terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Maranhão discute política de produção artesanal em seminário


Com o tema “Entrelaçando Saberes e Moldando o Futuro”, São Luís vai sediar o I Seminário Estadual do Artesanato do Maranhão. Artesãos de todas as regiões do Maranhão, autoridades e técnicos do setor apresentarão experiências de sucessos, ministrarão palestras e participarão de mesas de diálogo.

O Seminário, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo (Setur), começa nesta quarta-feira (9). Com o tema “Entrelaçando Saberes e Moldando o Futuro”, o seminário terá a presença de palestrantes como Beatriz Ellery, do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB); Isabelle Albuquerque, do Ministério da Cultura; e Rodrigo Arevalo, do Ministério do Turismo.

A promoção é feita em parceria com o Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae/MA), Câmara Municipal de São Luís, Secretaria Estadual da Mulher (Semu) e toda a cadeia produtiva do artesanato maranhense.

O seminário vai definir a política de produção artesanal associada ao turismo, qualificando e integrando a produção à oferta turística e inserindo o segmento maranhense em um novo cenário de mercado.

Para a secretária de Estado de Turismo, Delma Andrade, o seminário marcará o início de uma nova era de incentivos e valorização dos artesãos do Maranhão. “Buscamos parcerias para deixar o seminário mais técnico e instrutivo para os artesãos, pensando no incremento de suas produções”.

Delma Andrade avalia que o seminário é um momento importante para o artesão maranhense, pois, recentemente, foi sancionada a lei que regulamenta a profissão. “O seminário demonstra o interesse do Governo do Estado pelo profissional que vive de retratar os costumes e a cultura maranhense em verdadeiras peças de arte. Artesanato é um patrimônio de nossas origens, sendo resultado da cooperação entre os artesãos para oferecer produtos de qualidade, como forma de manter as tradições e aquecer a economia local durante todas as épocas do ano”, afirmou a secretária.

De acordo com a secretária, além de definir as diretrizes para uma política da produção artesanal associada ao turismo do Estado do Maranhão, o seminário inicia uma série de ações de articulação entre os órgãos e entidades governamentais e não-governamentais para o apoio, fomento e promoção da produção artesanal maranhense por meio do intercâmbio entre os artesãos, comerciantes, intermediários e futuros profissionais do seguimento.

Os ministérios do Turismo e Cultura confirmaram participação no Seminário por meio de representantes. “Nós participaremos do seminário para ajudar no incremento e reconhecimento desta profissão tão importante para o turismo”, disse o secretário-executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, durante reunião em Brasília com a secretária Delma Andrade, para acertar detalhes sobre a visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário