segunda-feira, 30 de abril de 2018

Suspeito de matar bombeiro militar a tiros é preso em Balsas



O suspeito de assassinar o bombeiro militar Rafael Pereira Vila Nova, na noite de sexta-feira (27), na cidade de Balsas, foi capturado no final da tarde deste domingo (29). O mesmo estava foragido e escondido entre o Matadouro e a localidade Santa Elisa. 
A prisão do assassino somente foi possível graças a denúncias feitas por pessoas que residem próximos à BR 230, na região urbana de Balsas, que afirmaram tê-lo visto ainda por volta de 11h3, pedindo carona na rodovia. Informação movimentou a corporação do 4º Batalhão da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros em um cerco à região entre Matadouro e Santa Elisa.

Um dos moradores informou que voltava das comemorações do aniversário de Riachão que, ao passar em sua moto pela BR 230, próximo a uma entrada vicinal, nas imediações do Matadouro municipal, uma pessoa com as características do assassino lhe pediu carona.
 “Só que ele estava com a roupa muito suja e descalço, usando uma camisa azul. Os pés já estavam tão calejados que sangravam, sinal de que havia andado muito pelo chão”, contou o homem que não quis se identificar.
O BOMBEIRO MILITAR RAFAEL PEREIRA FOI ASSASSINADO NA
NOITE DE SEXTA-FEIRA (27)
“Na hora que vi ele, percebi que se tratava do próprio, pois sua fisionomia era parecida com a divulgada nas redes, aí segui rumo ao centro da cidade e avisei para os policiais”, completou.
O comandante tenente coronel Medeiros, acompanhado do major Gilberto, com o apoio de vários policiais em viaturas, cercaram o local, recebendo a cobertura de um helicóptero do CTA, que durante horas algumas fez voos rasantes sobre o mato fechado, no local indicado pelos moradores.
Os policiais continuam diligenciando para prender o segundo envolvido. Ele dirigia a caminhonete que foi roubada após o assassinato do bombeiro Rafael. O veículo foi abandonado em uma das estradas da região.

  Diário de Balsas

Nenhum comentário:

Postar um comentário