sábado, 3 de agosto de 2019

Foragido do Goiás e Pará é preso pela Polícia Civil em Barra do Corda

A Polícia Civil de Barra do Corda, coordena pelo Delegado Regional Renilto Ferreira e equipe de capturas, prendeu no final da tarde desta sexta-feira (2), o nacional MÁRCIO LEAL MENEZES.


A prisão ocorreu no Povoado Farinha, zona rural desta cidade e se deu em razão de MARCIO ser foragido dos Estados de Goiás e Pará, Estados estes onde praticou uma lista intermináveis de crimes entre furtos, roubos qualificados, posse e porte ilegais de arma de fogo, sendo ainda acusado pelo crime se estupro de vulnerável (estupro contra menor de 14 anos), fato este que o foragido negou a nossa equipe ter praticado, tendo confessado os demais crimes.

A prisão foi possível após uma colaboração de suma importância feita por um cidadão de bem de nossa cidade o qual passou preciosas informações ao Delegado regional Renilto Ferreira por meio do nosso Instagram: @delegaciabarradocorda.

Na quarta-feira outra importante prisão foi realizada por nossos investigadores após denúncias ao Delegado por meio deste mesmo Instagram e pelo Whatszap 99230-7936.

"A essas pessoas nosso muito obrigado. Sigam a 15* Delegacia Regional de Barra do Corda no Intagram e Facebook e continuem mandando suas denúncias por nossas redes sociais onde seu anonimato e garantido e você colabora com a segurança pública de nossa cidade", disse o delegado Renilto Ferreira.
Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://imirante.com/barra-do-corda/noticias/2019/08/03/foragido-do-goias-e-para-e-preso-em-barra-do-corda-no-ma.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Imirante.com estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Imirante (imirante@mirante.com.br). As normas têm como objetivo proteger o investimento que o Grupo Mirante faz na qualidade de seu jornalismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário