segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Em mensagem emocionante, companheiro se despede de goleiro morto após choque: 'Não somos nada'

© Divulgação Goleiro Choirul Huda, capitão do Persela Lamongan, morreu na Indonésia
A morte do goleiro Choirul Huda causou comoção enorme no futebol.

No último domingo, durante o jogo contra o Semen Padang, o jogador de 38 anos - ídolo do Persela Lamongan - chocou-se com o brasileiro Ramon, companheiro de equipe, e bateu forte cabeça, pescoço e peito.

Ele acusou fortes dores, começou a passar mal ainda no gramado e foi levado às pressas para a ambulância direto ao hospital já em estado grave. Poucos minutos depois de chegar ao hospital, porém, ele sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

Os jogadores dos dois times lamentaram a situação e foram informados da morte de Choirul Huda ao final da partida, transtornando a todos.

Em mensagem publicada nas redes sociais, o português Coelho (autor de um dos gols na vitória por 2 a 0) lamentou o adeus ao goleiro.

 "Era só mais um jogo para todos nós. Para ele, com mais de 500 jogos em 18 anos sempre com o mesmo símbolo ao peito, era ainda mais natural. Era só mais um dia. Mas hoje foi diferente! Hoje foi dia de perceber que somos nada", escreveu o jogador com passagens por Porto e Benfica.

"O nosso goleiro, num lance que tantas vezes acontece num jogo, sofreu uma grave lesão que acabou por lhe provocar a morte. Quando as pessoas utilizam clichês, do tipo 'aproveitem cada momento...’' normalmente não prestamos atenção, simplesmente não sentimos, mas depois chegam horas como estas e espetam-se em nós como facas. Não somos nada... Somos pó e em pó nos vamos tornar. Descansa em paz!", disse a emocionante mensagem do português.

O goleiro foi sepultado em Lamongan, sua cidade-natal e onde era ídolo.

ESPN

Nenhum comentário:

Postar um comentário