terça-feira, 27 de setembro de 2016

Presidente da Portela é assassinado no Rio

© image/jpeg Marcos Falcon, candidato a vereador pelo PP

O presidente da Portela, uma das mais tradicionais escolas de samba do Brasil, o policial militar Marcos Falcon, de 52 anos, foi assassinado a tiros de fuzil na tarde desta segunda-feira (26), dentro do comitê de sua campanha. No próximo domingo, ele disputaria uma vaga na Câmara dos Vereadores pelo Partido Progressista (PP).

O crime ocorreu por volta das 16 horas, na Rua Maria José, em Madureira, na Zona Norte da cidade.

A Divisão de Homicídios está a caminho do local. As primeiras informações indicam que um homem entrou no comitê, observou o local e saiu. Em seguida, pelo menos três homens saíram de um veículo armados com fuzis e atiraram no candidato. Testemunhas dizem que os criminosos usavam capuz.

Tesoureiro da escola de samba, Felipe Guimarães também acabou atingido por um tiro de raspão. Desde o início do ano, a 29ª DP (Madureira) investigava um suposto plano para matar Falcoon.

VEJA

Nenhum comentário:

Postar um comentário