quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Foliões aprovam segurança nos circuitos do Carnaval de Todos 2018

Com as ações de policiamento, público pôde aproveitar com Segurança. (Foto: Orcenil Júnior)
Todos os pontos de acesso para os circuitos do Carnaval de Todos 2018 foram monitorados pela Polícia Militar do Maranhão (PMMA). Para garantir a segurança dos foliões maranhenses e dos turistas, a polícia realizou revistas, evitando a entrada de drogas, armas e materiais cortantes, como garrafas de vidro. Todo esse trabalho resultou na aprovação do público.

Nestes espaços foram realizadas rondas, abordagens e fiscalizações. Houve um planejamento envolvendo todas as equipes da Polícia Militar com acompanhamento da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), que organiza a festividade.

No trecho compreendido entre a Praça Maria Aragão e a Casa do Maranhão (Circuito Beira Mar), espaço tomado por milhares de foliões, a professora universitária, Maria Tereza Seabra, que curtiu a Festa de Momo com um grupo de amigos, ressaltou sobre a segurança no circuito.

“Eu estou achando muito legal. Me sinto segura e alegre nesta festa maravilhosa. Uma festa que integra muita gente fantasiada e muita energia boa. O circuito está bem legal! Estamos pegando o ritmo para ter um dos melhores carnavais do Brasil”, avalia.

O folião Fábio Costa, cozinheiro, colocou a fantasia e caiu na festa sem medo da multidão. Ele gostou tanto, que ainda deu sugestão para ampliação do horário de festa no próximo ano.

“Está muito bom. Ano que vem poderiam colocar blocos a partir de 10h da manhã, porque está sendo realmente um carnaval de todos. Não vi uma briga nesses dias de festa. Tudo correndo dentro da melhor forma possível, em uma estratégia genial de blocos”, comenta.

O médico veterinário, Hallef Trovão, que costuma se precaver quando vai enfrentar a multidão, disse não ter se preocupado em ter ido à festa com os acessórios que utilizava, como cordão, relógio e anel. Segundo ele, por ter se sentido seguro dentro do circuito da folia.

“O fato de eu estar com esses acessórios, representa o tanto que eu vim tranquilo. Apesar dessa onda de violência que o nosso Brasil sofre, o nosso carnaval está muito seguro. Aprovei o nosso policiamento”, destaca.
Vendedor aprovou esquema de Segurança e faturamento, que chegou a R$ 400 por dia. (Foto: Orcenil Júnior)
Quem estava no circuito para trabalhar, principalmente nas barracas de vendedores ambulantes, lida com dinheiro vivo durante todos os dias de festa e diz que além da segurança, o lucro tem sido significativo, como é o caso do Jorge Henrique Lima Garcês, de 51 anos, que estava vendendo batata frita e guaraná.

“Esse carnaval está sendo muito bom para mim e para quem está aqui brincando. Além de eu me sentir seguro para trabalhar, eu ainda estou faturando bem. Uma média de R$ 400 por dia”, comemora o vendedor.

Para que a segurança fosse garantida, o cadete da Polícia Militar do Maranhão, Claudir Everton, presente no circuito, falou da estratégia em distribuição dos policiais nos pontos de acesso e ao longo do circuito.

“Estamos presente em diversos pontos, não deixando nenhum local descoberto. As patrulhas realizam barreiras com abordagem, evitando entrada de entorpecentes como armas brancas que possam colocar em risco os foliões”, reitera.

Bairros seguros

Além do policiamento intensificado nos circuitos de festa no Circuito Beira Mar e na Madre Deus, o Governo do Estado mantém as ações de rotina nos bairros, reforçando o policiamento nas localidades que realizaram eventos.

As rondas em viaturas e motos cobriram toda a Região Metropolitana de São Luís, nos dias de programação. Completaram o esquema de segurança equipes da Prefeitura de São Luís com a Blitz Urbana, Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) por meio da Guarda Municipal e a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).

Nenhum comentário:

Postar um comentário