segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Investigado na Operação Lava Jato, Lobão é hostilizado em São Luís

comitiva 

O senador Edison Lobão sentiu na própria pele os efeitos da Operação Lava Jato, na manhã desta segunda-feira (10), ao ter seu nome anunciado na comitiva da presidente Dilma Rousseff na solenidade em que foram entregues 2020 unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida nos Residenciais Amendoeiras e Santo Antônio, no bairro Maracanã.

O representante maranhense na Câmara Alta do Congresso Nacional foi vaiado três vezes pelo grande público que compareceu à solenidade.  A primeira quando locutor do evento anunciou seu nome na comitiva. Os apupos se tornaram mais intensos quando o governador Flávio Dino citou o nome dele ao se dirigir aos integrantes da comitiva no momento de sua fala.

As vaias estrondosas também importunaram Lobão no momento em que a presidente Dilma, ao fazer uso da palavra, citou o senador maranhense envolvido no propinoduto da Petrobras e alvo da Operação Lava Jato da Polícia Federal.

As vaias deixaram o senador completamente desnorteado e sem clima, ficando o tempo todo de cabeça baixa, mais parecendo um estranho no ninho na solenidade de entrega das casas e na inauguração do Tegram.

Do Jorge Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário