sábado, 29 de agosto de 2015

Acompanhante de paciente que caiu de ambulância morre no Socorrão

José Mílson
Morreu ontem(27) à noite, por volta das 23h, no hospital Socorrão, em Presidente Dutra, o lavrador José Mílson de Sousa, 47 anos, vítima da negligência e da irresponsabilidade da Secretaria de Saúde de Governador Luiz Rocha. O fato que fez ocasionar sua morte aconteceu na noite do dia 18 de agosto, momento em que José Mílson acompanhava um paciente no interior de uma ambulância que se dirigia ao hospital Socorrão. No meio do trajeto a porta traseira da ambulância abriu espontaneamente e ele foi sacado para fora.


O motorista da ambulância só sentiu a ausência do acompanhante em Presidente Dutra quando percebeu que a porta estava aberta. José Mílson foi socorrido por um caminhoneiro que o encontrou agonizando no meio da pista. Desde o dia do ocorrido que ele estava em estado de coma com suspeitas de traumatismo craniano.
A família dele está sendo incentivada a mover uma ação na justiça para punir os principais responsáveis que negligenciaram com o caótico estado de segurança proporcionado pela ambulância no dia do incidente. Segundo fontes de Governador Luiz Rocha, a trava que mantinha a porta fechada estava quebrada, e que mesmo estando nessas condições José Mílson não foi avisado do problema que poderia enfrentar. Mesmo que a família não provoque a justiça para encontrar os responsáveis, o Ministério Público poderá denunciar o caso à justiça. José Mílson deixa esposa e três filhos.   
 
Informações de Deusimar Lobão

Nenhum comentário:

Postar um comentário