segunda-feira, 25 de maio de 2015

Chacina em Panaquatira com cinco mortos e oito feridos




Noite e madrugada violenta em São José de Ribamar com quatro pessoas mortas e oito feridas. Por volta das 22h00,de sábado (23), seis elementos armados entraram em uma casa onde acontecia uma festa de aniversário na parai da ponta Verde, em Panaquatira na cidade de São José de Ribamar para assaltar.O policial militar do 6º BPM, Max Mullher Rodrigues de Carvalho, que estava na festa, reagiu e conseguiu balear um dos criminosos que morreu no local. O policial foi morto por um dos assaltantes.

Quando viu que o comparsa estava morto, o elemento conhecido como Nal de Panaquatira, efetuou vários disparos contra as pessoas que estavam no local. O produtor musical Alexandro Carvalho, de 36 anos,morreu no local. A jovem Amanda Brasil Mendes, de 20 anos,natural de Poção de Pedras, morreu a caminho do hospital.

Oito pessoas feridas foram encaminhadas para o hospital, entre elas um irmão do policial morto. Populares disseram que ouviram pelo menos cinquenta tiros aparentemente de pistola.

Após o ocorrido, policiais do Serviço de Inteligência da PM, Grupo Tático Móvel, Albatroz descobriram informações de que o suspeito identificado como Josinaldo Aires da Costa, 27 anos, também conhecido como Nal de Panaquatira, estaria escondido em uma casa na 2ª Travessa Alcione, na Vila Alcione, em São José de Ribamar.

Segundo a polícia, o suspeito estava armado no quintal da casa e percebeu a ação dos policiais. Houve troca de tiro e Nal acabou sendo alvejado por três disparos no tórax. Ele chegou a ser socorrido pelos policiais e encaminhado ao Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II), na Cidade Operária, onde chegou sem vida.

Com ele a polícia encontrou um revólver calibre 38, com seis munições, três deflagradas e três intactas e a pistola do policial. As armas foram apresentadas no Plantão da Cidade Operária.





Walney Batista

Nenhum comentário:

Postar um comentário