terça-feira, 13 de março de 2018

CASO NENZIN: Defesa de Júnior consegue adiamento de audiência

A defesa de Mariano Filho, o Júnior do Nenzin, acusado de participação na morte de seu pai, o ex-prefeito Nenzin, conseguiu o adiamento da audiência que ocorreria na tarde desta terça-feira (13), no Fórum Desembargador Augusto Galba Falcão Maranhão, em Barra do Corda. A audiência foi marcada para ouvir o depoimento do acusado, o que não ocorreu. 

O vaqueiro Luzivan adentrou  na área interna de estacionamento do Fórum às 14 horas. Júnior do Nenzin chegou por volta das 15:15hs.
Dr. Carlos Morais
A defesa do acusado, na pessoa do Dr. Carlos Morais, sustentou que seria impossível o devido processo legal e o exercício do contraditório e ampla defesa do acusado bem como, prejuízo para a acusação também se fosse realizada no dia de hoje essa instrução, pois foram juntadas 49 páginas na data de ontem às 14 horas, no processo contendo resultados de 7 perícias sem o conhecimento da defesa e do Ministério Público.

Com a concordância do Ministério Público e da defesa, o juiz Dr. Antonio Elias de Queiroga Filho, acatou o pedido de adiamento da audiência.

O Dr. Jeazi Nogueira sustentou ainda que perícias requisitadas as folhas 49, 51, 53, 55 e 72 dos autos do processo não foram juntadas. E que o laudo juntado as folhas 552 e 557 do processo está incompleto. Todas referentes a perícia e prova técnica.

O promotor Dr. Guaracy Martins Figueiredo considerou que as argumentações da defesa merecem a acolhida e concordou com o adiamento da audiência. Pedindo para que o juiz requisitasse da autoridade policial e Instituto de Criminalística a juntada das provas faltantes. Concedendo ainda um prazo razoável para designação de nova audiência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário