domingo, 26 de maio de 2019

Flávio Dino demonstra confiança no trabalho do secretário Jefferson Portela, alvo de ataques de ‘grupos organizados'



O governador Flávio Dino usou as redes sociais para parabenizar o trabalho do seu secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, que vem sendo alvo constante de ‘grupos organizados’, insatisfeitos com o trabalho de combate ao crime no Maranhão.

“Secretário Jefferson comanda o trabalho que tirou São Luís da lista das 50 cidades mais violentas do mundo e reduziu homicídios em 62%. E também coordena ações do Pacto pela Paz, como a realizada hoje na zona rural. Parabéns”, destacou Dino.

Portela vem sendo alvo de um ataque orquestrado depois que desbaratou uma quadrilha de contrabandistas que tinha como um dos pilares o delegado Tiago Bardal, ex-superintendente de investigações criminais, até então um dos mais respeitados profissionais da área.

Depois que o secretário de Segurança teve a coragem de enfrentar e desbaratar uma das maiores organizações criminosas do Maranhão, tentáculos ligados à Bardal tentam desestabilizá-lo, em claros sinais de medo e revolta.

Pessoas ligadas a grupos de agiotas, que costumam financiar campanhas eleitorais, principalmente de candidatos a prefeitos, também estariam insatisfeitas com esse trabalho de combate às mais diversas organizações criminosas.

É bom lembrar que o cerco aos agiotas deve ser intensificado em 2020, quando alguns entram em ação para financiar candidatos a prefeitos que, uma vez eleitos, viram reféns.

Até parece que a campanha orquestrada contra Portela, com o apoio de segmentos da imprensa, tem por objetivo tirá-lo do comando da SSP. Talvez os incomodados, que temem qualquer tipo de investigação, queiram 'nomear' um secretário que seja conivente com práticas delituosas.

Jefferson Portela já demonstrou que tem coragem suficiente para encarar a bandidagem no Maranhão. A prova são os números da segurança, área destacada da gestão de Dino, inclusive internacionalmente.
 
Informações do Blog Marrapá e Giilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário