sábado, 13 de outubro de 2018

Após atropelar e matar criança de 1 ano, jovem é espancado até a morte em Natal


Um homem foi espancado até a morte após atropelar e matar uma criança de 1 ano e 4 meses no bairro Nazaré, em Natal (RN), na noite de sexta (12).
 
De acordo com a Polícia Civil, o motociclista foi identificado como Mateus Miranda do Nascimento, de 18 anos. Ele estava empinando a moto pela Avenida Lima e Silva quando, próximo à Travessa Vila Viana, perdeu o controle do veículo e atropelou a criança. Kauan Henrique estava com a mãe no momento do acidente. Ele morreu na hora.

O motociclista tentou fugir do local do acidente correndo, mas foi pego por populares. Revoltados, eles espancaram Mateus Miranda até a morte. O jovem ainda levou uma facada no peito.

De acordo com o delegado Rysklyft Factore, os responsáveis pelo linchamento ainda não foram identificados, mas pelo menos cinco pessoas participaram do crime. Mateus Miranda não tinha passagem pela polícia.

Esse é o segundo caso de linchamento em Natal em dois dias. Na quinta-feira (11), um homem suspeito de assaltar um ônibus na Ribeira foi pego, amarrado pelo pescoço, arrastado pelo pescoço, espancado e baleado. (G1)
Após atropelar e matar criança de 1 ano, jovem é espancado até a morte em Natal - Site Miséria ©
Leia mais em: http://www.miseria.com.br/index.php?page=noticia&cod_not=229588
Para replicar nossas matérias preencha o formulário de parceria em http://www.miseria.com.br/parceria.php

Se você já é um parceiro cadastrado faça o seu login no link Acessar como Parceiro no menu de Acesso Rápido ou pelo link http://www.miseria.com.br/parceiro
Após atropelar e matar criança de 1 ano, jovem é espancado até a morte em Natal - Site Miséria ©
Leia mais em: http://www.miseria.com.br/index.php?page=noticia&cod_not=229588
Para replicar nossas matérias preencha o formulário de parceria em http://www.miseria.com.br/parceria.php

Se você já é um parceiro cadastrado faça o seu login no link Acessar como Parceiro no menu de Acesso Rápido ou pelo link http://www.miseria.com.br/parceiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário