terça-feira, 24 de março de 2015

Governador Flávio Dino recebe embaixador da Índia e apresenta potencialidades do estado



O Governo do Estado recebeu na manhã desta segunda-feira (23), no Palácio dos Leões, o embaixador da Índia no Brasil, Sunil Kumar Lal. A visita foi realizada para estreitar os laços econômicos e comerciais entre o Maranhão e a Índia e possibilitar ao embaixador conhecer as potencialidades do estado.

“A vinda do embaixador é estratégica para o mercado maranhense. Ela significa um investimento na relação bilateral entre o Estado e a Índia, e é um dos caminhos para dinamizar a nossa economia, mostrando as vocações e as belezas naturais que só nós temos”, afirmou o governador Flávio Dino.

Na reunião, o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, destacou a importância da visita de Sunil Lal como primeiro passo para a construção de uma agenda bilateral exitosa e também para movimentar o corredor Norte do Porto do Itaqui.

“Apresentamos ao Governo Indiano as potencialidades e os diferenciais estratégicos do Maranhão de forma a se manter uma relação comercial. Pretende-se também abrir um canal de comunicação entre o Governo Indiano e a classe empresarial maranhense. A Índia tem muito interesse na produção de grãos, soja e milho, pois o governo indiano é focado no ramo da alimentação e o Maranhão pode estreitar relações neste sentido”, afirmou o secretário.

O governador Flávio Dino destacou a formação do bloco econômico Bric’s e a constituição de um banco de investimentos com a possibilidade de participação do Maranhão no financiamento dos projetos. “O Brasil e a Índia integram o mesmo bloco econômico junto à Rússia e a China que possuem objetivos de estreitar relações comerciais. O próximo passo é a constituição de um banco de investimentos e o Maranhão já participa destes projetos e, quando o banco estiver funcionando, ele ajudará a financiar projetos”, explicou o governador.


O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, destacou que as oportunidades de negócios com a Índia beneficiarão o Estado, mas também a capital, São Luís. “Temos muito interesse em fomentar as relações internacionais, principalmente com países alinhados ao nosso em relação à busca de desenvolvimento. Temos o Porto do Itaqui, que catalisa as relações comerciais que queremos manter com a Índia, além do estreitamento do intercâmbio cultural possibilitado”, disse o prefeito Edivaldo.

Sobre o Bric’s

O termo Bric foi criado em 2001 e integra quatro países Brasil, Rússia, Índia e China. Em abril de 2001, foi adiciona a letra "S" em referência a entrada da África do Sul (em inglês South Africa). Desta forma, o termo passou a ser Bric’s.

Estes países emergentes possuem características comuns como, por exemplo, bom crescimento econômico. Estes países não compõem um bloco econômico, apenas compartilham de uma situação econômica com índices de desenvolvimento e situações econômicas parecidas. Eles formam uma espécie de aliança que busca ganhar força no cenário político e econômico internacional, diante da defesa de interesses comuns. A cada ano ocorre uma reunião (cúpula) entre os representantes destes países, que buscam formalizar acordos e medidas com claros objetivos de compor um bloco econômico.

Porto do Itaqui

O embaixador Sunil Kumar Lal, também visitou o Porto do Itaqui na tarde desta segunda-feira (23), quando foi recebido pelo presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Ted Lago. O presidente da Emap apresentou ao visitante os negócios e mercados potenciais do Maranhão através do porto, bem como a infraestrutura portuária, o Terminal de Grãos (Tegram) e os projetos de expansão, como o novo píer petroleiro que está sendo concluído e o berço 108.

O secretário adjunto de Comércio e Serviços, da secretaria de Indústria e Comércio (Seinc), Pierre Januário, participou do encontro, que teve como objetivo discutir oportunidades bilaterais de negócios entre a Índia e o Maranhão. Durante a reunião, o embaixador demonstrou interesse em iniciar parceria com o estado, com foco em empresas de tecnologia.

Vocações

O Embaixador Indiano Sunil Kumar Lal também esteve com empresários das regiões Tocantina e Sul, no último domingo (22). As potencialidades e oportunidades das regiões foram apresentadas pelo secretário estadual de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

O secretário Simplício Araújo fez uma apresentação institucional do Estado, listando as características de cada região e os principais modais – ferroviário, rodoviário e portuário – com destaque para a posição estratégica do Porto do Itaqui. “O Maranhão é um estado que tem capacidade para se desenvolver de maneira sustentável. Temos terras férteis. Na região de Imperatriz temos o melhor solo do país para o plantio de cana-de-açúcar. Balsas tem como motor a soja. Temos vocação para as cadeias produtivas da carne e do couro, sendo o segundo estado do Nordeste em produção agropecuária, dentre outras grandes oportunidades de negócio”, afirmou o secretário.

O embaixador Sunil Kumar Lal afirmou que há muita conectividade entre o Brasil e a Índia e existem muitas oportunidades de negócios entre os dois países. "Estamos aqui para abrir o intercâmbio, para que as empresas brasileiras possam produzir para a Índia e vice-versa", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário