quinta-feira, 11 de junho de 2015

Embaixador da ONU elogia criação do programa ‘Mais IDH’‏ no governo Flávio Dino

O embaixador da Organização das Nações Unidas (ONU), Jorge Chediek, esteve junto com o governador Flávio Dino no Seminário Internacional de Direito Administrativo e Gestão Pública e aproveitou a ocasião para parabenizar o governador do Maranhão pela iniciativa de criar programas para combater as desigualdades sociais do estado. O programa é o ‘Mais IDH’, que prioriza investimentos nos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano do Estado e a melhoria da qualidade de vida da população.

“A iniciativa de usar o IDH como métrica de referência para combater as desigualdades sociais do estado é um excelente caminho. Ficamos felizes com a iniciativa porque mostra que o governo tem preocupação social com a inclusão das pessoas mais necessitadas”, disse o embaixador, que confirmou a sua presença no Maranhão a convite do Governo do Estado.

Jorge Chediek comentou o programa maranhense que começa a ser instalado durante o painel de debate sobre desenvolvimento regional no Brasil, no qual Flávio Dino e o ministro das micro e pequenas empresas, Guilherme Afif, debateram iniciativas para diversificar a economia no país e diminuir as desigualdades entre as regiões.

‘Mais IDH’

O Plano de Ações ‘Mais IDH’ visa promover a superação da extrema pobreza e das desigualdades sociais no meio urbano e rural das 30 cidades maranhenses com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Para melhorar os indicadores sociais do Estado, o governo Flávio Dino desenvolve 13 ações prioritárias como o ‘Água para todos’, ‘Minha Casa, Meu Maranhão’, ‘Escola Digna’, ‘Mais Bolsa Família Escola’, ‘Cozinha Escola Comunitária’, o ‘Maranhão Produtivo’ e o ‘Mutirão Mais IDH’ são parte das políticas do governo para elevar o IDH no estado.

Os municípios que fazem parte do Plano de Ação ‘Mais IDH’ contarão com cozinha-escola comunitária; substituição das escolas de taipa, palha e galpões por estruturas apropriadas; auxílio complementar para estudantes contemplados no programa federal Bolsa Família para compra de material escolar; construção de unidades habitacionais; ações para garantir abastecimento de água e saneamento básico; além de assistência técnica e apoio aos produtores rurais do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário