domingo, 21 de outubro de 2018

COMITÊ PRO-HADDAD DE BARRA DO CORDA GANHA FORÇA NA RETA FINAL DAS ELEIÇÕES

Com o intuito de unir forças nesta reta final das eleições presidenciais, reuniram-se nesta quinta-feira, no sindicato dos trabalhadores rurais de Barra do Corda, as lideranças que apoiam Haddad presidente. Na reunião, foram traçadas estratégias e estabelecidas metas de fortalecimento de campanha. Dentre várias ações tratadas, destaca-se a visita à povoados e massificação da campanha na zona rural de Barra do Corda. “É preciso levar informações e discutir as propostas dos candidatos a presidente com os trabalhadores rurais, muitos deles estão sendo influenciados por notícias falsas, isso é muito grave ! Bolsonaro representa uma ameaça aos trabalhadores rurais e para a população pobre do nosso país, é preciso acordar! , argumentou Manoel Capucho, presidente do Sindicato dos Trabalhadores rurais de Barra do Corda. Outras ações: Comitê Haddad itinerante - Visitação das vilas da cidade, local onde está a população mais carente da cidade; Adesivaço em pontos estratégicos da cidade e a intensificação do combate às Fake News (notícias falsas). A Presidente do PT de Barra do Corda – Irene Nascimento... enfatizou que Bolsonaro está jogando sujo, "Ele criou uma organização criminosa de empresários que, mediante caixa 2 e está espalhando via WhatsApp mensagens mentirosas"... Segundo a Folha de São Paulo, empresas estão comprando pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp que estão preparando uma grande operação no próximo fim de semana, a sete dias do segundo turno das eleições. 

O Superintendente de Articulação Regional de Barra do Corda, Leocádio Cunha, pontuou a necessidade de uma campanha pé no chão, conversando com a população e conquistando os votos dos eleitores indecisos. 

Outro fator importante discutido na reunião foi o número altíssimo de abstenções no Maranhão, 20,5 %, ou seja, 1 em cada 5 eleitores aptos não compareceu às urnas. No segundo turno serão traçadas ações para diminuir esse número de abstenções. 

O coordenador do SIMPROESEMMA Barra do Corda e vereador Jaile Lopes assim como o professor e ex-sindicalista, professor Inácio reforçou a necessidade da união das forças progressistas de Barra do Corda para derrotar o candidato do PSL, “Além de inventar uma “carteira” destinada a trabalhadores precários e de segunda classe, o plano de Bolsonaro acaba com a categoria profissional, uma vez que o trabalhador “poderá escolher” o seu Sindicato. Portanto, dispersa e desagrega a categoria. “A Carteira de Trabalho, azul, tem forte simbologia entre os trabalhadores. A inusitada carteira verde-amarela faria o documento se parecer com o RDE - Regulamento Disciplinar do Exército. As propostas trabalhista e sindical registradas pelo candidato Bolsanaro na Justiça Eleitoral, que fazem parte de seu programa de governo, totalmente submisso a Paulo Guedes, representante do “mercado”, são um ultraje à história de resistência e de organização dos trabalhadores. 

As ações traçadas começarão a ser executadas a partir de amanhã (19/10), na terça-feira o comitê se reunirá novamente para alinhar estratégias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário