sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Governo do Estado divulga balanço da Operação Lei Seca no Carnaval


O Governo do Estado do Maranhão, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA), divulgou nesta quinta-feira (11), os números finais das operações de fiscalização da Lei Seca no Carnaval. Foram registrados 552 casos de alcoolemia em todo o estado, sendo 375 deles apenas em São Luís. A Operação Lei Seca percorreu 17 municípios, incluindo a capital maranhense, entre os dias 30 de janeiro a 9 de fevereiro.

Ao todo, foram realizados 2.869 testes de etilômetro (bafômetro) no estado. Entre os casos de alcoolemia, apenas cinco apresentaram quantidade de álcool acima de 0,34 mg/l (miligramas por litro de ar), que configura crime de trânsito (artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro), e 132 manifestaram quantia de álcool acima de 0,04 mg/l, que consiste em infração gravíssima. Pouco mais de 400 pessoas se recusaram a passar pelo teste, o que também configura infração por alcoolemia.

Os dados da Operação Lei Seca no Carnaval foram apresentados em coletiva de imprensa, realizada na tarde desta quinta-feira na Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA). A coletiva foi presidida pelo secretário de Segurança, Jefferson Portela, e composta pelo diretor-geral do Detran, Antonio Nunes; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Paulo Moreno; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Célio Roberto; o comandante-geral da Polícia Militar, José Frederico Pereira; e o delegado-geral da Polícia Civil, Lawrence Melo.

Este ano, a Operação Lei Seca, coordenada pelo Detran-MA, foi ampliada e incluiu mais cinco cidades em relação ao ano passado. Durante o Carnaval, a fiscalização passou pelos municípios de Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Brejo, Chapadinha, Caxias, Codó, Grajaú, Itapecuru, Imperatiz, Pinheiro, Presidente Dutra, São João dos Patos, Santa Inês, São Luís e Timon.

Rodovias

Nas rodovias federais e nas MA’s, houve uma redução de 50% dos acidentes de trânsito, em relação ao carnaval de 2015. Foram 29 ocorrências registradas este ano, contra 58 no mesmo período do ano passado. O número de mortos e feridos também diminuiu: foram registrados seis óbitos e 33 pessoas acidentadas este ano, enquanto no ano passado foram registradas nove mortes e 41 feridos.

O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, destacou a importância dos órgãos fiscalizadores e de segurança, das esferas estadual e federal, agirem de forma integrada para coibir acidentes de trânsito. “A Operação Lei Seca é um momento muito importante no combate à violência no trânsito e tem aumentado a parceria entre as instituições responsáveis pela segurança da sociedade”, frisou Portela.

O diretor-geral do Detran-MA, Antonio Nunes, ressaltou os avanços conquistados na operação deste ano, para além das estatísticas. “O objetivo maior da Operação Lei Seca é preservar vidas, e os benefícios vão além dos números. O aumento das fiscalizações inibe a imprudência, e as ações educativas sensibilizam quem é abordado nas operações”, destacou Nunes.

Ainda como parte do planejamento da Operação Lei Seca, as ações prosseguem até este fim de semana, durante a realização do Lava-Pratos, em São José de Ribamar.
 
RELATÓRIO DAS OPERAÇÕES LEI SECA NO PERÍODO CARNAVALESCO                                  EM TODO ESTADO - 30/01 A 09/02/16
VEÍCULOS REMOVIDOS

DOCUMENTOS RECOLHIDOS
Nº DE CARROS:
42
Nº DE CRLV:
274
Nº DE MOTOS:
105
Nº DE CNH:
460
TESTES DO ETILÔMETRO
ABORDAGENS
Nº DE TESTES REALIZADOS:
2869
Nº DE PESSOAS:
4474
Nº DE RECUSAS:
415
Nº DE CARROS:
2099
ALCOOLEMIA CRIME:
5

Nº DE MOTOS:
1396
ALCOOLEMIA INFRAÇÃO:
132
Nº DE TÁXIS:
132
TOTAL DE ALCOOLEMIA









552

























KM PERCORRIDOS: 4.232
CIDADES: AÇAILÂNDIA, BACABAL, BALSAS, BARRA DO CORDA, BREJO, CHAPADINHA, CAXIAS, CODÓ, GRAJAÚ,
ITAPECURU, IMPERATRIZ, PINHEIRO, PRES. DUTRA, SÃO JOÃO DOS PATOS, SANTA INÊS, SÃO LUIS, TIMON
APOIO: PMMA, PRF, PREFEITURAS (DMT´S), PORTO SEGURO
QUANTIDADE DE PESSOAS DO DETRAN/CIRETRAN'S ENVOLVIDAS: 160
















Nenhum comentário:

Postar um comentário