terça-feira, 17 de novembro de 2015

Imagens da condução coercitiva de Ricardo Murad à Superintendência da Polícia Federal

Mesmo com policiais federais em sua residência desde as primeiras horas da manhã, onde fizeram várias apreensões de bens, o ex-secretário da SES, Ricardo Murad, só foi conduzido coercitivamente às 11h30 da manhã desta terça-feira (17).

image
IMG-20151117-WA0013
IMG-20151117-WA0012
O ex-secretário de Saúde do Maranhão, Ricardo Murad, foi preso por volta das 11h30 desta terça-feira (17) em São Luís. A medida faz parte da Operação Sermão aos Peixes da Polícia Federal, que investiga o desvio de recursos públicos federais do Ministério da Saúde repassados ao estado entre os anos de 2009 e 2014.

A investigação, segundo a PF, teve início em 2010, quando o então secretário de saúde do estado do Maranhão se utilizou do modelo de “terceirização” da gestão da rede de saúde pública estadual, ao passar a atividade para entes privados – Organização Social (OS) e Organização de Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), e, assim, fugir dos controles da lei de licitação.

Essa flexibilização significou uma burla às regras da lei de licitação e facilitou o desvio de verba pública federal, com fim específico de enriquecimento ilícito dos envolvidos, informam os investigadores.

O cunhado da ex-governadora Roseana Sarney foi conduzido à superintendência da Policia Federal no Maranhão onde será interrogado pelos delegados que conduziram a operação. Na casa da família Murad foram apreendidos quadros, computadores, obras de arte e o veículo utilizado pelo ex-secretário.
do Blog Marrapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário