terça-feira, 10 de abril de 2018

TUNTUM EM ESTADO DE CALAMIDADE: residencial Ana Isabel fica submerso e estádio está parcialmente destruído; prefeito decretará Estado de Calamidade


As águas do Riacho Tuntum estão baixando, mas na medida que acontece fica mais visível os estragos causados pela intensidade das chuvas que vêm castigando o município desde o dia de ontem (09). A MA Tuntum/Arara, principal via de acesso à cidade estava interditada desde o começo da madrugada, mas começa a ser trafegada lentamente. A MA Tuntum ao povoado Entroncamento também já está sendo liberada.
A grande preocupação nesse momento é com os muitos desabrigados em diversos locais da cidade, sendo mais preocupante a situação dos moradores do residencial Ana Isabel, onde grande parte perderam seus bens (móveis/eletros). A maioria já começou a recolher o que sobrou levando para outros locais mais seguros. Ainda não se pode fazer uma avaliação real dos danos causados, pois o nível da água ainda continua alto, impedindo o acesso dos proprietários de entrarem em suas residência. Acredita-se que pelo menos 150 famílias perderam parte do que tinham.
Os danos no patrimônio público também foram de grandes proporções, o estádio de futebol Temão, o maior da região, ficou submerso e teve seu murros destruídos pela força da correnteza. Os bares que margeiam o estádio, praticamente todos foram destruídos. A força da água também danificou o meio fio e toda sarjeta da pista, o que fez com dois posteres caíssem.   
A cidade, que desde as primeiras horas da manhã que estava sem energia e sem comunicação, teve os dois serviços recuperados agora pouco (16h30). Em outros pontos da cidade a situação é também de atenção, como o bairro Vila Mata que continua ilhado, e o bairro bairro Mil Réis onde residências foram inundadas. O primeiro, já que está inacessível, ainda não se sabe o tamanho dos danos provocados.
O prefeito Dr. Tema esteve hoje cedo no local e determinou envio alimentos e colchões para os que se encontram em situação mais difícil. Ainda hoje será decretado, provavelmente, Estado de Calamidade Pública. Amanhã é que se poderá ter uma noção maior dos danos e estragos causados.
 
As escolas da Rede Municipal de Educação, em face dos problemas e também por falta de energia elétrica, tiveram suas atividades suspensas. A qualquer momento mais informações... 
Deusimar Lobão

Nenhum comentário:

Postar um comentário