quinta-feira, 1 de agosto de 2019

TJ-MA publica edital de concurso com 63 vagas; remuneração de até R$ 9 mil

O edital do concurso TJ-MA foi publicado no site do órgão. A seleção visa preencher 63 vagas efetivas em cargos de níveis médio, técnico e superior. Os ganhos iniciais chegam a R$ 9 mil. 


Foi publicado na noite de quarta-feira, 31, o edital do concurso público do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA). O certame que irá oferecer 63 vagas será organizado pela FCC (Fundação Carlos Chagas). As provas serão realizadas no dia 29 de setembro.

 Vagas

As vagas serão definidas da seguinte forma, nos níveis médio e técnico as vagas são de técnico judiciário em várias áreas, com remuneração inicial de R$4.812,72. Quem possui ensino médio completo poderá concorrer a 20 vagas de técnico judiciário da área de Apoio Técnico Administrativo.

As outras três chances são para cargos que exigem cursos técnicos nas áreas de Informática, Contabilidade e Edificações. Já no nível superior, as chances são para oficial de justiça e analista judiciário. O primeiro exige bacharelado em Direito e tem oferta de 15 vagas. O ganho inicial é de R$7.768,8., já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 885.

As outras 23 são para analistas nas áreas de Psiquiatria (uma vaga), Psicologia (uma), Serviço Social (uma), Direito (15), Engenharia Mecânica (uma), Sistemas – Suporte e Rede (duas) e Desenvolvimento (quatro). Esses dois últimos aceitam cursos superiores de Ciências da Computação, Análise de Sistema ou qualquer outro na área de Tecnologia da Informação. Para analistas a remuneração inicial é de R$9.115,35.

 Inscrições

Os interessados poderão se inscrever no período de 5 a 28 de agosto, no site da banca organizadora. A taxa de inscrição varia entre R$ 70 para nível médio e R$ 100 para nível superior. No momento da inscrição o candidato deverá informar o cargo pretendido e a cidade de realização da prova, dentre: São Luis, Caxias e Imperatriz.

As provas objetivas serão aplicadas em setembro. Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, prova discursiva e análise de títulos.

De O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário