sábado, 25 de maio de 2019

Maranhão é o 5º estado que mais gerou empregos em abril


Resultado é o melhor para o mês, nos últimos 15 anos, período de evolução da geração de emprego, registrado pelo Caged (Foto: Divulgação)
O Maranhão registrou a abertura de 6.681 novas vagas de emprego com carteira assinada no mês de abril. O saldo positivo é resultado de 18.321 admissões e 11.640 desligamentos, o que colocou o Maranhão em 5º lugar entre os estados que mais geraram emprego em abril em todo o país, além do segundo entre os estados da região Nordeste. Ficou à frente do Maranhão apenas São Paulo (50.168), Minas Gerais (22.348), Paraná (10.653) e Bahia (10.093). Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira (24) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

O resultado é o melhor para o mês, nos últimos 15 anos, período de evolução da geração de emprego, registrado pelo Caged. No período de 2004 a 2019, o melhor resultado na geração de emprego no Maranhão para o mês de abril, havia sido alcançado em 2010, quando o órgão apontou a criação de 5.114 novos postos de trabalho no estado. Fazendo-se a comparação com abril de 2018, o saldo de 2019 foi superior em mais de 5.300 postos de trabalho. Os dados mostram ainda que na evolução dos últimos 12 meses, o Maranhão possui um saldo positivo de 10.674 novas vagas.

O secretário de Estado do Trabalho e da Economia Solidária, Jowberth Alves, destacou o resultado positivo na geração de emprego no Maranhão. “A questão do desemprego é um problema que assola todo o país. Em contrapartida, o Maranhão vem mostrando que, apesar das dificuldades nacionais, o compromisso com a gestão de qualidade e o desenvolvimento de políticas públicas responsáveis, como faz o governador Flávio Dino, torna-se uma saída para a crise. Reflexo disso é o saldo positivo em geração de emprego que, inclusive, foi o melhor dos últimos 15 anos no mês abril”, ressaltou.

Entre os mais de 6 mil novos empregados maranhenses, a técnica em segurança do trabalho, Sandla Alves, de 50 anos, ressalta o fato de poder ter garantido o salário no fim do mês que garante sustento para a família e a possibilidade de novas oportunidades. “A gente fica feliz por estar no mercado de trabalho, por estar voltando a trabalhar, poder ajudar a família, poder dar algo que os filhos pedem. Além de ter a oportunidade de pagar um curso, e estar se capacitando mais ainda para permanecer no mercado de trabalho”, comemora.

Moradora do bairro da Cidade Operária, em São Luís, a técnica em segurança de trabalho conseguiu voltar ao mercado, após ser encaminhada pelo Governo do Estado, através do Sistema Nacional de Empregos (Sine), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres).

Setores

O bom resultado na geração de emprego alcançado em abril é reflexo do bom momento vivido pelos setores de Serviço e Construção Civil, responsáveis pela maior parte da geração de empregos no mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário