terça-feira, 18 de outubro de 2016

Othelino denuncia erros históricos do Ibope e diz que dono do instituto é “vendedor de resultados”

Othelino denuncia erros históricos do Ibope e diz que dono do instituto é “vendedor de resultados”

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) registrou, na sessão desta segunda-feira (17), o histórico de erros do Ibope no Maranhão. Segundo ele, há algumas eleições, a empresa, de forma despudorada e descarada, tenta enganar o eleitorado maranhense e, agora, em 2016, no segundo turno, age para iludir o eleitor de São Luís. Para o parlamentar, o dono do instituto, Carlos Montenegro, não passa de um “vendedor de resultados”.

De acordo com Othelino, o Ibope não erra por incompetência, mas sim porque faz pesquisa segundo os interesses de quem o contrata. “O senhor Montenegro não é dono de instituto, ele é um vendedor de resultados de pesquisa, de acordo com o preço de quem paga melhor e mais. Ocorre que aqui em São Luís, aqui no Maranhão, uma pesquisa do Ibope e nada é a mesma coisa. Não serve para nada, todo mundo sabe que depende de quem contratar e de quem chegar e pagar primeiro”, denunciou.

O deputado disse que o Ibope tem fama histórica de manipular resultados de pesquisas no Maranhão. “O pior é ver um instituto de renome nacional, em toda eleição, repetir o feito, da mesma forma acintosa, tentando manipular números e a vontade da população. Quem aqui esqueceu que o Ibope, em 2014, faltando poucos dias para o pleito, deu que o então candidato a governador, Flávio Dino, tinha 42% de intenções de voto contra 30% do também então candidato Lobão Filho?! Resultado da eleição: 63% para o governador Flávio Dino, 33% dos votos para o adversário”, comentou.

Para o Senado, em 2014, segundo Othelino, na véspera da eleição, o Ibope deu 51% de intenções de voto para o então candidato, ex-ministro Gastão Vieira, e 40% para o hoje senador Roberto Rocha (PSB). “Vejam como mente, descaradamente, o instituto Ibope. Errou para governador, para senador, de novo no primeiro turno de São Luís, este ano, e agora aparece com uma pesquisa, completamente, fora da realidade para tentar induzir o eleitor de São Luís ao erro”, denunciou o deputado.

Pesquisa das ruas

Othelino disse que a campanha de Edivaldo Holanda Jr à Prefeitura de São Luís está percebendo nas ruas que o resultado é muito diferente do que determinados institutos, em particular o Ibope, tentam passar. “A população de São Luís não haverá de trocar, com todo o respeito ao candidato adversário, o certo pelo duvidoso. Não haverá de interromper este trabalho que vem sendo feito com muita competência pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior. É o que nós percebemos nas ruas. Se o povo de São Luís desejar, é o que vai acontecer na grande e inquestionável pesquisa, que é a do próximo dia 30 de outubro”, afirmou.

O deputado disse que foi à tribuna ratificar a denúncia de que o Ibope tenta, de novo, enganar a população e induzir ao erro. Ele garantiu que vai denunciar a tentativa de manobra feita pelo Ibope, quantas vezes forem necessárias, porque o instituto é useiro e vezeiro em vender pesquisas eleitorais em todo o país.

“Muitos de nós aqui conhecemos alguém que já negociou resultado de pesquisas do Ibope. Então, aqui não cola e o que vale é a vontade do povo inteligente e não os tostões a mais que pagam para o senhor Montenegro dar o resultado e os números que convêm aos seus interessados”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário