sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Defensoria Pública de Barra do Corda solicita informação junto a Cemar sobre apagão que durou mais de 20 horas

Defensor Público Dr. Jessé Mineiro/Foto: Ivan Silva

A Defensoria Pública de Barra do Corda, na pessoa do Defensor Público Dr. Jessé  Mineiro, entrou em contato com a CEMAR esta manhã, para obter detalhes acerca do apagão que começou às 19h30 da quinta-feira (22).

Segundo informações obtidas junto ao órgão responsável, o problema foi ocasionado pela queda de 4 postes e rompimento da rede de alta tensão. Até o final da manhã desta sexta-feira (23), os postes já haviam sido recolocados nos devidos lugares, faltando o restabelecimento de energia.

A Defensoria Pública continuou monitorando a situação durante todo o dia. A falta de energia durou quase 21hs, com a situação tendo sido normalizada às 16h10 da tarde de hoje. 

A Defensoria estuda o ajuizamento de uma Ação Civil Pública por dano moral coletivo.

Avisa ainda que é de responsabilidade da CEMAR os prejuízos que a população sofrer.

Um comentário:

  1. Comunicado da Cemar sobre o fornecimento da energia elétrica

    A Cemar trabalha sem parar para atender, cada vez melhor, os seus clientes. Por isso, comunica que a falta de energia ocorrida no dia 22 de fevereiro, às 19 horas e 30 minutos, atingindo os municípios de Barra do Corda e Fernando Falcão, além de pequenas áreas rurais em Tutum e Jenipapo dos Vieiras, aconteceu em virtude de uma descarga atmosférica que atingiu quatro postes e rompeu cabos da rede de distribuição de energia em um local de difícil acesso.

    Equipes de plantão da Cemar foram mobilizadas e trabalharam intensamente para o restabelecimento da energia elétrica para as regiões afetadas. Pelo tempo em espera a Companhia pede desculpa aos clientes.

    Esse é o compromisso da Cemar: oferecer uma energia cada vez melhor, tratando os clientes com transparência e responsabilidade.

    Cemar. Trabalhando sem parar.

    ResponderExcluir