domingo, 13 de outubro de 2019

Três mulheres são assassinadas em menos de 24 horas no Maranhão

Duas dessas ocorrências foram feminicídios, que agora chegam a 43 casos este ano no Maranhão; o terceiro foi registrado em Trizidela do Vale, na região do Mearim. 
 
Dayane Christina Oliveira Nunes foi morta em São Luís
Três mulheres foram assassinadas em menos de 24 horas no interior e na capital. Entre os casos, dois, segundo a polícia, foram considerados como crime de feminicídio. Um dos registros ocorreu no início da tarde de ontem (11), na Avenida dos Franceses, em São Luís. A polícia já registrou 43 feminicídios este ano no Maranhão. Ano passado foram 45 ocorrências.

Evaldo Lima Sampaio matou a namorada e está sendo caçado

A polícia informou que Evaldo Lima Sampaio, que é irmão de um policial militar, atraiu a namorada, Dayane Christina Oliveira Nunes, de 33 anos, até o apartamento dele, em um condomídio Outeiro da Cruz, onde acabaram discutindo. Durante a discussão ele a matou com um tiro na cabeça e em seguida comunicou o caso ao seu irmão.

Morte em Duque Bacelar 

Antônio Almeida de Sousa se entregou à polícia
Outro caso de feminicídio ocorreu na cidade de Duque Bacelar, na quinta-feira, 10, e teve como vítima Rosilene Teixeira Dias, idade não revelada. O autor do ato criminoso foi o ex-companheiro de Rosilene, Antônio Almeida de Sousa, de 45 anos, que foi preso em flagrante durante um cerco policial na manhã de ontem (11) nessa localidade.

Assassinato em Trizidela  

Rejane Monteiro da Silva foi morta em Trizidela do Vale
Em Trizidela do Vale, na Rua do Campo, outro caso ocorreu ontem (11). A vítima foi Rejane Monteiro da Silva, que segundo informações, era usuária de entorpecente.
 
O acusado, Claucione dos Santos, foi assaltado e levaram dele a quantia de R$ 300,00. Ele comunicou o fato aos policiais militares, mas tentou identificar os criminosos, dizendo que os mataria.

O acusado Claucione dos Santos foi preso em flagrante
Minutos depois ele encontrou Rejane Monteiro na rua e perguntou se ela conhecia os assaltantes. A mulher chegou a dizer que não sabia de assalto ou muito menos conhecia os bandidos. Isso foi o suficiente para que Claucione a golpeasse no pescoço.

Os integrantes do Corpo de Bombeiros Militar foram chamados, mas já encontraram a vítima sem vida.  O acusado foi preso em flagrante e foi apresentado na delegacia regional de Pedreiras. Ele vai responder pelo crime de homicídio.

Informações do Imirante

Nenhum comentário:

Postar um comentário