quarta-feira, 7 de março de 2018

Inaugurado pelo Governador Flávio Dino, o Sorrir completa primeira semana com mais de mil atendimentos


Luciene Mota e o filho: Christian, cirurgia dentária encaminhada no primeiro dia de atendimento. (Foto: Karlos Geromy)
Maior Unidade Pública de Especialidades Odontológicas da Região Nordeste, o Sorrir completa a primeira semana de funcionamento com mais de 1500 pacientes de todas as faixas etárias na Unidade Sorrir.

Inaugurada pelo Governador Flávio Dino no dia 28 de fevereiro, a Unidade recebe a aprovação de pacientes que já iniciaram tratamento nas mais diversas especialidades oferecidas.

Lucilene Pinto Mota soube por uma amiga da oportunidade de fazer um tratamento dentário do filho, Christian Mota Marreiros, de nove anos. “Fomos atendidos de maneira muito rápida, achei o atendimento maravilhoso e vou trazê-lo sempre para fazer o tratamento completo.

Na odontopediatria, equipada especialmente para o atendimento de crianças, Christian foi encaminhado para o procedimento cirúrgico de correção dentária, já na primeira consulta.

Entre a chegada e o procedimento para o encaminhamento à triagem, os pacientes aguardam entre cinco e quinze minutos. Após o procedimento de avaliação por um odontólogo em um dos 17 consultórios do Centro, os pacientes são encaminhados para o atendimento especializado.
Fabrício Saraiva Diretor do Sorrir. (Foto: Karlos Geromy)
“Estamos recebendo a população que até um tempo atrás não tinha atendimento odontológico especializado e que agora têm acesso aos nossos serviços. É uma demanda reprimida que garante oportunidade de tratamento de portas abertas para todos, explica Fabrício Saraiva, Diretor do Centro Sorrir.

Eduardo José de Araújo Ramos, morador do bairro Filipinho chegou cedo para o atendimento e se surpreendeu com a agilidade e rapidez: “Quando soube que seria possível fazer a consulta aqui, cheguei bem cedo, mas fui atendido de maneira rápida. O atendimento foi muito melhor do que eu imaginei, esperava há muito tempo por essa oportunidade de atendimento”, explica.

Da rede particular para a pública
O aposentado José Manuel Almeida Acompanha o tratamento da neta Emanuele. (Foto: Karlos Geromy)
Fabíola Rodrigues explica que com a crise, deixou de levar o filho, Andrey Levy, para atendimento na rede privada: “Encontramos na Clínica Sorrir uma oportunidade de atendimento bom e gratuito. Com a situação financeira difícil, é ótimo que tenhamos essa opção de atendimento para toda as famílias que não têm condições econômicas de fazer atendimento privado” diz.

José Manuel Almeida, morador da Vila Palmeira trouxe a neta, Emanuele Roberta para os primeiros cuidados dentários: “Estou achando o atendimento muito bom, equipamentos novos e bons profissionais que tornam o atendimento melhor do que em clínicas pagas”, explica.

“Nossa maior obra é cuidar das pessoas, por isso mesmo o Sorrir se contrapõe à ideia segundo qual tudo que é público em que ser de qualquer jeito e que tudo que funciona direito tem que ser pago, o Centro Sorrir mostra que é possível inverter essa lógica”, explicou o governador ao inaugurar a unidade.

Já Marcel Rovet, morador do Vinhais explica que decidiu iniciar tratamento na rede pública após acompanhar a inauguração: “Vi o governador Flávio Dino explicando como funcionaria a clínica e resolvi visitar para me informar. No Dia seguinte já trouxe a documentação necessária para iniciar o atendimento. Essa iniciativa é ótima”.

Atendimento

A Unidade do Sorrir atende de segunda à sexta feira, das 8h às 20h e aos sábados das 8h às 12h, ao lado da Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (Feme), em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande, em São Luís.

Para garantir o atendimento, basta levar o cartão do SUS, Documento de Identidade com foto e comprovante de residência.
Marcel Rovet: governador Flávio Dino cumpriu compromisso de atendimento de qualidade. (Foto: Karlos Geromy)

Nenhum comentário:

Postar um comentário