quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Polícia prende dupla especializada em “saidinha bancária”

 
Carlos André Rocha Veloso, conhecido como “Gugu da Brasília”, 30 anos, e Carlos Augusto Reis Maximo Filho, conhecido como “Gugu Branco”, 36 anos.
A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), prendeu em flagrante delito Carlos Augusto Reis Maximo Filho, conhecido como “Gugu Branco”, 36 anos, e Carlos André Rocha Veloso, conhecido como “Gugu da Brasília”, 30 anos.

Segundo a polícia, os homens pertencem a uma associação criminosa especializada na prática do crime popularmente conhecido como “saidinha bancária”. A dupla foi presa no momento em que se preparavam para executar um assalto nas proximidades do banco Itaú, no bairro do João Paulo, em São Luís.

Carlos Augusto e Carlos André já haviam sido apontados, por meio de diversas denúncias anônimas, como sendo integrantes de uma conhecida facção criminosa que atua no Maranhão. Com eles foi apreendido um revólver calibre 38 com cinco munições intactas.

Um dos criminosos presos estava vestido com uma farda da Companhia Energética do Estado, para não levantar suspeitas.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Carlos Augusto já responde na Justiça maranhense pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e Roubo majorado, com condenações que somam quase 35 de prisão. No entanto, o homem estava usufruindo de liberdade condicional concedida pela 1ª Vara de Execuções Penais no mês de junho deste ano.

Já Carlos André, também é condenado pelo estatuto do desarmamento, mas gozava de prisão domiciliar desde o dia 1º de junho de 2017, por decisão da 2ª Vara de Execuções Penais.

Após análise técnico-jurídica, os homens foram autuados pelo crime de Associação Criminosa, Porte ilegal de Arma de Fogo e por Integrarem Organização Criminosa. 

Imirante


Nenhum comentário:

Postar um comentário