quarta-feira, 17 de outubro de 2018

OPINIÃO | Que vença a boa política


 Resultado de imagem para robson paz
Por Robson Paz - A profusão de notícias falsas tem caracterizado as eleições deste ano. A disseminação de fake news na campanha eleitoral é algo desmesurado, nocivo e assustador. Funcionam como cortina de fumaça. Enquanto a população perde tempo discutindo o que é verdade ou mentira, o debate sobre aquilo que realmente interessa para o país passa ao largo do processo eleitoral.

Não há debate em profundidade sobre os principais problemas do Brasil. Falta discussão acerca de medidas para retirar o país do caos econômico, institucional e político. A indignação com parte dos políticos, na maioria dos casos legítima, parece ter levado à cegueira e à surdez boa parte do eleitorado. E há candidato(s) a estimular isso para retirar dividendos eleitorais.

Questões extraordinariamente importantes para nosso país estão sem respostas ou sequer são debatidas.

Como retirar milhões de brasileiros do desemprego? De onde virá financiamento para a educação pública? Quais as propostas para viabilizar a eficiência do sistema público de saúde? Há políticas públicas para reduzir o déficit habitacional? E o combate ao tráfico de drogas e de armas. Quais as soluções e responsabilidades?

Aparentemente nada disso tem importado para parte do eleitorado, que está embevecido pela agenda das discussões rasas, intolerantes e odiosas sobre fake news, kit gay, antipolítica e outras superficialidades.

Contudo, os resultados do primeiro turno mostram que há luz no fim do túnel. Em nível nacional, houve expressivas renovações na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. A população refutou o caciquismo regional e mandou para casa muitos dos apoiadores do colapso político do país.

No Maranhão, o povo disse não à usina da fake news utilizada pelos opositores do governador Flávio Dino. Por trás dos ataques a tentativa de impedir sua recondução para mais um mandato.

Por três anos e meio, foram incontáveis as inverdades disseminadas para desgastar o governo junto à população. No período eleitoral, a produção das noticias falsas cresceu exponencialmente. De apreensão indiscriminada de motocicletas à inexistente criação de impostos passando por insinuações criminosas. Tudo foi utilizado nas redes sociais e até mesmo no horário eleitoral de rádio e TV. Em vão!

Feitos os devidos esclarecimentos, os milhões de eleitores maranhenses priorizaram aquilo que é essencial: trabalho e propostas para melhorar a vida das pessoas.

Ao fim, a consagradora reeleição de Flávio Dino em primeiro turno com larga vantagem sobre a candidata adversária e a inédita eleição dos senadores, maioria das bancadas federal e estadual demonstraram que a agenda que de fato interessa à população é a resolução dos problemas concretos e imediatos do cotidiano.

Prevaleceu a seriedade e decência na condução da coisa pública; a política que prioriza a dignidade e melhora a vida das pessoas; a promoção da justiça social e de oportunidades para todos e todas. Que a verdade vitoriosa no pleito do Maranhão prepondere também no segundo turno das eleições presidenciais. Viva a democracia!

Radialista, jornalista, Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário