segunda-feira, 6 de junho de 2016

Estudante do MA encontrada morta na Bolívia será enterrada em Zé Doca

Yasmin Karen da Silva Lima tinha 19 anos e cursava Medicina na Bolívia.
Universitária foi encontrada morta em apartamento no último dia 19 de maio.

Do G1 MA, com informações da TV Mirante

Yasmin Karen completaria 20 anos na próxima semana (Foto: Reprodução / TV Mirante) 
Yasmin Karen completaria 20 anos na próxima semana (Foto: Reprodução / TV Mirante)
 
Será realizado no fim da tarde desta segunda-feira (6) no município de Zé Doca, a 302 km de São Luís, o enterro com as cinzas da estudante universitária Yasmin Karen da Silva Lima, encontrada morta no último dia 19 de maio, no apartamento onde ela morava, situado na cidade Cochabamba, na Bolívia.

Segundo a família da estudante de Medicina que tinha apenas 19 anos, a urna com as cinzas dela foram levadas para o município de Zé Doca, região onde ela nasceu.
Yasmin Karen era estudante do primeiro período do curso de Medicina e cursava em uma universidade privada na Bolívia. Até o momento, o pai dela, o atendente comercial Sidney Matias, diz que a polícia brasileira não se interessou pelo o caso de sua filha.

“Para cá não veio ninguém. Não teve ninguém para dizer e nem fora de São Luís. Depois que passar esse período aí, de cabeça mais fria eu vou ver se estão fazendo alguma investigação ou não”, revelou o pai de Yasmin.

Ainda de acordo com pai da estudante universitária, o laudo médico divulgado pelas as autoridades da Bolívia aponta que ela morreu em virtude de uma crise provocada pelo o refluxo. “De vez em quando aqui em casa ela tinha. Não era crise, mas de vez em quando ela se engasgava, mas era coisa passageira”.

Yasmin Karen da Silva Lima dividia um apartamento com mais duas estudantes universitárias, conforme a família. Se ela estivesse viva no domingo (5) ela estaria completando 20 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário