sexta-feira, 15 de maio de 2020

VEJA AQUI!! Desempregado tem auxílio de R$ 600 negado e descobre que tem registro de Senador da República

José Eliano Pereira da Silva está desempregado, mas descobriu cargo de senador na carteira de trabalho

O técnico em segurança do trabalho José Eliano Pereira da Silva, 53, está desempregado há quatro meses e, mesmo assim, teve o auxílio emergencial de R$ 600 negado. Isso aconteceu pois em sua carteira de trabalho digital constam dois registros de emprego: um deles como senador, cargo que nunca ocupou na vida.

O morador de Teodoro Sampaio (a 654 quilômetros de São Paulo) contou ao UOL que deu entrada no auxílio em 8 de abril. Após 15 dias, veio a negativa. “Como o aplicativo foi atualizado, fiz uma nova tentativa e fiquei surpreso com a resposta.”

A mensagem exibida na tela do celular dizia: “Você não atende as condições para receber o auxílio emergencial”. Entre os motivos, por exercer o mandato eletivo. O registro de senador está atrelado ao CNPJ da Câmara Municipal de Teodoro Sampaio. “Onde já se viu? Senador municipal não existe”, pondera Silva.

O outro registro que atrapalhou o acesso ao auxílio emergencial é o de dirigente do serviço público federal entre fevereiro de 2017 e janeiro de 2020. O contrato é junto à Prefeitura de Teodoro Sampaio.

Silva nunca cogitou a possibilidade de exercer o cargo de senador, mas tem histórico na vida pública. Entre os anos de 2001 e 2004 ocupou uma das cadeiras de vereador na Câmara de Teodoro Sampaio.

Do UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário