quarta-feira, 15 de julho de 2015

Governo reforça parceria para humanização do sistema penitenciário


Palestras, exposição de artesanatos produzidos por detentos e fortalecimento da parceria entre a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Sejap) e Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE-MA) para humanizar a execução penal marcaram, nesta terça-feira (14), a abertura da IV Semana Maranhense da Execução Penal.

A semana, promovida pela DPE, foi aberta com palestra do diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional, Renato de Vitto sobre “Desafios para o Sistema Prisional Brasileiro”. Ele detalhou proposta para a reconstrução da política penitenciária nacional alicerçada em quatro eixos: redução do déficit carcerário, gestão prisional, potencialização da política de reintegração e a modernização do sistema penitenciário. “Os eixos, viabilizados em parceria com os governos estaduais, visam a humanização do sistema prisional em sua totalidade”.

O secretário-adjunto de Atendimento e Humanização da Sejap, José Ribamar Cardoso Lima, falou da importância do alinhamento dos trabalhos com a Defensoria. “A parceria fomenta ações de humanização que contribuem para a difusão do ordenamento jurídico, da cidadania e do respeito aos direitos humanos”.  A defensora-geral do Estado, Mariana Albano de Almeida também destacou a importância do trabalho integrado. “É necessário uma atuação conjunta para que as ações em prol do sistema penitenciário ocorram da melhor forma possível”, complementou.

Alguns detentos participaram da reunião e uma interna, de 30 anos, apresentou a poesia ‘Direitos e deveres’, feita por ela. “Eu gosto de escrever e minha inspiração para essa poesia foi o cotidiano dentro do sistema”, contou a interna. Eles apresentaram artesanatos como casas em miniatura feitas de palitos de picolé, baús, abajures, brinquedos e réplicas de animais feitos de papel laminado. “Queremos evidenciar o trabalho artístico que é confeccionado no sistema”, disse a supervisora de Trabalho e Renda da Sejap, Grazielle Bacellar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário