sexta-feira, 15 de maio de 2015

Vôlei de Barra do Corda pede socorro



O blog Barradocordanews foi procurado por praticantes de voleibol que sonham com dias melhores para a modalidade. O vôlei de Barra do Corda se encontra na sua pior fase, ainda sobrevive porque tem amantes dessa prática tão sadia, alegre e contagiante que e o voleibol. 

Atletas relatam que faltam incentivo nas competições realizadas, e que é a própria família do vôlei  que organiza por conta própria chegando na Secretaria de Esportes com tudo já organizado e em busca só de material, estrutura e premiações adequadas para as finais das competições. 

Um dos atletas questiona que o futebol é contemplado com R$ 1 mil, 2 R$ mil e 3 R$ mil, porque o vôlei também não? Vôlei esse que representa muito bem nossa cidade por ai a fora com excelentes vitórias (invencibilidade de 3 anos). Precisamos de equipamentos e atenção dos representantes do poder público. Nosso ginásio necessita de iluminação, jogamos ainda porque amamos nosso tão querido e sofrido vôlei.

A família do vôlei Cordino que já vem com aproximadamente 30 anos sem a devida atenção pede socorro para que não se perca uma geração de bons atletas tanto no masculino, quanto no feminino. 

Estamos de braços abertos parar dialogar a respeito. Nos ajudem e tenham a certeza que saberemos retribuir muito bem. 

Família Cordina de Vôlei

Um comentário:

  1. Concordo plenamente, diferente do futebol que é um esporte predominante masculino, o vôlei abrange todas as classes.. É um esporte sadio e contagiante, mas infelizmente nao tem recebido a devida atenção, e com isso a nossa cidade tem perdido jogadores excelentes que, por falta de oportunidades vão embora. Então seria interessante que as autoridades e a secretária de esportes desse uma maior atenção a este assunto. Obrigado!!!

    ResponderExcluir