sexta-feira, 19 de junho de 2015

Empresários do Centro Maranhense recebem certificação em atendimento

Série de cursos do Sebrae foi promovida nas cidades de Fortuna, Tuntum e Dom Pedro


Preocupados sempre em atender bem aos clientes e fidelizá-los enquanto consumidores que retornarão sempre, os empresários da região central do Estado participaram do curso de Atendimento ao Cliente, promovido pelo Sebrae. Os municípios de Fortuna, Tuntum e Dom Pedro integraram a área de realização do curso, marcando o encerramento do ciclo de capacitações do semestre na região, tendo sido realizada no período de 18 de maio a 12 de junho. 

O curso buscou identificar os aspectos que contribuem para a satisfação do cliente, além de refletir criticamente sobre as ações e procedimentos de atendimento da empresa, incentivando-os a planejar ações que garantam a satisfação dos clientes e possam gerar um impacto positivo nos resultados. A fidelização do cliente, a diferença entre tratar bem e atender bem, lidar com clientes difíceis e tornar o bom atendimento em porta de entrada para qualquer cliente também foram aspectos trabalhados pela capacitação. 

Em Fortuna, a consultora do Sebrae Simone Saraiva conduziu as atividades com os empresários locais. Segundo ela, o nível de interesse dos participantes da turma foi bem alto. "É muito bom sentir o interesse e a participação dos alunos e perceber que eles realmente conseguirão utilizar os métodos ensinados em seus negócios”, destacou Simone.

A realização do curso de Atendimento ao Cliente foi uma das primeiras realizações do Sebrae na cidade de Dom Pedro e, após este primeiro contato, existem perspectivas de levar outros produtos da instituição para os empreendedores locais, de acordo com o gerente da unidade regional do Sebrae em Presidente Dutra, José Noleto – que atende ao município. 

"A capacitação foi muito importante aos empresários de Dom Pedro, com um tema recorrente às necessidades de quem comanda um empreendimento. O curso é fruto de parceria entre Prefeitura e Sebrae com perspectivas de novas intervenções, visto que os empresários locais estão ávidos por novos conhecimentos", ressaltou Noleto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário