segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Avião que caiu com Teori não teve pane, diz relatório final da FAB

(Estadão Conteúdo/Arquivo)
 
Relatório não aponta culpados pela queda do avião, que matou cinco pessoa.
 
A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou nesta segunda-feira (22) um relatório concluindo que não há registro de pane ou mau funcionamento no sistema do avião que caiu com o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro e mais quatro pessoas morreram no acidente, em Paraty (RJ), em janeiro do ano passado. A FAB informou que o local da queda tinha "condições restritas de visibilidade". 

O acidente completou um ano no último dia 19. O relatório foi apresentado nesta segunda pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da FAB. Nele, não é apontado nenhum culpado pelo acidente. 

Relembre
 
O avião decolou do Campo de Marte, em São Paulo, às 13h01, com previsão de chegar em Paraty às 13h30, no horário de Brasília. Os aeroportos ficam distantes 199 km, mas a 2 km da cabaceira da pista em Paraty, o avião caiu no mar, próximo à Ilha Rasa. Na hora do acidente, chovia moderadamente. Foram 11 milímetros de precipitação na região entre 13h e 14h. A Marinha soube do acidente às 13h45.

Além de Teori, estavam na aeronave o empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, dono do avião, o piloto Osmar Rodrigues, a massoterapeuta de Filgueiras, Maira Panas, e a mãe dela Maria Ilda. 

Às 18h05, o filho do ministro, Francisco Prehn Zavascki, usou o Facebook para informar a morte do pai: "Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!". Às 17h22, ele já havia publicado: "Amigos, infelizmente, o pais estava no avião que caiu! Por favor, rezem por um milagre".

O STF soube no meio da tarde que o nome do ministro estava na lista de passageiros da aeronave. A lista foi entregue para a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, e também para o presidente Michel Temer. Cármen Lúcia viajou para Belo Horizonte para visitar o pai e soube da confirmação da morte do colega no aeroporto de Confins. Ela nem chegou a deixar o local, voltando para Brasília. A ministra providenciou que um juiz auxiliar informasse a Temer da notícia e ligou para familiares de Teori para prestar solidariedade.

O avião prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90 é de pequeno porte, tem capacidade para oito pessoas e está totalmente regular. O avião pertencia à Emiliano Empreendimentos e Participações Hoteleiras e foi adquirido em outubro de 2015. A Anac afirma que o avião apresentava certificados de inspeção em dia - o certificado era válido até 2022 e a inspeção da manutenção, anual, valia até abril deste ano. O avião tem capacidade para até oito pessoas, incluindo os dois pilotos. Pode voar a distâncias de até 2.300 km, a uma velocidade máxima de 500 km/h. Segundo levantamento do Uol, há 66 aviões iguais no Brasil. Este modelo de avião não tem caixa preta para gravação de dados e a gravação de voz é opcional.

O dono de uma pousada da região, Elias Ramos Lima, contou ao Jornal Nacional que uma mulher que estava no avião sobreviveu à queda, mas acabou morrendo pouco depois. "Logo que cheguei com meu bote já pediram ajuda. Caí na água com meu funcionário, para ajudar, porque tinha uma moça viva na parte de trás do avião. Só (vi) a mão dela, ela estava batendo na janela do avião e gritando muito. A gente tentou quebrar o vidro da janela, não conseguimos. Começamos a fazer furo na fuselagem para passar com mangueira de oxigênio para poder prolongar, ajudar ela. Mas quando a gente conseguiu acesso com, ela já não respondeu mais", contou ele.

Correio24Horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário