – Matões, Parnarama, São Francisco do Maranhão e Timon.

Homenagem
O nome do hospital será em homenagem ao médico caxiense Everaldo Ferreira Aragão, falecido em 2010, após três anos de luta contra um câncer nos rins. Everaldo Aragão atuou por 33 anos nas áreas de cirurgia geral, ginecologia, obstetrícia e ultra-sonografia.

A autoria da indicação é dos ex-deputados Cleide Coutinho e Arnaldo Melo, aprovada pelo plenário da Assembleia Legislativa em dezembro de 2014, Lei n° 228/2014. A homenagem se dá em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à população caxiense na área da saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário